Policial

Polícia Civil prende tatuador por estuprar cliente em Primavera do Leste

Publicado

A Polícia Judiciária Civil prendeu um tatuador acusado de estuprar uma moça de 24 anos, na cidade de Primavera do Leste (231 km ao Sul), na quarta-feira (01.08). A vítima procurou o estúdio pela manhã, quando sofreu o estupro por parte do suspeito, D.C, que trabalha na região central do município.

O suspeito foi autuado em flagrante por crime de estupro. O procedimento foi lavrado pelo delegado Pablo Borges Rigo, após a mulher denunciar o crime, na tarde de ontem, na Delegacia de Polícia de Primavera. Ela contou que foi até o estúdio para fazer um orçamento e durante o momento que o tatuador fazia o desenho em sua perna da vítima, se aproximou de seu rosto e lhe deu um beijo repentinamente.

A moça contou que ficou assustada e indagou ao tatuador o que estava fazendo, que era casada e tinha dois filhos. Ela ainda tentou sair do local, alegando que marcaria outro horário. Mas foi imobilizada pelo tatuador, que é mestre em artes marciais. Segundo ela, foi jogada em um sofá, onde foi mantida presa até a consumação da  violência sexual.

No estúdio, o atendimento é feito pelo próprio tatuador e as portas fechadas. Por conta do ambiente fechado, a vítima contou que temeu pela sua vida, por estar impossibilidade de gritar por socorro.

A vítima passou por exame de corpo delito no Instituto de Medicina Legal (IML) e também recebeu atendimentos médicos, seguindo o protocolo de procedimentos para vítimas de estupro.

Veja Mais:  Cinco são presos com mandado de prisão em aberto em Cuiabá, Rondonópolis e Campo Novo do Parecis

Com base no depoimento da vítima, os policiais estiveram no estúdio comprovando as  informações repassadas. No local, os policiais apreenderam uma camiseta branca do suspeito, que ficou manchada de base e batom da vítima, no momento em que moça  ficou imobilizada junto ao corpo dele, além de outros indícios que confirmaram o crime.

Comentários Facebook

Policial

Batalhão Ambiental da PM fecha garimpo ilegal e multa proprietário em Nossa Senhora do Livramento

Publicado

Policiais militares do Batalhão Ambiental (BPMPA) fecharam uma área de garimpo ilegal, na manhã desta sexta-feira (24.06), na zona rural de Nossa Senhora do Livramento. Um homem de 52 anos, proprietário da área, foi preso e multado em R$ 189 mil. Maquinários utilizados na área foram apreendidos pela equipe.

Por volta de 10h, a equipe do Batalhão Ambiental recebeu denúncia anônima que informava sobre um garimpo que funcionava de maneira irregular, próximo de uma rodovia, em uma área de preservação permanente. Os policiais militares foram ao endereço indicado e identificaram uma grande área de desmatamento.

No local, a equipe foi recebida por um homem, que se apresentou como proprietário da área e responsável pelo empreendimento. Questionado sobre a documentação para o funcionamento do garimpo, o suspeito afirmou que não possuía autorização para realizar a ação.

A equipe do Batalhão Ambiental ainda identificou supressão da vegetação nativa e desvio do curso de água para despejo de rejeitos de minérios em um córrego. Os policiais militares também localizaram escavadeiras, motosserras e demais maquinários utilizados para degradação da área.

Diante da situação, o suspeito que se apresentou como proprietário da área foi conduzido para a Delegacia e multado em R$ 189 mil. Todo o material encontrado nas terras foi apreendido pela equipe do Batalhão Ambiental.

Disquedenúncia  

Veja Mais:  Polícia Civil recebe equipamentos de informática em parceria com Ministério Público

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Batalhão Ambiental da PM fecha garimpo ilegal em Nossa Senhora do Livramento

Publicado

Policiais militares do Batalhão Ambiental (BPMPA) fecharam uma área de garimpo ilegal, na manhã desta sexta-feira (24.06), na zona rural de Nossa Senhora do Livramento. Um homem de 52 anos, proprietário da área, foi preso e multado em R$ 189 mil. Maquinários utilizados na área foram apreendidos pela equipe.

Por volta de 10h, a equipe do Batalhão Ambiental recebeu denúncia anônima que informava sobre um garimpo que funcionava de maneira irregular, próximo de uma rodovia, em uma área de preservação permanente. Os policiais militares foram ao endereço indicado e identificaram uma grande área de desmatamento.

No local, a equipe foi recebida por um homem, que se apresentou como proprietário da área e responsável pelo empreendimento. Questionado sobre a documentação para o funcionamento do garimpo, o suspeito afirmou que não possuía autorização para realizar a ação.

A equipe do Batalhão Ambiental ainda identificou supressão da vegetação nativa e desvio do curso de água para despejo de rejeitos de minérios em um córrego. Os policiais militares também localizaram escavadeiras, motosserras e demais maquinários utilizados para degradação da área.

Diante da situação, o suspeito que se apresentou como proprietário da área foi conduzido para a Delegacia e multado em R$ 189 mil. Todo o material encontrado nas terras foi apreendido pela equipe do Batalhão Ambiental.

Disquedenúncia  

Veja Mais:  Polícia Civil recebe equipamentos de informática em parceria com Ministério Público

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Cinco pessoas são presas pela PM e mais de 100 porções de drogas apreendidas em Cuiabá

Publicado

Policiais militares prenderam em flagrante quatro homens, com idades entre 26 e 62 anos, por tráfico ilícito de drogas e apreenderam mais de 100 porções de substância análoga a cocaína, no final da noite desta sexta-feira (24.06), em Cuiabá. Ainda na ocorrência, uma mulher de 26 anos foi presa por ameaça e desacato, e mais de R$ 4,2 mil em dinheiro foram apreendidos.

Conforme o boletim de ocorrência, por volta de 23h40, durante patrulhamento tático pela Operação Impactus, as equipes formadas pelo Grupo de Apoio (GAP) do 24º Batalhão da PM e do 10º Estágio de Qualificação de Sargentos (EQS) visualizaram um homem arremessando alguns pacotes para dentro de um estabelecimento, e uma segunda pessoa tentando guardar um carro no local.

De imediato foi iniciado procedimento de abordagem aos suspeitos, sendo encontrado com um dos homens três porções pequenas de cocaína. Em checagem ao veículo que o segundo suspeito tentava guardar, foram visualizadas uma porção grande de maconha e diversas porções de cocaína, que foram apreendidas.

No local, os policiais militares também abordaram outros dois homens, ligados aos criminosos que já haviam sido detidos. Em revista pessoal ao terceiro suspeito, foi encontrado a quantia em dinheiro de R$ 4.239,00 reais. 

Questionado sobre o valor, o homem revelou que o montante era proveniente de golpes de vendas por aplicativos, que eram realizados junto com um quarto suspeito, que também foi abordado e detido pela PM.

Veja Mais:  Polícia Civil recebe equipamentos de informática em parceria com Ministério Público

Ainda segundo o boletim de ocorrência, no momento da condução dos quatro suspeitos, uma mulher, que seria esposa de um dos homens, apareceu em uma motocicleta Biz e começou a desacatar e ameaçar os policiais militares que realizavam a ação. 

Em revista aos documentos pessoais da suspeita, foi verificado que ela não possuía CNH e que a motocicleta estava sem licenciamento, tendo sido a mulher também detida e o veículo apreendido.

Diante dos fatos, os cincos suspeitos foram encaminhados para a Central de Flagrantes junto com todo o material apreendido, para registro da ocorrência e demais providências cabíveis referentes ao caso.

Disquedenúncia  

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana