Mato Grosso

Mais MT vai investir R$ 622,6 milhões na reforma, ampliação e compra de equipamentos de hospitais regionais

Publicado


O Governo do Estado vai investir R$ 622,6 milhões na modernização dos hospitais regionais e unidades especializadas de Mato Grosso. Desse valor, o total de R$ 158,5 milhões é exclusivo para reforma e ampliação das estruturas, sendo que o valor restante será investido em equipamentos e móveis.

As melhorias integram o maior programa de investimentos da história de Mato Grosso, o Mais MT, e têm o objetivo de promover uma revolução na saúde.

De acordo com o programa de investimentos, são mais de 20 frentes de trabalho na saúde iniciadas na atual gestão – entre as obras já concluídas, em andamento e em fase de licitação. A obra mais recente é a do Hospital Central que, após mais de 30 anos paralisada, foi retomada e marca uma nova história na Saúde do Estado.

“Esse é um momento histórico que deve ser comemorado pela população mato-grossense, pois estamos trabalhando incansavelmente para consertar a saúde do Estado. Vamos entregar hospitais com alto nível de qualidade e ofertar um serviço de primeira à sociedade”, destaca o secretário estadual de Saúde Gilberto Figueiredo.

O investimento será de R$ 92.920.748,17 somente na construção do hospital, que conta com um cronograma de aproximadamente 22 meses de execução, com previsão de entrega para novembro de 2022.

Outra obra em andamento, que também causará um impacto positivo na capital, é a de reforma e ampliação do Hospital Adauto Botelho. Com um investimento de R$ 14.193.154,00, o projeto proporcionará um acréscimo de 708,07 metros quadrados à estrutura da unidade, podendo, dessa forma, ampliar a oferta de leitos à população. A previsão da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) é concluir a reforma em setembro de 2021.

Veja Mais:  Profissionais da linha de frente do combate à Covid-19 são vacinados no interior

O serviço de saúde mental do Estado contará com mais melhorias estruturais, pois o Centro de Atenção Psicossocial Adauto Botelho (Lar Doce Lar) também está em reforma; são R$ 665.867,70 aportados nesta obra. A expectativa é de que o local seja entregue já com as melhorias em junho de 2021.

Obras em andamento no interior

Além da capital, o Programa Mais MT alcançou unidades de saúde do interior do Estado. No Hospital Regional de Sorriso, a reforma irá beneficiar os moradores da cidade e de 15 municípios da região, que contarão com um ambiente mais moderno com novos leitos. O investimento é de R$ 8.368.111,81 e deve ser entregue em abril de 2021.

Em Sinop, mais de R$ 2 milhões, de um total de R$ 3 milhões, já foram investidos no Hospital Regional. Na primeira etapa, foram implementados novos leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), melhorias estruturais no ambulatório e no setor da oncologia. Nas próximas etapas, serão feitas reformas nas enfermarias, no setor administrativo, na Central de Material e Esterilização, no Centro Cirúrgico e na obstetrícia da unidade de saúde.

Já em Rondonópolis, estão sendo investidos R$ 2 milhões em reparos, adequações e modernização do bloco Administrativo, do Centro de Material e Esterilização (CME), da Cozinha e Refeitório. Neste pacote de obras, já foram entregues melhorias nas UTIs, Pronto Atendimento, recepção, Ambulatório e Unidade de Coleta e Transfusão.

Veja Mais:  Cuiabá Esporte Clube representará Mato Grosso na série A do Brasileirão

Também passam por reparos, adequações e modernizações da infraestrutura os Escritórios Regionais de Saúde de Pontes e Lacerda e Cáceres, com um aporte estimado em R$ 350.000,00 e R$ 400.000,00, respectivamente.

Obras entregues

Em um ano e 10 meses de gestão, o Governo do Estado entregou obras de reforma e ampliação na infraestrutura de diversas unidades de saúde de Mato Grosso, entre elas está o Hospital Estadual Santa Casa, que é a maior modernização do Estado até o momento.

O local foi totalmente readequado pela atual gestão que, em maio de 2019, passou a gerir a unidade – até então filantrópica -, depois de quatro meses fechada. No Hospital, já foram investidos cerca de R$ 3 milhões.

Em Várzea Grande, o Hospital Metropolitano passou por uma grande reforma que totalizou o investimento de R$24.260.521,94. Inicialmente, foram realizadas melhorias na UTI, Centro Cirúrgico, Pronto Atendimento, CME, ambulatórios, administrativo, recepção principal, enfermarias e fachada do Hospital. Após a pandemia pela Covid-19, a SES, visando oferecer uma estrutura adequada aos usuários do SUS, ampliou e construiu mais 210 novos leitos definitivos na unidade, entre leitos de UTI e enfermaria.

O Governo do Estado também construiu e entregou 20 leitos de enfermarias e 10 leitos de UTI para o enfrentamento ao coronavirus no Hospital Regional de Cáceres. A obra foi avaliada em R$5.018.288,32. Além disso, para diminuir a contaminação do vírus no Estado, o Governo ainda estruturou o Centro de Triagem da Covid-19 na Arena Pantanal, com um recurso de R$1.290.226,30.

Veja Mais:  Sábado (23): Mato Grosso registra 207.747 casos e 4.954 óbitos por Covid-19

A SES ainda investiu R$ 160 mil na reforma da nova estrutura do Centro Estadual de Odontologia para Pacientes Especiais (Ceope). Também passaram por reforma os Escritórios Regionais de Saúde de Alta Floresta (R$1.634.096,00), Peixoto de Azevedo (R$186.589,30) e Sinop (R$336.000,00). Houve ainda modernização na ordem de R$800.000 da nova UTI e nova cozinha do Hospital Regional de Alta Floresta.

Próximas obras

Está em licitação a readequação predial da Escola de Saúde de Mato Grosso e da Sede da Superintendência de Vigilância. De acordo com o programa de investimentos da Secretaria Estadual, também serão construídos mais três hospitais regionais nas regiões do Araguaia, Noroeste e Nordeste de Mato Grosso.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Residência artística com fotógrafa e artista visual de Florianópolis abre inscrições

Publicado


Estão abertas as inscrições para o “Insights: residência de fotografia artística”, que será realizado de forma gratuita e online tendo como público alvo pessoas com conhecimentos básicos e intermediários em fotografia e que morem em Mato Grosso. A residência será conduzida pela artista visual e fotógrafa de Florianópolis, Lilian Barbon.

O projeto é uma realização da Oyá Produções que foi contemplado no edital MT Nascentes, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso (Secel) com recursos da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc.

Os interessados podem se inscrever até segunda-feira (25.01), por meio do formulário https://bityli.com/5amgn. A residência será realizada nos meses de fevereiro e março com encontros coletivos e individuais realizados pela internet.

De acordo com Lilian Barbon, a residência artística tem como objetivo a sensibilização do olhar dos participantes, com o intuito de fazer emergir em cada um deles, seu traço particular, sua poética artística. 

“Após diversos encontros sobre processos criativos, curadoria e criação de ensaios fotográficos, sempre enfocando a fotografia dentro do circuito das artes visuais, cada participante desenvolverá seu projeto individual, sendo orientado desde o início no desenvolvimento de sua pesquisa e em seu processo de trabalho”, comenta Lilian. 

Para Amaury Santos, fotógrafo e produtor do projeto, a iniciativa dará oportunidade para fotógrafos de todo o estado. “Os participantes poderão desenvolver o seu olhar e começar a produzir esse tipo de fotografia em Mato Grosso, contribuindo com o desenvolvimento do cenário artístico e cultural do estado”.

Veja Mais:  Projeto oferece tutoria online e gratuita a jovens artistas

Não é necessário ter equipamentos fotográficos profissionais para participar do projeto. Os alunos poderão utilizar até mesmo os seus smartphones, e durante a residência eles desenvolverão ensaios fotográficos artísticos que serão publicados em um e-book e farão parte de uma exposição fotográfica presencial, que será realizada em abril.  

Serviço

Residência de Fotografia Artística Online

Quando: fevereiro e março

Onde: online

Inscrições: de 19 a 25/01, gratuitas e limitadas – https://bityli.com/5amgn

Informações: [email protected] e instagram @projetoinsightsmt  

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

SES reúne diretores de Hospitais Regionais para planejar ações prioritárias em MT

Publicado


A secretaria adjunta de Gestão Hospitalar da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) promoveu as primeiras reuniões presenciais com os diretores dos Hospitais Regionais e Estaduais para, de forma padronizada, definir ações prioritárias do Plano Plurianual (PPA).

As reuniões ocorreram na quinta e sexta-feira (21 e 22.01) desta semana, na Sala de Situação da Secretaria de Estado, em Cuiabá.

O PPA define as prioridades do Governo para o período de quatro anos, podendo ser revisado a cada ano. Nele consta o planejamento de como serão executadas as políticas públicas para alcançar os resultados esperados ao bem-estar da população na área da saúde.

A reunião foi coordenada pela secretária adjunta da pasta, Caroline Dobes, que destacou a importância desse contato com os gestores dos hospitais. “O encontro possibilita compartilhar experiências, priorizar atividades assistenciais internas voltadas para o combate à pandemia pela Covid-19, padronizar serviços e atendimentos, avaliar produção hospitalar e planejar as ações para este ano, da melhor forma para o usuário do SUS”, disse.

A diretora Geral do Hospital Estadual Santa Casa, Patrícia Dourado Neves, disse que as definições levam em consideração as diferenças regionais que acabam colaborando com todos os gestores dos hospitais. “Embora estejamos no mesmo Estado, temos uma diferença de região, de logística e até mesmo de atuação. Então é de suma importância o debate e a troca de experiências”, avaliou.

Veja Mais:  Governador e primeira-dama discutem ações de enfrentamento à violência contra a mulher

Para a diretora do Hospital Regional de Sorriso, Ione Carvalho, é sempre importante estar em contato com o nível central da SES-MT, justamente para dar resolutividade às situações de cada unidade hospitalar. “É um momento de compartilhar as atividades desenvolvidas nas unidades e de trocar experiências administrativas”, concluiu.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Projeto oferece tutoria online e gratuita a jovens artistas

Publicado


Pedaços de legumes, embalagens, cadernos velhos, fotos antigas. É possível transformar esses elementos em obras de arte? Para ensinar como fazer, estão abertas as inscrições para o 1º Ciclo de Residência Artística Online CasaCorpo na Escola.

A orientação gratuita é direcionada a jovens de 15 a 25 anos interessados em desenvolver percepções e habilidades nos campos das artes visuais e literatura. Sob tutoria em processos criativos da educadora Imara Quadros e orientação artística de Carla Renck e Pedro Duarte, o projeto atenderá também alunos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT). 

Para participar, basta preencher o formulário (Link AQUI) e concluir a inscrição, entre os dias 18 e 29 de janeiro. No caso dos menores de idade, é preciso autorização dos responsáveis. Os encontros acontecerão por meio da plataforma Google Meet. 

“Como fazer arte com o que temos em casa? Podemos fazer arte com objetos que iriam para o lixo? E com rótulos de alimentos? É possível fazer arte com nosso cotidiano? A resposta é SIM! E esse é o principal objetivo dessa Residência Artística Online”, afirma Pedro Duarte, um dos orientadores artísticos do projeto.

De acordo com Carla Renck, que também é orientadora da ação, assim como observado em diversos outros setores, as residências artísticas também se adaptaram às limitações impostas pela pandemia de Covid19, migrando para o ambiente digital. Ela explica que o plano de vivências aposta em um formato livre e que os participantes desenvolverão seus próprios métodos de criação utilizando materiais que já possuam. 

Veja Mais:  "Meta é entregar 41 mil títulos de regularização fundiária até 2022", afirma presidente do Intermat

“Mesmo virtualmente este será um espaço de experimentações e possibilidades para as mais diversas trocas entre residentes, artistas e a tutoria em processos criativos”, explica Carla.

O 1º ciclo do projeto acontece entre os dias 01 e 19 de fevereiro e resultará em uma exposição online hospedada no site www.casacorpoartes.com.br. Além disso, todos os encontros contam com tradução para libras, possibilitando o ingresso de residentes surdos.

A iniciativa foi contemplada no edital MT Nascentes, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) com recursos da Lei Aldir Blanc.

CasaCorpo

O grupo CasaCorpo nasceu em 2019, realizando em 2020 sua primeira proposta de metodologia de Residência de Arte Contemporânea Híbrida, no Ateliê Livre do Museu de Arte e Cultura Popular da Universidade Federal de Mato Grosso (MACP/UFMT).

A ação, orientada por Ruth Albernaz, contou com Carla Renck, Livia Bertges, Pedro Duarte e Reinaldo Mota. Por meio de rodas de conversa e oficinas abertas ao público a ocupação ocorreu de janeiro a outubro de 2020, sendo virtualizada a partir de março.

Mais informações sobre o grupo podem ser encontradas no site e nas redes sociais: instagram.com/casacorpoartes e www.casacorpoartes.com.br. Quaisquer dúvidas podem ser enviadas pelo link: https://bit.ly/3pMIU99.

Serviço

1º Ciclo de Residência Artística Online CasaCorpo na Escola 

Prazo para inscrição: sexta-feira (29.01)

Formulário para inscrição: https://forms.gle/QbA6phvo2fnfFZ4q6

Fonte: GOV MT

Veja Mais:  Projeto oferece tutoria online e gratuita a jovens artistas

Comentários Facebook
Continue lendo

CAMPANHA COVID-19 ALMT

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana