Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis faz mutirão da saúde nos residenciais Maria Vetorasso I e II

Publicado

Foto: Assessoria

A Prefeitura de Rondonópolis está promovendo um grande mutirão de saúde, nos residenciais Maria Vetorasso I e II, cujo objetivo é orientar, prevenir e combater e eliminar focos de mosquito da Dengue e Leishmaniose.

Na verdade, os trabalhos começaram na última sexta-feira (10) com ações de pulverização nos terrenos baldios e quintais das residências para combater os mosquitos adultos em situação de voo. Participam dessa ação, Agentes Comunitários de Endemias (ACEs), equipes de técnicos e veterinários da Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ), bem como, técnicos do Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Segundo informações da supervisora do mutirão, Maria Suely A. dos Santos, na manhã desta segunda-feira (13), cerca de 40 pessoas, entre técnicos, veterinários e agentes comunitários de endemias (ACEs), abriram duas frentes de trabalho e iniciaram as visitas de casa em casa nos referidos residenciais, realizando a fiscalização e detecção, coleta de amostras e efetivo controle eliminando focos de mosquitos da dengue e Leishmaniose.

Também estão sendo realizados inquéritos caninos, ou seja: o cadastramento, triagens e coletas de sangue dos animais (cães e gatos) para detecção da leishmaniose nas residências onde os donos permitiam a ação da saúde pública.

Ainda segundo a supervisora, as equipes vão visitar durante esta semana os 682 imóveis dos referidos bairros assim distribuídos: 459 residências no Residencial Vetorasso I e, 223 no Vetorasso II.

Veja Mais:  Santa Casa de Rondonópolis prepara eleição de nova diretoria

De acordo com a programação, os agentes de saúde, ainda vão fiscalizar pelo menos 849 terrenos baldios e 24 comércios da região. Este trabalho deve se estender durante toda a semana.

Conforme a Vigilância de Saúde, este trabalho de mutirão de saúde nos referidos bairros, se deu em razão de duas situações de óbitos suspeitos de dengue, cuja situação segue em análise, mas ainda sem confirmação pela SMS.

Aliado a isso, outro fator preocupante, foi a identificação de alguns animais que apresentavam suspeita de contaminação por leishmaniose. Tudo isso ensejou essa ação preventiva e de combate aos mosquitos transmissores da dengue: o mosquito “Aedes Aegypti e, o da leishmaniose: mosquito-palha infectado.

VACINA ANTIRRÁBICA
Paralelo a isso, a Coordenação da Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ), também iniciou no último sábado (11), a vacinação antirrábica canina em alguns pontos estratégicos da cidade, como a região do Residencial Nossa Senhora do Amparo e, no Jardim Gramado região da grande Vila Operária.

Os próximos pontos de vacinação serão nos residenciais: Rui Barbosa e Jambrapi (Res. Jambalaia; Jd. Brasília e Jd. dos Pioneiros), estes últimos na região central da cidade. Na verdade o Dia “D” de vacinação antirrábica na cidade, está programado para acontecer na primeira quinzena do mês de outubro.

Ressaltando que a vacinação dos animais domésticos é uma das principais ações de controle da raiva em áreas urbanas. Este ano, a meta é de imunizar 80% desses animais ou, cerca 45 mil cães e gatos, conforme recomendação da OMS – Organização Mundial de Saúde e do MS – Ministério da Saúde.

Comentários Facebook

Rondonópolis

Cantor ‘Zé Pretim’ é encontrado morto em casa

Publicado

Foi achado morto, no apartamento onde vivia, o cantor “Zé Pretim”, de 67 anos. Ícone do blues num estado dominado por música de outras vertentes, José Geraldo Rodrigues foi achado por uma vizinha.

“Pretim”, a caminho dos 70 anos, tinha o que os amigos definem como “saúde frágil”. Cinco atrás, chegou a se internar em uma clínica de reabilitação, para tratamento da dependência química em álcool e drogas.

Não se sabe ainda detalhes de como ele faleceu. A informação está circulando em grupos de músicos, que manifestação muita tristeza.

O Samu (Serviço Móvel de Atendimento de Urgência) e a Polícia Civil enviaram equipes ao lugar, uma vez não se sabe a circunstâncias.

O músico nasceu em Minas Gerais, mas se radicou em Mato Grosso do Sul há mais de 4 décadas.

“Bluesman do Pantanal” era uma das formas como “Zé Pretim” também ficou conhecido, pela escolha do ritmo criado nos Estados Unidos.

O artista chegou a se apresentar em programas nacionais e era muito respeitado na classe musical. Autodidata, se dizia iletrado, mas na guitarra, era visto como genial.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Rondonópolis; LOA será debatida em audiência pública online na quinta-feira (23)
Continue lendo

Rondonópolis

SES desativa leitos de UTIs Covid-19 no Hospital Regional e Santa Casa de Rondonópolis

Publicado

Foto: Assessoria

Os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com Covid-19 na rede pública de Rondonópolis foram bloqueados e serão desativados. A Secretaria de Estado de Saúde também vai deixar de manter outros leitos na Santa Casa.

O motivo é que nas últimas semanas teve redução no número de internações nos leitos de UTI Covid na rede pública e, além disso, o estado pretende retomar as cirurgias eletivas neurológicas e cardíacas e precisa utilizar os leitos.

A SES-MT orientou que se os leitos estiverem ocupados os pacientes devem ser mantidos nas unidades de terapia intensiva até que sejam liberados.

Os 10 leitos que estão sendo bloqueados estão no Hospital Regional de Rondonópolis e a SES também vai deixar de dar aporte financeiro para outros dez leitos que são custeados em parceria com o Ministério da Saúde na Santa Casa.

Foram notificados: o escritório regional de saúde que faz a regulação desses pacientes, inclusive de toda região, também a Santa Casa e a Secretaria Municipal de Saúde.

Com essa redução de leitos de UTI Covid, Rondonópolis, que contava com 60 leitos, agora passa a ter 40 e parte deles para atender pacientes de toda região.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Secult entrega materiais para artistas plásticos selecionados pelo Edital da Lei Aldir Blanc

Publicado

Foto: Assessoria

Um dos setores mais afetados durante a pandemia do coronavírus foi o da cultura. Com intuito de minimizar esses reflexos e fomentar a economia do setor cultural de Rondonópolis, a Secretaria  Municipal de Cultura (Secult) entregou os kits de material consumo para os 25 artistas plásticos do município que foram selecionados pelo Edital Emergencial 009/2021, vinculado à Lei 14.017/2020, conhecida como Lei Aldir Blanc.

Realizada na noite de terça-feira (14), no Centro Cultural Casario, a entrega dos Kits, que tiveram um investimento de quase R$ 23 mil, foi feita pelo secretário municipal Pedro Augusto Araújo. Os kits entregues, gratuitamente, aos artistas selecionados contém tintas, telas e pincéis.“A Prefeitura,  por meio da Secult com a Lei Aldir Blanc, já contemplou com editais de fomento vários segmentos culturais, que foram bastante afetados pela pandemia. Hoje, com muita alegria, estamos  fazendo mais uma ação importante de apoio para o setor de artes visuais da nossa cidade, com a entrega desses kits para os 25 artistas plásticos  que tiveram suas propostas apresentadas neste Edital Emergencial 009/2021 e foram selecionados pela comissão”, disse Pedro Augusto.

Como contrapartida,  os artistas plásticos deverão expor suas obras, que terão como temática o processo histórico de  Rondonópolis, para visitação do público. “A exposição deve ser realizada em dezembro, durante as comemorações dos 68 anos de emancipação do município”, informou o gerente da Divisão de Eventos Culturais da Secult, Marcelo Valença.

Veja Mais:  Santa Casa de Rondonópolis prepara eleição de nova diretoria

Em sua fala, durante o ato de entrega dos kits, o secretário Pedro Augusto ressaltou que tem como meta levar as ações e projetos da Secretaria para toda a população, com o intuito de fortalecer o setor cultural, seja nas artes plásticas, artes cênicas, música, dança, artesanato.

 “Vamos estimular os diversos segmentos da cultura local a realizarem mais atividades e levarmos à toda sociedade. Para o setor de artes plásticas especificamente, queremos fazer um calendário de exposições permanentes, envolvendo parcerias com empresas da nossa cidade, para que possam estar expondo os trabalhos dos nosso artistas”, revelou o secretário, acrescentando que este trabalho deverá ser feito com a participação do Conselho Municipal de Cultura, que deverá ser fortalecido pela pasta.

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana