Rondonópolis

Cai o número de casos de dengue em Rondonópolis

Publicado

Foto: Divulgação

Rondonópolis registrou queda no número de casos confirmados de dengue, doença transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti, nos últimos três meses deste primeiro semestre.

A informação foi confirmada ao Portal MT nesta quarta-feira (04) pela gerente do Departamento de Saúde Coletiva do Município, Gil Machado.

Segundo os dados divulgados pela gerente, foram confirmados no município de Janeiro a Julho, 1208 casos de dengue e 1 óbito.

 Os meses de Janeiro e Fevereiro foram os mais críticos, pois o inseticida para combater o mosquito ocorreu o atraso no envio pelo governo federal, chegando  no inicio do mês de março. Os protocolos não permitem que o município compre o produto, somente o governo federal faz as liberações.

Já com a estratégia  de ampliação e combate ao mosquito Aedes Aegypti nos bairros no mês de abril, com aumento da área de aplicação de inseticida com fumacê, no segundo trimestre caiu significativamente os números.

Veja os números:

Mês Casos
Janeiro 116
Fevereiro 243
Março 307
Abril 280
Maio 131
Junho 93
Julho 38

“Com nossas ações de mapeamentos, ampliação nas estratégias de combate ao Aedes Aegypti em parceria com a Unidade de Controle de Zoonoses (UCZ) conseguimos reduzir significativamente os números de casos de dengue no município. Mas é importante a população se cuidar, período das chuvas acabou, mas estamos no período da seca, onde o mosquito buscará abrigo nos locais onde estão com água parada. Por isso têm que se manterem as limpezas nos quintas das casas para evitar a proliferação do mosquito”. Disse Gil Machado.

Veja Mais:  Atletas de Rondonópolis precisa de ajuda para disputar competição em Cuiabá

Esportes

Atletas de Rondonópolis precisa de ajuda para disputar competição em Cuiabá

Publicado

Foto: Assessoria

A Rondonópolis Associação de Atletismo e Esporte Inclusivo (RAAEI) estará participando do Campeonato Estadual de Atletismo na Cidade de Cuiabá MT. Ao todo 15 crianças e adolescente irão participar e para isso acontecer, a entidade precisa de doações para custear as despesas da viagem até a capital Cuiabá.

A competição irá acontecer nos dia 10 e 11 de Outubro.

 “Estamos solicitando apoio para viabilizar a nossa participação,  adotando uma atletas com o pagamento da suas diárias do hotel com o valor de R$120 reais e quem ajudar poderá pagar diretamente na conta bancária do hotel ou da associação de atletismo”. Afirmou o professor Elias José.

Maiores informações- 996369894

Segue contas para depósitos.

AG- 6879

C/C- 24814-1

Banco Itaú.

CNPJ: 30.026.379/0001-70

Prezotto e Hotel Eirelli

 Conta da Associação:

Agência: 2970-X

C/C: 123947-3

CNPJ: 20.305.332/0001-91

Banco do Brasil.

Veja Mais:  Almir Batista confirma disputa a uma vaga na Câmara Municipal de Rondonópolis
Continue lendo

Rondonópolis

Servidores públicos do município de Rondonópolis recebem nesta terça-feira (29)

Publicado

Foto: Assessoria

A Prefeitura de Rondonópolis, por meio da Secretaria Municipal de Finanças, realizou nesta segunda-feira a transferência bancária referente a folha de pagamento do mês de setembro dos servidores públicos do município que poderão fazer o saque dos valores ao longo desta terça-feira (29). No total foram injetados na economia local R$ 15.025.583,41.

Veja Mais:  Atletas de Rondonópolis precisa de ajuda para disputar competição em Cuiabá
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia Civil vai investigar ataque de “robôs” às redes sociais de Zé do Pátio

Publicado

Foto: Ilcimar Aranhas/PORTAL MT

O Ministério Público Eleitoral (MPE) enviou nesta segunda-feira (28) um procedimento à Polícia Judiciária Civil (PJC) para que investigue o ataque de “robôs” às redes sociais do prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio (SD), candidato à reeleição no próximo dia 15 de novembro. Na última quinta-feira (24), a juíza da 46ª Zona Eleitoral de Rondonópolis, Milene Aparecida Pereira Beltramini, enviou o caso para o MPE para que investigasse possíveis envolvidos nos ataques.

O pedido de abertura de um inquérito civil e criminal foi feito pelos advogados do candidato José Carlos do Pátio por meio de uma notícia-crime, para que seja investigada a possível violação à Lei Geral de Proteção a dados Pessoais (Lei nª 18.853/2019).

As suspeitas de ataque de “robôs” têm como base uma movimentação atípica, registrada em postagens na página do prefeito no Facebook no dia 18 de setembro e que foi notificada ao Facebook no dia 21, conforme link dos posts enviado à Justiça Eleitoral junto à representação.

De acordo com levantamento realizado pelos advogados, houve um aumento na interação na página do prefeito 3,2 vezes maior que a média das publicações realizadas conforme pesquisa feita na página de José Carlos do Pátio. Já no dia 21, foi aberto um chamado junto ao suporte do Facebook para que fosse averiguado o que estava acontecendo na página do prefeito.

Veja Mais:  Siar Sul MT elege nova diretoria em Rondonópolis

Segundo o advogado Lenine Póvoas, além da referida constatação, é possível observar que a interação realizada com a página de José Carlos do Pátio levanta suspeita em decorrência do nome dos usuários que realizaram curtidas na publicação. “Conforme é possível constatar, diversas curtidas foram realizadas por usuários de origem árabe”, disse o advogado.

OS ATAQUES

Na representação enviada à 46ª Zona Eleitoral de Rondonópolis, os advogados do prefeito José Carlos do Pátio alertam sobre a possível utilização de robôs por terceiros para tentar causar prejuízos junto aos seguidores das redes sociais do prefeito. “A situação se mostra atípica durante o processo eleitoral, porque poderá ser imputado ao requerente [José Carlos do Pátio] eventual uso de “robôs” para impulsionar as suas redes sociais”, destacou o advogado Lenine Póvoas.

No documento enviado à PJC, a promotora eleitoral da 46ª Zona Eleitoral de Rondonópolis, Patrícia Eleutério Campos Dower, cita o Código Eleitoral, no artigo 57-B, § 3º, que diz que é “vedada a utilização de impulsionamento de conteúdos e ferramentas digitais não disponibilizadas pelo provedor da aplicação de internet, ainda que gratuitas, para alterar o teor ou a repercussão de propaganda eleitoral, tanto próprios quanto de terceiros”.

“O que, a depender do caso concreto, pode configurar a prática de crime(s), o Ministério Público Eleitoral se manifesta pela remessa do presente procedimento à autoridade policial competente, requisitando-se a realização de investigações preliminares acerca dos fatos mencionados na notitia criminis , sem prejuízo de instauração de procedimento inquisitivo se for o caso”, escreveu a promotora eleitoral.

Veja Mais:  Prefeitura realiza live para prestação de contas do 2º quadrimestre nesta quarta (30)

Continue lendo

CAMPANHA COVID-19 ALMT

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana