Rondonópolis

Vereadores e deputados se unem em prol das empresas do segmento noturno de Rondonópolis

Publicado

Vereadores e deputados se unem em prol das empresas do segmento noturno de Rondonópolis

Foto: Assessoria

Reivindicando o direito de trabalhar e de manter as empresas abertas, os segmentos de bares, restaurantes e similares se reuniram com Deputados Estaduais e Vereadores de Rondonópolis buscando soluções para a urgente situação de instabilidade financeira e demissões em massa vivenciadas pelos setores.

A perspectiva de recessão mundial é uma realidade cruel e bastante próxima, com as inúmeras paralisações no País. Rondonópolis vivencia neste momento a continuidade na redução do horário de funcionamento dos setores noturnos. Mal se recuperaram do ano de 2020 e a realidade continua difícil e preocupante.

Em reunião realizada no auditório da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Rondonópolis – Acir, mais uma vez, os setores buscaram medidas efetivas para auxiliar na flexibilização, mesmo que parcial do horário de funcionamento de suas empresas.

Com o apoio dos vereadores presentes, o presidente da Comissão de Indústria e Comércio, ficou acertado que o vereador Cido Silva (PSC), elaborará um ofício ao Prefeito José Carlos do Pátio e ao Comitê de Gestão de Crise, solicitando as flexibilizações nos horários de funcionamento.

A Deputada Estadual Janaina Riva (PMDB), acompanhou a reunião de forma on-line e garantiu que estará levando a demanda solicitada pelos segmentos juntamente com os vereadores ao Prefeito de Rondonópolis, “O que não pode acontecer é inviabilizar o funcionamento de setores que produzem e geram um impacto gigantesco na geração de emprego e renda. Nós estamos falando de 12 mil empregos na cidade, quem está trabalhando não aglomera, e desta forma segue os protocolos sanitários.”, diz a deputada Janaina Riva.

Veja Mais:  CDL emite nota contra 'Lockdown' em Rondonópolis

Para o Presidente da Acir, Renato Del Cistia, o foco deve ser nas aglomerações e festas clandestinas, na fiscalização ao cumprimento dos protocolos sanitários e, não a inviabilização da abertura de quem está garantindo milhares de empregos com responsabilidade, com cumprimento de protocolos, com respeito a vida, com respeito a saúde e, girando a economia, “As aglomerações estão matando pessoas e quebrando empresas, é nítido que dentro de um estabelecimento comercial as regras sanitárias são exigidas e cumpridas. Não é justo um empresário fechar o estabelecimento enquanto a aglomeração acontece sem nenhuma fiscalização. Estamos aguardando um posicionamento do Poder Público quanto a essas reivindicações, essa união entre os deputados e vereadores ecoará longe.”, finaliza, Renato Del Cistia.

Os últimos decretos municipais sempre mencionaram a obediência ao Decreto Estadual nº 874, e os requerimentos feitos na reunião vêm em conformidade com a classificação de risco que está Rondonópolis, ou seja, autorização para o funcionamento, nos seguintes dias e horários:

I – de segunda a sábado até às 22h;

II – aos domingos que os restaurantes e congêneres, inclusive localizados em

shopping centers, possam funcionar até as 15h;

IV- Liberação do funcionamento aos feriados nos horários determinados;

V- que o toque de recolher seja a partir das 23h.

A Acir conta mais uma vez com a sensibilidade do Prefeito e do Comitê Gestor de Crise e acredita que essas medidas são importantes vetores de pacificação social, de preservação de empresas e de empregos, colaborando para atenuar os graves efeitos econômicos da crise de saúde pública.

Comentários Facebook

Rondonópolis

Hotel é isolado pela vigilância sanitária após hospede morrer de Covid-19 em Rondonópolis

Publicado

Unidade de Pronto Atendimento de Rondonópolis-Foto: Assessoria

Um hotel foi isolado pela Vigilância Sanitária de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, nesta sexta-feira (18), após um hóspede testar positivo e morrer em decorrência da doença.

A vítima viajou do Paraná para Mato Grosso e estava há quatro dias hospedado no hotel. Durante a hospedagem, o homem passou mal e morreu.

Para evitar o contágio da doença, o hotel ficará fechado até passar pelo processo de sanitização.

De acordo com a administração, todos os funcionários também farão o teste para Covid-19 para evitar a proliferação da doença.

Da redação com G1

Comentários Facebook
Veja Mais:  Prefeitura de Rondonópolis paga a 1ª parcela do 13º salário nesta sexta-feira
Continue lendo

Rondonópolis

Secretaria de Saúde prioriza a aplicação da segunda dose da vacina Coronavac na próxima semana

Publicado

Com o estoque abastecido, a Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Rondonópolis irá na próxima semana concentrar esforços na aplicação de segundas doses da vacina contra Covid-19 da Coronavac/ Butantã.  A intenção é atualizar o calendário de vacinação para quem está aguardando o reforço do referido imunizante.

As doses de reforço da Coronavac em atraso, por causa de falta de fornecimento do imunizante pelo Ministério da Saúde, começam a ser aplicadas na terça-feira (22), em idosos com mais de 66 anos. Na quarta-feira (23), será para quem tem mais de 65 anos; na quinta (24), mais de 64 anos; na sexta (25), acima de 62 anos; e no sábado, 60 anos acima.

A vacinação do reforço da Coronavac do referido público etário será nos ESFs Paineiras, André Maggi, Padre Miguel, Pedra 90, Dom Osório, Morumbi, Serra Dourada e no Centro de Saúde  Cohab Velha.  O horário de atendimento é das 8h ás 11h e das 13h ás 16h30.

Além destes locais, a segunda dose da Coronavac será ofertada também pelo sistema drive-thru nos postos de atendimentos instalados no Estádio Municipal Luthero Lopes e no campus da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR).

A Secretaria programou também para fazer, entre os dias 22 e 26 de junho, a vacinação in-loco da segunda dose da Coronavac em idosos acamados com mais de 60 anos.

Veja Mais:  Alunos assistem à palestra de Conscientização Ambiental de Prevenção às Queimadas em Rondonópolis


Lactantes e Puérperas

Além da aplicação da Coronavac, durante a próxima semana, a secretária também seguirá com a aplicação da primeira dose da vacina da Pfizer em lactantes e puérperas, no Centro Cultural José Sobrinho, das 8h às 11h e das 13h às 16h30.

A programação prevê a imunização com a primeira dose da Pfizer, na próxima terça-feira (22) e quarta-feira (23), de gestantes, puérperas e lactantes com crianças de até oito meses.
Já na quinta-feira (24) e sexta-feira (25), a aplicação da primeira dose será em gestantes, puérperas e lactantes com crianças com até um ano.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Programa municipal de regularização fundiária chega ao Jardim Arco-íris

Publicado


Em continuidade à execução do Programa Morar Legal – Escritura na mão, a Prefeitura de Rondonópolis, por meio do Departamento de Regularização Fundiária da Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo (SMHAU), promove na próxima semana uma ação para atender os moradores do Jardim Arco-íris. Na ocasião, as famílias terão a oportunidade de atualizar o processo à titulação do imóvel.

 “Vamos revisar todos os processos, visando atualizar os documentos e as informações para concluir a regularização, que está na fase final já”, informa a gerente do Departamento de Regularização Fundiária, Maristela Moraes. Os atendimentos serão realizados na Escola Municipal da Vila Paulista, entre os dias 21 e 25 de junho, das 14h às 17h45. O uso de máscara é obrigatório.

Morar Legal

Criado pela Prefeitura de Rondonópolis, o programa Morar Legal – Escritura na Mão vem possibilitando a regularização fundiária de imóveis urbanos em diversos bairros da cidade, permitindo a entrega da escritura dos imóveis e dando plenos direitos de posse aos seus proprietários. Nos últimos quatro anos, o programa de regularização já beneficiou mais de 11 mil famílias de Rondonópolis.

O título definitivo devidamente registrado no cartório é a garantia jurídica que o cidadão tem para afirmar ser o legítimo proprietário do imóvel em que vive. Além de valorizar o terreno, constitui herança e ainda possibilita ao acesso ao financiamento bancário para obra de reforma da casa.

Veja Mais:  Alunos assistem à palestra de Conscientização Ambiental de Prevenção às Queimadas em Rondonópolis

 “O programa foi criado pela Prefeitura para dar dignidade e segurança às famílias que não possuem a escritura dos imóveis em que vivem. É uma iniciativa para assegurar que o cidadão não tenha somente a posse, mas, também, o direito legal e a propriedade da sua moradia”, destaca a secretária municipal de Habitação e Urbanismo, Huani Rodrigues.

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana