Mato Grosso

Profissionais da linha de frente do combate à Covid-19 são vacinados no interior

Publicado


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) iniciou a aplicação da vacina contra a Covid-19 nos profissionais que atuam na linha de frente de combate ao vírus nos oito Hospitais Regionais de Mato Grosso e no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A imunização foi iniciada na mesma semana em que chegaram as primeiras doses da vacina no Estado.

Conforme prevê o Plano Estadual de Operacionalização da Vacinação, este é um dos grupos prioritários desta primeira fase de imunização.

A enfermeira Edileusa Regina Dutra, 41, foi a primeira profissional a ser vacinada no Hospital Regional de Colíder. Após 11 meses de luta contra o coronavírus e salvando vidas na unidade de saúde, ela finalmente pôde celebrar, na última quinta-feira (21.01), o nascer de uma esperança: a vacina.

“Fiquei feliz e agradecida a Deus pela oportunidade de estar aqui, na linha de frente desde o início da pandemia. Estamos juntos nessa batalha e agora ressurgiu uma nova esperança depois de muita luta, dores e perdas. Sou grata por essa oportunidade que me concederam”, comemora Edileusa, que há nove anos atua na unidade Regional de Colíder.

Quem também comemora o início da imunização entre os trabalhadores da saúde é a diretora do hospital, Mirian Alves Moreira. Ela recorda que muitos colegas de batalha perderam sua vida ao longo da guerra e em memória deles ela celebra essa nova fase. “Perdemos colegas, doamos nossas forças para atender cada paciente que necessitou dos nossos cuidados, deixamos nossas famílias de lado, muitas das vezes, e agora a sensação que paira é de proteção”, diz a Mirian.

Veja Mais:  Seplag disponibiliza Cédula C para declaração de IRPF

Para a enfermeira do Hospital Regional de Cáceres, Lidiane Vignardi Correa, 42, além de esperança, o imunizante proporcionou a ela e sua equipe tranquilidade para realizar o trabalho com mais segurança.  “Estamos felizes com a vacina que é um marco na história de nossa equipe, justamente por esse vírus estar causando tantos danos e traumas. Agora estamos ansiosos para que toda a população seja vacinada”, deseja a profissional, que há 18 anos trabalha no hospital.

No Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a vacinação também já teve início, sendo a enfermeira Luciele Fernanda Benin a primeira profissional deste serviço a receber o imunizante. “Receber a vacina me dá a esperança de dias melhores, esperança de podermos voltar um dia à normalidade, de podermos trabalhar com um pouco mais de tranquilidade. Fico feliz de saber que o restante da população será vacina posteriormente”.

A vacinação contra a Covid-19 iniciou ainda nos Hospitais Regionais de Rondonópolis, Sinop, Alta Floresta e Sorriso. Os profissionais dos Hospitais Estaduais Santa Casa, em Cuiabá, e Metropolitano, em Várzea Grande, também estão sendo imunizados.

O Estado recebeu do Ministério da Saúde, nesta primeira fase, 126.160 doses da vacina. Desse total, mais de 60 mil doses já foram distribuídas aos 16 polos regionais de saúde de Mato Grosso para imunizar os profissionais que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus, povos indígenas aldeados com mais de 18 anos, pessoas com deficiência e pessoas idosas com 60 anos ou mais que vivem em asilos e/ou instituição psiquiátricas.

Veja Mais:  Festival abre inscrições para músicos e compositores de Mato Grosso

Mato Grosso vai garantir as duas doses da vacina ao grupo prioritário compreendido nesta fase, sendo o prazo de 14 a 28 dias para a aplicação da segunda dose.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Políticas públicas, igualdade de gênero e empreendedorismo feminino são temas de evento realizado em parceria internacional entre OIT e Fatec Senai MT

Publicado

Foto: Assessoria

Desde o ano de 2018 a Faculdade de Tecnologia Senai Mato Grosso vem pesquisando as barreiras que dificultam o empreendedorismo feminino, com o apoio da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e da ONU Mulheres. O projeto de pesquisa visa a defesa da equidade de gênero e está associado ao tema “Ganha – Ganha: Igualdade de gênero significa bons negócios”. Um dos problemas identificados, é que as mulheres desconhecem a existência de políticas públicas que auxiliem o desenvolvimento de empresas lideradas por mulheres.

Como forma de ampliar a visão das próprias mulheres sobre o acesso a mercados, tecnologia, políticas públicas e serviços de apoio ao desenvolvimento empresarial, a Fatec Senai Mato Grosso em parceria com a OIT, promoverá nos dias 9, 10 e 11 de março de 2021, o evento “A mulher na gestão empresarial: exigindo impulso no Brasil”.

Este ano, em especial, o evento será realizado na semana em que se comemora o Dia Internacional da Mulher e no formato híbrido. Totalmente gratuito, o encontro será transmitido pelo Youtube, a partir das 18h45, horário de Mato Grosso.

Se na última edição foram mais de 800 participantes, agora, com a transmissão on-line, as expectativas são de impactar milhares de mulheres.

Dentre as atividades teremos a mesa redonda cujo tema será “Empreendedorismo feminino e políticas públicas: olhares que se encontram”, e contará com a participação de lideranças empresariais e políticas, bem como de representantes da OIT e da ONU Mulheres, para a construção de um debate saudável em busca da igualdade de gênero nos negócios.

Veja Mais:  Cidadãos já podem responder consulta pública sobre o PLDO 2022

A iniciativa do projeto, também é, uma maneira de ampliar as possibilidades de acesso a serviços financeiros para que as mulheres que atuam nos diversos segmentos possam alavancar seus negócios.

Serão apresentadas ações, produtos e serviços de agentes de créditos, proporcionando a promoção de linhas de fomento, no sentido de estimular às mulheres empreendedoras e aquelas que queiram iniciar um novo negócio no Brasil.

E como forma de fortalecer o empoderamento feminino na tecnologia, convidamos mulheres referência na área para compartilhar histórias inspiradoras de desafios, avanços e superação, para que essas profissionais deixem de ser exceção.

Confira a programação completa do evento e faça sua inscrição aqui.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Festival abre inscrições para músicos e compositores de Mato Grosso

Publicado


O projeto 1° Jardim Autoral – Festival da Canção está com inscrições abertas até o dia 19 de março. A inscrição é gratuita, voltada para músicos e compositores de Mato Grosso. O festival de música autoral será realizado em Cuiabá, no jardim do Garden Pub, de 16 a 18 de abril.

O projeto é realizado com recursos do Edital Mostras e Festivais da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), e tem a proposta de valorizar e prestigiar o trabalho autoral, inédito e original, bem como os artistas, com premiações do primeiro ao quinto colocado, e fomentar o lazer e a cultura, com três dias de shows e exposições artísticas.

Cada participante poderá inscrever apenas uma música de sua autoria, que deverá ser inédita e original, tanto na parte musical quanto nos versos. Entende-se por inédita a música que não foi lançada por uma gravadora ou distribuída comercialmente, bem como original a canção que não contenha plágio, adaptação, versão ou citação poética e musical de outro autor ou compositor. Serão aceitas as composições com os versos em português, de qualquer estilo e gênero musical.

Os interessados podem se inscrever no site do festival (www.jardimautoral.com). Basta preencher a ficha e fazer o upload dos arquivos solicitados. A relação dos participantes e respectivas obras musicais classificadas será divulgada no site do festival, no dia 20 de março.

Veja Mais:  Governo conclui pavimentação da MT-400/351 em Várzea Grande

O contato com os classificados será por meio de e-mail e telefone. Os músicos classificados terão 24 horas para confirmar a presença. O não cumprimento dessa norma fará com que a música selecionada seja imediatamente substituída pelas suplentes.

O festival

O festival terá duas etapas classificatórias (16 e 17 de abril) e uma finalista (18 de abril), que contarão com uma comissão julgadora composta por artistas renomados, entre músicos e maestros, e uma banda base.

Das músicas inscritas, a comissão de seleção escolherá 20 para concorrerem no festival, sendo 10 artistas para se apresentarem no dia 16 de abril e 10 artistas no dia posterior. Destes dois dias serão escolhidos cinco premiados, que já garantem o troféu, e disputarão as premiações em dinheiro, no valor de R$ 3 mil, ao 1° Lugar, de R$ 2 mil o 2° Lugar, R$ 1 mil o 3° Lugar, R$ 600 o 4° Lugar e R$ 400 o 5° Lugar.

O 1° Jardim Autoral – Festival da Canção acontecerá de forma presencial, no jardim do Garden Pub, localizado na rua M, 146, no bairro Cachoeira das Garças, em Cuiabá, com entrada gratuita ao público.

“Este projeto visa fomentar e ajudar os músicos e compositores a continuarem os seus trabalhos, inclusive usarem os materiais audiovisual do festival para fortalecer suas redes sociais e divulgarem o seu trabalho. Também, de proporcionar para a sociedade, alternativa de músicas de boa qualidade, conhecimento musical e poético, além de uma linda feira gastronômica, de artesanato e mostra de artes plásticas e fotografia”, destaca o proponente do festival, Carlos Jerônimo.

Veja Mais:  Hospital Estadual Santa Casa disponibiliza mais 20 leitos de UTI Covid-19

Informações pelo telefone (65) 98405-3085 ou pelas redes sociais @jardimautoral, no Instagram, e Jardim Autoral na página do Facebook e no Youtube.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Adesos ao PDI, Diamantino e Itiquira apresentam resultados de 2020

Publicado


O município de Diamantino cumpriu com 51% das metas estabelecidas pelo Programa de Desenvolvimento Institucional Integrado (PDI) do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) em 2019. A porcentagem foi divulgada durante reunião  de apresentação dos resultados de 2020, na sexta-feira (26).

Os números são referentes aos Projetos 1 – Planejamento Estratégico, sob coordenação da Secretaria de Apoio às Unidade Gestoras (Saug) do TCE-MT, e do Projeto 2 – Incentivo ao Acesso à Informação e à Consciência Cidadã, coordenado pela Secretaria de Articulação Institucional e Desenvolvimento da Cidadania (SAI).

Na ocasião, o titular da Saug, Ajdair Roque de Arruda, destacou a atuação do Tribunal e de sua equipe no acompanhamento das tarefas previstas no Plano. “O Programa foi criado para dar apoio aos municípios nas questões relacionadas às políticas públicas. O objetivo é que haja boa entrega aos munícipes que são quem mais nos interessa”.

O coordenador do Projeto 1, Guilherme Almeida, que esteve em Diamantino na última semana para tratara do tema, destacou o início de uma nova gestão na cidade. “É o começo de um novo ciclo e espero que seja produtivo. O município tem uma equipe engajada. A partir disso, se cada um exercer seu papel, teremos bons resultados”.

O prefeito de Diamantino, Manoel Loureiro, também participou da reunião.

Itiquira

Na mesma data foi realizada a reunião para apresentação de resultados do município de Itiquira. De acordo com a gestão, em decorrência das restrições impostas pela pandemia de Covid-19, das 36 metas propostas pelo PDI, 14 foram atingidas. Há que se ressaltar, contudo, que, das 10 ações de Controle Social, 10 foram alcançadas.

Veja Mais:  Cidadãos já podem responder consulta pública sobre o PLDO 2022

Exemplo disso é que a gestão conseguiu elevar de 827 para 12000 o atendimento de usuários de benefícios socioassistencias ofertados pela Secretaria de Assistência Social.

A coordenadora do Projeto 2, Clenilda Poletto, reforçou a ligação direta entre a atuação dos conselhos municipais de políticas públicas e o sucesso no cumprimento das metas. “Embora a pandemia tenha inviabilizado encontros presenciais, conseguimos utilizar as mídias sociais e grupos de whatsapp para fortalecer as atividades”, disse.

Já o prefeito de Itiquira, Fabiano Dalla Valle, afirmou que o secretariado já tem consciência dos fatores que impossibilitaram o cumprimento das metas e que isso será usado para reverter o quadro. “Assumimos este compromisso juntos. Tenho certeza que quando as coisas voltarem à normalidade, os índices também se normalizarão”, afirmou.

Atendendo aos protocolos de biossegurança implantados no TCE-MT em decorrência da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), neste ano, os encontros com os gestores dos 21 municípios adesos ao PDI acontecem virtualmente.

O PDI

 O PDI tem por objetivo contribuir para a melhoria dos serviços públicos, por meio de práticas que buscam introduzir na administração pública e na sociedade as culturas do planejamento, da transparência, da educação continuada, da eficiência e da inovação, todas elas essenciais para o desenvolvimento econômico e social.

Dentre os pontos avaliados estão o cumprimento das metas estabelecidas nos planejamentos estratégicos, bem como a transparência e as ações voltadas para a participação dos cidadãos.

Veja Mais:  Ação conjunta apreende caminhão carregado com quase 245 quilos de drogas

No total, ele engloba cinco projetos, sendo eles: Projeto 1 – Apoio ao Planejamento Estratégico; Projeto 2 – Incentivo ao acesso à informação e à Consciência Cidadã; Projeto 3 – Orientação por meio de cursos presenciais e à distância; Projeto 4 – Controle Gerencial utilizando o sistema Geoobras; e Projeto 5 – Modernização Institucional.

André Garcia Santana
Secretaria de Comunicação/TCE-MT
E-mail: [email protected]
Flickr: clique aqui

Fonte: TCE MT

Comentários Facebook
Continue lendo

CAMPANHA COVID-19 ALMT

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana