Política MT

Lúdio Cabral recomenda ao governador quarentena obrigatória em todo o estado de MT

Publicado

 

Deputado Lúdio Cabral requereu medidas de restrição de circulação de pessoas

Foto: Ronaldo Mazza

O deputado estadual e médico sanitarista Lúdio Cabral (PT) enviou, na quinta-feira (21), um ofício ao governador Mauro Mendes (DEM) requerendo que sejam decretadas as medidas de restrição de circulação de pessoas e aglomerações previstas na classificação de risco muito alto do Decreto Governamental 522/2020, com quarentena em todo o território estadual e fechamento de atividades não essenciais.

“Se não forem adotadas quarentena rigorosa por no mínimo duas semanas, o que está acontecendo hoje no Amazonas pode acontecer em Mato Grosso em poucas semanas”, alertou Lúdio. Ele destacou que o número de casos novos e de óbitos por Covid-19 em Mato Grosso está em crescimento acelerado e chegou a uma média móvel (de 7 dias) de 1.374 casos novos e 21 óbitos na quarta-feira (20). A taxa de contágio também está em crescimento e alcançou o índice de 1,25, o que significa que cada 100 pessoas transmitem a doença para outras 125.

No documento, Lúdio apresentou a projeção de que o sistema de saúde de Mato Grosso entrará em colapso no início de fevereiro. “O crescimento observado na taxa de ocupação de leitos de UTI adultos nos últimos 14 dias, de 56,1% no dia 06/01/2021 para 73,2% no dia 20/01/2021 (crescimento de 29,2% em 14 dias), o que aponta para ocupação total desses leitos até o dia 07/02/2021”, disse.

Os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica já estão esgotados. “Considerando o crescimento observado na taxa de ocupação de leitos de UTI pediátricos nos últimos 14 dias, de 46,7% no dia 06/01/2021 para 100,0% no dia 20/01/2021 (crescimento de 114,1% em 14 dias); ou seja, já não há mais leitos de UTI disponíveis no SUS para crianças com covid-19 grave em Mato Grosso”, observou.

Lúdio citou também a existência no Brasil de variantes do vírus mais contagiosas, que podem já estar circulando em Mato Grosso, e a “impossibilidade atual de implementação adequada do Plano Estadual de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, que decorre da insuficiência de imunobiológicos (vacinas) sequer para alcançar cobertura efetiva nos grupos prioritários da fase 1, e a absoluta ausência de perspectivas para acesso a um quantitativo adequado de imunizantes”.

Desde março de 2020, Lúdio Cabral vem monitorando a evolução da pandemia em Mato Grosso e fazendo projeções da tendência da curva epidêmica. Para garantir a adesão da população à quarentena, ele recomendou que o governo promova campanha de divulgação para orientar a população sobre a necessidade dessas medidas e de restringir a circulação.

O deputado recomendou ainda que o governo mude a forma de calcular a Taxa de Crescimento da Contaminação, passando a calcular a média móvel de 14 dias do número de casos novos notificados no dia da divulgação do boletim epidemiológico e a mesma média móvel de 14 dias antes. Esse é o conceito adotado pelas autoridades sanitárias e pelo consórcio dos veículos de imprensa que monitoram a pandemia e traz um panorama mais fiel da realidade.

“O indicador adotado pelo governo estadual, ao considerar a evolução do número de casos acumulados, não consegue expressar de forma adequada a velocidade de crescimento no número de casos de covid-19 e de expansão da epidemia”, explicou Lúdio.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Veja Mais:  Deputado Nininho faz indicações para Segurança Pública de Barra do Garças

Política MT

“Dever cumprido à frente da presidência da Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa”, diz Delegado Claudinei

Publicado

O parlamentar presidiu a última reunião da Comissão de Segurança da AL e destacou as principais iniciativas realizadas no último ano

Deputado Claudinei aplicou importantes iniciativas a frente da Comissão de Segurança Pública da AL- Foto: Assessoria

O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) presidiu, nesta quarta-feira (24), a 6° reunião extraordinária da Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). Na oportunidade destacou as ações desenvolvidas junto aos outros parlamentares integrantes, como a promoção de reuniões com 12 representantes da segurança pública e a visita aos 13 polos regionais da Região Integrada de Segurança Pública de Mato Grosso (Risp) que deram um norte sobre os trabalhos realizados e a identificação dos problemas enfrentados pelas forças de segurança.

Ele considerou que essas iniciativas, neste último ano, foram diferenciadas devido serem inéditas, conforme o histórico, pela Comissão de Segurança do parlamento estadual. Também, ressalvou que essa metodologia permitiu ter uma concepção bem abrangente da realidade vivenciada pelas instituições de segurança pública existentes em Mato Grosso.

Deputados Claudinei e Elizeu durante visita a instituição de Vila Rica- Foto: Assessoria

“Um dos aspectos que mais despertou a nossa atenção, foi a falta de efetivo nas instituições – principalmente nas polícias civil e militar. Agora, estamos lutando para o lançamento de editais para concursos públicos com emenda na Lei Orçamentária Anual de 2021. Claro que neste período, mantivemos a nossa luta, tanto para a nomeação de aprovados nos concursos de delegado de polícia, como, também, para os Sistema Penitenciário e Socioeducativo e a Politec (Perícia Oficial e Identificação Técnica)”, declara Claudinei.

Veja Mais:  PL propõe local de apoio para trabalhador por aplicativos

Comissão AL

O parlamentar adiantou que na próxima reunião, no início de março, ele passará o cargo de presidente da Comissão ao deputado estadual João Batista (Pros). “A gente já tinha um acordo desde 2019, em que o deputado Sargento Elizeu (PSL) assumiria a presidência no primeiro ano, eu seria em 2020, e o João Batista que é policial penal seria para este ano. Na verdade, nós três, representamos a segurança pública na Assembleia. Eu acho que realmente se não for como presidente, eu pretendo continuar como um membro e colaborar nos trabalhos – tanto em projetos como para demandas externas que recebemos”, explica.

Deputados na Polícia Militar de Tangará da Serra- Foto: Assessoria

Claudinei entregou um relatório com todas as ações realizadas pela Comissão de Segurança ao governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), em fevereiro deste ano, como, também, ao secretário de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp), Alexandre Bustamante, para terem todas as informações sobre as situações que necessitam de atenção por parte do governo estadual para as devidas soluções e contribuir com as forças de segurança pública.

Resultados

Além do Delegado Claudinei que preside a Comissão de Segurança, também integram o vice-presidente Silvio Fávero (PSL), os membros titulares Ulysses Morares (PSL), Elizeu Nascimento (PSL) e Thiago Silva (MDB). Neste último ano, foram realizadas 11 reuniões extraordinárias, com a apreciação de 92 projetos de leis.

Veja Mais:  Alta Floresta reivindica Posto Policial no bairro Cidade Alta

Uma das intermediações realizadas pelos integrantes que garantiram benefícios para a segurança pública de Mato Grosso, foi a aquisição de mil armas Glock que foram distribuídas 200 para polícia civil e 800 para a polícia militar. Também, foram atendidas pelo governo estadual, 63 indicações para disponibilizar viaturas para atender as forças de segurança. Outros resultados obtidos, envolvem a disponibilização de mil testes da Covid-19 aos servidores da segurança pública e doação de tintas para a reforma da Academia da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso (PJC).

“Dever cumprido com o apoio de todos os envolvidos, minha assessoria jurídica e de imprensa, os deputados integrantes e servidores da Comissão de Segurança Pública. Apesar de ser um ano atípico com a pandemia da Covid-19, conseguimos fazer 13 viagens nos polos regionais que envolvem praticamente 129 municípios. Isso era uma programação que eu havia feito, logo que assumisse a presidência, bem, como, ouvir os representantes da segurança pública. A gente conseguiu conciliar e terminar com produtividade os trabalhos da Comissão”, avalia Claudinei.

Risp – A Comissão de Segurança realizou as visitas aos polos regionais entre os meses de junho e dezembro de 2020, sendo que foram atendidos os municípios de Barra do Garças, Primavera do Leste, Rondonópolis, Nova Mutum, Cáceres, Água Boa, Juína, Pontes e Lacerda, Tangará da Serra, Alta Floresta, Guarantã do Norte, Sinop e Vila Rica.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Deputado Nininho faz indicações para Segurança Pública de Barra do Garças

Publicado


O deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, apresentou a indicação nº 940/2021 ao secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante Santos, com a necessidade de disponibilizar de imediato duas viaturas do tipo camionete para atender as demandas do patrulhamento na zona rural do município de Barra do Garças. 

De acordo com o deputado, as viaturas vão atender o 5º Comando Regional da PM, sob a direção do Coronel Souza. “Os vereadores Murilo Valoes e Jairo Gehn nos cobraram esse atendimento, já fiz o encaminhamento e, segundo o secretário Alexandre Bustamente, o município logo será atendido”, ratificou Nininho.

Outros encaminhamentos também foram feitos pelos vereadores para atender a Saúde e a Secretaria Municipal de Esportes. O vereador Murilo agradeceu a atenção do parlamentar. “Nós temos encaminhado uma ambulância de R$ 200 mil, uma indicação minha para o deputado que já está protocolada, juntamente com o vereador Jairo conseguimos uma emenda parlamentar para três motos. Já para o esporte, garantimos uma emenda no valor de R$ 70 mil para aquisição de um veículo para auxiliar as demandas da secretaria. Nós temos muita gratidão pelo deputado Nininho, está sempre pronto para nos atender, em qualquer tempo, juntamente com sua equipe”, agradeceu Murilo.

Conforme Nininho, outras ações serão encaminhadas via Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística, Educação e Ação Social. “O Governo de Estado tem investimentos para a região do Araguaia, com certeza Barra do Garças e região será contemplada, vamos acompanhar de perto os encaminhamentos e fazer gestão”, concluiu.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Veja Mais:  Indicação de Faissal cobra limpeza de corixos da região do Pantanal
Continue lendo

Política MT

ALMT suspende atividades presenciais em razão do aumento de casos de Covid-19

Publicado


Devido ao aumento da taxa de incidência de Covid-19 entre servidores e parlamentares, as atividades presenciais da Assembleia Legislativa de Mato Grosso foram suspensas a partir desta quinta-feira (25), retornando o expediente no dia 5 de março. A Resolução Administrativa nº 010/2021, contendo a determinação, foi publicada na noite desta quarta-feira (24) e atende à recomendação feita pela Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social.

No período, serão mantidas somente as atividades estritamente essenciais para o funcionamento administrativo do Parlamento Estadual. Sessões plenárias ordinárias e extraordinárias, reuniões da Mesa Diretora, das Lideranças e das Comissões Permanentes e Temporárias ficam suspensas. 

Caso haja convocação para realização de sessão plenária durante a vigência da suspensão das atividades e eventuais prorrogações, essas serão realizadas de forma virtual, através do Sistema de Deliberação Remota instituído pela Resolução nº 6.719/2020, utilizando da plataforma digital (https://zoom.us/) ou equivalente.

O acesso à Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso será permitido aos seguintes setores: Secretaria de Planejamento, Orçamento e Finanças; Secretaria de Administração e Patrimônio; Secretaria Parlamentar da Mesa Diretora; Secretaria de Tecnologia da Informação; Secretaria de Serviços Legislativos; Secretaria de Gestão de Pessoas; Secretaria Geral; Coordenadoria Militar; Mesa Diretora; Qualivida; Procuradoria-Geral e Gabinetes.

Os secretários e chefes dos setores deverão remeter à Coordenadoria Militar relação nominal única dos servidores, indicando as atividades essenciais a serem desenvolvidas, devendo a autorização de ingresso nas dependências da ALMT ser submetida à autorização formal da Mesa Diretora.

Veja Mais:  PL propõe local de apoio para trabalhador por aplicativos

Durante a suspensão das atividades, serão adotadas medidas para evitar a propagação interna da Covid-19, como intensificação da limpeza, desinfecção e sanitização de superfícies nas dependências da ALMT, especialmente banheiros, elevadores, corrimões e maçanetas. Serão adotadas ainda providências visando à renovação da circulação de ar nas dependências da ALMT, com a abertura periódica de janelas em locais com uso de ar-condicionado.

Não havendo prorrogação da suspensão, as atividades presenciais serão retomadas mantendo o expediente em horário excepcional, das 08h às 14h, em regime de escala de servidores, sendo o acesso às dependências do Parlamento restrito aos servidores constantes na escala e demais situações autorizadas pela Coordenadoria Militar da Assembleia Legislativa.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

CAMPANHA COVID-19 ALMT

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana