conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Saúde

Saiba onde fazer o teste da Covid-19 em São Paulo

Publicado


source
Teste rápido para Covid-19
Reprodução Jornal Nacional

Teste rápido para Covid-19

A procura por testes  de detecção da Covid-19 em São Paulo tem aumentado desde que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a realização dos exames para ampliar a oferta e a rede de testagem, além de reduzir a alta demanda em serviços públicos de saúde durante a pandemia.

Devido à praticidade e a não necessidade de pedido médico, interessados têm buscado as melhores opções para descobrirem se estão ou já foram infectados pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Leia também: Posso confiar no exame? entenda quando o teste para Covid-19 deve ser refeito

Em alguns locais, é possível realizar o teste através da modalidade drive-thru, que possibilita fazer a detecção dos anticorpos sem que seja necessário sair do o automóvel. Há também coletas realizadas em domicílio.

Tipos de testes oferecidos sem pedido médico

Diferentemente da modalidade RT-PCR — que deve ser feita no período em que a infecção está ativa no organismo, detectando o material genético do vírus numa amostra de secreção nasal ou da garganta, coletada com uma espécie de cotonete — os testes rápidos, que já são oferecidos emm São Paulo sem necessidade de pedido médico e mediante ao pagamento de um valor, utilizam uma amostra de sangue para detectar a presença de dois tipos de anticorpos: o IgM e o IgG .

O igM é considerado um marcador eficiente para a fase aguda da doença e começa a ser produzido entre cinco e sete dias após a infecção pelo vírus; já o igC, é um anticorpo que permanece circulando mesmo após o fim da fase aguda, indicando que a pessoa está, teoricamente, protegida de futuras infecções.

Veja Mais:  Exame de sangue pode indicar se paciente com Covid-19 precisará de respirador

Para potencializar a eficácia do diagnóstico, é recomendado que o teste seja realizado, pelo menos, 10 dias após o início dos sintomas, uma vez que a produção de anticorpos no organismo demora um certo período depois da exposição ao vírus.

A amostra de sangue pode ser colhida de duas formas: por um furo no dedo, no caso do teste de imunocromatografia,  ou pela coleta de sangue a partir de uma veia, o chamado teste sorológico

É bom reforçar, porém,  que esses testes auxiliam o diagnóstico, mas não possuem finalidade comprobatória, já que há possibilidade de que o exame apresente resultado “falso negativo”. Isso ocorre quando o paciente é testado no estágio inicial da doença em razão da ausência ou de baixos níveis de anticorpos de Sars-CoV-2 na amostra.

Saiba onde realizar o teste em São Paulo:

Farmácia Pague Menos

Os exames de detecção dos anticorpos igM e igC são realizados em diversas unidades, mediante agendamento prévio, por meio do telefone 0800 022 8282. Cada teste custa R$ 193 e é feito no perído das 10 às 16 horas.

Antes da realização do teste, é feita uma breve entrevista e é combinado local e hora da aplicação do exame. O resultado do teste, atestado por clínicas especializadas e notificado ao Ministério da Saúde, sai dentro de 30 minutos e é compartilhado por e-mail.

Drogaria São Paulo

A Drogaria São Paulo realiza o teste rápido de detecção dos anticorpos igC e igM, também sem necessidade de pedido médico. Para realizar o exame, o cliente deve pagar o valor de R$ 139 e fazer o agendamento pelo site

Veja Mais:  Covid-19: EUA renovam recorde e somam 52 mil novos casos em 24h

I-group Care

A empresa oferece a realização de testes rápidos de anticorpos em domicílio.  

Uma equipe multidisciplinar, composta por enfermeiro e técnico de enfermagem devidamente paramentados com equipamentos de proteção individual se desloca até o endereço com os testes rápidos de identificação de anticorpos IgG e IgM. É necessário agendamento prévio via Whatsapp (95866-1111). 

O valor varia entre R$ 250 e R$ 230. No mais caro, a enfermeira aguarda o resultado junto com o paciente. No mais em conta, o resultado do exame é enviado por SMS ou foto. 

Leia mais: Estudante cria site que mostra se você mora em uma área de risco de Covid-19

Grupo Pardini

Teste rápido de detecção dos anticorpos igC e igM disponível no sistema drive-thru nas unidades Tatuapé e Morumbi, de segunda a sexta-feira. O valor é de  R$ 190 e não há necessidade de pedido médico. O cliente deve fazer agendamento no site

Labi Exames

A coleta para o teste dos anticorpos igM e igC pode ser feita em domicílio ou de forma presencial nas unidades Pinheiros, Vila Mariana e Guarulhos. O valor cobrado é de R$ 298 e o resultado sai em um dia útil. Também é necessário fazer agendamento pelo site do laboratório

Instituto CURA

O instituto cura realiza o teste que detecta os anticoropos igC e igM na modalidade drive-thru, situado na unidade Jardins (Av. Brigadeiro Luiz Antonio, 4487). O valor para realizar o teste rápido é R$ 229 e o resultado sai em até 2 horas. O agendamento deve ser feito pelos canais de atendimento: telefone (3056-4707) ou WhatsApp (97135-2766).

Veja Mais:  Covid-19: laboratório diz que vacina de Oxford não terá fins lucrativos


Veja mais: Ar condicionado contribui para a transmissão da Covid-19? Tire suas dúvidas

A realização do teste na modalidade drive-trhu traz mais segurança e menos risco de contágio
Renato Alves/Agência Brasil

A realização do teste de Covid-19 na modalidade drive-trhu traz mais segurança e menos risco de contágio

Shopping Golden Square 

Não há necessidade de agendamento e nem pedido médico, basta pagar o valor de R$ 310. 

O interessado realiza um cadastro no local e depois segue para a área destinada à coleta das amostras, que serão testadas conforme a metodologia de anticorpos (IgM/igC). O resultado sai em até 4 horas.

Shopping Eldorado

A coleta acontece todos os dias da semana, sempre das 8h às 20h. Para a realização do exame, não há necessidade de pedido médico e nem de agendamento prévio. O teste realizado é o de imunocromatografia. O valor é de R$ 310,00.

Leia também: Albert Einstein cria novo teste para Covid-19 com capacidade 16 vezes maior

Rappi – Movimento #2em2

Através de uma parceria com várias empresas, o aplicativo de delivery Rappi está disponibilizando  testes sorológicos para COVID-19 a preço de custo (R$ 251) em sua plataforma. Por meio da iniciativa Movimento #2em2, a companhia vende os exames e disponibiliza outro para pessoas que não podem pagar pelo teste.

Ao abrir o aplicativo, clique no menu “Teste COVID-19” e escolha o melhor horário disponível para você. Há, ainda, a possibilidade de realizar uma doação na aba “Deseja doar outro exame?”.

Para que o exame seja realizado, o Shopping Iguatemi São Paulo cedeu o seu estacionamento para a testagem em esquema de drive-thru. A coleta é realizada por profissionais da área da saúde que foram treinados pela Cia. da Consulta. Laboratórios parceiros do Movimento #2em2 farão as análises dos testes.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook

Saúde

Exame de sangue pode indicar se paciente com Covid-19 precisará de respirador

Publicado


source
Pesquisadores desenvolveram exame capaz de prever necessidade de respirador em casos de Covid-19
Thinkstock/Getty Images

Pesquisadores desenvolveram exame capaz de prever necessidade de respirador em casos de Covid-19

Pesquisadores da Universidade da Faculdade de Medicina da Virginia, nos Estados Unidos, criaram um exame de sangue que pode indicar quais pacientes com o novo coronavírus (Sars-Cov-2) precisarão do auxílio de um respirador. Aparelho geralmente é utilizado nos casos mais graves da doença.

O resultado apresenta a possibilidade de um monitoramento mais próximo dos pacientes que apresentarem tendência através do exame sanguíneo. O exame pode também explicar como a diabetes piora o quadro clínico. 

O teste clínico foi feito em 57 pacientes com Covid-19 que precisavam de auxílio de um ventilador mecânico. Analisando os dados, descobriram que é possível prever os níveis sanguíneos de uma citocina . São elas que provocam uma reação exagerada do sistema imunológico, gerando uma resposta excessiva e, ao invés de defender, ataca as células provocando hiperinflamação do pulmão.

“A resposta imune que descobrimos prever grave falta de ar na covid-19 é conhecida em outras doenças pulmonares por causar danos”, disse o pesquisador Bill Petri, um dos autores do estudo.

Veja Mais:  Covid-19: União Europeia autoriza venda e uso de remdesivir no combate ao vírus

O pesquisador ainda reforça que isso pode levar a uma nova maneira de prevenir a insuficiência respiratória em indivíduos infectados, inibindo a citocina.

Durante a análise, os cientistas também verificaram níveis mais altos de duas citocinas em pacientes com alto grau de açúcar no sangue. Isso pode explicar por que o diabetes está associado a uma piora do quadro dos infectados.

Os cientistas acreditam que a descoberta possa ajudar os médicos a desenvolver novas terapias contra a doença.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Covid-19: mutação é mais contagiosa que vírus original, diz imunologista dos EUA

Publicado


source
Fauci
Agência Brasil

Imunologista alertou sobre mudanças que podem dificultar combate ao vírus

Na última quinta-feira (2), o imunologista Anthony Fauci, chefe da equipe que combate o Covid-19 nos EUA e diretor do Instituto de Alergias e Doenças Infecciosas do país, afirmou que a cepa do  vírus que atingiu o continente americano é mais contagiosa e pode ser transmitida mais facilmente do que a original, surgida na região chinesa de Wuhan.

Segundo informações do New York Post, o alerta de Fauci foi feito durante uma entrevista ao jornal da Associação Americana de Medicina. De acordo com ele, a o vírus encontrado na Europa, e que matou milhares de pessoas, é uma mutação que consegue infectar outros seres humanos com maior eficiência, o que o torna mais complicado de ser contido.

O estudo citado por Fauci foi realizado por pesquisadores do Grupo de Genômica da Covid-19 de Sheffield, no Reino Unido, e mostrou que a mutação se tornou a forma mais prevalente do vírus conforme a epidemia se tornou global. Entretanto, os cientistas não encontraram qualquer evidência de que esta nova cepa cause sintomas mais graves do que a original.

Veja Mais:  Covid-19: laboratório diz que vacina de Oxford não terá fins lucrativos

De acordo com a Universidade Johns Hopkins, os casos confirmados de Covid-19 no mundo se aproximam da casa dos 11 milhões, com EUA e brasil sendo os dois países mais impactados. Além disso, são quase 522 mil mortes.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Santas Casas reduzem cirurgias por falta de remédios usados no combate à Covid

Publicado


source

Depois do Conselho Nacional de Secretários de Saúde alertarem para o fim dos estoques de sedativos usados em pacientes da Covid-19 em 22 unidades da federação,a Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas (CMB) afirmou nesta terça-feira que as Santas Casas e hospitais filantrópicos de todo o país também estão em situação crítica em relação ao aocesso aos medicamentos sedativos e anestésicos.

Segundo a CMB, o uso está sendo poupado para casos de urgência ou de maior gravidade. Cirurgias e exames estão sendo adiadas em razão da falta de medicamentos.

Falta de medicamentos tem afetado atendimentos nas Santas Casas
Pixabay/Pexels

Falta de medicamentos tem afetado atendimentos nas Santas Casas

“Em razão disso, alguns hospitais estão reduzindo os atendimentos, como exames e cirurgias eletivas, outros estão fechando temporariamente centros cirúrgicos e unidades específicas, como de atendimento à pacientes com queimaduras e de procedimentos de transplantes. Há instituições que não estão conseguindo mais receber pacientes por não terem como atendê-los sem o suporte dessas medicações”, afirma a entidade.

No último dia 24, um estudo do Conass apontou que vários estados tem medicamentos considerados essenciais para pacientes de Covid que precisam de entubação.

Veja Mais:  Covid-19: mutação é mais contagiosa que vírus original, diz imunologista dos EUA

De acordo com o Conass, um grupo coordenado pelo Ministério da Saúde, com representantes do Conass e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) está acompanhando a situação. Na entrevista coletiva concedida no último dia 29, os técnicos do Ministério da Saúde apresentaram algumas ações que estão sendo realizadas para reverter a situação.

Desde então, o governo federal anunciou ações para rever ter a situação. Entre elas, a cotação para uma compra emergencial desses sedativos junto à Organização Pan-Americana de Saúde, e a abertura de um processo de pregão via Sistema de Registro de Preços.

“Esses medicamentos, na maioria dos hospitais, adotou-se o mesmo protocolo que se adotava para as cirurgias eletivas. Antes da Covid-19 , tínhamos uma demanda bastante significativa, mas com a doença isso extrapolou qualquer expectativa”, afirmou Sandra de Castro Barros, diretora do Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos.

De acordo com a CMB, os laboratórios responsáveis pela fabricação dos itens alegam falta de matéria-prima para a produção. Segundo a entidade, os laboratórios apontam a alta dos preços dos princípios ativos e a demanda mundial por esses medicamentos como razão para a dificuldade na produção e distribuição dos sedativos.

“A falta desses medicamentos é extremamente preocupante, pois está ocasionando a interrupção dos atendimentos em hospitais de todo o país”, afirma o presidente do CMB, Mirocles Véras.

Para os próximos dias, o Ministério da Saúde também anunciou a requisição administrativa junto à indústria farmacêutica para a entrega de três medicamentos, cujo estoque deve durar cerca de sete dias.

Veja Mais:  Covid-19: EUA renovam recorde e somam 52 mil novos casos em 24h

No último dia 29, foram entregadas 10 mil unidades de Dexmedetomidina, 75 mil unidades de Dextrocetamina e 100 mil unidades de Midazolam.

“O Conasems está levantando cidade a cidade, hospital a hospital, qual é a necessidade”, afirmou Sandra de Castro Barros.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana