Mulher

Simone Mendes encanta web com ensaio newborn da filha Zaya

Publicado


source
Simone Mendes
Reprodução/Instagram

Simone Mendes

A cantora  Simone Mendes publicou neste domingo (11), em seu Instagram, uma foto de um ensaio super fofo de sua filha Zaya. Na foto, a menina aparece usando tule e uma tiara de coroa.

“Mamãe minha saia tá folgada! Ai que linda da mãe”, escreveu na legenda.

Os fãs foram a loucura com tamanha fofura e despejaram elogios, entre eles estavam famosas como a atriz e apresentadora Fabiana Karla , que comentou “Oh Deus… Que princesa mais fofa”, a jornalista Fabiola Gadelha, ente muitos outros. Não dá para resistir mesmo, né?


Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Veja Mais:  Casal recebe bilhete e gravação de vizinho para que façam menos barulho no sexo

Mulher

FRAPs: conheça os chamados Períodos Frenéticos de Atividades Aleatórias nos cães

Publicado


source

Alto Astral

FRAPs: conheça os chamados Períodos Frenéticos de Atividades Aleatórias nos cães
Reprodução: Alto Astral

FRAPs: conheça os chamados Períodos Frenéticos de Atividades Aleatórias nos cães

Sabe quando seu cachorro sai correndo pela casa como um foguete? Esses momentos de agitação têm um nome: Períodos Frenéticos de Atividades Aleatórias, ou, na sigla em inglês, FRAPs ( Frenetic Random Activity Periods ). Esses períodos nada mais são do que um acúmulo extremo de energia que ocorre nos cães, podendo ser comparados às descargas de adrenalina nos seres humanos.

Mas fique tranquilo. Segundo Frederico Fontanelli Vaz, docente e coordenador do curso de medicina veterinária da Faculdade Anhanguera ABC, o comportamento é totalmente normal. “É um comportamento natural dos animais”, ele ressalta. Além disso, essa descarga de energia não dura mais do que alguns minutos – em cães de grande porte, pode se prolongar por mais tempo do que em raças pequenas.

Vaz esclarece que o comportamento costuma ocorrer após episódios que desencadeiam algum tipo de estímulo no animal. O médico usa como exemplo o banho, uma refeição ou cochilo e até mesmo a volta de seu tutor ao lar depois de um intervalo longo de tempo. “Isso acontece porque são momentos em que eles estão prontos para gastar a energia reposta”, complementa o veterinário.

E para quem está se perguntando: sim, os bichanos também podem apresentar tal comportamento. Mas, de acordo com o médico veterinário, há algumas diferenças. Ele explica que os gatos são caçadores por natureza. “Por isso, instantes antes do animal apresentar um FRAPs, os tutores podem perceber que ele está em estado de alerta, parecendo que viu ou ouviu algo ameaçador ou curioso”. Mas, assim como nos cães, também é possível que o gato apresente o comportamento após as refeições ou após horas de sono.

Veja Mais:  5 signos mais organizados do zodíaco

Todavia, Vaz pontua que, apesar de natural, essa descarga de energia só é um bom sinal quando esporádica e diz que, se os períodos forem muito repetitivos, é preciso ficar atento. O profissional recomenda procurar por um médico veterinário “a qualquer sinal diferente do comportamento natural”.

Você viu?

No caso dos cães, ele ainda comenta que os Períodos Frenéticos de Atividades Aleatórias podem ser confundidos com o TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo). “Neste caso, os cães podem perseguir a cauda, seguir sua própria sombra ou ‘morder o ar’, como se estivessem tentados a pegar um inseto”, ele pontua.

O médico veterinário também faz questão de lembrar um ponto importante: os tutores devem evitar correr atrás do animal. Isso porque a ação pode levar o pet a pensar que está sendo perseguido, fazendo-o correr ainda mais. “Imagine se isso ocorrer em um local aberto, é perigoso”, ele comenta. Portanto, na rua, para evitar acidentes, controle sempre seu cão e mantenha-o na guia ou coleira. “Em casa, o tutor deve evitar deixar objetos pelo chão para que o cão ou gato não se machuque”, finaliza Vaz.

Consultoria: Prof. Frederico Fontanelli Vaz, graduado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Lavras (2011) e doutor em Ciências pelo programa de Patologia Experimental e Comparada na Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia – USP. Atualmente, atua como docente e coordenador do curso de medicina veterinária na Faculdade Anhanguera ABC.

Veja Mais:  Aloe Vera: Conheça as maravilhas de uma das plantas mais antigas do mundo
Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Pílula do dia seguinte: respondemos 5 dúvidas sobre o método de emergência

Publicado


source

Alto Astral

Pílula do dia seguinte: respondemos 5 dúvidas sobre o método de emergência
Reprodução: Alto Astral

Pílula do dia seguinte: respondemos 5 dúvidas sobre o método de emergência

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto de Saúde, em 2018, metade das mulheres em idade fértil (dos 15 aos 44 anos) já recorreram à pílula do dia seguinte. Apesar de um número muito expressivo, as dúvidas relacionadas à contracepção de emergência continuam sendo frequentes e o tabu sobre ela também.

Conversamos com a ginecologista e obstetra, Julia Barbi Melim Marques, para respondermos às 5 questões mais frequentes sobre tema. Confira!

Qual a composição da pílula do dia seguinte?

Ela é composta pelo hormônio levonorgestrel, derivado da progesterona, capazes de atrasar a ovulação, de modo que a fecundação não ocorra, segundo a médica.

Quando e como usá-la?

“A ingestão é recomendada em caso de relação sexual desprotegida, ou seja, sem nenhum método contraceptivo, no prazo de no máximo 3 dias. Porém, ela deve ser tomada tão logo seja possível, não devendo esperar o “dia seguinte”, pois quanto mais tempo se passar após a relação, maior a chance de falha. Não existe contraindicação.”, esclarece Marques.

A ginecologista explica também sobre os casos nos quais as mulheres que usam anticoncepcionais se esquecem de alguma(s) pílula(s). Assim, ela diz que, considerando o uso irregular, elas também poderão recorrer ao contraceptivo de emergência.

A pílula do dia seguinte pode falhar?

Assim como um método regular, ela pode falhar, mesmo tomando-a corretamente. No entanto, o índice de falha aumenta conforme o tempo após a relação desprotegida for passando. Sendo assim, a especialista alerta para que a pílula seja tomada o mais rápido possível.

No caso da mulher engravidar mesmo com o método emergencial, ela assegura que o uso não acarretará nenhum dano ao feto, dado que o hormônio presente na composição também faz parte da gestação .

Quais são os efeitos colaterais?

“Entre os principais, podemos citar irregularidade menstrual , inchaço, dor nas mamas e cefaleia, além de outros menos comuns”, pontua a obstetra.

É preciso consultar um ginecologista antes de usá-la?

A médica adverte que não, porque essa procura atrasaria a tomada da pílula, que deve ser ingerida o mais rápido possível, após a relação sexual desprotegida.

No entanto, ela ressalta a importância de consultar o ginecologista para escolher um método contraceptivo regular, seguro e eficaz, visto que a pílula do dia seguinte só deve ser usada em momentos de emergência e não regularmente.

Consultoria: Dra. Julia Barbi Melim Marques , médica ginecologista e obstetra e membro da Doctoralia.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Casal recebe bilhete e gravação de vizinho para que façam menos barulho no sexo

Publicado


source
carta feita pelo vizinho e pen drive colado ao lado
Reprodução/Reddit

Vizinho que reclamou de barulho alto na hora do sexo gravou os sons e ainda fez um gráfico para os vizinhos

O que você faria se tivesse que escutar seus vizinhos tendo r elações sexuais todos os dias? Essa era a rotina de um usuário no Reddit, cujos vizinhos pareciam fazer sons muito altos quando estavam transando, o que incomodava não só a ele como a, pelo menos, outros 18 moradores.

A solução que ele encontrou para fazer com que seus vizinhos tenham um pouco mais de controle na  hora do sexo foi escrever um bilhete e colá-lo na porta dos moradores. Para reforçar ainda mais a reclamação, o vizinho gravou os barulhos e os colocou em um pen-drive, que também foi colado na porta.

“Meus vizinhos adoram fazer sexo muito alto. Após tentarmos reclamar, eles não pararam então eu deixei um educado aviso na porta deles para que todo mundo pudesse ver”, escreveu o usuário do Reddit, que é dos Estados Unidos.

Além de escrever, ele ainda colocou um gráfico que detalha como funciona a reverberação de sons, usando argumentos físicos.

“Viver em um condomínio significa que você tende a ser próximo de seus vizinhos do que outras pessoas seriam. Isso também significa que eu poderia estar vivendo em uma área completamente diferente do que nosso prédio e ainda seria capaz de ouvir vocês fazendo sexo”, diz o bilhete.

Veja Mais:  FRAPs: conheça os chamados Períodos Frenéticos de Atividades Aleatórias nos cães

“Não me entendam errado. Eu estou muito feliz que vocês têm uma vida sexual incrível, mas eu acho que posso falar por muitos de nós no prédio quando eu peço para que vocês, por favor, fiquem quietos. Eu me sinto mal pelos vizinhos que estão ainda mais perto de vocês”, continua o usuário do Reddit.

O bilhete lembra os moradores que, quando as reclamações foram feitas, os barulhos cessaram por apenas duas semanas, mas logo depois continuaram. “Eu não posso dizer que gosto de ter que ouvir minha filha de cinco anos me perguntar toda vez ‘por que essa mulher está gritando lá fora?’”, afirma.

Em conclusão, o bilhete pede educadamente que os moradores “prestem atenção no volume de gemidos e barulhos sexuais”. “Caso vocês achem que estou exagerando e precisem de provas, gravei o barulho de vocês e coloquei neste pen drive para que vocês possam ouvir e tirar suas próprias conclusões”.

A postagem recebeu diversos comentários que falaram sobre a situação. “Olha só você dando pen-drive de graça. Você realmente deve querer parar de ouvir essas pessoas transando”, escreveu um primeiro usuário. “As pessoas não entendem até que você faça o mesmo com elas. Faça sexo mais alto”, aconselhou um segundo. “Comece a ligar para a polícia por reclamações de barulho”, disse um terceiro.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana