Nacional

Onyx não vê aprovação da PEC do Orçamento como uma derrota do governo

Publicado

Onyx Lorenzoni segue tentando articular governo com deputados e senadores
Antonio Cruz/ABr

Onyx Lorenzoni segue tentando articular governo com deputados e senadores

O ministro da Casa Civil é um dos principais articuladores do governo junto ao Congresso, Onyx Lorenzoni, negou que a aprovação da PEC do Orçamento na Câmara dos Deputados represente uma derrota para Jair Bolsonaro. Com a medida, que ainda precisa de aprovação no Senado, torna-se obrigatória a execução de emendas parlamentares ao Orçamento da União.

Leia também: Janaina Paschoal compara Bolsonaro a Dilma: “Precisa mudar a mentalidade”

“Nós não enxergamos nenhuma derrota. O que aconteceu é que quanto mais puder ser compartilhado o orçamento público com o Parlamento e o governo, melhor é para sociedade”, disse Onyx Lorenzoni
.

As declarações acontecem nesta quarta-feira (27), dia que Onyx deu início à rodada de articulação política com o Congresso
Nacional, para estreitar relações com os parlamentares e mediar a construção da base aliada no Senado
.

Parlamentares aliados querem que o governo esteja mais presente no Congresso para buscar apoio para aprovação da reforma da Previdência, que aguarda início de tramitação na Câmara.

Leia também: Moro volta a minimizar atrito com Rodrigo Maia: “Absolutamente contornável” 

“Estamos fazendo um gigantesco trabalho. Para isso temos que ter canais de diálogo absolutamente abertos e permanentes”, disse Onyx. Segundo o ministro, mais de 300 parlamentares já foram recebidos no Palácio do Planalto, alguns, inclusive, pelo presidente Jair Bolsonaro.

Veja Mais:  Comissão mista debate investimento em pesquisa científica relacionada à Covid-19

De acordo com Onyx, não houve tratativa de projetos específicos, apenas a aproximação para ouvir deputados. A principal luta do ministro é convencer os parlamentares a aprovarem o texto da reforma da Previdência, ainda que sejam exigidas mudanças.

“Não abordamos questões pontuais dentro da nova Previdência ou projetos que estão tramitando”, disse. “Estamos neste momento aprofundando o diálogo [com os parlamentares], que acontece desde a transição [de governo]”, completou.

Leia também: Maia diz que aprovação da PEC do Orçamento é vitória do governo; PSL foi a favor

Onyx Lorenzoni
defendeu a aprovação da reforma da Previdência e afirmou que é normal que o Congresso faça alguns ajustes no texto inicial. “Essa nova Previdência não é um projeto do governo Bolsonaro, é um projeto de todo o país”, afirmou.

Nacional

Projeto torna obrigatório teste de Covid-19 em instituições de idosos

Publicado


.
Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Audiência Pública - Tema: "Revisão quinquenal do contrato de concessão da BR-101/ES". Dep. Sergio Vidigal (PDT-ES)
Sergio Vidigal: idosos estão entre os grupos mais vulneráveis à doença

O Projeto de Lei 3662/20 obriga as instituições de longa permanência para idosos
públicas, filantrópicas ou privadas a realizar testes periódicos para diagnósticos da Covid-19 em seus residentes, funcionários e colaboradores. O objetivo é prevenir e reduzir a transmissão do novo coronavírus entre as pessoas de mais de 60 anos que vivem nesses locais.

A proposta é do deputado Sergio Vidigal (PDT-ES) e tramita na Câmara dos Deputados. “Se olharmos a experiência de outros países, grande parte das mortes decorrentes do novo coronavírus aconteceu em asilos. Por viverem em um lar coletivo, os idosos estão ainda mais vulneráveis, razão pela qual se torna urgente a medida preventiva”, justifica o parlamentar.

Ainda segundo o projeto, os testes deverão ser realizados independentemente de os residentes ou funcionários apresentarem os sintomas da doença. Em caso de suspeita ou confirmação de contágio, deverão ser providas as condições de isolamento e tratamento.

Pelo texto, a obrigatoriedade de testagem valerá enquanto durarem os efeitos da emergência de saúde pública decorrente da pandemia de Covid-19.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Reportagem – Noéli Nobre
Edição – Marcelo Oliveira

Veja Mais:  Comissão mista debate investimento em pesquisa científica relacionada à Covid-19
Continue lendo

Nacional

Deputados vão debater situação dos pacientes cardiopatas na pandemia de Covid-19

Publicado


.
Igor Sobral/Prefeitura de Pelotas-RS
Saúde - geral - exames preventivos cardiológicos check-up cardiologia coração eletrocardiograma atendimento médico (Unidade Básica de Saúde UBS Virgílio da Costa, Pelotas-RS)
Comissão externa de combate ao coronavírus vai ouvir cardiologistas em videoconferência

A comissão externa de enfrentamento à Covid-19 realiza na quarta-feira (19) reunião técnica, por videoconferência, para debater a situação dos pacientes cardiopatas na pandemia.

A reunião será realizada a partir das 14h30, no Plenário 3. O debate poderá ser acompanhado ao vivo por meio de sala interativa.

Foram convidados para o debate:
– o presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia, Marcelo Cartaxo Queiroga Lopes;
– a cardiologista, pediatra e radiologista Mirna de Sousa;
– o cirurgião cardiovascular Wilson Luiz da Silveira.

A comissão externa foi criada pela Câmara dos Deputados para acompanhar as ações de combate ao novo coronavírus. O colegiado é coordenado pelo deputado Dr. Luiz Antonio Teixeira Jr. (PP-RJ). A relatora é a deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC).

Da Redação
Edição – Pierre Triboli

Veja Mais:  MP que liberou R$ 2,55 bi para Ministério da Cidadania perde vigência, mas sem prejudicar recursos
Continue lendo

Nacional

Confira o que foi votado pela Câmara dos Deputados nesta semana

Publicado


.

Câmara aprovou medida provisória que cria novos tipos de assinatura eletrônica em documentos. No Congresso, foram analisados vetos presidenciais a diversos projetos de lei

Da TV Câmara

Veja Mais:  Câmara é iluminada de azul nesta sexta-feira em homenagem ao Dia do Cardiologista
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana