Economia

PF cumpre mandados de busca contra suspeitos de aplicarem vacinas falsas em MG

Publicado


source
Polícia Federal encontrou lista com 57 nomes de empresários que podem ter recebido doses
Reprodução: iG Minas Gerais

Polícia Federal encontrou lista com 57 nomes de empresários que podem ter recebido doses

A Polícia Federal cumpriu na tarde desta terça-feira (30) mandados de busca e apreensão na casa da cuidadora de idosos, Cláudia Pinheiro Torres de Freitas, suspeita de aplicar vacinas falsas em empresários do setor de transporte em Belo Horizonte (MG) . O filho dela, Igor Torres de Freitas, também foi levado para prestar depoimento.

As suspeitas contra a dupla surgiram após os depoimentos dos empresários Rômulo e Robson Lessa confirmaram a compra de doses da vacina contra a Covid-19 da mulher. Aos investigadores, os empresários afirmaram que pagaram R$ 600 pelo imunizante sem procedência.

Segundo a PF, as doses podem ter sido adquiridas ilegalmente por meio de importação ou por desvios de imunizantes do Ministério da Saúde, caso já investigado pela cúpula mineira da corporação.

Em buscas realizadas na casa dos suspeitos e na garagem de ônibus onde teria ocorrido a vacinação, os policiais apreenderam documentos, computadores, celulares e uma lista com 57 nomes de pessoas que teriam recebido o imunizante falso.

Veja Mais:  Caminhoneiros ameaçam greve e acusam governo de fazer marketing com demandas

A investigação aponta que Cláudia, que possui passagens por furto, se passava como enfermeira. Não há registro da suspeita no Conselho Regional de Enfermagem de Minas Gerais (Coren-MG) .

Os investigadores não informaram se há mandados de prisão contra os suspeitos. A PF informou que um motorista dos irmãos Lessa também está prestando depoimento nesta terça-feira.

Comentários Facebook

Economia

MEI: Três em cada 10 fecham as portas em até cinco anos de atividade no Brasil

Publicado


source
MEI: Três em cada 10 fecham as portas em até cinco anos de atividade no Brasil
Redação 1Bilhão Educação Financeira

MEI: Três em cada 10 fecham as portas em até cinco anos de atividade no Brasil

Os microempreendedores individuais ( MEI ) são os que apresentam a maior taxa de mortalidade em até cinco anos. De acordo com a pesquisa Sobrevivência de Empresas (2020), realizada pelo Sebrae com base em dados da Receita Federal e com pesquisa de campo, a taxa de mortalidade desse porte de negócio é de 29%. Já as microempresas têm uma taxa de mortalidade, após cinco anos, de 21,6% e as de pequeno porte, 17%.

De acordo com o presidente do Sebrae, Carlos Melles, o estudo comprova a tese de que quanto maior o porte, maior a sobrevivência, pois o empresário tem um maior preparo e muitas vezes opta por empreender por oportunidade e não por necessidade.

Você viu?

“Entre os microempreendedores individuais há uma maior proporção de pessoas que estavam desempregadas antes de abrir o negócio e que, por isso, se capacitam menos e possuem um menor conhecimento e experiência anterior no ramo que escolheram, o que afeta diretamente a sobrevivência do negócio”, afirma Melles.

Leia a  matéria completa em  1Bilhão Educação Financeira para saber mais.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Governo pagou R$ 120 mil para Sikera Jr.: "Não trabalho de graça"
Continue lendo

Economia

Bolsonaro admite que não houve corrupção no BNDES após gastar R$ 48 mi em buscas

Publicado


source
BNDES é  Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social
Redação 1Bilhão Educação Financeira

BNDES é Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social


Durante a campanha presidencial de 2018 que elegeu Jair Bolsonaro , o presidente prometia “abrir a caixa preta do BNDES ” (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Tratava-se, supostamente, de um esquema de corrupção dos governos petistas que beneficiaria os demais países da América do Sul, o grupo fictício chamado de “ foro de São Paulo ”. 

Já no primeiro ano de mandato, o banco estatal gastou R$ 48 milhões em auditorias dos contratos de empréstimos a empresas e governos estrangeiros , mas não encontrou nenhum indício de irregularidade.

Nesta quinta-feira (17), Bolsonaro admitiu estar convencido de que não existe nenhuma  corrupção na estatal enquanto falava com apoiadores no cercadinho do Palácio do Planalto.


“Não foi caixa-preta, na verdade. Está aberto. Eu também pensava que era caixa-preta, mas está disponível, no site do BNDES, todos os empréstimos feitos para outros países”, disse.

“Alguns me criticam que eu estou concluindo obras do PT . É verdade, algumas obras são começadas pelo PT, sim. Agora, o PT não deixou obra inconclusa fora do Brasil. Vamos parabenizar o PT”, ironizou. “Foi quase meio trilhão de reais. Vocês [população] pagando”, completou o presidente. A fala foi gravadas pelo site bolsonarista Foco do Brasil.

Veja Mais:  Mesmo com aviso de Guedes, Bolsonaro promete aumento de 50% no Bolsa Família

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Caminhoneiros ameaçam greve e acusam governo de fazer marketing com demandas

Publicado


source
Wallace Landim, Chorão, líder caminhoneiro
Reprodução/Facebook

Wallace Landim, Chorão, líder caminhoneiro

O presidente da Abrava (Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores) , Wallace Landim, afirmou que a categoria poderá entrar em greve nos próximos dias . Líder da greve da categoria em 2018, “Chorão”, como é conhecido, disse estar no limite e lembra das dificuldades dos caminhoneiros nos últimos meses. 

“Possibilidade há. Estamos no limite, na UTI, estamos tomando esse remédio para salvar a categoria”, disse Landim, em entrevista ao UOL.

Chorão ainda acusou o governo federal de se promover com as demandas da categoria . Segundo o presidente da Abrava, a promessa de linha de crédito para caminhoneiros por meio do BNDES não foi cumprida. 

“Outra coisa que me deixou muito chateado é aquela [linha de crédito] de R$ 500 milhões para manutenção da categoria, que foi proposta para nós. Não conheço nenhum caminhoneiro que pegou. A vigência terminou agora. Eu pedi, mandei ofício para Ministério da Economia e nem sequer me retornou. Conversamos com vários setores financeiros, esse plano nunca existiu. Estão fazendo marketing em cima da categoria”, ressaltou. 

Você viu?

O programa foi anunciado em 2019 e teve sua vigência encerrada no último dia 8 de junho. Para tentar amenizar e atender os pedidos de caminhoneiros, o governo federal lançou o “Gigantes do Asfalto” , um projeto que promete desburocratizar a situação de caminhoneiros autônomos. 

Nos últimos meses, o Palácio do Planalto tenta atender a todo custo as demandas da categoria, a fim de evitar outra greve, como a realizada em 2018. O presidente Jair Bolsonaro, inclusive, decretou a redução de impostos federais no diesel para diminuir a pressão sobre o governo. 

Nas eleições de 2018, Bolsonaro prometeu manter bom relacionamento com os caminhoneiros, mas atritos registrados no último ano provocaram um racha entre a categoria e o presidente. No começo deste ano, parte dos caminhoneiros autônomos ameaçaram entrar em greve, no entanto, recuaram após pouca adesão.  

Após negociações, o Planalto prometeu incentivos à categoria, mas, segundo Chorão, não foram efetivadas. Entre as promessas estava a prioridade na imunização, o que também não foi cumprido. 

“A gente vem participando de muitas reuniões no governo e nada. Nós temos várias situações, uma delas é referente à vacina. A gente está no grupo prioritário desde janeiro, mas até agora a gente não foi imunizado”, lembra. 

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana