conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Policial

Polícia Civil incinera 2 toneladas de drogas apreendidas em Cuiabá e Várzea Grande

Publicado

O governador Mauro Mendes acompanhou a incineração dos entorpecentes e pontuou que espera o endurecimento das leis contra o tráfico de drogas

Assessoria | PJC-MT  

A Polícia Civil de Mato Grosso incinerou nesta quarta-feira (11.09) cerca de 2,4 toneladas de drogas apreendidas em Cuiabá e Várzea Grande. O governador Mauro Mendes acompanhou a ação com o secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante. A incineração foi realizada no forno de uma empresa, localizada no Distrito Industrial, em Cuiabá.

A Perícia Oficial e Indentificação Técnica (Politec) garantiu a idoneidade da ação, fiscalizando para que os lacres com os produtos ilegais não fossem rompidos. Foram queimadas 2,2 toneladas de maconha, 159 quilos de cocaína e 42 quilos de outros tipos de entorpecentes, como drogas sintéticas e anabolizantes.

Mauro Mendes defendeu a revisão das leis brasileiras, que deveriam endurecer as penas para os envolvidos no tráfico de drogas.

“Essas duas toneladas de drogas são da baixada cuiabana e não está nesta conta o que é apreendido na fronteira, um número ainda maior. O tráfico de drogas abastece outros tipos de crime, contudo, a nossa polícia tem feito trabalho exemplar, trazendo mais tranquilidade e combatendo esses tipos de crime. Espero que algum dia os nossos legisladores possam fazer revisão das legislações e estabelecendo penas mais duras que se não vamos ficar enxugando gelo”, afirmou o governador.

O delegado titular da Delegacia de Repressão a Entorpecentes, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, informou que a incineração está prevista na lei de drogas, sendo um ato formal com a presença de representantes de várias instituições e autoridades.

Veja Mais:  Com droga encontrada em galinheiro e suspeita gritando, PM prende quatro no bairro Barbado

“Existe todo um cuidado nesse procedimento. Um grande aparato de policiais na escolta, em razão da grande quantidade. Esse volume de entorpecentes é fruto do trabalho da Delegacia, não somente das apreensões que realizamos aqui, mas de outras unidades e da Polícia Militar, que são levadas aos plantões, ou do sistema penitenciário. Toda essa droga apreendida vem para a DRE”, explicou o delegado.

A diretora Metropolitana do Laboratório Forense, Alessandra Puertas, explicou que além do trabalho de emissão dos laudos das apreensões, no dia da queima, a Politec faz a vistoria dos lacres para garantir que não houve desvio do entorpecente. Antes da incineração, os policiais realizam o catálogo das drogas, de acordo com os laudos periciais emitidos quando das apreensões.

“Até mesmo na porta da caldeira, a gente analisa a integridade dos lacres com as drogas”, disse.

Procedimentos

A droga destruída deu origem a cerca de 600 procedimentos na Delegacia, entre inquéritos policiais, termos circunstanciados de ocorrência, instaurados pela DRE, e flagrantes dos plantões convertidos em inquéritos na Especializada.

“Existe um trabalho árduo, por trás dessa incineração, autorização judicial, fiscalização de órgãos como a Vigilância Sanitária, Politec e outros, que asseguram o cumprimento dos procedimentos da lei de drogas nesse processo”, pontuou o delegado.

O ato de incineração contou com a participação da Politec, Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal, OAB-MT, Ministério Público Estadual, Vara Criminal de Entorpecentes, Vigilância Sanitária.

Veja Mais:  Homem com mando de prisão é detido pela PRF em Comodoro/MT

 

 

Comentários Facebook

Policial

Cinquenta quilos de maconha são apreendidos em área de mata em Várzea Grande

Publicado

 

.

Cinquenta quilos de maconha foram apreendidos na tarde de quarta-feira (08.07), em Várzea Grande, após investigação da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE). A droga estava dividida em 55 tabletes e foi apreendida em uma área demata, no bairro Jardim Maringá 1. O prejuízo ao tráfico com essa apreensão é estimado em R$ 82,5 mil.

Equipes da DRE estavam em diligências no bairro, próxima a uma área de chácaras, onde notaram movimentação suspeita em uma área de mata. Após levantar informações e fazer o monitoramento na área, os policiais fizeram buscas dentro da mata, seguindo trilhas abertas no local e conseguiram localizar os pacotes de maconha.

O delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira explica que o entorpecente estava em caixas de isopor e em um saco de lixo, escondidos no meio de um matagal e encobertos debaixo de uma lona preta.

Próximos ao entorpecente, os policiais também encontraram uma vasilha de plástico contendo diversos sacos plásticos vazios, utilizados para a comercialização de drogas.

O delegado Vitor Hugo explica que as investigações prosseguem para identificar os responsáveis pelo tráfico e propriedade da droga apreendida.

Todo o material foi encaminhado à DRE para o registro da ocorrência e depois enmcainhado para a perícia técnica da Politec.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Veja Mais:  Vítima aciona PM que encontra moto furtada em Barra do Garças
Continue lendo

Policial

Polícia Militar informa com pesar a morte de tenente aposentado

Publicado


.

É com pesar que a Polícia Militar informa a morte do 2º tenente aposentado José Carlos Corrêa Ribeiro, de 75 anos, ocorrida no início da tarde de hoje(08), em Cuiabá. Corrêa era morador de Várzea Grande, onde supostamente contraiu a Covid-19.

Há 17 dias encontrava-se internado em um leito de Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Jardim Cuiabá, em Cuiabá, onde ocorreu o óbito. Ele era portador de diabetes e hipertensão arterial, doenças que mantinha sob controle com medicamentos.

Por quase 30 anos o tenente Corrêa atuou como policial militar, serviu a sociedade mato-grossense por meio de diversas unidades da PMMT, entre as quais os 1º e 10º Batalhões e o Quartel do Comando Geral(QCG), em Cuiabá.

Ele não só fez história na carreira, também inspirou o filho na escolha da profissão. Corrêa é pai do sargento Ribeiro(Elson Carlos Torres Ribeiro), do Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental. Ele deixa a esposa Dailza Conceição, três filhos, Elson Ribeiro, Rita de Cássia e Geise Regina, e oito netos.

Para o filho Elson Ribeiro, o que os confortam nesse momento de dor são os bons exemplos que Corrêa deixa como policial, cidadão e pai de família. “Pedimos a Deus que o acolha em bom lugar”, disse.

Por exigência do protocolo em razão da pandemia da Covid-19, não haverá velório aberto. A família ainda está encaminhando os procedimentos necessários ao sepultamento.

Veja Mais:  Homem com mando de prisão é detido pela PRF em Comodoro/MT

Tenente Corrêa, ao lado do neto Vanderson, que está engajado no Exército, e do filho, o sargento Ribeiro, da PMMT

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Homem com mando de prisão é detido pela PRF em Comodoro/MT

Publicado


.

Na manhã desta quarta-feira (08), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu um homem, de 49 anos, que possuía um mandado de prisão em seu desfavor.

Durante fiscalização na BR-174, em Comodoro, os policiais abordaram o veículo GM/S10, de cor branca e placas de Cuiabá/MT. Ao consultar a documentação, os PRFs constataram que havia um mandado de prisão em desfavor do condutor, pelo crime de sequestro e cárcere privado.

O mandado foi emitido pela Segunda Vara Criminal e Cível – Comodoro, na data de 10 de junho deste ano.

A ocorrência foi encaminhada para Polícia Civil de Comodoro.

SECOM PRF MT

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Veja Mais:  PRF apreende madeira e agrotóxicos em Alto Garças/MT
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana