Portal Agro

Origem Premium: Raça Araguaia desenvolvida em Mato Grosso, ganha novos selecionadores pelo Brasil

Publicado


A Raça Araguaia, bovino de corte desenvolvido pelo Grupo Origem Premium, tem se consolidado por sua excelência e vem atraindo o interesse de pecuaristas de todo o Brasil.

Com os bovinos da Raça Araguaia ao fundo estão, o sócio-diretor da Origem Premium Alexander Estermann, o idealizador da Raça Araguaia, Raul Almeida Moraes Neto e os sócios, Eduardo Ferrareze e Guilherme Nogueira. (da esq. para a dir.) – Foto: Marco Ankosqui

O animal de Raça Araguaia é resultado da cruza de bovinos Blond D’Aquitaine (47%), a Caracu (28%) e a Nelore (25%). A composição genética trouxe mais resistência, precocidade produtiva e reprodutiva, além da adaptação ao ambiente quente e seco do cerrado brasileiro. Criado inicialmente, em Torixoréu (MT), na região do Vale Araguaia, ganhou destaque em 2013, quando obteve a certificação aprovada pela Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), sendo também considerado o primeiro bovino composto de corte, não sendo constituído unicamente, por raças zebuínas, a ser controlado pela ABCZ .

Os produtores parceiros da Origem Premium aplicam boas práticas agropecuárias, com o objetivo de garantir a segurança alimentar com sustentabilidade. – Foto: Origem Premium

Contudo, existem outros fatores que justificam o prestígio da Raça Araguaia na pecuária de corte. A alta fertilidade, a precocidade das fêmeas que iniciam o ciclo reprodutivo entre os 14 e os 18 meses, a taxa de conversão alimentar entre 25% a 30% superior do que a média nacional, seu rápido desenvolvimento de carcaça e terminação, asseguram um ótimo retorno financeiro aos produtores.

Os animais são criados soltos nos pastos, adotando procedimentos de Pecuária Regenerativa e da TIP (Terminação Intensiva à Pasto). – Foto: Origem Premium

Além disso, o bom manejo pecuário associado à Raça Araguaia pode ser considerado um caminho para produção sustentável, por ocorrer em um ambiente que preserva e prestigia os conceitos de sustentabilidade. Devido ao desempenho superior da genética, seu ciclo produtivo é mais curto em relação à média nacional, estas características promovem uma menor pressão sobre os recursos naturais, como por exemplo, ao solo e a água, outra contribuição ambiental, em razão da precocidade dos animais da Raça Araguaia, é a mitigação das emissões dos gases de efeito estufa (GEE).

Além da qualidade, do sabor, da tecnologia e da praticidade, uma de nossas maiores marcas está na sustentabilidade do processo produtivo. – Foto: Origem Premium

Sua carne se enquadra aos padrões gourmet, por sua maciez, paladar característico e baixo teor de gordura, essas propriedades vêm de encontro à crescente demanda por alimentos saudáveis e também de produções sustentáveis. Na ponta da cadeia produtiva, se beneficia o consumidor que tem acesso a um produto de excelência, notado por sua suculência e sabor inigualável.

A Origem Premium oferece uma carne macia, com alto padrão de qualidade, sabor diferenciado e baixo teor de gordura.

Adaptação, rusticidade, precocidade, qualidade da carne, aptidão de reprodutores para serem utilizados em monta natural são alguns dos destaques da Raça Araguaia. Para a maior dispersão genética, novos núcleos de produção e seleção estão sendo formados, como é o caso do Sr. Julio Biondo Neto, que depois de trabalhar 23 anos como executivo de uma grande empresa de produtos de luxo, presta ainda, consultoria financeira à companhia, mas se prepara para a aposentadoria, e decidiu dedicar-se ao agronegócio apostando na Raça Araguaia, na região Sul de Minas Gerais.

Veja Mais:  Região norte receberá a 15ª edição do Circuito Aprosoja

“Em 2018, eu e minha esposa Silvana, compramos a primeira propriedade para trabalharmos com a plantação de oliveiras, nos apaixonamos pela atividade e no ano passado adquirimos mais uma área para trabalhar com a pecuária de corte. Em conversa com um amigo de Araçatuba, fomos apresentados aos fundadores da Origem Premium, e conhecemos a Raça Araguaia, me apaixonei pela genética, pelo conceito Low Fat da carne (baixo teor de gordura), que vinha de encontro com o que estava procurando em termos de genética. Vamos trabalhar com uma equipe de primeira linha para manejar os embriões, e em contrapartida, vimos à importância dessa integração de sustentabilidade com a pecuária. Agradecemos a equipe da Origem Premium, comprometida em desenvolver um gado para atender a esse novo mercado produtivo, e especialmente, pela atenção e suporte prestados a nós. Temos a expectativa de manter um relacionamento duradouro e promissor nesta jornada”.

Ao centro, Sr. Julio Biondo Junior e o idealizador da Raça Araguaia, Sr. Raul Almeida Moraes Neto, em visita técnica à propriedade em Minas Gerais. – Foto: Arquivo pessoal

Para o Grupo Origem Premium, o sucesso da pecuária se deve a diversos fatores, mas, especialmente, ao zelo, carinho e respeito dedicados aos colaboradores, ao bem-estar animal e ao meio ambiente durante todo o processo de criação, ações que geram ao produtor da Raça Araguaia, rentabilidade comercial e satisfação por fornecer alimento de qualidade superior ao mercado consumidor. Macia & Saborosa; Saudável e Sustentável! Para saber mais sobre o nosso modelo de produção, entre em contato com a gente pelo e-mail: [email protected]

Veja Mais:  Estradeiro BR-158 está com inscrições abertas

Comentários Facebook

Portal Agro

Circuito Aprosoja já percorreu 03 municípios da região Sul

Publicado


Fortalecimento Institucional

Circuito Aprosoja já percorreu 03 municípios da região Sul

Até sexta-feira (13.08) a caravana vai visitar mais 03 cidades

10/08/2021

A região Sul recebe durante toda esta semana a 15ª edição do Circuito Aprosoja. A caravana já passou pelos municípios de Alto Taquari, Alto Garças e Rondonópolis. O evento é promovido pela Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), que traz como tema “Tributação: Quem paga a conta”? Os municípios de Jaciara, Campo Verde e Primavera do Leste serão os próximos a receber o debate.

O palestrante e professor de economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Marcos Cintra, disse que o assunto tributação é um tema importante para toda a sociedade que paga impostos, desde o estudante, proprietário, patrão, trabalhador e a indústria. “O que tenho percebido é que a agricultura no Brasil, por ter sempre um tratamento tributário diferenciado, não se preocupou muito com a questão tributária e é fundamental acompanhar principalmente agora que o sistema tributário está passando por questões muito sérias e fortes. O que eu tenho feito, correndo o Estado é orientar o agricultor para que ele se conscientize da importância de participar do debate”.

Presidente do sindicato de Alto Garças, José Milton, disse que o Circuito é muito importante, trazendo as informações e atualização dos assuntos que são de interesse do produtor. “Hoje temos problemas com a falta de armazéns, com contratos futuros, são várias nossas demandas que estamos apresentando ao presidente da Aprosoja-MT Fernando Cadore”, declarou José Milton.

Veja Mais:  Cerca de 140 pessoas participam do 15º Circuito Aprosoja em Sinop

“O assunto é polêmico, por isso é de suma importância estarmos participando do Circuito, principalmente com a palestra do professor Marcos Cintra, que traz com detalhes o tema tributação”, disse Douglas Júnior Torqueto.

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA) está presente no Circuito, por meio do Superintendente da instituição, Daniel Latorraca, disse que estamos vivendo um momento bastante complicado em nível federal. “Estamos discutindo uma série de reformas e a principal é a tributária, que gera impacto na economia. O IMEA vem e contribui com dados importantes para que o produtor rural possa saber o que pode acontecer com as questões dos impostos”.

“Aprosoja-MT se preocupa com a reforma tributária da forma que está sendo apresentada. Por isso, estamos apresentando aos nossos associados os impactos dessa tributação. Muitas pessoas acham que ela simplificaria, diminuiria a carga tributária, mas na verdade os projetos que tramitam no Congresso hoje são uma grande ameaça ao nosso setor, principalmente com a perda de renda para produtor rural e para a sociedade como um todo”, enfatizou o vice-presidente da entidade, Lucas Costa Beber.

Nos próximos dias o Circuito percorrerá os municípios de Jaciara (11.08), Campo Verde (12.08) e Primavera do Leste (13.08). Após a região Sul, o Circuito Aprosoja segue para as regiões Oeste e Leste. O encerramento será no Buffet Leila Malouf, em Cuiabá, no dia 13 de setembro, às 19h.

Veja Mais:  Dia do Agricultor (28/7): produção de grãos deverá atingir 330 milhões de toneladas na próxima década

Fonte: Rosangela Milles

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: [email protected]

Fonte: APROSOJA

Comentários Facebook
Continue lendo

Portal Agro

Estradeiro BR-158 está com inscrições abertas

Publicado


Política Agrícola e Logística

Estradeiro BR-158 está com inscrições abertas

A expedição percorrerá as BRs 158, 155, 153 e MT 326

09/08/2021

Acontecerá entre os dias 23 a 29 de agosto o Estradeiro Aprosoja. O Evento é organizado pela Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), em parceria com o Movimento Pró-Logística. As inscrições estão abertas e o participante pode confirmar até o dia 18 de agosto. Essa é a terceira expedição do ano, e deve percorrer mais de quatro mil e setecentos quilômetros. A saída será em Cuiabá (23.08) e a primeira parada será em Querência. Em seguida, o percurso passará pelos municípios de Vila Rica, Redenção (PA), Marabá (PA), Tucuruí (PA), Palmeirante (TO), Gurupi (GO) e Água Boa (MT).

O objetivo da expedição é percorrer as principais rotas de escoamento de grãos, ouvindo as demandas dos produtores, realizando simpósios e visitas técnicas. Além disso, o Estradeiro leva informações e prestações de contas sobre os trabalhos que estão sendo realizados em prol da logística de Mato Grosso.

As vagas são limitadas e o custo ficará a cargo do participante ou do seu respectivo núcleo. As inscrições podem ser feitas através do WhatsApp (65) 98405-6581 (Diogo Silva).

Programação do Estradeiro Aprosoja – Movimento Pró-Logística de Mato Grosso – 23 a 29/08/2021 – BR 158-155-153-MT 326

Dia 23/08 – Cuiabá (MT) – Querência (MT) – 717 Km

Veja Mais:  Estradeiro BR-158 está com inscrições abertas

Dia 24/08 – Querência (MT) – Vila Rica (MT) – 407 Km

Dia 25/08 – Redenção (PA) – Marabá (PA) – 355 Km

Dia 26/08 – Visita às eclusas de Tucuruí

Dia 27/08 – Marabá (PA) – Palmeirante (TO) – 433 km

Dia 28/08 – Gurupi (TO) – Mara Rosa (GO) – Água Boa (MT) – 762 km

Dia 29/08 – Água Boa (MT) – Cuiabá (MT) – 743 km

Fonte: Augusto Camacho

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: [email protected]

Fonte: APROSOJA

Comentários Facebook
Continue lendo

Portal Agro

Aprosoja-MT vai oferecer curso sobre “Qualidade de Vida no Trabalho”

Publicado


Sustentabilidade

Aprosoja-MT vai oferecer curso sobre “Qualidade de Vida no Trabalho”

As aulas começam no dia no dia 16 de agosto

05/08/2021

Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), por meio do Programa Soja Legal, em pareceria com a Faculdade de Tecnologia Senai Mato Grosso (FATEC/SENAI), vai oferecer de forma gratuita  o curso de “Qualidade de Vida no Trabalho”, na modalidade de Ensino à Distância (EAD), com vagas limitadas. O objetivo é dar apoio e capacitar todos os associados da entidade, na produção mais sustentável e na melhoria da qualidade de vida e do trabalho. As aulas começam no dia dia 16 de agosto de 2021.

A carga horária mínima de 16 horas, serão divididos em quatro módulos que correspondem a base de desenvolvimento do curso, como: Introdução à base legal; Programas de Gestão na Propriedade Rural; Legislação Trabalhista e Previdenciária do trabalho rural e as Edificações Rurais (NR 31, NR 24 e NR 18).

“Neste cenário de pandemia, atuando em sintonia com as orientações dos Órgãos de Saúde competentes, e evitando os riscos de transmissão da COVID-19 em nossa sociedade, a Aprosoja-MT quer auxiliar os produtores rurais e os prepostos na gestão de melhoria nas propriedades, com amplo aprendizado acerca das legislações e normas trabalhistas e ambientais aplicáveis na relação entre o homem e o campo”, afirmou a gerente de Sustentabilidade da entidade, Marlene Lima.

Veja Mais:  Simpósio sobre Fitossanidade será realizado pela Aprosoja-MT

Ao final da capacitação, o aluno aprovado receberá o Certificado de Conclusão de Curso pela Instituição FATEC/SENAI e a Aprosoja-MT.

Acesse todas as informações no Regulamento, e inscreva-se.

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE!

Fonte: Ascom

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: [email protected]

Fonte: APROSOJA

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana