conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Economia

“O acesso à moeda estrangeira era muito caro, até eu descobrir as criptomoedas”

Publicado

A cotação do dólar e outras moedas estrangeiras pode ser uma dor de cabeça para empresários que trabalham com o exterior. Jefferson Rondolfo passava por esse problema, ele tinha uma empresa nos EUA que enviava para o Brasil hardwares específicos para mineração de criptomoedas
, a JR Envios. O problema era que os compradores pagavam em real e ele acabava perdendo parte do lucro devido a diferença da moeda e as taxas bancárias.

Leia também: Entenda como funcionam as criptomoedas

“Depois que eu comecei a viajar para fora do Brasil, percebi o quanto era difícil e caro ter acesso à outra moeda que não fosse o real. Então me dei conta que as criptomoedas eram um meio mais fácil e mais acessível pra mim”, conta Jefferson.


Foto mostra o empresário do mercado de criptomoedas Jefferson Rondolfo
Reprodução

Jefferson Rondolfo trabalha com o mercado de criptomoedas

De fato, as moedas digitais
solucionavam boa parte do problema: ofereciam transações com taxas baixas e conversão prática. Como já trabalhava envolvido com esse mercado e seus clientes já conheciam as diversas vantagens da moeda virtual, decidiu usar os benefícios a seu favor e passou a aceitar as criptomoedas como forma de pagamento.

Depois de um ano tocando seu negócio no exterior, Jefferson voltou para o Brasil em 2018, deu uma pausa na JR Envios e decidiu procurar uma nova oportunidade. Nesse período, estava acontecendo uma onda de sentimento de insegurança com o criptomercado, pois foram registrados roubos de criptomoedas de até 1 bilhão. O empresário juntou esse cenário ao conhecimento que tinha da importância de garantir a segurança das moedas virtuais e da falta de procura por isso para abrir seu novo negócio: a venda de carteiras físicas para moedas criptografadas.

Veja Mais:  Ministério Público e TCU defendem suspensão do auxílio emergencial; entenda

Nesse novo negócio, ele não só continuou aceitando as criptomoedas como também as tornou sua principal forma de pagamento. Jefferson usou a estratégia de fornecer 10% de desconto para quem optar por elas para incentivar cada vez mais essa praticidade nos pagamentos de seus clientes. “Eu nem aceito mais cartão ou boleto como forma de pagamento, no máximo transferência bancária”, conta o empresário.

O fato de aceitar principalmente criptomoedas como pagamento não interferiu nas vendas da empresa de Jefferson. A explicação é que, além de trabalhar com clientes que já estão acostumados com o criptomercado, ele é o único revendedor oficial no Brasil das duas maiores fabricantes de carteiras físicas do mundo.

Tal facilidade com a aceitação por parte dos clientes para pagamento com moedas criptografadas ainda não é a realidade de todos os mercados, mas pela falta de burocracia e taxas tende a ser. O empresário, por exemplo, acredita que “as criptomoedas são o futuro” e plataformas como o IG TradeCoin

podem aumentar o conhecimento sobre elas.

“O IG possui um alcance incrível, é um dos maiores portais de notícias do Brasil e o IG TradeCoin é maravilhoso e inédito, uma vez que é necessária a evangelização ainda das criptomoedas. Ainda mais conhecendo a plataforma que utiliza e sabendo o quão é diferente de qualquer outra do mercado. Exchanges assim são primordiais para o sistema”, finaliza Jefferson.

Veja Mais:  Preconceitos afetam lucros de empresas no Brasil, mostra pesquisa

Comentários Facebook

Economia

Veja como consultar o saldo FGTS e o calendário de pagamento

Publicado


source
FGTS
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Veja os calendários do FGTS

É possível consultar o valor e a data do saque emergencial do  Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de até R$ 1.045. De acordo com a MP, o valor do saque é de até R$ 1.045 por trabalhador, considerando a soma dos saldos de todas as suas contas do FGTS.


A consulta está disponível no aplicativo do FGTS e Internet Banking da Caixa Econômica Federal. A consulta pode ser feita no site  fgts.caixa.gov.br e no telefone 111, opção 2.

No FGTS, R$ 37,8 bilhões serão liberados para aproximadamente 60 milhões de trabalhadores. A Caixa já divulgou o calendário de pagamento, autorizado pela Medida Provisória (MP) 946. A ação faz parte do conjunto de medidas de enfrentamento aos impactos causados aos trabalhadores pela pandemia de Covid-19.

Calendário

O início do calendário de recebimento do FGTS foi em 29 de junho para os nascidos em janeiro. Os pagamentos são realizados por meio da poupança social digital, aberta automaticamente pela Caixa em nome dos trabalhadores, acessada pelo aplicativo Caixa Tem.

O calendário de pagamento foi estabelecido com base no mês de nascimento do trabalhador e contém a data que corresponde ao crédito dos valores na conta poupança social digital (do aplicativo Caixa Tem).

Veja Mais:  Preconceitos afetam lucros de empresas no Brasil, mostra pesquisa

Há duas etapas de recebimento: caimento na conta digital do valor do FGTS e calendário de saques e transferências. Confira.

Calendário de recebimento por conta digital da Caixa (por mês de aniversário):

Janeiro – 29/6
Fevereiro – 6/7
Março – 13/7
Abril – 20/7
Maio – 277
Junho – 3/8
Julho – 10/8
Agosto – 24/8
Setembro – 31/8
Outubro – 8/9
Novembro – 14/9
Dezembro – 21/9

Calendário para saques e transferências (por mês de aniversário):

Janeiro – 25/7
Fevereiro – 8/8
Março – 22/8
Abril – 5/9
Maio – 19/9
Junho – 3/10
Julho – 17/10
Agosto – 17/10
Setembro – 31/10
Outubro – 31/10
Novembro – 14/11
Dezembro – 14/11

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Havan do Paraná será investigada por cobrar preço abusivo em alimentos

Publicado


source
havan
Reprodução

Havan: unidade no Paraná será investigada por preço abusivo

Uma unidade da rede de lojas de departamento Havan  é suspeita de cobrar preços abusivos de itens da cesta básica. Em Colombo (PR), região metropolitana de Curitiba, o Procon recebeu centenas de denúncias sobre os preços e notificou a Havan.

Na Havan de Colombo, um pacote de cinco quilos de arroz da marca Buriti é vendido a R$ 22,99, preço 60% maior que no comércio da região. Já um litro de leite integral da marca Piracanjuba custa R$ 7,99, mais do que o dobro do valor cobrado em estabelecimentos de Curitiba.

O Ministério Público do Paraná  abriu um procedimento administrativo para investigar o caso.

A rede Havan não se pronunciou sobre o fato.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Governo de SP antecipa reabertura de academias no estado; veja regras
Continue lendo

Economia

Governo de SP antecipa reabertura de academias no estado; veja regras

Publicado


source
academia
Reprodução

Retorno das academias na capital paulista deve ocorrer ainda este mês

O governo de São Paulo anunciou, nesta sexta-feira (3), a possibilidade de reabertura de novos serviços durante a pandemia de Covid-19 para os municípios inseridos na fase amarela do Plano São Paulo, na qual está inserida a capital do estado. Entre os serviços recém-inclusos na fase, estão as academias esportivas no estado, que devem reabrir com horário e lotação reduzidos. 

De acordo com o documento, o critério para retorno dos estabelecimentos é a estabilidade na fase atual. A decisão final sobre o funcionamento de cada serviço, porém, depende das prefeituras. 

“A partir de hoje, a gente começa uma discussão interna com a Vigilância Sanitária municipal dada essa decisão do Estado de poder reabrir as academias e as atividades culturais . Quando a prefeitura definir, nós comunicaremos isso a vocês”, afirmou o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, que participou da coletiva de imprensa.

protocolo
Governo de SP

Governo divulgou protocolo de segurança para funcionamento de academias

A equipe determinou ainda as regras de funcionamento que devem compor o protocolo para esses estabelecimentos, o que inclui ocupação de 30% da capacidade total, funcionamento máximo de 6 horas pr dia, agendamento prévio e somente atividades individuais permitidas. Além disso, as normas de higiene e uso de máscaras devem permanecer. 

Veja Mais:  Veja como consultar o saldo FGTS e o calendário de pagamento

Apesar da possibilidade de retorno, a recomendação é que os que correm mais risco não voltem às atividades. “Pessoas consideradas como grupo de risco, tais como os maiores de 60 anos e portadores de doenças crônicas , devem permanecer em isolamento social, desempenhando apenas atividades essenciais, ainda que outros setores tenham retomado o atendimento presencial ao público na localidade em que habitam”, afirma o Plano São Paulo. 


Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana