Policial

PM intensifica fiscalização para coibir rachas na MT que liga Campo Verde e Chapada dos Guimarães, e autua 11 condutores

Publicado

A Polícia Militar realizou uma operação para coibir a prática de racha de veículos, na Rodovia Estadual Emanuel Pinheiro, na MT-251, no domingo (12.09), entre os municípios de Chapada dos Guimarães e Campo Verde. Na ação, 11 condutores foram autuados por irregularidades no trânsito.

A ação conjunta mobilizou policiais do Batalhão de Trânsito Urbano e Rodoviário (BPMTRAM), da 1ª Companhia de Policiamento Independente de Chapada dos Guimarães (1ª CIA) e da 8ª Companhia Independente de Campo Verde.

Com barreiras e abordagens, a PM fiscalizou trechos ao longo do km 70 e km 82, locais divulgados pela imprensa, por meio de vídeos, na última sexta-feira (10.09), como pontos de encontro para a prática ilegal rachas entre motociclistas esportivos.

Durante as abordagens e fiscalizações da PM na MT-251, os policiais autuaram 11 condutores de veículos (carro e motocicleta). Dentre as irregularidades encontradas pelos policiais estavam dirigir sem possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH), licenciamento vencido, descarga livre dentre outras.

O comandante do BPMTRAM, tenente-coronel Adão César afirma que a PM continuará reforçando as ações de policiamento na região com objetivo de coibir qualquer prática delituosa no trânsito. “Essa ação conjunta da PM é para lembrar os condutores de veículos de que estamos firmes na fiscalização. É importante, lembrar o que trata o artigo 308 do Código Brasileiro de Trânsito (CTB), que participar de rachas é crime com pena de detenção de seis meses a três anos. Além do risco de multa e suspensão da habilitação ou proibição de obter a permissão para dirigir”, ressalta o comandante.

Veja Mais:  Moradores encontram 12 pênis de borracha no matagal em MT, e levam alguns para casa

Serviço 

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800. 065.3939.

Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil consegue recuperar R$ 15 mil de golpe na venda de veículo pela internet em Rondonópolis

Publicado

A viatura vai contribuir com os trabalhos da polícia civil de Juscimeira- Foto: Assessoria

Em ação rápida, a Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), recuperou R$ 15 mil subtraídos de um morador de Rondonópolis que foi vítima de golpe de estelionato praticado através de meio eletrônico.

As diligências iniciaram logo após o registro da ocorrência. A vítima, de 43 anos, estava pesquisando no Facebook a compra de um veículo e viu a publicação de um carro modelo Classic, ano 2011/2012, à venda pelo valor de R$ 19 mil.

O interessado entrou em contato com o suposto vendedor e ambos passaram a conversar pelo telefone e combinaram para que o comunicante pudesse ver o automóvel.

Após o acordo, o proprietário levou o veículo até a vítima para fechar o negócio e informou que era parente do vendedor que havia iniciado as tratativas do negócio.

Depois de ver o carro, a vítima fez uma proposta de pagamento à vista no valor de R$ 15 mil, que foi aceita pelo suposto vendedor.

Então a vítima foi buscar o veículo e o vendedor pediu que o valor fosse transferido na conta de uma terceira pessoa. Ainda segundo o comunicante, ao indagar sobre depositar o dinheiro em conta de terceiros, o vendedor disse que o dono do carro havia autorizado a transferência.

Passados cerca de 30 minutos, o proprietário do carro entrou em contato e alegou que o valor não estava em sua conta bancária e que faria a liberação do veículo, quando a vítima então percebeu que se tratava de um golpe.

Veja Mais:  Motorista é preso com arma de fogo e por embriaguez ao volante em MT

A Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos foi comunicada e rapidamente passou a investigar o fato, conseguindo congelar o valor transferido. Após as providências cabíveis, a quantia será restituída à vítima.

As diligências continuam para apurar o crime e chegar aos envolvidos no golpe.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Policia Civil incinera mais de 800 quilos de entorpecente em Rondonópolis

Publicado

A mais recente apreensão ocorreu no sábado (11), em uma ação integrada da Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal, quando foram encontrados 640 quilos de maconha em um veículo Toyota Etios, que trafegava na BR-163, sentido a Rondonópolis. Os policiais rodoviários deram ordem de parada ao condutor, mas ele saiu em alta velocidade e bateu o carro em um barranco e abandonou o veículo, fugindo para uma mata na região.

De acordo com o delegado Santiago Rozendo Sanches, da Derf de Rondonópolis, esta é a quarta incineração realizada neste ano, chegando a 2,5 toneladas de entorpecentes apreendidos e destruídos no município em ações das polícias.

O entorpecente é liberado para incineração após realização de perícia oficial e de autorização judicial.

Com acompanhamento da Vigilância Sanitária e representantes do Ministério Público e Poder Judiciário, a droga foi incinerada em fornos de uma empresa no Distrito Industrial de Rondonópolis.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Policia Civil incinera mais de 800 quilos de entorpecente em Rondonópolis
Continue lendo

Policial

PRF em Rondonópolis-MT apreende 713 garrafas de vinhos importados ilegalmente

Publicado

Foto: PRF

Na manhã desta quarta-feira (15), uma equipe da PRF em Rondonópolis realizava fiscalização com foco no combate a ocorrências criminais, na BR 364, quando abordou um ônibus que fazia a linha Foz do Iguaçu-PR x Rio Branco-AC.

Em verificação ao compartimento de bagagem, foram encontradas diversas caixas de papelão, que conforme relato dos motoristas, foram despachadas na cidade de Realeza-PR e com destino a Cuiabá-MT.

Os motoristas apresentaram a nota fiscal, e ao verificar a mercadoria, a equipe constatou que tratavam-se de vinhos importados ilegalmente para o Brasil, tendo em vista que os rótulos estavam em língua estrangeira, configurando dessa forma o crime de descaminho.

Além do mais, no documento fiscal constava a quantidade de 400 unidades, no valor total de R$ 8.000,00. Só que na conferência realizada pela equipe, constatou-se a quantidade de 713 garrafas, no valor aproximado de R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil reais), de acordo com consultas realizadas em sites especializados da internet.

Diante dos fatos, ficou contatada a ocorrência do crime de descaminho. Toda a mercadoria foi encaminhada à Polícia Federal de Rondonópolis para apresentação à autoridade policial.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Batalhão Ambiental prende suspeito e aplica multa de R$ 9 mil por pesca ilegal em MT
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana