Rondonópolis

Santa Casa Rondonópolis é escolhida para participar de pesquisa da Fiocruz

Publicado

Foto: Assessoria

A Maternidade da Santa Casa Rondonópolis foi escolhida, pela Fundação Oswaldo Cruz – Fiocruz, para compor a amostra da pesquisa “Nascer no Brasil I”, que tem como objetivo principal avaliar a assistência ao pré-natal, às perdas fetais precoces, o parto e o nascimento no Brasil. Com isso, o hospital deve ajudar na melhoria da qualidade do atendimento a mulher e a criança. O anúncio e a assinatura do termo de consentimento aconteceram na manhã desta sexta-feira (9), durante a visita da pesquisadora da Fiocruz, Renata Cristina Beltrame, ao hospital.

No Brasil, a chance de dar à luz sem intervenções durante o trabalho de parto é remota. Apenas 5% das mulheres tiveram essa experiência, segundo a pesquisa Nascer no Brasil, feita em anos anteriores e coordenada pela Fiocruz. Muitos procedimentos passaram a ser usados de forma rotineira, causando mais traumas do que benefícios.

Entre os métodos utilizados para a pesquisa, estão as entrevistas individuais com os responsáveis pela Obstetrícia, Neonatologia, Epidemiologia e Farmácia. O formulário aborda a disponibilidade de recursos humanos, equipamentos e insumos, além da organização do processo de trabalho na assistência ao parto e ao nascimento.

O benefício em participar da pesquisa, é o de ajudar a promover a melhoria da atenção à saúde materno-infantil no Brasil. “A ideia é que os resultados deste levantamento, com representatividade regional, forneçam informações relevantes para a elaboração de políticas públicas nacionais e locais, visando assegurar a ampliação do acesso a serviços de saúde reprodutiva, a menor ocorrência de gestação indesejada, a redução da morbimortalidade materna associada às perdas fetais precoces e a maior satisfação de mulheres e profissionais de saúde na atenção às mulheres com internação hospitalar por perdas fetais precoces”, explicou o Dr. Sinésio Alvarenga, vice-presidente da Santa Casa Rondonópolis.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Assembleia de Deus esclarece que assaltante preso em Rondonópolis não é pastor

Rondonópolis

Assembleia de Deus esclarece que assaltante preso em Rondonópolis não é pastor

Publicado

José Genésio e Ildo Rodrigues- Foto: Assessoria

O pastor Ildo Rodrigues, secretário adjunto da diretoria da igreja evangélica Assembleia de Deus, em Rondonópolis, representante direto do pastor José Genésio da Silva, presidente da IEAD na cidade, esclareceu, na noite desta sexta-feira (7), que Raimundo Nonato de Souza, de 48 anos, preso em Rondonópolis durante um assalto que resultou na subtração de R$ 40 mil, em uma agência bancária local, não é um pastor da agremiação.

Diferente do que muitos veículos de comunicação divulgaram, aportados em falas informais levantadas por testemunhas, Raimundo é um membro cooperador da igreja, que teve seu encontro com Deus quando ainda estava no presídio da Mata Grande, para onde acaba de retornar. O pastor Ildo afirma que Nonato nunca recebeu da igreja tal cargo de liderança.

“Ele foi batizado nas águas, encontrou Jesus e como não podemos ter acesso a todos os atos da comunidade evangélica que existe dentro do presídio, Raimundo acabou, por algum momento, orando com seus irmãos de cela, louvando ao senhor e por seu perfil, eventualmente, pode ser que ali adquiriu certa liderança entre os dele. Mas isso jamais teve o crivo da igreja, a ponto de lhe ser atribuída tal nomenclatura”, detalhou.

Ildo acrescenta que o irmão Eli Alves foi quem sempre pastoreou e coordenou o trabalho da Assembleia de Deus dentro da Mata Grande. Eli perdeu a batalha para a COVID-19, em janeiro de 2021. “Raimundo chegou a ser solto pelo bom comportamento que acumulou, aqui fora o acolhemos, constituiu família e tornou se nosso cooperador, o que, obviamente, tem uma distância enorme até a posição de pastor”, reiterou.

Veja Mais:  Há 20 anos, Rondon Plaza Shopping transformava o comércio de Rondonópolis

O pastor diz que a igreja lamenta o fato, mas reforçou que apoia integralmente o trabalho da polícia e da Justiça no caso. ”Infelizmente, não podemos prever e muito menos impedir uma situação dessas. Muitos são os que nestas condições jamais retornam à sua antiga vida, mas há alguns que caem e a partir disso nós esperamos que a justiça dos homens faça seu trabalho, não nos resta mais nada. Deus, em sua infinita misericórdia, sempre estará de braços abertos pra ele e pra todos nós”, finaliza Ildo.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Unidades do Cras funcionam neste sábado (8) para entrega do cartão “Ser Família Emergencial”

Publicado


Os sete Centros de Referência em Assistência Social (CRAS), de Rondonópolis, vão estar abertos e funcionando neste sábado (08) das 7h até o meio dia, para a entrega dos Cartões de Auxílio Emergencial aos inscritos no programa de assistência social “Ser Família Emergencial” do Governo do Estado, que pretende beneficiar mais de 100 mil famílias de Mato Grosso, com um auxílio de R$ 150,00 durante cinco meses.

CRAS LOCAIS

Em Rondonópolis, os sete Centros de Referência em Assistência Social (CRAS), estão distribuídos por vários bairros como: CRAS – CEU – no Residencial Margaridas; CRAS – Ana Carla no Residencial Ana Carla; CRAS – Conjunto São José; CRAS – Rio Vermelho, próximo ao Centro POP; CRAS – Luz da Iara, próximo a feira da Vila Operária; CRAS – Jd. Iguaçu e, CRAS  – Alfredo de Castro.

O horário de atendimento aos contemplados pelo programa será das 7h às 12h (meio dia. As pessoas beneficiadas pelo programa, já estão sendo comunicadas via telefone pelos servidores dos CRAS locais, e deverão se dirigir pessoalmente a unidade mais próxima de sua residência portando o RG e o CPF.

De acordo com o programa “Ser Família Emergencial” da Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Setasc), cada beneficiário receberá um cartão magnético aceito numa rede pré-estabelecida do comércio local, que lhe dará direito a custear despesas de até R$ 150,00/mês, durante cinco meses.

Veja Mais:  Assembleia de Deus esclarece que assaltante preso em Rondonópolis não é pastor

“O valor é destinado à aquisição de alimentos, gêneros de primeira necessidade, não pode ser usado para comprar bebida alcoólica, por exemplo”, explicou a secretária Municipal de Promoção e Assistência Social Neiva de Col.

Inicialmente 16 empresas distribuídas em diversos bairros da cidade estão cadastradas para receber o Cartão Auxilio Emergencial. São açougues, mercearias, padarias, mercados e mini-mercados, e frutarias, etc.

De acordo com a Secretária Neiva, esse programa é fundamental nesse momento de pandemia, pois oferece um pouco mais de conforto e segurança alimentar para famílias extremamente carentes.

Em Rondonópolis, por exemplo, pelo menos 5.328 pessoas já se inscreveram e estão aptas a receber esse benefício emergencial. Toda via a expectativa é que pelo menos mais 1 mil pessoas também deverão ser alcançadas pelo benefício.

Todavia, os candidatos a receber o auxílio precisam preencher as exigências do programa, e ter renda média per capta de até R$ 89,00/mensais.

De acordo com a secretaria de Ação Social essa ação dos CRAS funcionarem num sábado, visa sobretudo, auxiliar as pessoas beneficiadas pelo programa a receber a primeira parcela do auxílio já nesse sábado (8), véspera do dia das mães.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Há 20 anos, Rondon Plaza Shopping transformava o comércio de Rondonópolis

Publicado

Foto: Assessoria

O dia 7 de maio 2001 ficou marcado na história de Rondonópolis, como a data que o comércio da região subiu de nível e os consumidores puderam experimentar o conceito “de tudo em um só lugar”, assim era inaugurado o Rondon Plaza Shopping que em 20 anos se consolidou como maior centro comercial e de serviços da região sudeste de Mato Grosso. O impacto da chegada do shopping foi imediato modernizando e ampliando a forma dos rondonopolitanos de fazer compras, utilizar serviços e se divertir.

Essa data significativa para o setor, também repercute entre as entidades ligadas ao comércio de Rondonópolis e região. O presidente da Associação Comercial e Industrial de Rondonópolis (ACIR), Renato Del Cistia destaca a importância do empreendimento para região da grande Aurora, e para toda a cadeia de fornecedores que atenderam a construção da estrutura do shopping e na sequência das lojas. “Era uma região que acabava vindo da Avenida Lions, e dali para frente era mato e não tinha quase nada. No fim da década de 90 quando do lançamento do shopping aquela região começa a tomar corpo e uma nova identidade, com um impacto muito importante para economia, primeiro porque os construtores faziam questão de comprar na cidade, e você se obrigava a ter um comércio melhor e preparado para atender a obra do shopping. Agora, passados 20 anos a região se desenvolveu e hoje quanto está um metro quadrado por lá, com prédios residenciais, um grande hotel e um prédio comercial para sair, portanto, o Rondon Plaza foi um divisor de águas para Rondonópolis e parabéns aos empreendedores e ao Rondon Plaza Shopping”, comentou.

Veja Mais:  Unidades do Cras funcionam neste sábado (8) para entrega do cartão "Ser Família Emergencial"

Para o presidente da Câmara de Diretores Lojistas de Rondonópolis (CDL), Thiago Speranza a vinda do shopping para Rondonópolis mudou conceitos e modernizou o jeito os clientes realizarem suas compras. “Nós desejamos as nossas felicitações a todos do Rondon Plaza Shopping, o pessoal do administrativos, lojistas e colaboradores. Nós como presidente da CDL entendemos que foi um marco para Rondonópolis pensar que há 20 anos atrás, os empresários tiveram esta visão de empreender, onde transformou muito a cultura local do comércio, principalmente no formato de lojas, no modelo de estacionamento com segurança, um horário amplo e uma praça de alimentação com variadas opções. Então com muito orgulho, nós queremos agradecer o afinco não só da gestão do shopping, mas também aos empresários que acreditam, e com isso, contem com a CDL e obrigado pela parceria que temos dos últimos anos”, disse.

Parte do grande êxito do Rondon Plaza é de responsabilidade das empresas e lojas que atuam em vários seguimentos dentro do shopping, que são representados pela Associação de Lojistas do Rondon Plaza Shopping (Alorps), o atual presidente Gileno Gomes de Almeida, acredita que o RPS tem uma a crescer. “Nós estamos sonhando com a passagem desta pandemia, para que possamos realizar os projetos que não tivemos a oportunidade de colocar em prática, no momento estamos com muito trabalho de mídia, pois que não é visto não é lembrado e vamos mostrar a cara das lojas do Rondon Plaza, com o canal no YouTube com muita coisa legal, como no quadro semanal Café com Lojista, para estarmos mostrando o que temos de melhor nas lojas e dos nossos empreendimentos”, concluiu.

Veja Mais:  Enfermeiros pede apoio da Câmara Municipal de Rondonópolis para aumento do piso salarial

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Rondonópolis (Sincomroo), Geovane Reis Sales exalta o fortalecimento do setor com a chegada do shopping há duas décadas. “Com o Rondon Plaza Shopping, o comércio varejista de Rondonópolis ganhou mais força, com as novas opções para os consumidores, um horário mais ampliado e a possibilidade de encontrar quase todos os segmentos em um só lugar. Hoje, o shopping faz parte da vida dos rondonopolitanos e só temos que felicitar a todos que fazem parte desta história de sucesso”, destacou.

Com seus 20 anos, o Shopping está recebendo uma repaginação visual e a modernização de alguns espaços. Para este ano emblemático, o superintendente do Rondon Plaza, Giovanni Zem adianta que o maior centro de compras e serviços do interior de Mato Grosso estará diferente. “Nós escolhemos 2021 para fazer esta grande reformulação na aparência do shopping, por se tratar de uma data de extrema importância para nós, chegar com 20 anos em forma, firme e forte. Iniciamos uma repaginação no shopping, tanto na parte externa como interna, na área de caminhada, uma pintura nova e uma nova logo. Junto com isso, ficamos muitos felizes de receber visita de grandes empresários e lojistas nacionais interessados em empreender em nosso espaço”, finalizou.

Rondon Plaza em números: Área total construído de 24 mil m², em um terreno 61.062,37 m². São 90 lojas e 30 quiosques, além de uma praça de eventos. Segundo o senso de 2020, o Rondon Plaza oferta 850 funcionários diretos e aproximadamente 500 empregos indiretos, que incluem alfaiates, produtores rurais, contadores, entregadores e autônomos.

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana