conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Mato Grosso

Comunicado do governador Mauro Mendes aos fornecedores

Publicado

Assumimos o Governo no último dia primeiro de janeiro em uma situação financeira que todos os fornecedores de Mato Grosso conhecem. Com restos a pagar na ordem de R$ 3,9 bilhões.

Os números se tornaram públicos na última semana, após darmos transparência ao cenário econômico e de gestão que encontramos no Estado.

São empresas e prestadores de serviço dos mais variados segmentos, que mantêm toda a estrutura do Estado em pleno funcionamento. Desde serviços básicos e importantes como limpeza, alimentação e fornecimento de material de expediente, a compra de medicamentos, locação de viaturas e prestação de serviços médicos e hospitalares.

Os restos a pagar estão acima da capacidade econômica atual e, por isso, tomamos medidas drásticas e aguardamos a aprovação da Assembleia Legislativa de Mato Grosso. 

Entre as medidas estão o corte no número de cargos comissionados, de gratificação e contratados; a redução de 24 para 15 no número de secretarias e a extinção de seis empresas públicas; a criação da Lei de Responsabilidade Fiscal Estadual, que estabelece normas de finanças públicas que propiciarão a contenção do déficit financeiro, reequilíbrio entre receitas e despesas e recuperação da capacidade de investimento público; estamos propondo também o aumento na contribuição do setor do Agronegócio, com o Novo Fethab, bem como outros ajustes na Tributação para a elevação da receita. Iremos implementar um gigantesco programa de combate à sonegação fiscal.

Veja Mais:  Procon-MT inicia ação de monitoramento de produtos e alerta consumidores

Todas essas medidas visam o reequilíbrio financeiro do Estado, com a contribuição de todos os setores da sociedade. Nossa expectativa é que, se tudo for aprovado na Assembleia, possamos dar início ao processo de reorganização das contas públicas, com a entrada de mais recursos financeiros nos cofres do Estado e a diminuição dos gastos públicos.

Com essas ações acima, queremos demonstrar aos senhores que estamos trabalhando para criar todas as condições necessárias para estancar o crescimento dos restos a pagar e dar início ao processo de quitação dos débitos, para que a população não sofra com a interrupção dos serviços públicos. 

Estamos tratando a situação com a seriedade que ela merece e há apenas uma forma que conhecemos para equacionar tudo isso: é colocar Deus na frente e trabalhar. 

Contamos com a parceria e que depositem um crédito de confiança em nosso trabalho.

Mauro Mendes
Governador de Mato Grosso

Comentários Facebook

Mato Grosso

TCE acolhe recurso do MPC e manda ex-gestor e empresa devolverem R$ 309 mil

Publicado

Assunto:
REPRESENTACAO (NATUREZA INTERNA)
Interessado Principal:
SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA E LOGISTICA
JAQUELINE JACOBSEN
CONSELHEIRA INTERINA
DETALHES DO PROCESSO
INTEIRO TEOR
VOTO DO RELATOR
ASSISTA AO JULGAMENTO

O Pleno do Tribunal de Contas de Mato Grosso determinou o ressarcimento de R$ 309.831,70 em razão de irregularidades na Concorrência nº 25/2013-Setpu e na execução da obra de “Construção de Ponte de Concreto Pré-Moldado protendido sobre o Rio Lira, na Rodovia MT-242, Trecho: Sorriso – Ipiranga do Norte” (Contrato nº 279/2013-Setpu). Foram condenados o ex-secretário da Setpu, Estado Cinésio Nunes de Oliveira e o ex-gerente de Obras José Gonçalo da Costa, bem como a empresa Engeponte Construções Ltda.

O processo nº 17.504-8/2013 tratou de recursos ordinários interpostos pela empresa Engeponte Construções Ltda. e pelo Ministério Público de Contas, em face do Acórdão nº 658/2016-TP, que julgou procedente Representação de Natureza Interna em desfavor da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística. A relatora, conselheira interina Jaqueline Jacobsen, na sessão plenária de 11/06, apresentou seu voto negando provimento ao recurso da empresa enquanto e dando provimento às proposições do MPC.

Ao acolher o recurso do MPC, foi alterado o Acórdão 528/2016, acrescentando a condenação de ressarcimento de R$ 309.831,70 ao erário do Estado, além de multa individual de 10% sobre o valor do prejuízo. Assim, foram condenados o ex-secretário de Estado Cinésio Nunes de Oliveira e o ex-gerente de Obras José Gonçalo da Costa, bem como a empresa Engeponte Construções Ltda a restituírem aos cofres do Estado, em solidariedade e com recursos próprios, o montante de R$ 198.536,94, no prazo de 60 dias, em virtude do superfaturamento oriundo do pagamento de valores com sobrepreço na execução do serviço “Estaca Raiz em Solo, de seção circular D=40cm”.

Veja Mais:  Cinco são presos com arma de fogo, droga e munição no Pedra 90

O ex-secretário de Estado, o ex-gerente de Obras, a empresa e o então fiscal do contrato Nilvo Eduardo Borges de Almeida devem restituir o montante de R$ 111.294,76, no prazo de 60 dias em virtude do pagamento de valores por quantitativos não executados no serviço “Escoramento com Madeira OAE”.

Também foram aplicadas multas a Cinésio Nunes de Oliveira, José Gonçalo da Costa e à empresa na quantia de 10% sobre o valor corrigido do dano de R$ 198.536,94, proveniente do superfaturamento do preço do serviço “Estaca Raiz em Solo”. O trio e ainda o fiscal do contrato foram multados em 10% sobre o valor corrigido do dano de R$ 111.294,76, proveniente do pagamento do serviço “Escoramento com Madeira OAE” em quantitativos superiores aos efetivamente executados.

O Pleno determinou à Secretaria de Controle Externo de Obras e Infraestrutura que instaure Tomada de Contas Ordinária, para que se apure a possível concretização do prejuízo ao erário, na ordem de R$ 114.012,86, provenientes de pagamentos realizados por serviços não executados, bem como sejam evidenciadas as condutas e os respectivos responsáveis, para assegurar a devida responsabilização e a devolução dos valores aos cofres do Estado.

Serão encaminhadas cópias dos autos ao Ministério Público Estadual, para adoção das medidas cabíveis acerca do dano constado, e ao Tribunal de Contas da União, a fim de possibilitar a avaliação do possível prejuízo oriundo dos pagamentos dos serviços de “Estaca Raiz em Solo”, acima dos valores praticados no mercado regional, na execução do Contrato 351/2008.

Veja Mais:  Reeducandos conquistam vagas em universidades públicas de MT

Fonte: TCE MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Doadores de sangue que trabalham na BR-163 falam sobre a ajuda a vítimas de acidentes

Publicado

Integrantes da Rota do Oeste compõem o banco de doadores em Mato Grosso

As vítimas de acidentes de trânsito estão entre as pessoas que mais necessitam de doação de sangue. Em Mato Grosso, o estoque dos bancos públicos está abaixo da demanda. No Dia Mundial do Doador de Sangue (14 de junho), a Rota do Oeste, responsável pela BR-163, faz o alerta à necessidade de doações de bolsas. Entre os doadores já cadastrados estão funcionários da Concessionária, que além do interesse em ajudar o próximo, contribuem com as vítimas de acidentes na rodovia em que trabalham.

O condutor socorrista da equipe de resgate da Rota do Oeste em Acorizal, Lúcio Bispo da Silva, 25, é doador de sangue desde os 18 anos. Ele conta que fez a primeira doação para o filho de amigos que precisava de transfusão do mesmo tipo sanguíneo que o dele. Depois disso, decidiu se cadastrar como doador para ajudar outras pessoas.

“Eu sempre trabalhei na área da saúde e vejo o quanto a doação de sangue é importante. Atuando agora na BR-163, esse entendimento de que um ato simples pode salvar vidas é ainda maior”, destaca.

No caso do operador de tráfego em Nova Mutum, Rinaldo de Souza, o cadastro como doador de sangue surgiu por necessidade da própria filha. Há 27 anos, ela foi diagnosticada com leucemia e precisava de transfusões de sangue com frequência. Na época, Rinaldo lembra que os estoques nos bancos de sangue eram baixos, por isso, tornou-se doador.

Veja Mais:  Gestor de Nova Mutum deve regularizar cessão de uso de imóveis públicos

“Eu vivi o que é precisar de doações de sangue e não ter. Trabalhando na BR-163 vejo isso diariamente, com o atendimento a acidentes em que as pessoas são transferidas para unidades de saúde, necessitando urgente de transfusões. O sangue doado não faz falta alguma para o doador, mas muda a vida de alguém”, pontua Rinaldo.

Em 2019, a Rota do Oeste registrou o encaminhamento de 38 vítimas graves de acidentes no trecho concessionado da BR-163. O gerente de Operações da Concessionária, Wilson Ferreira, destaca que o encaminhamento para unidades de saúde pode levar a necessidade de transfusões de sangue para cirurgias ou outros procedimentos médicos.

“No caso das vítimas de acidentes de trânsito a disponibilidade da oferta de bolsas de sangue é fundamental na sobrevida. Por isso, a importância de manter os bancos com quantidades suficientes para atender às vítimas”, pontua.

Apoio – A coordenadora do Hemocentro MT, Gian Carla Zanela, explica que na maioria dos casos graves de vítimas de acidentes, quando não há necessidade de doação durante o atendimento, haverá no processo de recuperação. “A média de doadores do Hemocentro é de 60 por dia, sendo que só o Pronto Socorro de Cuiabá, por exemplo, necessita de 715 bolsas por mês. Precisamos e muito de doadores”, disse Gian Carla.

Para ser um doador é necessário ter entre 18 e 65 anos, estar acima dos 50 kg e apresentar boas condições de saúde. Estão proibidas as pessoas que tiveram hepatite depois dos 10 anos, portadores de DSTs, sífilis e doença de chagas, usuários de drogas ou quem teve relações sexuais (com parceiro desconhecido ou eventual) sem o uso de preservativos.

Veja Mais:  Superintendente da PRF-MT diz que não aceitará bloqueios em rodovias federais do estado

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Hospital de Câncer lança campanha em apoio à Pediatria

Publicado

“Eu abraço a vida”. É com esse tema que o Hospital de Câncer de Mato Grosso (HCanMT) lança a 8ª Campanha do McDia Feliz. O objetivo é dar continuidade na captação de recursos para a reforma da Internação Pediátrica do HCanMT com a comercialização das camisetas da campanha (R$ 25), das camisetas premium edição limitada (R$ 50), dos tíquetes que dão direito a um Big Mac no dia 24 de agosto (R$ 17) e bottons (R$ 3).

Com a venda dos tíquetes de Big Mac e as camisetas da campanha nos anos anteriores, o HCanMT construiu e mantém o Espaço da Família (local de aconchego e humanização para pacientes pediátricos e suas famílias), construiu a UTI Pediátrica, adquiriu parte dos equipamentos para esta UTI e deu início à captação de recursos para a reforma da Internação Pediátrica. A Bom Futuro apadrinha a campanha do Hospital desde o primeiro ano.

“Precisamos muito do apoio de empresas, amigos, parceiros, voluntários e instituições que abraçam a vida para que as crianças e adolescentes do Hospital possam continuar sentindo-se aconchegados nos braços das pessoas que tanto amam”, aponta a Coordenadora da Campanha do McDia Feliz no HCanMT Silvia Negri. Informações gerais sobre o McDia Feliz pelo (65) 3648-7567 ou 3648-7540 e através das redes sociais da Instituição.

Como posso ajudar?

São várias as formas de apoiar as crianças do Hospital no McDia Feliz, campanha nacional em parceria com o Instituto Ronald. Confira algumas:

Veja Mais:  Taques e Mauro discutem processo de transição no Palácio Paiaguás

Compra dos itens da campanha: a equipe do Hospital estará comercializando as camisetas da campanha, as camisetas premium e os bottons no Setor de Desenvolvimento Institucional HCanMT no período comercial (segunda-sexta das 7h às 18h sem intervalo para almoço e sábado das 7h30 às 11h30). Além disso, outros pontos de venda estarão disponíveis e serão divulgados pelas redes sociais do Hospital (Facebook e Instagram) e também podem ser informados pelos telefones (65) 3648-7564, 3648-7567, 3648-7540, 3648-7544 ou 9.8435-0386 (Whats).

Patrocínio de camisetas: as empresas, órgãos e instituições podem patrocinar a confecção das camisetas da campanha a partir de 100 camisetas. A logo da empresa patrocinadora vai atrás da camiseta, que é comercializada em vários pontos da capital e interior do estado. Os interessados em receber a proposta de patrocínio devem entrar em contato pelos números (65) 3648-7564, 3648-7567, 9.8435-0386 (Whats) ou pelo e-mail di@hcancer.com.br e jornalismo@hcancer.com.br.

Voluntário: o Hospital precisa de voluntários para apoio no McDia Feliz, seja na atuação que antecede o dia 24 de agosto, dia nacional da campanha, ou para ajudar a Instituição na ação do dia. As inscrições logo serão abertas e divulgadas. Mais informações com a Responsável pelo Voluntariado Cleuza Pereira pelos contatos (65) 3648-7560, (65) 9.9259-3002 ou pelo voluntariado@hcancer.com.br.

Compra de lanches para as creches: os interessados em ajudar em dobro, ainda podem adquirir o tíquete de Big Mac, no Hospital ou nos pontos de venda, e doá-los para as crianças das creches Escola de Educação Básica Municipal Profª Gracildes Melo Dantas localizada no Altos da Glória, no Grupo Fraterno Associação Espírita Joanna de Angelis que fica no bairro Bela Vista, Lar de Amparo Eurípedes Barsanulfo no bairro Novo Paraíso II e Creche Municipal Caic Eldorado localizada no bairro Jardim Eldorado.

Veja Mais:  Gestor de Nova Mutum deve regularizar cessão de uso de imóveis públicos

Pontos de venda: as empresas, escolas ou órgãos que possuem um grande fluxo de pessoas, podem ceder permissão para que o Hospital apresente a campanha e monte um ponto de venda. O Hospital tem a possibilidade de apresentar o McDia para todos os colaboradores ou até mesmo passar nos setores para a comercialização dos itens. Mais informações sobre pontos de venda pelo (65) 3648-7544, 9.8435-0386 (Whats) ou projetos@hcancer.com.br.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana