Internacional

TSE divulga quanto tempo cada candidato à Presidência deve ter na TV

Publicado

Oito das 13 candidaturas terá menos de 30 segundos do horário eleitoral na TV e no rádio
iG São Paulo

Oito das 13 candidaturas terá menos de 30 segundos do horário eleitoral na TV e no rádio

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apresentou nesta terça-feira (23) o tempo que caberá a cada candidato à Presidência da República na campanha de TV e rádio. O horário eleitoral 2018 se inicia em 1º de setembro e segue até 4 de outubro – três dias antes do primeiro turno de votação.

Dos 13 candidatos à Presidência
, Geraldo Alckmin, do PSDB, ficou com cerca de metade do horário eleitoral 2018
(Cinco minutos e 32 segundos em cada bloco diário), por integrar uma união de nove partidos.

Já oito das 13 candidaturas terá menos de 30 segundos de campanha de TV e rádio, como é o caso de Guilherme Boulos, candidato da coligação PSOL e PCB. Ele tem apenas sete segundos em cada bloco diário. A candidata Vera Lúcia, candidata do PSTU, tem apenas cinco segundos.

A divisão do tempo de TV
e rádio é feita de acordo com o tamanho das bancadas na Câmara dos partidos que compõem a coligação de cada candidato.

Durante a audiência pública com a participação de representantes de partidos e órgãos envolvidos no processo eleitoral, foi sorteada também a ordem de aparição de cada candidato nos dois blocos previstos para serem veiculados pelas emissoras diariamente.

A ordem será rotativa. Segundo a resolução que regulamenta a propaganda eleitoral, aquele que abre o bloco no primeiro dia será o último no segundo, assim por diante.

Veja Mais:  Na Alemanha, manifestação contrária aos refugiados termina com 18 feridos

No rádio, serão veiculados dois blocos de 12 minutos e meio às 7h e ao meio-dia, sempre aos sábados, às terças e às quintas-feiras. Na TV, os horários serão às 13h e às 20h30, nos mesmos dias da semana e com a mesma duração.

Inserções do horário eleitoral 2018

TSE apresentou número de inserções diárias de 30 segundos autorizadas a cada candidato durante o horário eleitoral 2018
Nelson Jr./ ASICS/ TSE

TSE apresentou número de inserções diárias de 30 segundos autorizadas a cada candidato durante o horário eleitoral 2018

O TSE
também apresentou o número de inserções diárias de 30 segundos autorizadas a cada candidato. São peças de propaganda a serem veiculadas ao longo da programação por todas as emissoras de rádio e TV do país. A quantidade de inserções para cada candidato obedece ao mesmo critério de divisão do horário eleitoral.

Ao final da audiência, foram sorteadas seis inserções diárias que sobraram após a divisão do tempo entre as coligações.  Outros nove segundos em cada bloco do horário eleitoral, que também sobraram após a divisão, serão usufruídos sempre pelo último candidato a veicular sua propaganda.

Leia também: Prazo para solicitar voto em trânsito acaba nesta quinta-feira; saiba como pedir

Veja a ordem de aparição dos candidatos no primeiro dia de veiculação do horário eleitoral, o tempo em cada bloco e o total de inserções ao longo dos 35 dias de campanha em rádio e TV:

  1. Marina Silva, coligação Unidos para Transformar o Brasil (Rede e PV): 21 segundos no horário eleitoral e 29 inserções;
  2. Cabo Daciolo (Patriota): oito segundos no horário eleitoral e 11 inserções;
  3. Eymael (Democracia Cristã): oito segundos no horário eleitoral e 12 inserções;
  4. Henrique Meirelles, coligação Essa é a Solução (MDB e PHS): um minuto e 55 segundos no horário eleitoral e 151 inserções;
  5. Ciro Gomes, coligação Brasil Soberano (PDT e Avante): 38 segundos no horário eleitoral e 51 inserções;
  6. Guilherme Boulos, coligação Vamos sem Medo de Mudar o Brasil (PSOL e PCB): 13 segundos e 17 inserções;
  7. Geraldo Alckmin, coligação Para Unir o Brasil (PRB, PP, PTB, PR, PPS, DEM, PSDB, PSD e Solidariedade): cinco minutos e 32 segundos no horário eleitoral e 434 inserções;
  8. Vera Lúcia (PSTU): Cinco segundos no horário eleitoral e sete inserções;
  9. Lula, coligação O Povo Feliz De Novo (PT, PCdoB e Pros): dois minutos e 23 segundos no horário eleitoral e 189 inserções;
  10. João Amoêdo (Partido Novo): Cinco segundos e oito inserções diárias;
  11. Álvaro Dias, coligação Mudança de Verdade (Pode, PSC, PTC e PRP): 40 segundos no horário eleitoral e 53 inserções;
  12. Jair Bolsonaro, coligação Brasil Acima de Tudo, Deus Acima de Todos (PSL e PRTB): oito segundos no horário eleitoral e 11 inserções e
  13. João Goulart Filho (PPL): cinco segundos no horário eleitoral e sete inserções.
Veja Mais:  Senado da Argentina rejeita lei de legalização do aborto por 38 votos a 31

A divisão do horário eleitoral 2018
na TV e das inserções ainda pode ser alvo de questionamentos pelos candidatos, partidos e coligações, e só passa a vigorar em definitivo quando for aprovado o Plano de Mídia da Eleições 2018 pelo plenário do TSE. A votação está marcada para a próxima terça-feira (28).

Comentários Facebook

Internacional

Salão do livro em Nova York abre inscrições para escritores

Publicado

Para quem sonha em ver seus livros rodando o mundo, o 5º Salão do livro de Nova York está com inscrições abertas para autores. Organizado pela ZL Books Editora, o evento acontece, dias 19 e 20 de junho, na Biblioteca Brasileira de Nova York (Brazilian Endowment for the Arts). Os interessados precisam se cadastrar, até dia 25 de abril, pelo e-mail [email protected].

O programa também conta com a realização de atividades culturais e palestra sobre literatura brasileira no mundo. O projeto Internacional existe há quase dez anos e já foi realizado em Lisboa (Portugal), Berlim (Alemanha), em algumas cidades da França e em Montreal (Canadá), além do Rio de Janeiro. 

 

Para Jô Ramos, escritora e idealizadora do evento, a iniciativa tem como objetivo disseminar a literatura de língua portuguesa para todos os cantos. Para ela, há muitos estrangeiros interessados no que é produzido no Brasil, além de brasileiros residentes no exterior que amam os escritores de língua portuguesa.

Ramos comenta que o salão do livro ajuda a valorizar o trabalho dos autores independentes e as pequenas editoras, ambos sem acesso ao circuito oficial literário brasileiro. “Projetos assim estimulam a preservação e a produção da nova literatura e dos novos autores”.

– Com intercâmbios culturais entre o Brasil e o exterior, desejamos criar mais oportunidades para que esses escritores possam conquistar novos leitores, além de acessar novas formas de divulgação da sua obra artística – diz.

Veja Mais:  PF indicia Palocci, Mantega e Joesley por suspeita de corrupção no BNDES

 

Serviço:

5º Salão do Livro de Nova York

Inscrições pelo e-mail: [email protected]

Até dia 25 de abril

Evento acontece dias 19 e 20 de junho.

Horário: das 12h às 20h

Local: Brazilian Endowment for the Arts.

Endereço: 240 E 52nd Street, Nova York (USA).

Comentários Facebook
Continue lendo

Internacional

Crânio é encontrado no mesmo cômodo em que Luzia era mantida no Museu Nacional

Publicado


Após buscas no Museu Nacional, bombeiros encontraram crânio que pode ser de Luzia, o fóssil mais antigo das Américas
Reprodução/TV Globo

Após buscas no Museu Nacional, bombeiros encontraram crânio que pode ser de Luzia, o fóssil mais antigo das Américas

Bombeiros informaram nesta terça-feira (4) que um crânio foi encontrado em meios aos escombros deixados após o incêndio no Museu Nacional do Rio de Janeiro, em Cristóvão, zona norte da cidade. De acordo com informações da TV Globo
, a equipe estima que o achado seja uma parte de Luzia, o fóssil humano mais antigo já encontrado nas Américas.

Leia também: Defesa Civil interdita museu e diz que paredes internas podem desabar

O canal afirmou que um grupo de cientistas do Museu Nacional
realizará analises do material para descobrir se o crânio pertence ou não a Luzia. A ossada foi identificada no mesmo cômodo onde era mantida e, segundo relatos, estaria esfarelada.

A chuva ao longo da madrugada desta terça foi responsável pelos avanços nas buscas e por apagar focos de incêndio ainda remanescentes. A Defesa Civil do Rio de Janeiro comunicou que o local está interditado porque há chance de desabamento do telhado, laje e divisórias do prédio. Já na área externa, a avaliação feita por técnicos mostrou que a espessura das fachadas não apresenta risco iminente.

Acervos de Museu Nacional em cofres podem estar a salvo


Corpo de Bombeiros realizou buscas para retirar peças que estavam em meio aos escombros no Museu Nacional do RJ
REPRODUÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

Corpo de Bombeiros realizou buscas para retirar peças que estavam em meio aos escombros no Museu Nacional do RJ

Bombeiro que atuou no combate ao fogo durante o incêndio
, Rafael Luz
contou que se arriscou para salvar Luzia, mas acabou desistindo após se ferir durante o processo.

Veja Mais:  Meninos e treinador resgatados em caverna da Tailândia dão sua 1ª coletiva; siga

Leia também: Museu Nacional: vice-diretora diz que incêndio destruiu 90% do acervo

Luz disse que se queimou depois de a luva que estava usando derreter enquanto tentava destrancar o armário que abrigava o crânio de Luzia
. “Tentamos nos aproximar e abrir o armário, mas quando conseguimos, o móvel estava vazio. Na verdade, só tinha um ferro, que queimou os meus dedos. Doeu bastante. Saí do cômodo e chorei de frustração”, relembra.

Anteriormente, pesquisadores do museu levantaram a possibilidade de as peças mais raras e valiosas estarem “intactas” dentro de cofres e armários de aço especiais. Eles reconheceram que o trabalho será árduo, devido à temperatura ‘escaldante’ e da fragilidade da estrutura do prédio.

Leia também: Museu Nacional do Rio de Janeiro: para pesquisadores, dano é “irreparável”

A vice-diretora do Museu Nacional
, Cristiana Serejo, ressaltou que ao menos R$ 15 bilhões serão necessários para dar início à restauração do prédio, e que existem chances de itens estarem preservados após o incêndio. “A gente vai ter que aguardar. Mas a coleção de entomologia, de insetos, que ficava no terceiro andar, não resistiu. Isto foi uma perda gravíssima. Estava em armários compactadores, mas, como desabaram, foi um impacto muito grande”, concluiu.

*Com informações da Agência Brasil

Comentários Facebook
Continue lendo

Internacional

PT vai recorrer à ONU e ao STF por Lula candidato

Publicado


Haddad afirmou que o PT vai “tomar todas as providências jurídicas para assegurar a candidatura de Lula”
Divulgação

Haddad afirmou que o PT vai “tomar todas as providências jurídicas para assegurar a candidatura de Lula”

Após uma reunião com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a direção do PT anunciou  nesta segunda-feira (3) que pretende recorrer novamente
ao Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) para garantir que a candidatura de Lula à Presidência da República seja registrada nas eleições de outubro.

Em entrevista coletiva após a visita, Fernando Haddad, atual candidato a vice na chapa petista disse que o partido vai “tomar todas as providências jurídicas para assegurar a candidatura de Lula
”.

O PT prepara ainda dois recursos ao Supremo Tribunal Federal (STF), abordando questões eleitorais e criminais, para que não ocorra a necessidade de substituição do nome na chapa no prazo de dez dias, conforme definido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que negou o pedido de candidatura na última sexta-feira (31).

Segundo Haddad, Lula decidiu continuar defendendo sua candidatura. “Nós sabemos que o povo está sofrendo uma crise sem precedentes. As pessoas estão com a vida cada vez mais difícil e o ex-presidente Lula é o caminho para a saída dessa situação”, afirmou.

“Denunciaremos à ONU
o não cumprimento do que determinou em relação à candidatura do ex-presidente Lula, assim como entraremos com recursos judiciais cabíveis para defender essa candidatura”, afirmou a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann. 

Veja Mais:  Balão Baby Trump deverá sobrevoar os Estados Unidos no próximo mês

De acordo com o TSE, Lula não pode aparecer em propaganda política como candidato e está excluído da cédula eleitoral. Também nesta segunda feira, o ministro Luis Felipe Salomão  proibiu o PT de veicular propagandas
no horário eleitoral em que apresenta o ex-presidente como candidato. Foi fixada multa no valor de R$ 500 mil para o caso de descumprimento dessa determinação.

A decisão em caráter liminar (provisório) atende a pedido do Partido Novo , que argumentou na representação que, ao manter seus programas na TV e no rádio com Lula candidato, o PT
estava “desafiando” o TSE, uma vez que a maioria dos ministros da corte decidiu, na madrugada do último sábado (1º), barrar a candidatura do ex-presidente com base na Lei da Ficha Limpa.

Leia também: O que resta à defesa de Lula? Recurso no STF ainda pode tornar petista candidato

Haddad defendeu que a Coligação “O Povo Feliz de Novo” teve prazo muito exíguo para ajustar todas as plataformas de propaganda eleitoral, uma vez que a decisão do TSE sobre a candidatura de Lula
foi tomada na madrugada de sábado. Ele apontou que foram tomadas medidas ainda na madrugada pra ajustar a decisão, chamando os profissionais em suas casas para fazer as adequações.

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana