Economia

“Pergunta para o vírus”, diz Bolsonaro sobre prorrogação do auxílio emergencial

Publicado


source
.
Marcos Corrêa/PR

Presidente Jair Bolsonaro


presidente Jair Bolsonaro afirmou que espera não haver necessidade de estender o pagamento do auxílio emergencial  e que o novo coronavírus esteja “de partida do Brasil”. A declaração aconteceu nesta nesta terça-feira (24) durante uma conversa com um grupo de apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada.


Ao ser questionado sobre se o governo pretende prorrogar a ajuda financeira à população, Bolsonaro não descartou a possibilidade, mas disse torcer para que isso não ocorra. “Pergunta para o vírus”, respondeu a um apoiador.

“A gente se prepara para tudo, mas tem que esperar certas coisas acontecerem. Esperamos que não seja necessário porque é sinal de que a economia vai pegar e não teremos novos confinamentos no Brasil”, acrescentou.

“Desde o começo, eu nunca fui a favor do confinamento . Sempre defendi a ideia do isolamento vertical, mas, infelizmente, a decisão coube aos governadores e prefeitos”, disse. 

Na sequência, Bolsonaro afirmou que “a economia tinha quebrado no Brasil” se não fosse a concessão do auxílio emergencial e outras medidas tomadas pelo governo. “Então, a gente espera que não seja necessário (a prorrogação do auxílio) e que o vírus esteja realmente de partida do Brasil.”

Veja Mais:  Auxílio emergencial tem novos pagamentos nesta semana, penúltima do calendário

Ao ser criado, o auxílio emergencial, de R$ 600, deveria durar três meses (tendo como base os meses de abril, maio e junho). Depois, o governo estendeu para mais duas parcelas (julho e agosto). Diminuindo o valor de R$ 30 posteriormente, cuja última parcela será paga em dezembro.

O objetivo inicial de Bolsonaro era reformular o Bolsa Família e lançar um novo programa, chamado Renda Brasil, para compensar o fim do auxílio emergencial, que promove ganhos eleitorais ao chefe do executivo. Mas a falta de fonte para custear a iniciativa tem travado o novo projeto.

Comentários Facebook

Economia

STJ mantém multa de R$ 1,5 bi a empreiteiras por fraude em obras do metrô de SP

Publicado


source
metro
Reprodução

STJ mantém multa de R$ 1,5 bi a empreiteiras por fraude em obras do metrô de SP

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Humberto Martins, rejeitou pedido para suspender o pagamento de R$ 1,5 bilhão ao qual três construtoras foram condenadas por irregularidades na construção de linhas do metrô de São Paulo. Queiroz Galvão, OAS e OECI haviam feito a solicitação em caráter liminar. Martins negou atendê-las anteontem. Elas afirmam que sofreram uma “condenação injusta”.

As empreiteiras foram condenadas, em primeira e segunda instância, em uma ação civil pública em que o Ministério Público de São Paulo (MP-SP) as acusa de fraudar as licitações de lotes de novas linhas do metrô da capital.

O valor imposto na sentença é equivalente a 17% do total do contrato firmado com o metrô e visa ressarcir a instituição responsável pelo modal de transporte. Há um mês, o metrô solicitou judicialmente que o montante fosse pago conforme determinado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).

Martins destacou, ao negar a suspensão do pagamento da quantia, que “a execução provisória não configura, por si só, risco de dano irreparável ou de difícil reparação para as devedoras. Isso porque o sistema processual civil traz mecanismos para garantir a reversibilidade das medidas executivas provisórias, bem como para neutralizar o risco de dano reverso”.

Veja Mais:  Azul transporta usinas de produção de oxigênio para Manaus

Questionamentos

O texto utilizado pelo ministro para justificar a decisão é uma resposta ao argumento das construturas de que o pagamento do valor as colocaria em risco de quebra. Segundo Martins, o Direito brasileiro dispõe de mecanismos para dirimir esse risco.

Você viu?

As empresas também afirmaram, no pedido encaminhado ao STJ, que a condenação sofrida foi “injusta”. O magistrado, no entanto, ponderou que há a possibilidade, prevista pelo Código Civil, de reverter a execução do valor. Isso porque o pagamento será feito agora, enquanto ainda cabem recursos à condenação.

Martins negou a liminar em seu último dia do trabalho antes das férias, iniciadas ontem. Na ausência dele, o STJ ficará sob o comando do ministro Jorge Mussi. Os outros ministros estão em recesso, enquanto a Corte opera em regime de plantão. Estão sendo analisadas apenas ações com caráter urgente e processos atribuídos à presidência do tribunal. Martins retorna em 1º de fevereiro para retomar os trabalhos no STJ.

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

GOL inicia transporte de vacinas contra a Covid-19

Publicado


source

Contato Radar

undefined
Gabriel Araújo

GOL inicia transporte de vacinas contra a Covid-19

A GOL inicia amanhã (18) o transporte de vacinas da CoronaVac para os todos os estados do Brasil, em ação coordenada com os governos federais e estaduais.

De acordo com a companhia, os primeiros voos com as vacinas partirão de São Paulo (GRU) com destino aos estados do Tocantins, Rio Grande do Norte, Alagoas e Sergipe. Mais voos serão realizados à medida que as cargas forem disponibilizadas.

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação!

O transporte está sendo feito através do serviço GOLLOG SAÚDE, que conta com colaboradores treinados de acordo com as boas práticas de manuseio de medicamentos, para dar mais velocidade na distribuição.

Você viu?

A GOL também informou que com sua malha aérea abrangente no Rio de Janeiro e câmara fria exclusiva no seu terminal de cargas em São Paulo, está completamente preparada para cumprir essa importante missão.

O post GOL inicia transporte de vacinas contra a Covid-19 apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

Comentários Facebook
Veja Mais:  Auxílio emergencial tem novos pagamentos nesta semana, penúltima do calendário
Continue lendo

Economia

LATAM transporta mais de 50 toneladas de insumos para Manaus

Publicado


source

Contato Radar

undefined
Gabriel Araújo

LATAM transporta mais de 50 toneladas de insumos para Manaus

A LATAM Brasil, através do programa Avião Solidário, realizou na madrugada de sábado (16) o transporte de 52 toneladas de insumos médicos para combate da Covid-19 em Manaus.

De acordo com a companhia, os equipamentos foram transportados no voo LA3270 – que decolou de São Paulo (GRU) às 00h10 de ontem (16) e pousou às 03h28 em Manaus (MAO) – e serão enviados para cinco hospitais da capital amazonense.

Esteja informado: clique aqui  e leia mais notícias de aviação!

Você viu?

Até a última sexta-feira (15), a companhia já havia realizado quatro voos em parceria com o Governo do Amazonas, a pedido do Ministério da Saúde, totalizando o transporte de 805 cilindros de oxigênio e 80 respiradores para apoio à saúde pública.

alt
959 cilindros de oxigênio seguiram no Avião Solidário da LATAM com destino a Manaus. Foto: LATAM

O post LATAM transporta mais de 50 toneladas de insumos para Manaus apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

Comentários Facebook
Veja Mais:  Mega-Sena não tem ganhadores e prêmio vai a 17 milhões para o próximo sorteio
Continue lendo

CAMPANHA COVID-19 ALMT

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana