Rondonópolis

Codipi aprova 35 projetos de empresas para atuação nos distritos industriais

Publicado

Foto: Assessoria

Em consonância com o trabalho em infraestrutura que a atual gestão vem realizando nos distritos industriais de Rondonópolis, que proporciona a esses locais condições favoráveis para abrigar novos empreendimentos, expandir os já existentes e consolidar o setor industrial do município, o Conselho Diretor de Política de Desenvolvimento Industrial (Codipi) se reuniu, na tarde de ontem (14), no Paço Municipal, para deliberar sobre projetos que prometem investimento e geração de emprego e renda para a cidade.

Logo no início do encontro, foi debatida a oferta de serviço aeroportuário no município tanto sob o ponto de vista da qualidade quanto da diversidade de rotas disponíveis, ampliando o leque de destinos para os quais se possa voar ou dos quais se possa receber visitantes e, também, a quantidade de voos disponíveis semanalmente. “A ideia é estimular bons serviços aéreos para que munícipes e pessoas de fora, inclusive investidores, que venham a Rondonópolis, possam usufruir dessa atividade. Por isso, queremos abrir espaço para o diálogo e contribuições que essas conversas possam gerar entre a Prefeitura, a concessionária responsável pelo aeroporto e a companhia aérea que lá opera”, diz o presidente do Codipi, Alexsandro Silva, que também é secretário de Desenvolvimento Econômico. Assim, uma comissão com membros do órgão foi formada para mediar essa interlocução.

Em seguida, entrou em pauta a aprovação de projetos de algumas empresas que pretendem investir no município e estão pleiteando área para se estabelecerem ou ampliarem suas instalações. “Nesse momento, quase todas as empresas são de Rondonópolis. Então, essa é uma maneira de valorizar o empresário local, além de atrair novos investidores para a cidade”, observa Alexsandro e prossegue: “Nos primeiros dez anos, o contrato é feito a partir de alienação fiduciária. Depois desse período, desde que cumpridos os critérios estabelecidos na lei 2.213 de 1994, que é a lei de incentivo que dispõe sobre a política de desenvolvimento industrial do município, o proprietário pode fazer a escritura no nome da empresa”.

Veja Mais:  Projeto possibilita potencializar a autoestima e o protagonismo estudantil em Rondonópolis

Postulantes a uma área para instalar sua empresa podem se dirigir à Secretaria de Desenvolvimento Econômico para apresentar seus projetos, os quais devem demonstrar viabilidade econômica e financeira, respeito à legislação ambiental e apresentar geração de emprego e renda. “O projeto é submetido ao Codipi para avaliação. Caso aprovado, é feito o contrato e o empresário tem dois anos para cumprir com adimplência o pagamento nas condições acordadas e realizar a construção na área”, explica o presidente do Codipi.

Nessa quinta-feira foram aprovados 18 projetos. Antes deste, foi realizado outro debate no qual 17 empresas tiveram seus projetos chancelados. Entre aquelas cujos projetos foram ratificados estão as do ramo de transportes, pneus, papel higiênico, lonas, além de carrocerias, retíficas, cooperativas de material reciclado e fábrica de pré-moldados. Ao todo, são 35 projetos que serão implementados nos diversos distritos industriais da cidade e que, juntos, somam um investimento de R$37 milhões e geram 980 empregos.

Composto por representantes do Poder Executivo – entre eles das secretarias de Administração, Desenvolvimento Econômico, Habitação, Meio Ambiente, Planejamento e Receita – do Poder Legislativo e da sociedade civil organizada, o Codipi teve nova diretoria empossada em agosto, com mandato de dois anos. Também estava presente no diálogo o vice-prefeito Aylon Arruda.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico fica na Avenida Duque de Caxias 1.112, Vila Aurora e funciona das 7h às 11h e das 13h às 17 horas. Outras informações podem ser conseguidas pelo telefone 9 8438-1325.

Comentários Facebook

Rondonópolis

Após frustração, Nenzão pede desculpas e critica regimento interno da câmara

Publicado

Foto: Ilcimar Aranhas/PORTAL MT

Após ter a posse frustrada no lugar do vereador Ozeas Reis (PP), na câmara municipal de Rondonópolis, o 2º Suplente Idelvamar Menezes ‘Nenzão’, em vídeo pediu desculpas e criticou o regimento interno da casa de leis, e disse que falta pessoas para entender melhor o regimento que é complicado.

“Quero aqui pedir desculpas a casa, a câmara de vereadores, essa instituição a qual eu tenho muito orgulho e sei que a casa do povo é a casa da democracia. Eu estou pedindo desculpa por esse acontecimento, por esses fatos que estão ocorrendo na questão da minha posse. A câmara municipal jamais pode ficar de joelho principalmente porque ela é a casa do povo, ela é a casa onde o povo se socorre, é ali que nós devemos traçar os debates, quero pedir desculpa a câmara municipal sei que ali tem pessoas valorosos, sei que ali tem pessoas valorosas que realmente se dedica para o desenvolvimento da cidade de Rondonópolis, então deixo aqui as minhas desculpa a esse poder legislativo de suma importância para nossa cidade. Mas faço aqui um pedido, o nosso Regimento Interno ele é muito complicado, precisa de algum sábio alguém altamente qualificado para compreender o nosso Regimento Interno, deixo aqui essa reflexão, o Regimento Interno precisa ser revisto porque ele tá muito complicado para algumas pessoas compreender e quero dizer a câmara municipal a esta casa de leis da sua importância eu reconheço e valorizo muito, um abraço a todos e me desculpa”. Disse Nenzão.

Veja Mais:  Após atender mais de 100 mil pessoas, Central de Vacinação será desativada em Rondonópolis

O Caso 

Após o licenciamento do vereador Ozeas Reis (PP) da câmara municipal por 121 dias e em acordo para o 2º suplente Idelvamar Menezes para assumir a suplência, virou uma tremenda confusão, onde o 1º suplente Alcimar Borges, reivindica a vaga.

Segundo Nezão, Alcimar Borges entregou um documento reconhecido em cartório, onde citava que não poderia assumir, pois estava de atestado médico. Sendo assim Nenzão encaminhou o documento para a câmara municipal sendo empossado nesta terça-feira (7).

Mas o imbróglio iniciou após Alcimar afirmar que o seu atestado médico venceu no dia de ontem (7), e nesta quarta-feira (9), alega que está apto a assumir a suplência.

Tomando conhecimento de toda a confusão, o titular da cadeira, Ozeas Reis, alegando que não tem acordo com Alcimar, e sim com Nenzão, irá retornar ao cargo na sessão ordinária desta quarta-feira, encerrado a confusão.

Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp do Portal MT e receba notícias em tempo real

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Vereador Ozeas Reis volta a câmara municipal e encerra a confusão entre Alcimar Borges x Nenzão

Publicado

Foto: Assessoria

Após o licenciamento do vereador Ozeas Reis (PP) da câmara municipal por 121 dias e em acordo para o 2º suplente Idelvamar Menezes para assumir a suplência, virou uma tremenda confusão, onde o 1º suplente Alcimar Borges, reivindica a vaga.

Segundo Nezão, Alcimar Borges entregou um documento reconhecido em cartório, onde citava que não poderia assumir, pois estava de atestado médico. Sendo assim Nenzão encaminhou o documento para a câmara municipal sendo empossado nesta terça-feira (7).

Mas o imbróglio iniciou após Alcimar afirmar que o seu atestado médico venceu no dia de ontem (7), e nesta quarta-feira (9), alega que está apto a assumir a suplência.

Tomando conhecimento de toda a confusão, o titular da cadeira, Ozeas Reis, alegando que não tem acordo com Alcimar, e sim com Nenzão, irá retornar ao cargo na sessão ordinária desta quarta-feira, encerrado a confusão.

Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp do Portal MT e receba notícias em tempo real

Comentários Facebook
Veja Mais:  Sanear realiza descarga de adutora no Centro, mas abastecimento não será afetado
Continue lendo

Rondonópolis

Após atender mais de 100 mil pessoas, Central de Vacinação será desativada em Rondonópolis

Publicado

Foto: Assessoria

A Central de Vacinação que funciona no estacionamento da Secretaria Municipal de Saúde em uma grande tenda será desativada a partir do dia 15. A Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) informou o Município sobre a data de desativação. O local, que funcionou por mais de cinco meses na cidade, por meio de uma parceria entre Prefeitura e ALMT, concentrou grande parte da imunização contra a Covid-19 e em horários estendidos, permitindo maior flexibilidade para que o cidadão se vacinasse. Ao todo, 114.993 pessoas foram vacinadas no espaço.

O secretário Municipal de Saúde, Vinícius Amoroso, agradeceu à Assembleia Legislativa pela iniciativa e parceria com o Município, contribuindo ao trabalho de vacinação contra a Covid-19 em Rondonópolis. “Foi uma importante parceria que ajudou a cidade na imunização. Agradecemos imensamente a ALMT por essa parceria nesse momento importante de combate à pandemia”, disse.

A Central de Vacinação foi inaugurada em Rondonópolis em 5 de julho e somente no primeiro dia de funcionamento, mais de 2 mil pessoas receberam a vacina contra a Covid-19 no local. Ao longo dos cinco meses em funcionamento, o espaço atendeu moradores até o período noturno, facilitando o acesso à vacina para quem trabalha o dia todo.

Com a desativação da Central de Vacinação, a Secretaria Municipal de Saúde destaca que a imunização contra a Covid-19 continua sendo realizada nos postos de saúde, conforme cronogramas de datas e horários definidos e divulgados previamente pelo Município.

Veja Mais:  Chapa 2, liderada por Afonso Aragão vence a eleição no Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Terrestres de Rondonópolis e Região

Vacinação em Rondonópolis

A imunização contra a Covid-19 na cidade continua com a oferta de primeira dose para adolescentes maiores de 12 anos, de dose de reforço para idosos com mais de 60 anos e pessoas maiores de 18 anos, bem como com a oferta das segundas doses das vacinas Pfizer, Astrazeneca e Coronavac.

Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp do Portal MT e receba notícias em tempo real

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana