conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Economia

Criança que ingeriu iogurte com inseto será indenizada em R$ 5 mil

Publicado

iogurte arrow-options
Foto: Reprodução/Internet

O colegiado reafirmou a jurisprudência segundo a qual os danos morais são devidos em razão da ofensa ao direito à alimentação adequada

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça ( STJ ) condenou uma fabricante de iogurte a pagar indenização por danos morais a uma criança de quatro anos de idade que ingeriu um produto contaminado com um inseto .

A empresa havia sido condenada em primeiro e segundo graus na Justiça de São Paulo , mas recorreu ao STJ.

A relatora do recurso, ministra Nancy Andrighi, explicou que a jurisprudência do STJ está consolidada no sentido de que há dano moral quando o produto alimentício é consumido, mesmo que parcialmente, em condições impróprias.

“Existe um dever legal, imposto ao fornecedor, de evitar que a saúde ou segurança do consumidor sejam colocadas sob risco”, disse a relatora, ressaltando que desse dever decorre a responsabilidade de reparar o dano causado, conforme o Código de Defesa do Consumidor.

Nesse caso específico, a ministra destacou que o consumidor foi exposto a grave risco, e que não é preciso investigar se houve, de fato, contaminação alimentar. Segundo a relatora, no caso de alimentos, esse risco ocorre ainda que não haja a ingestão do produto contaminado.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Com agências físicas fechadas, fila do INSS supera abril e chega a 1,55 milhão

Economia

Caixa e Dataprev divulgam números diferentes de cadastros ao auxílio emergencial

Publicado


source
Caixa
Reprodução Youtube Caixa Econômica Federal

Balanço divulgado pela Caixa nesta quinta-feira (28): números diferem dos da Dataprec

Nesta quinta-feira, tanto a Dataprev (empresa estatal responsável pela análise dos cadastros para distribuição do auxílio emergencial) quanto a Caixa Econômica Federal (que faz o repasse do valor aos cidadãos) divulgaram dados sobre a quantidade de cadastros feitos. No entanto, os números foram diferentes.

Segundo dados divulgados nesta quinta pela Dataprev, 112,5 milhões requerimentos foram feitos no mês de abril e mais de 16,4 milhões de brasileiros ainda estão à espera do resultado da análise do pedido do auxílio emergencial. 

Já a Caixa Econômica Federal declarou que o total de pedidos foi de 106,5 milhões e que há 10,4 milhões aguardando a análise.

A Dataprev afirma que, do total,  59,3 milhões foram aprovados e 36,9 milhões foram considerados inelegíveis. 

Por sua vez, a Caixa diz que 59,9 milhões foram considerados elegíveis e 42,2 milhões foram negados.

Leia mais:  Mais de 120 milhões pediram o auxílio e 16 milhões seguem em análise, diz Dataprev

Auxílio negado

É possível contestar a negativa da Dataprev pelo aplicativo Caixa Auxílio Emergencial. Depois de ter o auxílio negado, o app mostrará uma mensagem indicando o motivo de ter sido barrado. No app, na mesma tela, haverá duas opções – uma para refazer o cadastro e outra para contestar a resposta.

Veja Mais:  Mega-Sena valendo R$ 33 milhões: veja os números sorteados nesta quarta-feira

Veja em:  Vice-presidente do Governo da Caixa explica como contestar negativa do auxílio

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Novidade no auxílio emergencial: saiba como usar o QR code

Publicado


source
App Caixa
Reprodução Youtube Caixa Econômica Federal

Leitura de QR Code em maquininhas de pagamento é lançada pela Caixa para beneficiários do auxílio

Nesta quinta-feira (28), a Caixa Econômica Federal anunciou em coletiva de imprensa o lançamento da leitura de QR code dentro do aplicativo Caixa Tem, que permite aos beneficiários do auxílio emergencial de R$ 600 movimentar suas contas poupança digitais e fazer pagamentos.

O objetivo é otimizar as compras em lojas físicas durante o período da pandemia de Covid-19. Na hora de pagar a conta em um mercado ou farmácia, será possível apontar o leitor de QR code para o código da maquininha, que debitará o valor da compra automaticamente.

app caixa tem
Reprodução Youtube Caixa Econômica Federal

Passo a passo: entenda como usar o QR code do app Caixa Tem para compras em lojas físicas


Não há limite de número de compras. O QR code vai funcionar como um cartão pré-pago: mesmo que ainda não tenha caído sua parcela do auxílio, se já estiver aprovado, poderá utilizar a leitura do QR code para compras. Quando o valor de R$ 600 ou R$ 1.200 (para mães solos) cair na conta, será debitado o valor da compra feita.

“Exemplo: se eu tivesse o benefício de R$ 600, se eu tivesse feito compras de R$ 150 [antes de receber a parcela do auxílio] e tivesse uma conta, receberia R$ 450. As pessoas receberão, automaticamente, o saldo do seu benefício”, explicou o presidente da Caixa, Predro Guimarães.

Veja Mais:  Caixa e Dataprev divulgam números diferentes de cadastros ao auxílio emergencial

Segundo Guimarães, todas as empresas de maquininhas de cartão podem aderir à campanha da Caixa. “Todos os adquirentes, sem excessão, podem participar e nós temos a bandeira Elo, que está coordenando”.

 Veja:  16 milhões de cadastros seguem em análise do auxílio emergencial

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Seguradoras oferecem descontos: preços desde R$ 67 para um 0km

Publicado


source

O coronavírus trouxe muitas mudanças, algumas mais drásticas, outras não tanto. Se falamos de trânsito, a redução nas grandes cidades foi de aproximadamente 50%. Segundo a ANTP, isso contribuiu a uma drástica redução de congestionamentos e de acidentes de trânsito, entre outros efeitos .

Seguradoras
Divulgação

Seguradoras promovem descontos em tempos de pandemia

Muitos motoristas, considerando que o carro fica em casa e já não está sendo usado frequentemente, cogitam a possibilidade de deixar de pagar o seguro até terminar o isolamento. Mas essa não é uma boa ideia, primeiro porque apesar da redução de acidentes, ainda é possível que os veículos sofram outros tipos de sinistros, como um roubo, por exemplo.

Diante desta situação, algumas seguradoras oferecem aos seus clientes a possibilidade de renovar a apólice ao mesmo preço que a do ano passado, outras dão a opção para que seja contratado um plano com poucas coberturas e outras diretamente oferecem planos especiais para a quarentena.

Por exemplo a Porto Seguro oferece renovações feitas com o mesmo valor do prêmio do contrato de 2019, pagamento com cartão de crédito em até 10 parcelas sem juros, com 10% de desconto se o cliente adquire o Cartão de Crédito Porto Seguro ou 5% para o cliente que já tem. Com o mesmo cartão o cliente também pode ter descontos na contratação dos planos da Azul Seguros e parcelar em até 10 vezes sem juros. Além dessas vantagens, também poder ter 25% de desconto em caso de ter que pagar franquia e financiá-la em até 6 meses.

Veja Mais:  Novidade no auxílio emergencial: saiba como usar o QR code

A maior novidade no segmento é oferecida pela Youse que disponibiliza o Plano quarentena com coberturas básicas (roubo, furto, incêndio e guincho) a partir dos R$ 45 por mês. Além de ter o processo totalmente realizado pelo seu site,  a vistoria também é on-line . Por exemplo, este seguro para um Chevrolet modelo Onix 0km, conduzido em São Paulo por uma pessoa de aproximadamente 35 anos pode custar R$ 67 por mês. Com a vantagem que o preço estabelecido não muda após o término da quarentena, só quando o contrato acabar.

Outro elemento a considerar são os bônus oferecidos, descontos que o cliente recebe em convergência a como usou o seguro durante o período contratado. Se você agora não está saindo com seu carro, as chances de terminar o contrato sem ter acionado o seguro é muito alta, consequentemente terá mais descontos no momento de renovar o plano de seguro e pagar um valor bem baixo.

Todo mundo está procurando um seguro automóvel bom e barato , mas o desconto não é o único fator importante! Quem está pensando em tirar o seguro do carro ou está em dúvidas se renovar ou não, deve verificar que a empresa de seguros disponibilize bons serviços digitais para acompanhá-lo ou orientá-lo quando precisar.

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana