conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Economia

Venda de chocolates cai nesta Páscoa devido à pandemia de Covid-19

Publicado


source
Páscoa arrow-options
Agência Brasil/Marcelo Camargo

Venda de chocolates cai nesta Páscoa


Diante da pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), as vendas de chocolates para a Páscoa tendem a cair. De acordo com a projeção da Associação Paulista de Supermercados (APAS), a expectativa é de que as vendas no estado de São Paulo tenham queda de 8,5%. Antes da pandemia afetar o cenário nacional, a projeção era de um aumento de 2,2% em comparação com o mesmo período de 2019. 

Na capital paulista, a projeção de queda nas vendas de chocolates e ovos de Páscoa é de 10,5%. Em algumas localidades do interior do estado, a expectativa é ainda pior: na região de Campinas, por exemplo, a previsão é de queda de 19,5%. “Até o momento, os empresários relatam pouco ritmo de vendas”, informa a APAS.

E a situação não se restringe ao estado de São Paulo, considerado o epicentro do novo coronavírus no Brasil. No Rio de Janeiro, a rede de supermercados Mundial afirmou que comprou 20% menos ovos de Páscoa em 2020, em comparação com o ano passado. 

Isolamento social e situação econômica

De acordo com a APAS, o isolamento social não é o único motivo que faz as vendas de chocolates caírem nessa Páscoa , mas o contexto econômico também tem pesado bastante nessa conta. “Famílias voltaram seus gastos para produtos básicos, higiene e limpeza. Os supermercados, diante da situação, diminuíram suas ilhas e parreiras de chocolate focando seus esforços e abastecimento em itens mais procurados na crise do coronavírus”, informa a associação. 

Veja Mais:  Mega-Sena valendo R$ 33 milhões: veja os números sorteados nesta quarta-feira

Leia também: Impactadas por isolamento, vendas em supermercados crescem 15,8% em fevereiro

De olho na questão econômica, os supermercados Mundial apostaram na venda de tabletes e bombons de chocolate . Apesar do corte na encomenda dos ovos de Páscoa, a rede comprou 15% a mais dos demais chocolates. Pedro Paulo Leite, gerente comercial responsável pelo setor de chocolates do Mundial acredita, inclusive, que o isolamento social deve incentivar o consumo do doce.

“A venda de ovos de páscoa cai, muito por conta do preço, já que o cliente faz um comparativo de gramatura. Em relação às vendas, principalmente de tabletes e bombons, elas estão nos surpreendendo positivamente. Por o consumidor ficar em casa, ele acaba consumindo mais. Aliás, quem não gosta de comer um chocolate à tarde?”, comenta o gerente. 

Menos demanda, mais descontos

Do lado da indústria , a produção continua. Embora a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas (Abicab) não tenha projetado expectativas para a produção de chocolates nesta Páscoa, o órgão afirma que as fábricas associadas “seguem em operação e trabalhando para que seus produtos cheguem às casas dos brasileiros”. 

Leia também: Covid-19 e isolamento: veja como fazer a lista do supermercado ideal

Com a produção acontecendo e muitas lojas fechadas , a solução encontrada pela indústria tem sido vender mais aos supermercados. “Com o fechamento de lojas especializadas e varejistas de chocolate, as marcas têm oferecido seus produtos para os supermercados. Alguns fornecedores oferecem descontos de até 15% para poderem vender mais seus estoques, e os supermercadistas têm repassado esse desconto para os consumidores”, informa a APAS.

Veja Mais:  Dólar tem queda, fecha em R$ 5,34 e Bolsa sobe 2%

Chocolate é essencial? 

Muitas lojas especializadas em chocolate deixaram de funcionar em todo o país devido às recomendações de fechamento do comércio. Em Belo Horizonte, porém, a situação deu o que falar. 

No início da semana, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) autorizou o funcionamento das lojas de chocolate localizadas no comércio de rua. De acordo com a entidade, a entrega de alimentos é considerada essencial. 

Leia também: Para fugir da aglomeração: saiba pagar as contas por telefone e pela internet

“No entendimento da CDL, as lojas que vendem bombons, doces, ovos de Páscoa podem abrir, sim. Elas são lojas de alimentos, então podem estar abertas e podem colocar seus colaboradores para ajudar nas vendas”, declarou Marcelo de Souza e Silva, presidente da CDL/BH. 

Na manhã desta terça-feira (7), porém, o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, publicou um decreto que proíbe a venda de mercadorias dentro das lojas da cidade. “Já assinei o decreto. As lojas de Belo Horizonte, inclusive as de chocolates, só poderão atender da porta pra fora, sem clientes do lado de dentro”, disse o prefeito em sua conta no Twitter. 

Marcas apostam nas vendas online

Para driblar a impossibilidade de vender em lojas físicas e a queda nas compras de ovos de Páscoa nos supermercados , algumas marcas têm apostado em outras possibilidades. “As indústrias estão trabalhando em conjunto com os pontos de venda para garantir a organização e disponibilidade dos produtos, além de também estarem fortalecendo seus serviços de atendimento via internet e por delivery como alternativas aos consumidores para o acesso aos produtos”, afirma a Abicab. 

Veja Mais:  Agro: estimativa de junho prevê safra recorde de 247,4 milhões de toneladas

É o caso da Cacau Show e da Lacta , por exemplo. A Cacau Show, que disse que não tem como prever uma estimativa de vendas e que está “vivendo um dia após o outro”, apostou no e-commerce, no delivery e nos descontos. 

Leia também: Produção de cerveja é paralisada no México devido à Covid-19

A empresa fechou todas as lojas devido à pandemia de Covid-19 e, no dia 23 de março, paralisou a indústria e passou a se dedicar apenas à Páscoa. A Cacau Show criou um site para vender os produtos, oferecendo descontos progressivos nos ovos de Páscoa, que podem chegar a 50%, e condições especiais de parcelamento. 

Além disso, a companhia fez uma parceria com o iFood, que já entrega os produtos da marca em todas as capitais brasileiras. A Lacta também apostou nos aplicativos de entrega, fazendo parcerias com Rappi e Uber Eats. 

Além disso, a marca também criou um e-commerce próprio com a ajuda da startup de tecnologia Lett. O site encontra a loja mais próxima do consumidor e direciona a entrega dos ovos de Páscoa da Lacta em um curto período de tempo.

Comentários Facebook

Economia

Latam Brasil entra com pedido de recuperação judicial nos EUA

Publicado


source
avião latam
Reprodução

Latam Brasil entrou com pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos

A Latam Brasil entrou com pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos na madrugada desta quinta-feira (9). Companhia é a primeira a recorrer ao “Chapter 11”, mecanismo da legislação norte-americana que garante proteção temporária contra credores para possibilitar a reestruturação após os fortes impactos causados pela pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Em maio, o grupo Latam já havia pedido recuperação judicial por proteção em outros países da América Latina , que eram Chile, Colômbia, Peru e Equador, mas o pedido excluía o Brasil.

A empresa brasileira representa 50% das operações e 14% do passivo total do grupo, e a decisão de excluir o Brasil do pedido de recuperação judicial , em maio, tinha como argumento facilitar as negociações de socorro  com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Após as negociações com o BNDES não avançarem, a pandemia se alastrar e ainda mais voos serem cancelados, com o setor sendo um dos mais afetados pela crise, a Latam decidiu incluir sua empresa que atua no Brasil no pedido de proteção à legislação norte-americana.

Veja Mais:  Após caso PicPay, usuários do Nubank também relatam 'sumiço' do auxílio; entenda

Por que recorrer à justiça dos EUA e não pedir recuperação no Brasil?

Além de já ter o pedido de recuperação judicial aberto nos Estados Unidos, pesou a favor da justiça norte-americana o fato de o mecanismo de proteção adotado ser mais completo e vantajoso para a empresa e eventuais novos investidores. O  histórico de falências aéreas no Brasil também contribui para buscar outra solução, que não a Justiça brasileira.

O chapter 11, mecanismo de proteção pedido pela Latam Brasil nos EUA, inclui dívidas com empresas de leasing de avião, o que não acontece no Brasil. Eventuais novos investidores da companhia aérea também são beneficiados, já que quem dá crédito à empresa neste momento tem prioridade no recebimento em caso de falência. A lei norte-americana é, portanto, considerada mais flexível por facilitar a negociação entre a empresa e seus credores.

A Latam Brasil incluiu um pedido para honrar pagamento de rescisões trabalhistas e obrigações passadas e futuras com consumidores ao apresentar sua solicitação para se juntar ao processo de recuperação judicial do grupo. O pedido de proteção ainda terá de ser aprovado pelo juiz da recuperação, que já aprovou requisição parecida para as subsidiárias da empresa em outros países latinos.

O pedido de recuperação judicial da companhia aérea não deve interferir em voos nem tampouco nas regras de programas de fidelidade ou de remarcação de bilhetes já comprados. A Latam Brasil têm dívida de cerca de R$ 7 bilhões, principalmente com empresas de leasing e com bancos. Considerando o crédito em passagens que já foram pagas, mas não voadas, sobretudo por conta da pandemia, além de outros gastos, a conta sobe para R$ 13 bilhões. Todo o grupo Latam tem dívida de cerca de US$ 10 bilhões, cifra que sobe a US$ 17,9 bilhões com provisões.

Veja Mais:  Latam Brasil entra com pedido de recuperação judicial nos EUA

O processo de recuperação judicial está previsto para durar cerca de 12 meses. A companhia deve sair 40% menor se o pedido for aprovado e bem-sucedido. A Latam tem a partir desta quinta-feira 120 dias para apresentar seu plano de recuperação à corte de Nova York, mas o prazo pode ser prorrogado. O sucesso depende da aprovação da nova linha de financiamento, atrativa para eventuais novos investidores.

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Mega-Sena valendo R$ 33 milhões: veja os números sorteados nesta quarta-feira

Publicado


source
Prêmio desta semana é de R$ 33 milhões
Agência Brasil

Prêmio desta semana é de R$ 33 milhões

O concurso 2277 da Mega-Sena desta quarta-feira (8), tem um prêmio estimado em R$ 33 milhões. As dezenas sorteadas foram:

10 – 22 – 23 – 37 – 53 – 60 

Segundo a Caixa , ninguém acertou as seis dezenas; prêmio do próximo sorteio está estimado em R$ 40 milhões.

Nesse concurso, 89 apostas acertaram a quina , ou seja, cinco números sorteados, e levaram um prêmio de R$ 31.990,12 cada. Já a quadra teve 5597 apostas ganhadoras, e cada uma levou R$ 726,69.

Como apostar

Para apostar na Mega, o participante deve escolher de seis a 15 números nas lotéricas credenciais pela Caixa , ou no site especial de loterias do banco.

Segundo a Caixa , ninguém acertou as seis dezenas sorteadas no último sábado (4). Os números sorteados foram: 05 – 15 – 18 – 27 – 49 – 57 .

A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 4,50. Nesse caso, a chance de acerto (probabilidade estatística) é de uma em mais de 50 milhões. Os sorteios da Mega-Sena são realizados, normalmente, duas vezes por semana, às quartas e aos sábados.

Veja Mais:  Mulher chefe de família terá prioridade em auxílio-emergencial

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Mulher chefe de família terá prioridade em auxílio-emergencial

Publicado


source
tela do aplicativo do auxílio emergencial
Leonardo Sá/Agência Senado

Projeto de Lei que garante prioridade a mães chefe de família vai a sanção presidencial


Nesta quarta-feira (8), foi aprovado por senadores o Projeto de Lei que permite que mulheres chefe de família tenham prioridade em auxílio emergencial .


Mesmo se pais declararem que são os únicos responsáveis por filhos, a prioridade ainda será de mães.

A relatora do PL é Rose de Freitas, do Podemos. O auxílio emergencial é de direito de mães ou pais que criam sozinhos os filhos. O valor garantido é o dobro da quantia do auxílio regular, de R$ 1.200.

Rose afirma que existem diversos relatos de “mães e filhos que se encontram desamparados” porque “o pai [ou] ex-cônjuge foi quem sacou os recursos”.

O projeto será encaminhado para sanção presidencial.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Mulher chefe de família terá prioridade em auxílio-emergencial
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana