Policial

Governo investe em Segurança e resultados aparecem: Cuiabá é a 2ª capital com menor índice de mortes violentas

Publicado

Cuiabá é a segunda capital do Brasil com o menor índice de mortes violentas, segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado nesta terça-feira (28) pelo portal G1. Nos últimos três anos, o Governo de Mato Grosso fez investimentos de R$ 274 milhões em segurança pública no município.

O Anuário Brasileiro de Segurança Pública define como morte violenta aquelas que resultaram de homicídios, latrocínios, lesões corporais seguidas de morte e mortes cometidas pela polícia. Cuiabá possui uma taxa de 10,6 mortes a cada 100 mil habitantes, ficando atrás apenas de São Paulo, que tem um índice de 7,7.

A posição da capital no ranking é reflexo de R$ 274 milhões em investimentos realizados no setor da segurança pública em Cuiabá nos últimos três anos. Desse montante, R$ 92 milhões são em obras e ações concluídas ou em andamento. Entre esses R$ 92 milhões, R$ 88 milhões é referente apenas a obras e ações concluídas.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, afirma que nunca houve tantos investimentos na história da segurança pública de Mato Grosso. O Estado investiu mais de R$ 621 milhões em recursos ao longo da atual gestão.

“Tudo é planejado e executado seguindo as determinações do governador Mauro Mendes com um único objetivo: dar segurança a toda população mato-grossense”, afirmou o responsável pela pasta.

Veja Mais:  PM prende dois e apreende pé de maconha cultivado em quintal

Outro investimento que se destaca é a construção dos raios 3 e 4 da Penitenciária Central do Estado (PCE), além do raio de segurança máxima que será entregue pelo governador Mauro Mendes nesta quarta-feira (29). As novas instalações dispõem de 54 celas, sendo 46 individuais e 8 duplas, totalizando 62 vagas, além de celas especiais para receber presos com curso superior.

Confira a reportagem do G1 na íntegra:

Macapá tem maior taxa de mortes violentas, e São Paulo, a menor; veja ranking das capitais, segundo Anuário

Capitais das regiões Norte e Nordeste lideram o ranking baseado na taxa de mortes. 21 das 27 cidades tiveram queda no número de casos entre 2020 e 2021. Levantamento do Anuário considera homicídios, latrocínios, lesões corporais seguidas de morte e mortes cometidas pela polícia.

Por Clara Velasco, g1

Das 27 capitais do país, 21 tiveram queda no número de mortes violentas entre 2021 e 2020. É o que mostram dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública divulgados nesta terça-feira (28).

De forma geral, o país teve uma queda de 6% no número de mortes violentas, que incluem homicídios, latrocínios, lesões corporais seguidas de morte e mortes cometidas pela polícia.

Entre as capitais, apenas seis tiveram alta: Manaus (48,9%), Macapá (31,2%), Boa Vista (9,9%), Porto Velho (8,6%), Teresina (9,5%) e Salvador (3,4%). Chama a atenção que, das seis, quatro estão no Norte, única região do país que teve aumento na violência no ano passado (9%).

Como o Monitor da Violência já havia antecipado em fevereiro, alguns fatores estão por trás dos altos índices da região Norte:

Associação do narcotráfico com crimes ambientais, como grilagem, garimpo ilegal e desmatamento
Falta de integração das autoridades estaduais e federais no combate aos crimes na Amazônia Legal
Disputa de territórios entre facções criminosas

A intensificação dos conflitos entre grupos criminosos tem causado o aumento dos casos de violência na região amazônica, como o recente assassinato do indigenista Bruno Araújo Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips.

Mesmo com a diminuição generalizada, a maioria das capitais registrou taxas de mortes violentas mais elevadas que a média nacional, considerando todos os municípios: de 22,3 mortes a cada 100 mil habitantes.

A menor taxa entre as capitais foi registrada por São Paulo: 7,7 mortes por 100 mil habitantes. É a única entre as 27 a ter menos de 10 mortes violentas por 100 mil habitantes.

Na outra ponta está Macapá, com uma taxa oito vezes maior: 63,2 mortes por 100 mil habitantes.

Veja abaixo o ranking das capitais do país pela taxa (mortes por 100 mil habitantes):

  1. Macapá – 63,2
  2. Salvador – 55,6
  3. Manaus – 52,5
  4. Teresina – 37,0
  5. Boa Vista – 34,8
  6. Fortaleza – 34,3
  7. Recife – 33,1
  8. Porto Velho – 32,4
  9. Maceió – 29,8
  10. Aracaju – 29,4
  11. João Pessoa – 28,1
  12. Natal – 24,0
  13. Rio Branco – 23,1
  14. São Luís – 22,8
  15. Palmas – 22,3
  16. Belém – 22,3
  17. Vitória – 21,1
  18. Porto Alegre – 20,0
  19. Rio de Janeiro – 19,2
  20. Curitiba – 16,7
  21. Goiânia – 16,6
  22. Campo Grande – 15,3
  23. Distrito Federal – 11,2
  24. Florianópolis – 10,8
  25. Belo Horizonte – 10,8
  26. Cuiabá – 10,6
  27. São Paulo – 7,7

Fonte: PM MT

Comentários Facebook

Policial

Irmãos são executados a tiros em frente de casa em Barra do Garças

Publicado

Os irmãos Jânio Rodrigues de França, de 37 anos, e Jalmin Rodrigues de França, 36, foram assassinados a tiros na noite dessa quinta-feira (4) em Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá. Os suspeitos do duplo homicídio ainda estão foragidos.

Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu por volta das 20h, no bairro Novo Horizonte, quando dois homens em uma motocicleta foram vistos nas proximidades, dirigindo o veículo em alta velocidade.

Os dois bandidos se aproximaram dos irmãos, que estavam em frente de casa, sentados. Os homens fizeram os disparos e, apesar de as vítimas terem tentado fugir, ainda foram atingidas.

Após o crime, os autores dos tiros fugiram e ainda estão foragidos. Vizinhos que ouviram os disparos acionaram a Polícia Militar.

O Corpo de Bombeiros também foi acionado e constatou a morte das vítimas. O local foi isolado para realização de perícia.

A Polícia Civil ainda investiga o caso.

Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp – Curta o nosso Facebook e siga a gente no Instagram

Comentários Facebook
Veja Mais:  PRF realiza palestra sobre Combate ao Trabalho Infantil
Continue lendo

Policial

Acidente deixa uma pessoa morta e duas em estado grave na MT-130 em Rondonópolis

Publicado

Foto: Site Leia MT

Marcília da Silva Abrantes, 34 anos, morreu vítima de um acidente automobilístico, na noite dessa quinta-feira (04.08), na MT-130, no município de Rondonópolis (a 212 km de Cuiabá).

Conforme ocorrência, o motorista da caminhonete seguia sentido município de Poxoréu, quando perdeu o controle em uma curva e capotou o veículo. Além da vítima que morreu a caminho do hospital, havia mais duas pessoas. O trio foi lançado para fora do veículo.

Segundo a Polícia Civil, no interior do veículo haviam alguns recipientes de bebida alcoólica. No hospital, o condutor da caminhonete afirmou não teria ingerido álcool.

A Polícia Civil investiga o acidente.

Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp – Curta o nosso Facebook e siga a gente no Instagram

Comentários Facebook
Veja Mais:  PRF realiza palestra sobre Combate ao Trabalho Infantil
Continue lendo

Policial

Homem é perseguido e executado crivado de balas em Rondonópolis

Publicado

Célio Morante Bezerra, 50 anos, foi morto com vários tiros na manhã desta quarta-feira (03), em uma funilaria localizada na rua Arnaldo Estevão, no bairro Jardim Guanabara, aqui em Rondonópolis

Segundas informações do proprietário da oficina, relata que , Célio tinha deixado um veículo para reparos, quando, um suspeito chegou ao local atirando contra a vítima

Ele tentou fugir correndo em direção ao escritório, porém, o suspeito o perseguiu e disparou mais tiros contra ele e em seguida fugiu.

Morante não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A equipe de Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) este no ambiente e constatou o óbito.

A Polícia Militar, Polícia Civil e Politec também estiveram no local.

A Policia Militar divulgou a ficha criminal da vítima, veja: 

2015 – PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO DE USO RESTRITO

2016 – AMEAÇA. (COBRANÇAS)

2017 – AMEAÇA. (AMEAÇOU DE MORTE O SÓCIO).

2017 – AMEAÇA. (COBRANÇA)

2018 – PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO, AMEAÇA E CONDUZIR VEICULO SOB INFLUENCIA DE ALCOOL.

Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp – Curta o nosso Facebook e siga a gente no Instagram

Comentários Facebook
Veja Mais:  PM desarticula quadrilha de estelionatários em Rondonópolis
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana