Mato Grosso

Sistema Penitenciário é beneficiado com doação de computadores

Publicado


.

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) recebeu, por meio da Adjunta de Administração Penitenciária (Saap), a doação de dez computadores, que serão destinados para as Penitenciárias Dr. Osvaldo Florentino Leite Ferreira (Ferrugem), em Sinop, e Feminina Ana Maria do Couto May, em Cuiabá. O objetivo é ampliar a capacidade de videoconferências nas unidades.

Os equipamentos foram doados por meio de uma parceria entre o Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Penitenciário do Tribunal de Justiça (GMF), o Ministério Público Estadual (MPE) e a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT). Dos dez computadores, que foram entregues na sexta-feira (18.09), a Penitenciária Ferrugem receberá oito e a unidade feminina dois.

Além disso, a OAB de Sinop, em parceria com o Conselho da Comunidade do município, doará oito webcams e oito microfones para que os computadores já possam ser instalados e utilizados na unidade de Sinop. Até então, a unidade contava com apenas com quatro cabines, totalizando uma média de 70 atendimentos semanais entre advogados e presos.

“Um dos protocolos que o Estado de Mato Grosso adotou com a pandemia foi a realização de videoconferência nas unidades, fruto de uma portaria conjunta entre a Defensoria Pública, a OAB-MT e o Poder Executivo que, inclusive, serviu de modelo para outros estados brasileiros. Essa doação vai ampliar e dar mais celeridade aos atendimentos, em função do grande número de agendamentos que são feitos nas unidades”, pontuou o secretário adjunto de Administração Penitenciária, Emanoel Flores.

Veja Mais:  Filhote de veado-catingueiro é levado para Santuário de Elefantes após tratamento no PAEAS

Para o diretor da Penitenciária de Sinop, Roni de Souza, a doação será de suma importância para aumentar a capacidade de audiências virtuais, visto que o número de recuperandos da unidade é grande. A penitenciária possui atualmente 894 presos, a maior unidade penal da região Norte do estado.

“Como Sinop é uma unidade que recebe presos de todas as cadeias da região, esse reforço nos equipamentos vai auxiliar os trabalhos. Há casos de audiências que iniciam às 13h e se prolongam às vezes até 22h. Agora a gente vai conseguir ampliar e garantir mais atendimento. O sucesso das nossas ações ocorre graças a essas parcerias e a gente tem trabalhado para mantê-las e aumenta-las”, contou o diretor da unidade.

Na oportunidade, o secretário geral da OAB-MT, Flávio Ferreira, agradeceu o apoio de todos os parceiros envolvidos na doação e destacou a importância da iniciativa não só para o Sistema Penitenciário como também para advogados, defensores públicos e o Poder Judiciário.

“Neste momento da pandemia, a única forma de relacionamento entre a advocacia e o reeducando, foram justamente essas videoconferências, realizadas desde março. Foi estabelecido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que as audiências podem ser feitas por videoconferência, porque também gera uma economia para os cofres públicos. Nada mais justo do que parcerias que possibilitem a melhoria e o incremento do Sistema Penitenciário neste sentido”, disse Flávio.

Fonte: GOV MT

Veja Mais:  Secel publica editais com recursos de R$ 25 milhões da Lei Aldir Blanc

Mato Grosso

Oncologista alerta que o envelhecimento é um fator de risco para o câncer de mama

Publicado


Entre todos os tipos de câncer, o que mais acomete as mulheres é o de mama. E os dois principais fatores de risco para a doença são: ser mulher, e o envelhecimento, afirma a oncologista Carla Nakata, que é credenciado ao Mato Grosso Saúde.
 
O alerta é para que as mulheres acima dos 45 anos, e principalmente na terceira idade, intensifiquem os cuidados para monitorar a saúde, já que é nesta fase da vida que o câncer de mama é mais frequente.
 
“O câncer de mama pode acontecer em qualquer fase da vida, porém é mais frequente por volta dos 45, aos 65 anos de idade. Por isto, é importante o rastreamento e o diagnóstico precoce, ou seja, logo no início do câncer. A chance de essa mulher ficar curada ao longo da vida é muito alta, girando em torno de 95% a 98%, dependendo do caso. Quando eu diagnostico essa mulher em um quadro avançado as chances diminuem”, explica
 
A paciente que tem o diagnóstico precoce pode precisar de menos procedimentos onerosos, e mais complicados. “Às vezes a paciente que identificou um câncer no início nem vai precisar de quimioterapia. Sem contar que ela vai ficar curada, podendo voltar a fazer as suas atividades normais, que é o sucesso do tratamento”, avalia.
 
Outros fatores de risco envolvidos são a obesidade, genética (vários casos de câncer de mama na família), ou o uso de terapia hormonal para pacientes que entram na menopausa, mas para 95% das mulheres, a doença vai acontecer ao acaso.
 
“O fator de proteção seria a amamentação. Quanto maior o número de filhos e a amamentação, por quanto mais tempo melhor é a proteção para um câncer de mama”, ressalta.
 
Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), são esperados 66 mil casos de diagnósticos novos de câncer de mama no País. A cada 100 mil mulheres, 61 serão acometidas com a doença. “A incidência é alta, e por isso que a gente faz esse programa de conscientização das mulheres para fazer o rastreamento do câncer de mama”.
 
Como detectar
 
O diagnóstico precoce passa por um exame de mamografia, ou ultrassom, que são fáceis e baratos. O auto exame de toque nos seios pode ajudar a paciente a perceber algum nódulo e procurar o mais breve um médico para os exames e o diagnóstico.
 
“Na maioria das vezes o câncer é assintomático. O sintoma mais frequente é a mulher sentir um caroço na mama, ou na axila. Esse caroço não dói, é endurecido, fixo. Pode ficar com a mama vermelha, pele com aspecto de casca de laranja, mais grossa com pontinhos, pode haver uma inversão do mamilo, pode haver dor, mas são sintomas menos comuns”, conta a especialista.
Fonte: GOV MT

Veja Mais:  Sema suspende atividades do Parque Mãe Bonifácia

Continue lendo

Mato Grosso

Sema suspende atividades do Parque Mãe Bonifácia

Publicado


A Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) suspende temporariamente, a partir desta sexta-feira (30.10), as atividades do Parque Estadual Mãe Bonifácia. 

O fechamento ocorre devido a morte de sete macacos saguis e atende os protocolos de segurança biológica. As atividades estarão suspensas até que os laudos da necropsia dos animais estejam concluídos e haja garantia de segurança da saúde da população e dos animais. 

Os laudos serão divulgados pela Unidade de Vigilância em Zoonoses da Prefeitura de Cuiabá que está analisando amostras coletadas. 

As equipes da Sema e do Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental estão realizando varreduras sanitárias em todo perímetro do Parque.

Fonte: GOV MT

Veja Mais:  "O Programa Mais MT vai gerar 52 mil novos empregos em todo o Estado", afirma governador
Continue lendo

Mato Grosso

Município de Ribeirãozinho está com risco moderado de contaminação de Covid-19 em Mato Grosso

Publicado


Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta quinta-feira (29.10) mais uma atualização do panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso. O Boletim Informativo n° 235 mostra (a partir da página 12) que o município de Ribeirãozinho configura na classificação com risco “moderado” para contaminação do novo coronavírus.

Os demais 140 municípios estão na classificação de risco “baixo”, indicado pela cor verde e não apresentam grandes riscos de contaminação. Nenhuma cidade de Mato Grosso foi classificada com risco “muito alto”, indicado pela cor vermelha que representa alerta máximo de contaminação.

O sistema de classificação que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades. Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana e os resultados são divulgados nos Boletins informativos da SES-MT.

Veja a tabela de classificação de risco por município

 

Recomendações e cuidados

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

Veja Mais:  Filhote de veado-catingueiro é levado para Santuário de Elefantes após tratamento no PAEAS

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Fonte: GOV MT

Continue lendo

CAMPANHA COVID-19 ALMT

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana