Rondonópolis

Visando incentivar a prática de exercícios e apontar novo rumo de vida, Smel oferece Mais Esporte, Mais Cidadania a alunos de Rondonópolis

Publicado


Garantir às crianças e aos adolescentes desenvolvimento de valores através da prática de esportes, ensinando-lhes não apenas equilíbrio postural, resistência e controle muscular, mas também respeito ao próximo, autocontrole, foco e persistência são alguns dos benefícios perseguidos pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Smel) ao proporcionar a estudantes de sete a 17 anos a possibilidade de escolherem entre as sete modalidades do cardápio do  Projeto Mais Esporte, Mais Cidadania ofertado pela Prefeitura Municipal aquelas que lhes provoquem interesse.

Futebol de campo, handebol, vôlei de quadra e de areia, basquete, judô e futsal são as opções disponíveis distribuídas ente os 39 polos do município. Ao integrarem uma equipe, além de não ficarem sem uma atividade que os ocupe no contraturno escolar, esses alunos permanecem em ambiente seguro enquanto aprendem um esporte, já que, em casa, sozinhos enquanto os pais trabalham, estariam sem qualquer supervisão ou orientação.

Somente no ano passado, integraram os times do Mais Esporte, Mais Cidadania aproximadamente 1.200 alunos, segundo a gerente do Departamento de Esporte e Lazer da Smel, Roseane Prado. Ela frisa as vantagens de participar do programa: “A idade em que essas crianças e jovens se encontram é aquela em que elas, quando não estão na escola, ficam ociosas à procura de algo a fazer que lhes dê prazer. E é aí que o Poder Público entra ao lhes proporcionar uma atividade atrativa para que elas gostem e permaneçam”. Assim, o programa estimula não apenas aptidões físicas, mas também qualidades morais.

Veja Mais:  Prefeitura e iniciativa privada realizam testagem e exames em caminhoneiros nas BRs 163/364

Apesar do intuito do projeto ser social, propiciando a inclusão de estudantes que, de outra forma, estariam em situação de vulnerabilidade que poderia abrir caminho para a criminalidade e as drogas, o Programa Mais Esporte, Mais Cidadania, em alguns casos, acaba apontando vocações. 

Roseane lembra que, das turmas anteriores, já despontaram diversos talentos. “Dessas escolinhas municipais já saíram, inclusive, atletas de ponta que foram contratados por clubes esportivos. Mesmo tendo como objetivo o social, e não o rendimento, sempre existem aqueles que se destacam”, comenta a gerente e completa: “Na verdade, o Mais Esporte, Mais Cidadania é uma oportunidade dos participantes aprenderem mais sobre cada modalidade e, também, sobre regras, disciplina, respeito ao oponente, ajuda mútua, trabalho em grupo, além de se sociabilizarem, porque observamos que muitos começam retraídos, mas, em pouco tempo, se soltam e se integram”. Como única condição para participar do projeto, Roseane enfatiza que é preciso estar assistindo as aulas em uma escola, seja pública ou particular.

Aqueles que quiserem se inscrever podem procurar a Smel na Rua Otávio Pitaluga 20.007, La Salle II munidos de comprovante de residência e de frequência escolar, e, ainda, certidão de nascimento ou RG ou CPF. Qualquer dúvida pode ser sanada pelo telefone 3411-4327.

Fonte:

Rondonópolis

Simulado de acidente com produtos perigosos é realizado na BR-163 em Rondonópolis

Publicado

Aconteceu na manhã desta quarta-feira (12.08) em Rondonópolis, em frente a empresa Transcamila na BR-163  o simulado operacional com cenário envolvendo acidente de trânsito e produtos perigosos. O evento foi realizado pelo 3º Batalhão Bombeiros Militar de juntamente com a Polícia Rodoviaria Federal (PRF), Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMA), Rota do Oeste e a empresa Transcamila.

 O cenário do simulado consistia em uma colisão traseira de um carro de passeio com um caminhão transportando agrotóxico. No carro de passeio tinha uma vítima que ao inalar o produto perigoso ficou desacordada. Neste tipo de ocorrência a Rota do Oeste isola o local e aciona o Corpo de Bombeiros Militar para retirar a vítima do local do acidente e conter o vazamento do produto perigoso. As roupas de proteção para este tipo de ocorrência são especiais, pois requer maior proteção dos socorrista de modo a evitar a contaminação com o produto. Depois que o Bombeiro Militar retira a vítima da área quente (local onde aconteceu o acidente) leva a vítima para um local para fazer a sua descontaminação com água abundante e sabão neutro (local denominado área morna). E todos os outros apoios como ambulância e suporte ficam no local denominado de área fria. É importe salientar que cada produto perigoso possui uma distância mínima e um procedimento específico a ser respeitado.

Foto: Assessoria

Os simulados têm como objetivo preparar as equipes de cada força de forma a respeitar e sincronizar o atendimento para uma rápida e eficiente resposta a aquela vítima que necessita de um atendimento.

Veja Mais:  156 pessoas foram atendidas no "Plantão Sentinela" deste fim de semana

Continue lendo

Rondonópolis

Vândalos furtam fiação elétrica da iluminação pública da praça do Jardim Belo Horizonte em Rondonópolis

Publicado

.

A praça pública do bairro Jardim Belo Horizonte foi alvo de vândalos que furtaram cabos de energia elétrica prejudicando a iluminação do local. As equipes da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer e da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder) estiveram no local nesta quarta-feira (12) verificando a ação.Um dos bancos da praça também foi furtado.

A Gerente de Departamento de Obras e Urbanismo da Secretaria de Esporte e Lazer, Bruna da Silva, informou que um boletim de ocorrência será registrado para apurar os fatos.

Conforme verificado os vândalos levaram 12 metros de cabo de 10 milímetros e 20 metros de cabo multiplexado de 16 milímetros. A pasta já está tomando todas as medidas cabíveis para solucionar o problema.

A secretaria também pede a colaboração da comunidade para denuncie a ação criminosa para que assim seja preservado o equipamento público.

PRAÇA NOVA

A praça pública do Jardim Belo Horizonte foi entregue à comunidade há cerca de três meses e ocupa uma área de 10.800 m². A obra foi custeada com recursos próprios do município, na ordem de R$ 464.245,40. No local foram construídos passeios públicos externos, pista de caminhada, mesa de jogos, tabela tripla de basquete, iluminação, paisagismo, academia popular e play ground infantil, entre outros.

A praça representa um importante espaço público de lazer, entretenimento e diversão para a comunidade não apenas do residencial Jardim Belo Horizonte, mas sobretudo para os bairros circunvizinhos, como Moradas de Parati, Jardim Tropical e Jardim Esmeralda.

Veja Mais:  Secretaria de Cultura realiza mapeamento cultural em Rondonópolis

Continue lendo

Rondonópolis

Avenida Daniel Clemente começa receber novo asfalto

Publicado


.

Inserida no programa de revitalização da pavimentação asfáltica da malha viária da cidade, a avenida Daniel Clemente está ganhando um novo visual a partir do trabalho de requalificação feito pela Prefeitura de Rondonópolis. 

Nesta semana foi dada a largada para a obra de restauração do asfalto com a realização dos serviços de fresagem e o recapeamento da avenida que tem uma grande importância para mobilidade da cidade. O recapeamento está sendo feito com material do tipo Concreto Betuminoso Usinado à quente (CBUQ). 

A Daniel Clemente conta com uma grande circulação de veículos e é uma via de acesso a diversos bairros, à Rodovia do Peixe e várias empresas instaladas no Distrito Industrial Rondonópolis. 

O recapeamento será feito em toda a extensão da avenida, indo do viaduto sobre as BRs 163 e 364 até o início da Rodovia do Peixe. Os recursos para o custeio das obras são oriundos de emenda da bancada federal de Mato Grosso, com contrapartida do município.

“Todo o asfalto antigo já está sendo substituído por uma nova camada asfáltica”, disse o fiscal do contrato, o engenheiro da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Sinfra), Fernando Vilela. A obra está inclusa num contrato orçado em mais de R$ 7 milhões, que beneficiam com pavimentação também o acesso aos bairros da região do Grande Conquista e o complemento das Binários Norte e Sul, ambas margeando a Avenida dos Estudantes. 

Veja Mais:  Secretaria de Cultura realiza mapeamento cultural em Rondonópolis

Além de um novo visual para a avenida Daniel Clemente e a melhoria da sua infraestrutura, a revitalização possibilitará mais conforto e uma maior segurança para os milhares de condutores que trafegam diariamente pela região. 

A obra teve como ponto de partida o trecho da avenida nas imediações do início da Rodovia do Peixe, nas proximidades do acesso aos bairros Magnólia e Dona Fiúca. Segundo Fernando, o planejamento inicial é que a requalificação das duas pistas da Avenida Daniel Clemente seja concluída dentro de 30 dias, garantindo novo pavimento. 

O engenheiro da Sinfra comentou que todo o trabalho está sendo desenvolvido sem a necessidade, neste momento, de fechamento completo da avenida. Dessa forma, a orientação para os condutores que trafegam pelo local é que redobrem a atenção, pois as interdições acontecem apenas nas faixas em que a equipe da empresa contratada para executar a obra estiver atuando. 

Ação contínua
A recuperação da malha viária pavimentada de Rondonópolis é uma ação continua desenvolvida pela administração municipal desde 2017. 

Esse ano, por exemplo, a administração municipal já concluiu o serviço de aplicação de microrrevestimento asfáltico em mais de 380 mil metros quadrados de ruas e avenidas de diversos bairros da região da Vila Operária, a mais populosa da cidade. 

Neste momento, a prefeitura também avança com uma outra etapa de obras de revitalização do pavimento asfáltico de ruas e avenidas da cidade por meio do microrrevestimento. São duas frentes de trabalho que ao todo devem restaurar nesta etapa mais de 60 km de pavimento envelhecido, beneficiando mais de 30 bairros da cidade.

Veja Mais:  Simulado de acidente com produtos perigosos é realizado na BR-163 em Rondonópolis

Além disso, o município já realizou desde 2017 o recapeamento das vias do quadrilátero central com CBUQ e, ainda, fez a aplicação da lama asfáltica em ruas de vários bairros. 

Viabilizadas com recurso próprios, as obras de revitalização asfáltica da malha viária da cidade objetivam melhorar as condições do pavimento para trafegabilidade de veículos, além de valorizar e melhorar o visual das ruas e avenidas.

Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana