Carros e Motos

Mini Countryman 2021 fica mais caro e chega ao Brasil a partir de R$ 199.990

Publicado


source
Mini Countryman 2021
Divulgação

Mini Countryman 2021 tem mudanças sensíveis no design

A Mini anuncia a chegada do novo SUV Countryman 2021, modelo que estreia no mercado com inovações tecnológicas e novo visual a partir de R$ 199.990. O utilitário inglês fabricado em Born, na Holanda, terá quatro versões no Brasil, sendo duas apenas a gasolina e outras duas com motor híbrido plug-in.

As lanternas traseiras recebem o arranjo “Union Jack”, que representa a bandeira do Reino Unido. A grade do radiador também foi redesenhada pela Mini, ficando mais alinhada com os últimos lançamentos da marca.

O modelo tem 4,29 metros de comprimento e 2,67 de entre-eixos, com porta-malas de 450 litros. Por conta das baterias, o compartimento de carga dos modelos híbridos é menor, com 405 litros de capacidade.

A Mini instalou uma nova central multimídia de 8,8 polegadas, com pareamento de smartphone via Android Auto e Apple CarPlay. O novo painel de instrumentos tem 5 polegadas, e é totalmente configurável pelo pacote Mini Connected.

O sistema de assistente pessoal Connected já é conhecido dos carros da BMW, onde o motorista poderá fazer reservas em restaurante, marcar horário na barbearia ou localizar pontos de interesse.

Veja Mais:  Carros novos e usados ficaram mais caros em setembro

Versões

A versão básica do Mini Countryman (R$ 199.990) conta com motor 1.5 turbo que desenvolve 136 cv de potência e 22 kgfm de torque, com câmbio automático de sete velocidades. Acima dela, surge a primeira versão híbrida, a Countryman S E All4 Exclusive (R$ 234.990), com motor híbrido que rende a potência combinada de 224 cv e até 38 kgfm de torque.

O modelo Countryman S E All4 Top (R$ 264.990) traz a mesma mecânica do modelo Exclusive, mas conta com rodas exclusivas aro 19 e sistema de som premium assinado pela Harman Kardon. Por fim, a versão John Cooper Works (R$ 299.990) tem motor 2.0 de origem BMW, desenvolvendo 306 cv de potência e 45 kgfm de torque. A força é distribuída às quatro rodas pelo câmbio automático de oito velocidades. 

Fonte: IG CARROS

Carros e Motos

Fugir do local do acidente é crime de trânsito e pode dar prisão, decide STF

Publicado


source

Carro Esporte Clube

acidente
Thiago Ventura

Fugir do local do acidente é crime de trânsito e motorista pode ser preso, decide STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) reafirmou sua jurisprudência sobre a constitucionalidade do artigo 305 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que tipifica como crime a fuga do local do acidente. O motorista que comete essa infração está sujeito à multa e prisão de seis meses até um ano.

Por maioria de votos, o Plenário, na sessão virtual encerrada em 9/10, julgou procedente a Ação Declaratória de Constitucionalidade (ADC) 35. Prevaleceu o entendimento firmado no julgamento do Recurso Extraordinário (RE) 971959, com repercussão geral (Tema 907), em que a Corte entendeu que a norma não viola a garantia de não autoincriminação .

Na ação, a Procuradoria-Geral da República (PGR) sustentava que Tribunais de Justiça de São Paulo, do Rio Grande do Sul, de Minas Gerais e de Santa Catarina, assim como o Tribunal Regional Federal da 4ª Região, têm declarado a inconstitucionalidade do dispositivo, com o entendimento de que, ao tipificar como crime “afastar-se o condutor do veículo do local do acidente, para fugir à responsabilidade penal ou civil que lhe possa ser atribuída”, ele terminaria por impor ao motorista a obrigação de colaborar com a produção de provas contra si, o que ofenderia os princípios constitucionais da ampla defesa e da não autoincriminação (artigo 5º, inciso LXIII, da Constituição Federal).

Veja Mais:  Royal Enfield lança plataforma de customização para dois modelos

O ministro Edson Fachin abriu a corrente vencedora no julgamento. A seu ver, a evasão do local do acidente não constitui exercício do direito ao silêncio ou de não produzir prova contra si mesmo, direitos que limitam o Estado de impor a colaboração ativa do condutor do veículo envolvido no acidente para produção de provas que o prejudiquem. Segundo Fachin, a previsão do CTB está em consonância com o escopo da regra convencional de “aumentar a segurança nas rodovias mediante a adoção de regras uniformes de trânsito”.




Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros e Motos

Nova geração do Citroën C3 aparece em registros no Brasil

Publicado


source
Nova geração do CItroën C3
Divulgação

Nova geração do CItroën C3 ganha forma de “crossover”; veja os detalhes

A Citroën registrou a nova geração do C3 no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). O modelo é cotado para ser produzido em Porto Real (RJ) sob a nova plataforma CMP, onde poderá originar uma nova família de veículos para a fabricante francesa. Esta é mesma plataforma da nova geração do Peugeot 208, que é feita na Argentina.

Em sua nova geração, o C3 ganha design inspirado no SUV médio C5 Aircross, que também é aguardado no Brasil. Os faróis dianteiros são mais estreitos, divididos em dois lustres, enquanto o destaque da traseira fica por conta das lanternas arredondadas. A mesma linguagem visual estará no facelift do Citroën C4 Cactus, que será lançado em meados de 2021.

O interior segue o mesmo design do SUV compacto, com central multimídia posicionada abaixo das saídas centrais do ar-condicionado. Ao menos na Europa, a Citroën disponibiliza muitas opções de acabamento interno, recurso que será mais escasso no Brasil.

A valorização do euro na comparação com as principais moedas sul-americanas fez a PSA manter o motor 1.6 aspirado de 116 cv na nova geração do 208. Este também deverá ser o propulsor da nova geração do Citroën C3, uma vez que outro conjunto mecânico mais moderno precisaria ser importado. 

Veja Mais:  Nova geração do Citroën C3 aparece em registros no Brasil
Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros e Motos

Fabricante inglesa revela roadster elétrico com design retrô

Publicado


source
RBW Roadster
Divulgação

Apenas 30 unidades do RBW Roadster serão produzidas

A fabricante britânica RBW EV revelou as primeiras imagens e detalhes de um novo roadster com design retrô e motorização 100% elétrica . O modelo é inspirado no MGB Roadster, lançado pela montadora inglesa MG Cars nos anos 60.

Segundo a fabricante de veículos elétricos, o motor do RBW EV Roadster levou três anos para ficar pronto. Alguns componentes foram desenvolvidos por marcas que também fornecem sua engenharia para equipes da Fórmula E.

“O motor elétrico foi instalado na traseira do veículo, enquanto a bateria fica abaixo do assoalho. Além de maximizar o uso da bateria, este recurso permite uma condução muito mais aguçada e esportiva para o Roadster”, diz Peter Swain, diretor do projeto. Apenas 30 unidades do Roadster serão feitas

“O que é muito mais empolgante sobre o sistema da RBW é que ele pode ser instalado em outros veículos, como Jaguar E-Type e as antigas gerações dos carros da Mini”, afirma o diretor. “Os modelos podem ser encomendados com especificações pessoais dos clientes. As possibilidades são infinitas”.

Segundo a RBW, o Roadster leva 9 segundos para atingir 100 km-h, com velocidade máxima na faixa de 130 km/h. Com a bateria totalmente carregada, o modelo pode percorrer 260 km. A autonomia total pode ser expandida para 321 km com a instalação de uma bateria opcional.  A fabricante afirma que o Roadster leva 8 horas para recarregar em tomada comum.

Veja Mais:  Fugir do local do acidente é crime de trânsito e pode dar prisão, decide STF

O Roadster chegará ao mercado na Inglaterra com 14 opções de pintura e seis estilos exclusivos para as rodas. A capota poderá ser acrílica ou de lona, para dar um visual ainda mais retrô. 

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

CAMPANHA COVID-19 ALMT

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana