Rondonópolis

Rondonópolis; Pessoas com 59 anos de idade e com comorbidades, serão vacinadas com a 1ª dose a partir de segunda-feira (3)

Publicado

 

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), dando sequência ao processo de imunização da população local contra o Coronavírus, comunica que a partir desta segunda-feira (3), estará disponibilizando a 1ª dose de vacinas do tipo “AstraZeneca/Oxford”, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) a pessoas com 59 anos  de idades  portadores de comorbidades.

Conforme o Secretário Municipal de Saúde Vinícius Amoroso, o Município de Rondonópolis recebeu apenas 90 doses da vacina Coronavac do Instituto Butantan. Todavia, ele repassa que a cidade ainda tem um quantitativo de 4.275 pessoas aguardando para receber a segunda dose dessa vacina.

Vinicius explicou que o Ministério da Saúde orientou a utilizar todas as doses recebidas como D1 (1ª dose), e que não seria necessário reservar a segunda dose (D2), pois o município receberia um quantitativo (D2) para a segunda dose posteriormente. Mas, infelizmente, não foi o que aconteceu.

Portanto, segundo o secretário, “nesse momento, daremos a preferência para aplicação da segunda dose das 90 doses da Coronavac, aos Trabalhadores da Saúde da linha de frente para o enfrentamento ao Coronavírus que estão atuando nos Hospitais, UPA e Unidades Sentinelas”, pontuou.

Já os servidores imunizados com a 1ª dose da vacina Astrazeneca, vão receber a 2ª dose no Centro Cultural José Sobrinho, localizado no Bairro Monte Líbano, de segunda-feira (03) a sexta-feira (07), das 08h às 11h e das 13h às 16h, seguindo a seguinte ordem: quem foi vacinado com a 1ª dose no dia 08 de fevereiro, será vacinado na segunda-feira dia 03/05.

Veja Mais:  Ceadas começa a atender no terceiro turno a partir de hoje (11)

Já os vacinados entre os dias 09 e 12 de fevereiro, serão vacinados com a 2ª dose nos dias: 04; 05 e 06/05, respectivamente.

COMORBIDADES ATENDIDAS

Conforme orientação do Ministério da Saúde, os grupos de pessoas de 59 anos integrantes do grupo prioritário apto à imunização contra Covid-19, e portadores de comorbidades e ou doenças crônicas, serão atendidas nessa fase da imunização, incluindo os pacientes oncológicos que foram relacionados na nova portaria do MS.

São elas: Anemia Faciforme; Arritmia Cardíaca; Cardiopatia Congênita no Adulto; Cardiopatia Hipertensiva; Cor-Pulmonale; Doença Cerebrovascular; Diabetes Mellitus; Dispositivos Cardíacos Implantados; Doença Renal Crônica; Doenças Hepáticas Imunomediadas; Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos; Fissuras Arteriovenosas; Hipertensão Arterial (comorbidades); Hipertensão Arterial Resistente (HAR); Hipertensão Pulmonar; Imunossuprimidos; Insuficiência Cardíaca (IC); Miocardiopatias e Pericardiopatias; Obesidade Mórbida (IMC >40); Pneumopatias Crônicas Graves; Próteses Valvares; Síndrome de Down; Síndromes Coronarianas; Valvopatias e Pacientes Oncológicos (Câncer).

Todavia, é preciso ressaltar que, para que as pessoas que se enquadrem nesse grupo possam ser imunizadas, será necessária a apresentação de documentos comprobatórios de Comorbidades, como: Relatório Médico, Exames, Prescrição Médica, Cadastro no Hiperdia e Cadastro no e-SUS pelas Agentes Comunitárias de Saúde; e ou carteira de saúde que comprove a comorbidade.

Conforme a SMS, os locais de vacinação são os mesmos: Escola Estadual Pindorama, unidade Estratégia de Saúde da Família (ESF) do bairro Pedra 90 e no sistema drive thru no posto de atendimento montado nas dependências do Estádio Municipal Engenheiro Luthero Lopes e os horários são: das 08h às 11horas e das 13h às 16h.

Veja Mais:  Ação da Prefeitura beneficia famílias da Reserva Tadarimana

Comentários Facebook

Rondonópolis

Comida e cultura, um cardápio que faz sucesso em Rondonópolis

Publicado

Hermélio Silva durante almoço de autógrafos na véspera do Dia das Mães no Restaurante do Roberto- Foto: Assessoria

 Em tempos de pandemia e de falta de apoio público e privado, produzir e promover cultura no Brasil é um verdadeiro desafio que poucos e bons ainda resistem. Esta realidade é encarada com determinação em Rondonópolis por Hermélio Silva, que enfrenta o descaso com a cultura usando a criatividade e parcerias para que as artes continuem vivas na principal cidade do interior do Mato Grosso. Uma das sacadas de sucesso aconteceu no sábado – véspera do Dia das Mães –  unindo o editor e um restaurante com a entrega de obras literárias para as mães que foram almoçar no local.

O Roberto Restaurante abriu suas portas com seu tradicional cardápio de sábado (09/05), incluindo sua famosa feijoada. Numa mesa foram expostos livros e, junto a elas, o escritor Hermélio entregava obras literárias autografadas para as clientes do restaurante, localizado quase em frente da UPA. A iniciativa recebeu muitos elogios e teve repercussão estadual, mostrando o sucesso do cardápio: boa comida com o privilégio de levar cultura para a casa.

Escritor Edson Ceretta com Régia Machado (Roberto Restaurante)- Foto: Assessoria

Além de obras de autoria de Hermélio Silva, o almoço de autógrafos disponibilizou publicações de outros escritores, entre eles Edson Ceretta, que não pode estar presente mas agradeceu e destacou a iniciativa. “Agradeço o Hermélio pela parceria e por ele ter me representado nesta ocasião especial”, manifestou Edson.

Veja Mais:  Prefeito pede apoio de ministra para envio de vacinas a Mato Grosso

Roberto Machado, da direção do restaurante, já se tornou referência no apoio cultural e as principais obras de Hermélio Silva foram lançadas no local, com programação e cardápio especiais. Robertinho Machado também agradeceu a parceria com o escritor e espera poder contribuindo com a cultura rondonopolitana. “Um povo sem cultura não tem história”, define.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Secretaria de Saúde informa que não tem vacinação da segunda dose da Coronavac nesta quinta (13)

Publicado


A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Rondonópolis informa que nesta quinta-feira (13) não terá aplicação de segunda dose da Coronavac/Butantã no Colégio Pindorama.   Aproveita ainda para solicitar que as pessoas que não fazem parte dos grupos etários específicos convocados para receberem a vacina contra a Covid-19 não se dirijam aos postos de vacinação para evitar cenas de aglomerações como as registradas nesta quarta-feira (12) na Escola Pindorama.

“Retomamos hoje, com o lote de mais de 900 doses que recebemos, a vacinação da segunda dose da Coronavac/Butantã para pessoas acima de 70 anos e todas foram aplicadas. Mas Infelizmente, hoje muitas pessoas de idades que não faziam parte do grupo etário convocado procuraram o Pindorama para tomar a segunda dose, tivemos lá pessoas com 40, 50 e 67 anos. Faço um apelo, é muito importante a colaboração da população para avançar com o processo de imunização que só procurem os postos quem estiver na faixa etária divulgada”, comentou o secretário municipal de Saúde, Vinícius Amoroso.   

O Secretário alertou que quem não está no grupo prioritário definido pela equipe de imunização da SMS evite ir para os locais de vacinação com intuito de receber o imunizante contra doença causada pelo novo coronavírus. “Não adianta, não irá receber a vacina. Vai só gerar fila, tumulto e aglomeração, que é perigoso. Então, fique em casa e aguarde a convocação da nossa equipe de imunização”, comentou.

Veja Mais:  Ceadas começa a atender no terceiro turno a partir de hoje (11)

Em relação à atualização das segundas doses da Coronavac/Butantã, Vinicius revelou que o município aguarda a chegada de novas doses, que devem ocorrer nos próximos dias, para definir o cronograma. A estimativa da secretaria é de que em torno de 2750 pessoas aguardam para receber o reforço do referido imunizante.

 “Recebemos a informação hoje a tarde (quarta-feira) do Estado que o Ministério da Saúde liberou mais doses para Mato Grosso e Rondonópolis será contemplada. Chegando essas doses aqui da Coronavac, vamos efetuar a vacinação da nossa população”. 

Ele adiantou, porém, que os locais que serão aplicadas as doses do novo lote da Coronavac que irá chegar serão pré-definidos pela equipe de imunização da pasta. “É muito importante alertarmos que os locais onde as pessoas serão imunizadas com a segunda dose da vacina Coronavac serão pré-definidos. E nós também já distribuímos senhas para todas as pessoas que foram nesta quarta no Colégio Pindorama para que consigam ser vacinadas de forma segura e sem atrapalhar o ciclo de imunização delas. Foram mais de mil senhas, pedimos as pessoas que aguardem só mais um pouco que nos próximos dias estaremos divulgando com antecedência os locais onde serão vacinadas”. 

Vinicius destacou ainda que o município irá reforçar os meios de comunicação sobre os locais de vacinação, que hoje são mais de doze postos espalhados pela cidade.

Veja Mais:  Rondonópolis é classificada com risco "moderado" de contaminação para Covid-19

 “Além dos meios de divulgação que já usamos, como tv, rádio, sites e das mídias sociais, vamos também utilizar carros de som, faixas. Vamos aumentar muito a nossa comunicação com a população. A gente encarecidamente pede que busquem literalmente os postos quando estiverem dentro do cronograma estabelecido pela nossa equipe”, frisou. “Não adianta ir aos locais sem ser na data definida no ‘vai que cola’. Não vai colar, como não colou nesta quarta”.

Comprovante de endereço

Vinicius informou ainda que a partir de agora será obrigatória a apresentação de comprovante de residência em Rondonópolis para receber a vacina contra a Covid-19. A determinação decorre do fluxo de pessoas de outras cidades buscando a imunização na cidade. 

“Nós vamos passar a exigir comprovante de residência no município a partir de agora, pois tem muita gente dos 21 municípios do entorno que estão vindo para cá se vacinar porque o processo de imunização de Rondonópolis está avançando muito. Com isso, queremos evitar o que aconteceu hoje, onde mais de 100 pessoas de outras cidades procuraram os nossos postos vacinação”, observou o secretário.

AstraZeneca 

Quanto à vacinação da primeira dose do imunizante AstraZeneca, a SMS comenta que segue com cronograma normal nos postos de vacinação nesta quinta-feira.  Na ocasião, poderão ser imunizadas pessoas com 35 anos ou mais com comorbidades, pacientes oncológicos, garis (independente da idade) e pessoas que recebem BPC.

Veja Mais:  Em evento com ministros, prefeito destaca importância do agronegócio

Esse público poderá procurar um dos seguintes locais de vacinação: Centro Cultural José Sobrinho e os postos de saúde Paineiras, Dom Osório, Padre Miguel, Pedra 90, Morumbi, Serra Dourada, Itamaraty, André Maggi e Cohab, e no Estádio Municipal Luthero Lopes (sistema drive-thru). O atendimento nos locais de vacinação será das 8h às 11h para mulheres e das 13h às 17h para os homens.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Tecnologia 5G que irá melhorar produtividade no agronegócio é lançada em Rondonópolis

Publicado

Projeto piloto está sendo testado em fazenda modelo do IMA

Foto: Assessoria

Uma nova tecnologia que irá possibilitar aumento da produtividade e inovação para soluções no agronegócio. Essa é a proposta da 5g Standalone, ferramenta apresentada na terça-feira (11) pelas empresas de telecomunicações TIM e Nokia, em parceria com a Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa) e a ConectarAgro.

O piloto do projeto foi demonstrado na área rural do município de Rondonópolis (240 km de Cuiabá), na sede do Instituto Mato-grossense do Algodão (IMA). Na apresentação, transmissões em tempo real de vídeos feitos em 4k e produzidos a partir de imagens obtidas por drones. A tecnologia permite, por exemplo, fazer a inspeção do plantio em tempo real.

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, participou do lançamento e exaltou a possibilidade que os agricultores passarão a ter de controlar em tempo real o manejo do plantio. “Temos que democratizar a tecnologia 5G, fazer com que ela seja acessível a todos. Essa é uma ferramenta que irá melhorar a produtividade e muito”.

Para o presidente da ConectarAgro, Gregory Riordan a tecnologia viabiliza uma série de benefícios que ultrapassam o plantio, e permeiam a inclusão digital. “Consegue-se produzir melhores dados para análise o que possibilita por exemplo, redução de agroquímicos, diminuir número de incidentes. Além disso, ela facilita a educação formal e técnica”.

O presidente da Ampa, Paulo Aguiar, explica em linhas práticas, de que forma a 5g Standalone impulsiona a produtividade. Ele pontua que ela permite que o produtor inspecione o plantio, habilitando soluções que podem ser aplicadas à colheita e ao manejo agrícola. Além disso, a gestão de equipamentos e a intercomunicação são facilitadas.

Veja Mais:  Município encerra abril com fila de exames de risco cirúrgico zerada

“Isso é algo que viabiliza uma resposta rápida no dia a dia. Permite que o produtor rural monitore de forma instantânea por 24 horas ao dia o que está acontecendo nas lavouras. Os dados são enviados diretamente para a pessoa que pode solucionar os problemas. A informação é rápida, confiável, possibilitando decisões mais assertivas”, ressalta Aguiar

Participaram ainda do evento de lançamento, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, o vice-presidente de negócios da TIM, Paulo Gouveia, o Senador Wellington Fagundes, os Deputados Federais Sérgio Souza e Alceu Moreira, presidente e ex-presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária e o prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio.

Também estiveram presentes Alexandre Schenkel, presidente do Sindicato Rural de Campo Verde e lideranças associativas e sindicais regionais e estaduais.

NOVA TECNOLOGIA

A 5G Standalone é uma ferramenta que independe da estrutura da 4G para funcionar e está sendo encampado pelas empresas de comunicação e Ampa, com o apoio do Conectar Agro. O projeto que foi apresentado ao agronegócio, é o segundo de uma série de 20 que o Ministério das Comunicações apresentará até o fim do ano para diferentes áreas.

O primeiro, foi demonstrado na semana passada, com a ativação de rede do Palácio do Planalto, em Brasília.

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana