Policial

Terceiro envolvido em homicídios em Barra do Bugres é preso pela Polícia Civil em Mirassol d’Oeste

Publicado

O suspeito estava com um documento de identidade falso

Uma ação integrada das Delegacias da Polícia Civil de Mirassol d’Oeste e Barra do Bugres resultou na prisão de um investigado de 22 anos, apontado como um dos autores do homicídio de dois primos assassinados em Barra do Bugres, no mês de abril deste ano. Além do duplo homicídio, o preso é investigado por um terceiro crime cometido um dia após o desaparecimento do casal de primos.

O alvo do mandado de prisão, considerado de alta periculosidade pela Polícia Civil, foi localizado nesta quinta-feira (14.07), quando policiais da Delegacia de Mirassol d’Oeste o localizaram em uma residência no Jardim São Paulo. Durante entrevista com os policiais, ele afirmou ser integrante de uma facção criminosa e que gerenciaria o tráfico de drogas no município.

As equipes realizaram buscas na residência do suspeito e apreenderam entorpecentes, balanças de precisão, um revólver calibre 38 com seis munições intactas, entre outros itens. O suspeito estava com um documento de identidade falso. Ele foi autuado em flagrante delito por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e uso de documento falso.

A delegada de Barra do Bugres, Renata Evangelista, destaca que desde o desaparecimento do casal de primos, a Polícia Civil se empenhou nas diligências e para reunir informações que levassem ao paradeiro das vítimas, assim como no esclarecimento das mortes e na responsabilização dos autores dos crimes.

Veja Mais:  Homem é contido com tiro na perna ao resistir abordagem policial em Rondonópolis

Homicídios em Barra do Bugres 

O jovem preso em Mirassol d’Oeste é apontado nas investigações da Delegacia de Barra do Bugres como um dos envolvidos na tortura, homicídio e ocultação de cadáver dos primos Thaynara Chrystini dos Santos Silva e Carlos Henrique da Silva Souza, ambos de 20 anos, que desapareceram no dia 05 de abril.

O casal de primos foi visto pela última vez na parte externa de um ginásio poliesportivo, onde ocorriam jogos escolares da cidade. Os corpos das vítimas foram localizados no dia 11 de maio em avançado estado de composição, enterrados em uma região de mata de Barra do Bugres.

As buscas pelos corpos foram realizadas por equipes da Delegacia da Polícia Civil do município com apoio da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO). Familiares reconheceram os pertences encontrados como sendo dos dois jovens. Outro investigado pelo crime, que estava com prisão decretada, foi preso na ocasião.

No dia seguinte ao desaparecimento do casal de primos, a Polícia Civil registrou o homicídio de Kaio Richard dos Santos Paulo, de 21 anos, executado com as mãos amarradas. Na ocasião, dois suspeitos pelo crime foram  presos em flagrante.

Desde as datas dos homicídios, diversas diligências foram realizadas pela Polícia Civil para identificar os demais autores dos crimes. A delegada Renata Evangelista representou pela prisão temporária do suspeito, que desde então era considerado foragido da justiça.

Veja Mais:  Polícia Civil e Gefron prendem 4 por roubo a residência em Cáceres

Outro suspeito de envolvimento nos homicídios foi preso em 27 de maio pela equipe da Delegacia de Barra do Bugres.

Comentários Facebook

Policial

Bombeiros combatem incêndio em veículo em Rondonópolis

Publicado

Foto: CBMMT

O 3º Batalhão Bombeiro Militar, unidade do CRBM-II de Rondonópolis, foi acionado para atender uma ocorrência de incêndio em veículo na manhã desta quarta-feira (10), no Bairro Belo Horizonte. Ao Chegar no local na Rua 31 de dezembro, foi identificado um veículo em chamas, o veículo se encontrava completamente tomado pelo fogo.

Foto: CBMMT

A guarnição do corpo de bombeiros deu início ao combate as chamas e foram gastos aproximadamente 600 litros de água no combate às chamas e rescaldo. A causa do incêndio não foi divulgada.

Foto: CBMMT

Não houve vítima no local, apenas danos materiais.

Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp – Curta o nosso Facebook e siga a gente no Instagram

Comentários Facebook
Veja Mais:  Polícia Civil cumpre 15 mandados contra suspeitos de facilitar a entrada de celulares na PCE
Continue lendo

Policial

Pedreiro é condenado a 52 anos de reclusão por homicídio e estupros

Publicado

O pedreiro Jeberson Alves dos Santos foi condenado nesta terça-feira (9), pelo Tribunal do Júri de Barra do Garças (a 509km de Cuiabá), pelo estupro e homicídio qualificado de Rhayany Rhutila Moraes Silva e pelo estupro da filha dela, de 11 anos de idade. O Conselho de Sentença reconheceu que o homicídio foi praticado com emprego de meio cruel, mediante recurso que dificultou a defesa da vítima e para assegurar a ocultação de outro crime. A pena foi fixada em 52 anos, dois meses e cinco dias de reclusão em regime inicial fechado, bem como negado ao réu o direito de recorrer em liberdade.

De acordo com a denúncia da 1ª Promotoria de Justiça Criminal de Barra do Garças, os crimes aconteceram em novembro de 2020, na residência das vítimas. Jeberson dos Santos teria pulado o muro da casa para roubar, contudo, ao perceber que no local estavam somente mãe e filha, rendeu as vítimas com uma faca e as amarrou. O pedreiro levou as duas para o quarto, onde praticou na criança “atos libidinosos diversos de conjunção carnal”. Depois, levou a mãe para outro cômodo onde a estuprou.

Conforme o Ministério Público, para assegurar a impunidade dos crimes de estupro, Jeberson matou Rhayany asfixiada. O homem chegou a fugir, mas foi preso posteriormente na cidade de Nova Xavantina e confessou a prática dos crimes. O réu, que já possuía outras cinco condenações por crimes como roubo, furto e falso testemunho, respondeu ao processo preso.

Veja Mais:  Homem bate moto contra poste e morre na hora nesta madrugada cidade de MT

Atuou no júri o promotor de Justiça Wdison Luiz Franco Mendes. A sessão em plenário foi presidida pelo Juiz Douglas Bernardes Romão.

Fonte: MP MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Irmãos são executados a tiros em frente de casa em Barra do Garças

Publicado

Os irmãos Jânio Rodrigues de França, de 37 anos, e Jalmin Rodrigues de França, 36, foram assassinados a tiros na noite dessa quinta-feira (4) em Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá. Os suspeitos do duplo homicídio ainda estão foragidos.

Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu por volta das 20h, no bairro Novo Horizonte, quando dois homens em uma motocicleta foram vistos nas proximidades, dirigindo o veículo em alta velocidade.

Os dois bandidos se aproximaram dos irmãos, que estavam em frente de casa, sentados. Os homens fizeram os disparos e, apesar de as vítimas terem tentado fugir, ainda foram atingidas.

Após o crime, os autores dos tiros fugiram e ainda estão foragidos. Vizinhos que ouviram os disparos acionaram a Polícia Militar.

O Corpo de Bombeiros também foi acionado e constatou a morte das vítimas. O local foi isolado para realização de perícia.

A Polícia Civil ainda investiga o caso.

Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp – Curta o nosso Facebook e siga a gente no Instagram

Comentários Facebook
Veja Mais:  Polícia Civil reforça diligências para esclarecer triplo homicídio 
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana