Rondonópolis

Servidores do almoxarifado participaram de um curso de capacitação e atualização

Publicado


Pelo menos 30 servidores lotados no almoxarifado das pastas das Secretarias de: Administração, Educação, Saúde e, Secretaria de Promoção e Assistência Social, participaram de um curso de capacitação e atualização sobre gestão de almoxarifado, em atenção à uma recomendação específica da legislação. O curso foi realizado nesta segunda-feira (07) no auditório do paço municipal.

Objetivo do curso foi ministrar um treinamento específico de qualificação/atualização para os responsáveis pelos almoxarifados, ou seja, os servidores que recebem, armazenam, cuidam, administram, e participam do controle, distribuição e movimentação desses produtos.

Eles foram orientados para que se atentem aos artigos: art. 62 § 4º da Lei 8666/93 e art. 95 da nova Lei de licitação 14.133/2021, que trata das obrigações em se firmar contrato, identificando quais situações em que algo é facultativo ou obrigatório nos contratos; por exemplo, quando há assistência técnica e garantia do produto/mercadoria.

Ainda durante o curso, os participantes se inteiraram sobre as exigências da Instrução Normativa SCL 02/2020, que é a instrução normativa de controle de estoque, onde foi passado os cuidados que cada almoxarife deve ter ao fazer gestão sobre o controle de estoque mínimo no seu almoxarifado; as condições adequadas de armazenamento; buscar meios de controlar e manter atualizados os estoques e não fazer ou sugerir aquisições desnecessárias.

Também foi destacada a necessidade de observação rigorosa dos contratos firmados junto ao município, referentes aos processos licitatórios realizados, e cuidados no recebimento do produto. 

Veja Mais:  Prefeitura de Rondonópolis paga a 1ª parcela do 13º salário nesta sexta-feira

Por exemplo: o almoxarife, deve verificar a ata de registro de preço, o empenho, o contrato; se a marca informada na nota fiscal é a mesma que foi registrada em ata de registro de preço e contrato; verificar se o que foi firmado em contrato; verificar a sugestão de marca do produto, e conferir junto ao fornecedor se a marca que ganhou a concorrência é mesma que está sendo entregue por quem venceu a licitação; verificar e conferir as quantidades enumeradas nas notas fiscais; verificar possíveis e eventuais avarias nos produtos, sejam eles materiais de consumo, de limpeza ou permanente, em caso de qualquer avaria o almoxarife deve comunicar os fiscais do contrato, gestor e fornecedor.

Conforme Késia Paula, Secretária de Administração – interina, o curso foi bastante proveitoso onde foram abordadas as atribuições do almoxarife que é receber, armazenar, distribuir, zelar e fazer o controle de estoque adequado do bem público; ou seja, fazer gestão no almoxarifado.

É preciso destacar que durante a realização do curso foram observadas todas as regras de distanciamento social em razão da pandemia, foi usado álcool em gel e uso obrigatório de máscaras de proteção para evitar a contaminação do Coronavírus e Covid 19.

Comentários Facebook

Rondonópolis

Hotel é isolado pela vigilância sanitária após hospede morrer de Covid-19 em Rondonópolis

Publicado

Unidade de Pronto Atendimento de Rondonópolis-Foto: Assessoria

Um hotel foi isolado pela Vigilância Sanitária de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, nesta sexta-feira (18), após um hóspede testar positivo e morrer em decorrência da doença.

A vítima viajou do Paraná para Mato Grosso e estava há quatro dias hospedado no hotel. Durante a hospedagem, o homem passou mal e morreu.

Para evitar o contágio da doença, o hotel ficará fechado até passar pelo processo de sanitização.

De acordo com a administração, todos os funcionários também farão o teste para Covid-19 para evitar a proliferação da doença.

Da redação com G1

Comentários Facebook
Veja Mais:  CDL emite nota contra 'Lockdown' em Rondonópolis
Continue lendo

Rondonópolis

Secretaria de Saúde prioriza a aplicação da segunda dose da vacina Coronavac na próxima semana

Publicado

Com o estoque abastecido, a Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Rondonópolis irá na próxima semana concentrar esforços na aplicação de segundas doses da vacina contra Covid-19 da Coronavac/ Butantã.  A intenção é atualizar o calendário de vacinação para quem está aguardando o reforço do referido imunizante.

As doses de reforço da Coronavac em atraso, por causa de falta de fornecimento do imunizante pelo Ministério da Saúde, começam a ser aplicadas na terça-feira (22), em idosos com mais de 66 anos. Na quarta-feira (23), será para quem tem mais de 65 anos; na quinta (24), mais de 64 anos; na sexta (25), acima de 62 anos; e no sábado, 60 anos acima.

A vacinação do reforço da Coronavac do referido público etário será nos ESFs Paineiras, André Maggi, Padre Miguel, Pedra 90, Dom Osório, Morumbi, Serra Dourada e no Centro de Saúde  Cohab Velha.  O horário de atendimento é das 8h ás 11h e das 13h ás 16h30.

Além destes locais, a segunda dose da Coronavac será ofertada também pelo sistema drive-thru nos postos de atendimentos instalados no Estádio Municipal Luthero Lopes e no campus da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR).

A Secretaria programou também para fazer, entre os dias 22 e 26 de junho, a vacinação in-loco da segunda dose da Coronavac em idosos acamados com mais de 60 anos.

Veja Mais:  CDL emite nota contra 'Lockdown' em Rondonópolis


Lactantes e Puérperas

Além da aplicação da Coronavac, durante a próxima semana, a secretária também seguirá com a aplicação da primeira dose da vacina da Pfizer em lactantes e puérperas, no Centro Cultural José Sobrinho, das 8h às 11h e das 13h às 16h30.

A programação prevê a imunização com a primeira dose da Pfizer, na próxima terça-feira (22) e quarta-feira (23), de gestantes, puérperas e lactantes com crianças de até oito meses.
Já na quinta-feira (24) e sexta-feira (25), a aplicação da primeira dose será em gestantes, puérperas e lactantes com crianças com até um ano.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Programa municipal de regularização fundiária chega ao Jardim Arco-íris

Publicado


Em continuidade à execução do Programa Morar Legal – Escritura na mão, a Prefeitura de Rondonópolis, por meio do Departamento de Regularização Fundiária da Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo (SMHAU), promove na próxima semana uma ação para atender os moradores do Jardim Arco-íris. Na ocasião, as famílias terão a oportunidade de atualizar o processo à titulação do imóvel.

 “Vamos revisar todos os processos, visando atualizar os documentos e as informações para concluir a regularização, que está na fase final já”, informa a gerente do Departamento de Regularização Fundiária, Maristela Moraes. Os atendimentos serão realizados na Escola Municipal da Vila Paulista, entre os dias 21 e 25 de junho, das 14h às 17h45. O uso de máscara é obrigatório.

Morar Legal

Criado pela Prefeitura de Rondonópolis, o programa Morar Legal – Escritura na Mão vem possibilitando a regularização fundiária de imóveis urbanos em diversos bairros da cidade, permitindo a entrega da escritura dos imóveis e dando plenos direitos de posse aos seus proprietários. Nos últimos quatro anos, o programa de regularização já beneficiou mais de 11 mil famílias de Rondonópolis.

O título definitivo devidamente registrado no cartório é a garantia jurídica que o cidadão tem para afirmar ser o legítimo proprietário do imóvel em que vive. Além de valorizar o terreno, constitui herança e ainda possibilita ao acesso ao financiamento bancário para obra de reforma da casa.

Veja Mais:  Secretaria de Saúde prioriza a aplicação da segunda dose da vacina Coronavac na próxima semana

 “O programa foi criado pela Prefeitura para dar dignidade e segurança às famílias que não possuem a escritura dos imóveis em que vivem. É uma iniciativa para assegurar que o cidadão não tenha somente a posse, mas, também, o direito legal e a propriedade da sua moradia”, destaca a secretária municipal de Habitação e Urbanismo, Huani Rodrigues.

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana