Mulher

Saiba quais fetiches e fantasias os “infiéis” mais querem praticar fora de casa

Publicado


source

Quando os fetiches e fantasias sexuais não podem ser pedidos dentro do casamento, tanto por receio quanto por uma recusa anterior do parceiro, a infidelidade é a maior saída para realizá-los. É isso que afirma uma pesquisa realizada por usuários do Ashley Madison, site de relacionamentos extraconjugais.

Leia mais: Um fetiche por dia: como abordar minha fantasia com meu parceiro?

Muitos buscam realizar seus fetiches fora de casa por acharem que isso não é possível no casamento arrow-options
Reprodução/Pinterest/osignificadodastatuagens

Muitos buscam realizar seus fetiches fora de casa por acharem que isso não é possível no casamento

De acordo com o site, esses fetiches e fantasias podem melhorar muito a experiência sexual. Alguns deles envolvem sadomasoquismo, a encenação de agir como um estranho total, entre outros.

Dados da pesquisa apontam que 52% dos “infiéis” consideram que explorar sua sexualidade com alguém mais aventureiro do que o cônjuge é um dos principais benefícios de se ter um caso. Outro benefício, citado por 46% dos membros, é conseguir fazer com outras pessoas as fantasias sexuais que seu cônjuge não faria.

Segundo Isabella Mise, diretora de comunicações da Ashley Madison, “nossos membros vêm ao nosso site para explorar um desejo que não podem realizar no casamento”, explica.

Leia mais: O que você não sabia sobre fantasias e fetiches

“Muitas vezes nos preocupamos que, ao compartilhar nossas fantasias, nosso parceiro nos olhe diferente”, diz a Dra. Tammy Nelson, autora do livro “When You’re the One Who Cheats” (em tradução literal ‘Quando é você quem trai’). “Podemos ter medo de perder o respeito ou o carinho deles. Muitas vezes, as pessoas deixam de correr o risco de se abrir, especialmente quando as fantasias são estranhas”, afirma ela.

Veja Mais:  Prostituta e mãe de família: Santuzza luta pela regulamentação da profissão

Confira a lista de fetiches e fantasias mais procuradas de acordo com a pesquisa:

Top 5 Fetiches/Taras                    

  • Sexo Anal – 28%
  • Teatrinho – 17%
  • Controle de orgasmo – 15%
  • Exibicionismo – 11%
  • Voyeurismo – 10%

 Top 5 Fantasias

  • Sexo com múltiplos parceiros – 30%
  • Sexo com alguém que conheço (Exemplo babá, amigo(a), colega, etc.) – 26%
  • Um estranho/caso de uma noite -17%
  • Paixão/Romance – 14%
  • Dominância – 5%

Segundo a Dra. Nelson, há três coisas a serem consideradas quando vamos ter uma conversa sobre fetiches e fantasias. “Primeiro, essa fantasia é apenas algo que você está curioso? Informar o seu parceiro que você está curioso sobre uma fantasia pode aliviar a pressão.”

E continua dizendo “Depois, se essa é uma fantasia que realmente te excita, compartilhe o que é mais interessante sobre isso. Seu parceiro pode não ter o que chamo de ‘empatia sexual’ se não entender o que é interessante nela”.

Leia mais: 6 desejos sexuais e fantasias mais comuns, segundo profissionais do sexo

“Em terceiro lugar, se você tem um fetiche que deseja realmente colocar em ação, seja claro. Fazer acontecer é diferente de apenas ter curiosidade sobre isso. Deixe-os saber como, o que e quando”, conclui a autora. Com essas dicas, você já pode propôr esses fetiches e fantasias  ao seu próprio parceiro.

Fonte: IG Mulher

Mulher

Mulher viraliza com lista de 20 coisas que você tem que discutir antes de casar

Publicado


source
Saag Jaan
Reprodução/Twitter

A californiana Saag Jaan viralizou com uma lista de coisas para debater antes de casar

Casamento é um assunto sério e existem muitas coisas que você precisa levar em conta antes de dizer sim. Foi pensando nisso que a estadunidense Saag Jaan escreveu uma lista no Twitter com 20 assuntos que você precisa discutir com o seu parceiro (a) antes de se casar. A thread já tem mais de 61 mil compartilhamentos e 220 mil curtidas. 

Na lista, Saag Jaan alerta sobre a importância de discutir assuntos sérios, como finanças, planos de vida, traição e comportamentos que podem ser abusivos e perigosos. Além disso, ela também abordou temas que podem parecer triviais, como roupas e rede sociais, mas que, segundo ela, podem sim levar a um término. Veja a seguir a lista da estadunidense traduzida para o português: 


1- Falar sobre dinheiro.

2- Se comprometer completamente e de boa vontade com o parceiro. Nada de “eu não tenho certeza”, “mas e se” e “não é o tempo certo”. Ou você está dentro, ou você está fora

Veja Mais:  Brunna Gonçalves posta resultado de lipo 3D e fãs brincam: "Parece misto quente"

3- Como, quando e quantas crianças vocês querem? (adoção? Um de vocês é infértil? ect

4- Falar sobre DSTs. Faça exames. Procure ajuda médica e informação profissional. Mantenha os testes atualizados e continue fazendo eles mesmo após o casamento

5- Fale sobre seus planos para carreira e educação nos próximos 5 a 10 anos. Você pode ou pensa em se mudar?

6- Níveis de religiosidade. Vocês compartilham crenças fundamentais sobre a vida?

7- Problemas de controle de raiva: algum de vocês lida com isso? Você está tratando isso na terapia? Você desconta sua raiva nos outros? Procure ajuda, porque isso vai destruir vocês e seus futuros filhos.

8- A energia de vocês combina? Siga seus instintos

9- Roupas: pode parecer um pequeno problema, mas às vezes até mesmo as menores coisas podem causar atritos. Tenha certeza que suas expectativas combinam.

10- Compatibilidade sexual. Não vou entrar em detalhes, mas vocês precisam estar no mesmo plano. Consentimento, desejo de experimentar coisas novas, traumas… falem sobre isso.

11-Finanças: Como vocês pretendem dividir as contas? Seguir papéis de gênero? etc.

12- Idade não tem grande importância. Na minha experiência é sobre as pessoas e como são as visões de mundo delas. Se você é jovem, tenha certeza que a pessoa permitirá você continuar a se desenvolver da sua maneira. Isso se chama respeito.

Veja Mais:  Horóscopo do dia: previsão para 6 de agosto de 2020

13- Defina os limites com pessoas de gêneros diferentes. Eu sei que isso parece trivial e que a confiança deveria vir em primeiro lugar, mas você pode se surpreender com o que são limites para seu parceiro. É melhor saber do que não saber.

14- Redes Sociais: acredite ou não, pessoas vão terminar por isso. Algumas preferem privacidade, outras não. Estejam na mesma página ou vocês vão fazer um ao outro de palhaço.

15- Eu mencionei isso antes, mas economias! O quanto vocês dois ganham juntos? Quais serão seus futuros salários? Vocês conseguem se sustentar? Pagar uma casa, apartamento, condomínio? Pensem no futuro se não é algo que vocês podem pagar agora.

16- O que é traição? O que é um término?

17-Abusos físico e verbal. O que é considerado abuso físico e verbal? Procure ajuda de profissionais se for preciso.

18- Como você pretende morrer? Como quer que seja seu velório? E se um de vocês ficar em estado vegetativo? Falem sobre tudo isso.

19- Importante, amor não é o que faz os relacionamentos durarem. Um comprometimento com o amor, independente das crises, é o que faz durar. Esqueça o “felizes para sempre” e você estará bem.

20- Eu quero que todo mundo perceba como eu não mencionei nível educacional, família, etnia, empregos e tudo mais. É porque nada disso importa a longo prazo. Pode confiar, você não é uma boa pessoa baseado em artifícios superficiais.

Veja Mais:  Ensaio de noiva acontece em meio à explosão no Líbano; veja vídeo
Fonte: IG Mulher

Continue lendo

Mulher

Prostituta e mãe de família: Santuzza luta pela regulamentação da profissão

Publicado


source
Santuzza criou o Coletivo Rebu para lutar pelos direitos das prostitutas
Reprodução/Instagram

Santuzza criou o Coletivo Rebu para lutar pelos direitos das prostitutas



A Rua Guaicurus, no centro de Belo Horizonte, é a maior zona de meretrício de Minas Gerais. Segundo estimativa da Associação das Prostitutas de Minas Gerais (Aprosmig), 2.000 garotas atuam em 28 hoteis da região. Nos estabelecimentos, essas mulheres ficam aguardando, na porta dos quartos, que o cliente passe e escolha a que mais lhe agradar. 

Mãe solo, Santuzza, 40, tira seu sustento dessa rua para criar os seus três filhos, de 19, 13 e 9 anos — que sabem sobre a sua profissão. “Contar para eles foi muito natural, porque, além de trabalhadora sexual, sou ativista. Então, eu falo sobre isso. Não escondo de ninguém.”

Trabalhadora sexual desde 2003, Santuzza conhece na pele a realidade das prostitutas e, por isso, batalha pelos direitos de mulheres como ela, através de uma organização batizada de Coletivo Rebu. Para ela, a regulamentacão da profissão, discussão que divide até mesmo as feministas, é uma questão urgente e que ajudaria a mudar o estereótipo que está profundamente associado a essas mulheres — e que, nem sempre, correspondem com a realidade.

“Quando você fala que é trabalhadora sexual, as pessoas já imaginam que você é drogada, que vive bêbada, é uma mulher sofrida, que apanha”. Santuzza não é nada disso: “Eu costumo beber na minha casa, como a maioria das trabalhadoras sexuais. Tem mulheres que bebem e usam entorpecentes, assim como profissionais de outras áreas.” 

Santuzza
Reprodução/Instagram

Santuzza


Feminismo x prostituição

Feministas radicais, quase sempre, são contra a regulamentacão da prostituicão, pois consideram que a atividade reflete a falta de opções de trabalho para mulheres, o que as coloca em uma situção mais vulnerável à violência e à exploração. Parte do movimento feminista, porém, discorda e defende que as mulheres têm o direito de escolher o que fazem com seus corpos — e isso inclui ser uma trabalhadora sexual. Para elas, a regulamentacão da prostituição traria mais garantias trabalhistas, previdenciárias e diminuiria julgamentos morais, fazendo com que essas pessoas tenham mais acesso a serviços sociais e públicos, como atendimento médico.

Veja Mais:  Bebê de apenas dois meses fala e surpreende a mãe; veja vídeo

“Muito se fala que a regulamentação vai favorecer os cafetões. As pessoas falam sem saber qual é a real”, afirma. Apesar de não ser crime no Brasil, o fato de a protituição não ser reconhecida como profissão acaba deixando essas trabalhadoras à mercê de exploração, segundo Santuzza. “E não falo da pessoa me jogar dentro do quarto, fazer eu trepar o dia inteiro e eu não ganhar nada. Estou falando de não pagar uma diária absurda para a casa onde eu trabalho, por exemplo. Ou, se eu estiver em uma boate e o cliente não quiser usar os quartos de lá, ele ter de pagar uma taxa para eu acompanhá-lo a um motel. Se me der um calote, quero ter meios legais de cobrar por isso. Se o dono do estabelecimento me assediar, preciso ter como denunciá-lo”, exemplifica. “A regulamentação não vai aumentar a exploração, vai combatê-la.”

Santuzza diz que há muitas críticas a quem faz sexo por necessidade financeira. “Claro que é necessidade. Quem não trabalha por necessidade? Você conhece alguém que trabalha por hobby? As pessoas trabalham porque precisam comer, se vestir, pagar a prestação da casa… E a gente também. Não entendo a distinção feita entre a prostituição e outras profissões.”

Coletivo Rebu

Santuzza está à frente do Coletivo Rebu, projeto que começou a ser idealizado em 2015 e que, em 2017, iniciou sua atuação. Junto com outras mulheres, ela luta pelos direitos das trabalhadoras sexuais e contra os estigmas da classe.

Reprodução/Instagram

“Eu amo minha mãe e ela é uma trabalhadora sexual”, diz placa do Coletivo Rebu


Ela conta que os movimentos sociais já estão em seu sangue e que decidiu criar o coletivo quando passou a conhecer a realidade da Guaicurus. Por lá, já havia algumas lideranças, mas Santuzza não se encontrou em nenhuma delas. “Estou em uma rua onde trabalham 2.000 mulheres. Acabo de voltar de um Encontro Nacional e elas não sabem da existência desse encontro. Desse movimento que as representa. Então tem alguma coisa errada”, explica, falando sobre o que a incentivou a idealizar o Rebu. 

Veja Mais:  Polícia identifica homem que fez gestos obscenos para professora de ioga

Sobretudo durante o período de pandemia do novo coronavírus, a ativista conta que a situação não tem sido fácil para as prostitutas. “Muitas tão voltando agora, mesmo sem a gente ter essa vacina, correndo risco, porque, além de muitas não terem condições para acessar o auxílio emergencial, ele é insuficiente”. Por isso, ela e o coletivo sempre fazem campanhas para ajudar as trabalhadoras. Para conhecer mais e colaborar com a causa, você pode acompanhar o Coletivo Rebu no Facebook .

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

Mulher

Horóscopo do dia: previsão para 6 de agosto de 2020

Publicado


source
mandala
Reprodução/Marcelo Dalla

Com a Lua minguante e o Sol em Câncer, veja como isso influencia seu dia


ÁRIES 

Período de sensibilidade continua, com a Lua em Peixes. Evite julgar pelas aparências. Investigue e informe-se melhor antes de tomar decisões. Procure também estar aberto ao diálogo para que possa aproveitar melhor as oportunidades. A Lua combina forças com Netuno e Plutão, favorecendo a intuição. Mas Marte faz aspectos tensos, cuidado com a impaciência. Vale programar terapias e atividades relaxantes, meditar, ouvir música suave ou buscar o contato com a natureza. Quanto mais paz e tranquilidade, melhor.

TOURO 

O mundo dos sonhos, das artes e da imaginação continua ativado. A Lua segue em Peixes, favorecendo assuntos transcendentais, meditação, atividades artísticas e contemplativas: música, cinema ou o contato com a água. Conte disposição e inspiração para seguir em busca do que deseja. Porém, cuidado com a agressividade e a intolerância, evite dar corda para situações que possam provocar estresse. Procure desacelerar, inspirar-se com tudo o que é belo. Com a mente mais relaxada você pode se conectar com o coração.

GÊMEOS 

O período bom para contatos sociais continua. Com Mercúrio em Leão, é hora de vencer a timidez, cultivar confiança e promover o avanço em seus projetos. A Lua segue em Peixes: vale cultivar os assuntos mais elevados e transcendentais, programar atividades criativas, artísticas ou de cunho espiritual. Vale reservar tempo também para interiorizar-se, alimentar a alma com arte e beleza. Procure focar no lado positivo da vida, cuidado com a intolerância. É importante pegar mais leve consigo mesmo e com os outros.

Veja Mais:  Mulher que inspirou série da Netflix comete suicídio depois de revelar abuso

CÂNCER 

Bom dia para renovar as energias, promover sua paz interior, seu equilíbrio e sua saúde. A Lua segue em Peixes e faz aspectos harmoniosos hoje, você fica mais sensível, profundo e intuitivo. Vale deixar de lado os conflitos, esfriar a cabeça, investir em tudo o que possa inspirar e elevar. É recomendável buscar leituras edificantes, se aprofundar em estudos e pesquisas. Exercícios de relaxamento e boa música também podem fazer milagres. Com atividades mais amenas você evita a ansiedade ou as decisões tomadas por impulso. 

LEÃO

Com a Lua em Peixes as emoções transbordam, todos ficam mais suscetíveis. É importante abrir-se para a ternura, a imaginação, o romantismo e a compaixão. Sol e Mercúrio seguem em seu signo e você fica mais comunicativo. Mas é importante também estar aberto e disposto a ouvir, equilibrar acordos, mudar de ideia e de opinião se for necessário. Continue flexível para evitar desentendimentos. Esclareça eventuais dúvidas com paciência e atenção. O diálogo deve ser saudável e respeitoso, é preciso cautela no confronto de ideias. 

VIRGEM  

Você conta com mais força para libertar-se de velhas dependências, velhos vícios e condicionamentos. Algo novo está para nascer, mas agora deve perceber com quem vale a pena se envolver ou não. Época ideal para desfazer-se de tudo o que impede seu crescimento. O que é preciso finalizar de vez e já não condiz com sua consciência e maturidade? O período é de mais abertura para aprendizados e crescimento. Até seu aniversário é importante refletir, cultivar momentos de introspecção. Vale prestar atenção aos sonhos também.

Veja Mais:  Mulher viraliza com lista de 20 coisas que você tem que discutir antes de casar

LIBRA 

Sol e Mercúrio seguem em Leão: aproveite para cultivar confiança e pensamentos positivos, utilize a palavra com fins construtivos. Aproveite para fazer bons contatos e atrair oportunidades. A gentileza é sua melhor aliada.  Procure evitar reclamações, atitudes impulsivas ou impensadas. É melhor ganhar tempo para refletir mais, sonhar, meditar, estudar, ajustar o que não funciona adequadamente. A Lua faz aspectos inspiradores hoje, aproveite para relaxar, lembrar-se de respirar devagar e profundamente.

ESCORPIÃO 

Ensinamentos elevados são o antídoto para o pessimismo. Com a Lua em Peixes, é bom reservar tempo para momentos de meditação. Lembre-se que a energia que doa é como um bumerangue, sempre volta. Esteja flexível e acessível. A Lua sorri para Júpiter Netuno e Plutão: a ideia é transformar sentimentos, abrir-se para novas oportunidades. Os acontecimentos mostram até que ponto suas relações são livres, fluentes e respeitosas. Há tendência para inquietação e impulsividade, prefira um passeio tranquilo ao ar livre para refletir. 

SAGITÁRIO  

Com Sol e Mercúrio em Leão, aproveite para cultivar criatividade e confiança ao se expressar. Bom dia para cultivar inspiração também, já que Lua e Netuno se encontram em Peixes. Procure exercitar suas habilidades sociais com mais compreensão e empatia. Vale dar asas para a inspiração, a imaginação e fantasia. A Lua faz belos aspectos hoje, favorecendo a fé. Excelente oportunidade para envolver-se com as artes e os assuntos mais transcendentais da vida, inclusive como antídoto para a impaciência.

CAPRICÓRNIO 

A Lua segue em Peixes: intuição, sensibilidade e emoções transbordantes. Você continua a colher os frutos do que foi plantado na Lua nova. É importante ser mais diplomático, cordial e profissional. O progresso vem na medida em que cultivar profissionalismo, critério, honestidade, integridade e compromisso com a palavra dada. Marte e Júpiter seguem em desarmonia, cuidado para não exagerar nas expectativas e contar com o ovo antes da galinha. Invista numa comunicação competente, confie em sua intuição.

Veja Mais:  Horóscopo do dia: previsão para 6 de agosto de 2020

AQUÁRIO 

Continue a ter cuidado com a rebeldia. Se forçar demais, a corda pode se romper. Mantenha-se aberto para mudar de ideia, aceitar sugestões e promover as revisões necessárias. Com amor, gentileza, empatia e disposição para ouvir, tudo se resolve. A Lua continua no sensível Peixes, combina forças com Júpiter, Netuno e Plutão: você pode rearranjar, concluir situações que se arrastam, transformar ou libertar relações que se tornaram difíceis ou emperradas. Tudo para que viva com mais verdade, prazer e independência.

PEIXES 

Bom dia para pesquisas, exames, terapias e diagnósticos. É importante dialogar, consultar diversas opiniões, buscar clareza antes de tomar decisões. A Lua segue em seu signo, encontra Netuno e se harmoniza com Plutão: cresce sua capacidade de observação, a intuição fica afiada. Mas não é hora de exigir demais de si mesmo e de sua saúde. Evite ambientes tóxicos. Pelo contrário, procure elevar-se com a beleza, a arte e os assuntos edificantes. A arte, o amor e a espiritualidade são a solução sempre, quanto mais agora.


Fonte: IG Mulher

Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana