Mato Grosso

Operação Amazônia aplica R$ 611 em multas por crimes ambientais em propriedades na região de Confresa

Publicado

A Operação Amazônia, deflagrada pela Diretoria de Unidade Desconcentrada de Confresa da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), resultou em multas de R$ 611 mil e embargo de 521 hectares de propriedades em municípios da região.

Os fiscais da Sema, junto com a Polícia Militar, atenderam 12 alertas de desmatamento e autuaram 10 propriedades. A equipe da Regional se baseou nos alertas emitidos pela Plataforma de Monitoramento com Imagens de Satélite Planet, um sistema de alta resolução e precisão que monitora o Estado em tempo real.

A maior autuação aconteceu em uma propriedade do município de Canabrava do Norte, que foi multada por desmatar 397 hectares de vegetação nativa fora de área de reserva legal no bioma Amazônico sem autorização do órgão ambiental.

A operação Amazônia, deflagrada no início de abril, integra órgãos estaduais e federais, sob a coordenação da Sema-MT, para coibir crimes ambientais, monitorar e fiscalizar mudanças na vegetação e promover o embargo de áreas.

O Estado aplica multas, embarga áreas e apreende equipamentos e máquinas utilizadas na ação criminosa, descapitalizando os infratores para evitar a reincidência. Quem desmata ilegalmente responde também nas esferas criminal e civil, além de processo administrativo.

Integram a iniciativa as Secretarias de Estado de Meio Ambiente, de Segurança Pública, o Exército Brasileiro, Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), Corpo de Bombeiros Militar (CBMMT), Instituto de Defesa Agropecuária (Indea), Ministério Público de Mato Grosso (MPMT), Ministério Público Federal (MPF) e Ibama.

Veja Mais:  Cerca de 800 reeducandos participam de trabalhos, projetos e atividades no CRC

Denuncie crimes ambientais

É possível realizar denúncias relacionadas a crimes ambientais em diferentes canais de atendimento: telefone, e-mail, pelo aplicativo MT Cidadão e pessoalmente. 

Telefone: 0800 065 3838
Whatsapp: (65)99321-9997
E-mail: [email protected]
Endereço: Centro Político e Administrativo, Rua C, S/N, Cuiabá-MT

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Operação prende quatro motoristas por embriaguez ao volante em Cuiabá

Publicado

A 59ª Edição da Operação Lei Seca prendeu quatro pessoas por embriaguez ao volante e autuou 11 por conduzir veículo sob efeito de álcool. As abordagens ocorreram na noite de domingo (26.06), na Avenida Beira Rio, bairro Grande Terceiro, em Cuiabá.

Conforme relatório final do Gabinete de Gestão Integrada (GGI), foram abordadas 109 pessoas, que tiveram seus veículos fiscalizados e gerou 47 Autos de Infração de Trânsito (AIT), sendo, 10 pessoas dirigindo sem possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e 18 com licenciamento atrasado e tiveram seus veículos removidos.

Do total, 40 pessoas tiveram seus veículos removidos, sendo 37 autuados por apresentarem alguma irregularidade perante o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Também foram recolhidos 16 CNHs, das quais, os condutores apresentaram porcentagem de álcool durante o teste de alcoolemia.

A operação é realizada pelo GGI, vinculado à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), que dessa vez, contou com o apoio do Batalhão de Trânsito da PM, Delegacia de Delitos de Trânsito, Departamento Estadual de Trânsito (Detram) e Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob). 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Veja Mais:  Seaf propõe parceria para o desenvolvimento das cadeias produtivas em MT
Continue lendo

Mato Grosso

SES realiza capacitação para profissionais da saúde sobre a Poliomielite

Publicado

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) realizará, nesta terça-feira (28.06), a transmissão do 1º Webinário de Vigilância Epidemiológica das Paralisias Flácidas Agudas/Poliomielite. A capacitação ocorrerá das 13h às 17h pelo YouTube.

Para participar da capacitação, os interessados podem acessar, gratuitamente, o link https://youtu.be/4SL6oDHrlwI

A transmissão é voltada para os técnicos responsáveis por esse agravo nos 16 Escritórios Regionais de Saúde, para a equipe multiprofissional das Unidades Básicas de Saúde, das Unidades de Pronto Atendimento e Policlínicas dos 141 municípios, das unidades hospitalares das redes estadual e federal, além de profissionais da saúde de outros estados, bem como, de representantes da Rede Nacional de Vigilância Epidemiológica Hospitalar (RENAVEH) e de acadêmicos de cursos das Ciências Biológicas.

Apesar de a Poliomielite estar erradicada no Brasil desde 1994, os especialistas estão preocupados com a reintrodução da doença por causa do baixo índice de cobertura vacinal.

De acordo com dados do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI), em Mato Grosso, neste ano, até nesta segunda-feira (27.06), a cobertura vacinal é de 41,86%. Em 2021, a cobertura da vacinação no Estado foi de 75%. A meta nacional é de 95% de cobertura.

No Brasil, a queda na cobertura vacinal contra a Poliomielite vem sendo registrada desde 2016. A Poliomielite é uma doença altamente infecciosa aguda, podendo infectar crianças e adultos, causando a paralisia das pernas (paralisia flácida).

Veja Mais:  Anel viário de acesso à cidade turística do Mato Grosso tem recursos garantidos pelo Governo Federal

“Atualmente estamos com um alto risco de reintrodução da doença devido a não alcançarmos as metas dos indicadores, em especial a cobertura vacinal que está abaixo dos níveis mínimos esperados”, alerta a técnica da SES-MT, Kellen Luzia da Silva Anunciação, idealizadora e coordenadora do evento.

A programação do 1º Webinário de Vigilância Epidemiológica das Paralisias Flácidas Agudas/Poliomielite contém palestras sobre definição de caso suspeito e confirmado, diagnóstico, tratamento, investigação da doença, medidas de prevenção e controle, encerramento de caso com revisita aos pacientes e vacinação, entre outros temas.

Palestrarão no evento os especialistas: Carlos Otto Heise, chefe do Setor de Eletroneuromiografia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo; Fernanda Burlandy, bióloga do Laboratório de Referência Nacional para PFA/Poliomielite do Instituto Oswaldo Cruz (Fiocruz); Zirlei Matos, representante da Vigilância PFA/Poliomielite do Ministério da Saúde e Ana Carolina, técnica do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Governo de MT entrega 1° raio de segurança máxima da Penitenciária Central do Estado

Publicado

Na próxima quarta-feira (29.06), às 9 horas, o governador Mauro Mendes e o secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, entregam o raio de segurança máxima da Penitenciária Central do Estado (PCE), em Cuiabá. Com essa obra, na qual foram investidos R$ 14,3 milhões, Mato Grosso se torna o primeiro a ter unidade de segurança máxima dentro do sistema penitenciário estadual.

Após a visita na nova unidade, o governador e demais autoridades atenderão a imprensa em entrevista coletiva, no local.

As novas instalações foram erguidas em uma área de 1.855 m2 e dispõem de 54 celas, sendo 46 individuais e 8 duplas, totalizando 62 vagas, além de celas especiais para receber presos com curso superior.

Também está equipada com sistema de vídeo-monitoramento cuja central de controle das imagens e segurança funciona dentro da ala. 

Além da infraestrutura básica para acomodação digna, o novo raio oferece aos reenducandos água refrigerada nas torneiras, mesa de estudos, solário individual, dois parlatórios e sala de atendimento médico e psicológico. Aos policiais penais, alojamento e cozinha.

Desde o início da gestão Mauro Mendes a PCE passa por obras de ampliação e melhorias. Em 2020 eram 870 vagas e hoje está com 2.266. Ao final das obras dessa gestão passará a contar com 3.086.

Credenciamento da imprensa

Os veículos de comunicação devem obrigatoriamente fazer o credenciamento até as 15h de terça-feira (28.06) pelo email [email protected], com nome, número do documento de identidade, veículo e função do profissional que fará a cobertura. Os profissionais que não estiverem credenciados não poderão entrar na unidade.

Veja Mais:  Cerca de 800 reeducandos participam de trabalhos, projetos e atividades no CRC

Por questão de segurança, as imagens da visita das autoridades dentro do raio serão fornecidas pela Secom, após o evento.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana