Mato Grosso

Pesquisadora apresenta alternativas de combinações de herbicidas para dessecação da soja na colheita

Publicado

Tipo de produto, dosagem e época de aplicação podem interferir no resultado

 

Tratamentos bem feitos na cultura da soja garantem eficácia dos produtos e boas produtividades. O contrário disso pode pesar no bolso do produtor. Pesquisas mostram que alguns tratamentos dão diferença de dois a cinco sacos de soja por hectare entre uma lavoura bem tratada e outra não.

De acordo com Aline Deon, pesquisadora da Proteplan, existem muitas alternativas de combinações de herbicidas para a sojicultura e para esta fase da cultura, que é da colheita, é importante considerar o tipo, a dosagem e como será a aplicação.

“As decisões sobre as ferramentas que serão usadas têm que ser bem pensadas, e planejadas com segurança. Um passo errado pode trazer danos e prejuízos. Nesta safra o produtor ainda está tendo que lidar com falta de produtos no mercado. Uma das saídas é fazer combinações de herbicidas, garantir o controle e manejo dos fatores restritivos de produção”, explicou a pesquisadora.

Na safra atual, Aline conduziu três ensaios nos municípios mato-grossenses de Campo Novo do Parecis, Campo Verde e Sorriso, com objetivo de demonstrar ao público alternativas para dessecação pré colheita da soja, controle de tigueras na cultura e ainda sobre o travamento químico da soja. Durante o Open Sky Soja 2022 ela mostra no campo para os participantes do evento os dados gerados a partir desses ensaios.

Veja Mais:  Governo inicia recuperação de estacionamentos e ruas do CPA

“Ter atenção quanto ao herbicida, sua dose e momento de aplicação utilizado para a finalidade de travamento da soja ajuda a reduzir acamamento, travar as hastes principais da planta, estimular a produção de ramos produtivos, ter maior entrega de números de vagens, consequentemente maior número de grãos e assim aumentar produtividade”, reforçou a especialista em herbologia da Proteplan.

Para a engenheira agrônoma de Sapezal, Ana Mirielle, a experiência na estação de herbicidas proporcionou novas possibilidades de combater plantas invasoras. “São informações que serão bastante úteis para otimizar a utilização dos nossos recursos, como por exemplo, alguns defensivos que estão em escassez. A abordagem sobre fungicidas é um tema que não vemos em outros dias de campo. Por isso que eu gosto de participar dos dias de campo da Proteplan, pois o foco é na pesquisa que leva informação de qualidade para o produtor”, contou.

Participantes do Open Sky Soja 2022 estão vendo in loco os resultados de pesquisas com diferentes herbicidas para antecipação da colheita da soja. “Um dos dados que estamos apresentando são algumas sugestões para aqueles produtores que não possuem aplicação disponível na fazenda, ou que não tem produto para a área toda, com alguns ajustes e cuidados nos detalhes dessa aplicação consegue-se obter bons resultados com combinações de diferentes herbicidas”, explicou a pesquisadora Aline Deon.

Veja Mais:  Setasc abre inscrições para voluntários que visitarão hospitais de Cuiabá

A apresentação desses e de outros resultados continua na quarta-feira, dia 02 de fevereiro, a partir das 7h, no município de Campo Verde, região sudeste de Mato Grosso. Os interessados em participar do evento podem realizar a inscrição gratuita no link https://www.proteplan.com.br/.

Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp do Portal MT e receba notícias em tempo real

Comentários Facebook

Mato Grosso

Semana Estadual de Políticas sobre Drogas discute prevenção em escolas de Poconé e Livramento

Publicado

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Adjunta de Justiça, e o Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas (Conesd-MT) realizam entre os dias 27 e 30 de junho a Semana Estadual de Políticas sobre Drogas. Parte da programação será realizada nas escolas públicas dos municípios de Poconé e Nossa Senhora do Livramento.

A solenidade de abertura ocorre na próxima terça-feira (28.06), na Escola Estadual Bacharel Ribeiro de Arruda, em Poconé, com a presença de autoridades. No entanto, na segunda-feira (27.06), a Escola Estadual Professora Eucaris Nunes Cunha Morais, também em Poconé, contará com programação alusiva, com palestras e oficinas.

Já na quarta-feira (29.06) a programação ocorre no município de Nossa Senhora do Livramento, nas escolas Estadual Feliciano Galdino e Municipal Délia Galdino Duarte, finalizando o dia com ato público contra as drogas.

Entre a programação da semana estão previstas palestras sobre o uso do álcool e suas consequências, o fortalecimento da rede municipal no combate às drogas, além de bate papos com os alunos, oficinas para a confecção de cartazes e atos públicos educativos.

O evento conta com o apoio das duas prefeituras municipais, além da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso (OAB/MT); das secretarias de Estado de Educação (Seduc-MT), de Saúde (SES-MT) e de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT); do Departamento Estadual de Trânsito (Detran); da Federação das Comunidades Terapêuticas de Mato Grosso (FECT); das coordenadorias estaduais de Polícia Comunitária e do Rede Cidadã; da Polícia Judiciária Civil e do Programa Educacional de Resistência às Drogas e Violência(Proerd) da Polícia Militar de Mato Grosso.

Veja Mais:  Detran-MT promove “Semana da Criança Segura no Trânsito”

Para ter acesso à programação completa, clique AQUI.

Mais informações: (65) 98435-7138.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Governador inaugura 112 km de asfalto novo em Planalto da Serra e Nova Brasilândia

Publicado

O governador Mauro Mendes irá inaugurar 112 quilômetros de asfalto novo nesta segunda-feira (27.06) em Planalto da Serra e Nova Brasilândia. Durante a visita aos municípios, o governador também vai inaugurar a recuperação de rodovias, pontes e assinar convênios para eventos culturais.

O governador chega em Nova Brasilândia no período da manhã e às 09h vai inaugurar a revitalização de 60 km da MT-244, realizado em parceria com a Prefeitura de Campo Verde, e o asfaltamento de outros 30,8 km da mesma rodovia, em parceria com a Associação Agrologística. Juntas, as duas obras representam um investimento de 17,1 milhões.

O evento será realizado no entroncamento entre a MT-244 e a MT-140, entre a Ponte do Rio Roncador e Nova Brasilândia.

Na sequência, será inaugurada a Travessia Urbana de Nova Brasilândia, obra na qual o Governo de Mato Grosso investiu R$ 10,9 milhões. 

Na saída para Planalto da Serra, serão inaugurados dois trechos da MT-140, com 81,1 km de extensão, nos quais o Estado investiu R$ 114 milhões.

Às 10h30 a comitiva do governador segue de carro para Planalto da Serra e no caminho irá inaugurar as pontes sobre o Ribeirão dos Cavalos e sobre o Rio Finca-Faca, ambas com 92 metros de extensão.

Em Planalto da Serra, a partir das 11h30 no parque de Exposições, o governador irá assina dois convênios para Nova Brasilândia: um para a a realização da Expobras, e outro para a celebração do 43º aniversário da cidade. No total, serão destinados R$ 410 mil para os eventos.

Veja Mais:  Não vacinou; Grávida de 26 anos e bebê morrem de covid-19 em Tangará

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

09h – Ato de Inauguração de asfalto novo na MT-244. Local: Rotatória do entroncamento da MT-244 com a MT-140.

09h45 – Ato de inauguração da Travessia Urbana de Nova Brasilândia.

10h15 – Ato de inauguração de asfalto novo na MT-140. Local: saída para Planalto da Serra.

10h30 – Deslocamento para Planalto da Serra, com inauguração das pontes sobre o Ribeirão dos Cavalos e Rio Finca-Faca.

11h30: Assinatura de convênios e pronunciamentos. Local: Parque de exposições.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Sema inicia aceiros mecânicos no Parque Estadual Encontro das Águas

Publicado

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) iniciou na última quarta-feira (22.06) os aceiros na região do Parque Estadual Encontro das Águas, localizado no Pantanal mato-grossense, em Poconé (104 km de Cuiabá). A modalidade escolhida pelos técnicos foi o aceiro mecânico, sem o uso do fogo, pela rapidez na execução do trabalho. 

“Iniciamos as atividades de aceiros mecânicos com o objetivo de estabelecer as medidas de prevenção contra os incêndios florestais, antes do período proibitivo de 2022”, conta Raimundo Fagundes, gerente Regional do Parque Estadual Encontro das Águas.

Os aceiros são faixas onde a vegetação é completamente removida da superfície do solo, formando uma espécie de barreira natural para que o fogo não se propague. A finalidade é impedir a passagem do fogo para a área de vegetação, evitando o início do incêndio.

A ação é realizada pela Superintendência de Mudanças Climáticas e Biodiversidade (SUBIO), Coordenadoria de Unidades de Conservação (CUCO) e Gerência do Parque, com o apoio de instituições governamentais, associações, proprietários rurais e da comunidade local.    

Serão realizados 100 km de aceiros lineares ao longo do Parque, como no ano de 2021. O gerente aponta que os aceiros também funcionam como ponto de acesso para as futuras medidas de contenção em caso de incêndio, possibilitando maior efetividade nas ações preventivas. 

Criado em 1994, o Parque Encontro das Águas é uma área de proteção integral gerida pela Sema-MT, de 108 mil hectares, que abrange dois municípios, Poconé e Barão de Melgaço. 

Veja Mais:  Não vacinou; Grávida de 26 anos e bebê morrem de covid-19 em Tangará

Conforme a superintendente de Mudanças Climáticas e Biodiversidade, Gabriela Priante, esta é uma ação contínua que será feita no entorno do Parque. Ela explica que os maquinários utilizados na ação foram apreendidos de infratores flagrados em crimes ambientais, e que agora estão sendo utilizados em prol do meio ambiente.

“Vale ressaltar que os operadores dos maquinários são funcionários capacitados das propriedades rurais parceiras, e o combustível é custeado pela secretaria”, pontua.

A Coordenadora de Unidades de Conservação, Sanny Saggin, destaca que as ações de prevenção são realizadas no âmbito de todas as Unidades de Conservação e não somente com a construção de aceiros. “Há também a capacitação de brigadistas nas comunidades e entrega de abafadores para que sejam utilizados em campo, no caso de início de focos de incêndio”.

Já foi realizada a capacitação de brigadistas no Encontro das Águas, e por isso é possível contar com os moradores para um atendimento imediato aos pequenos focos de incêndio, e para o monitoramento da região.

As medidas preventivas têm como objetivo principal proteger a região, conhecida como “refúgio das onças”, contra os incêndios florestais, e também à fauna local, que foi duramente castigada no ano de 2020. 

Período Proibitivo do Fogo

Esta ação antecede o período em que é proibido o uso do fogo em Mato Grosso, entre 1º de julho e 30 de outubro. As normas estão dispostas no decreto nº  1.356, de 13 de abril de 2022. Com o decreto, fica proibida qualquer atividade de limpeza de pastagem com o uso do fogo nas áreas rurais até o final do período proibitivo. O uso do fogo em áreas urbanas é proibido o ano todo.

Veja Mais:  Mato Grosso tem até 31 de dezembro para implantar Placa Mercosul
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana