Rondonópolis

Projeto que institui a divulgação do uso de Bengala Verde é aprovado

Publicado

O Projeto de Lei do vereador Batista da Coder (SD) que institui a divulgação do uso da Bengala Verde em Rondonópolis, como meio adequado para identificar pessoas com baixa visão, foi aprovado na última Sessão Ordinária (05) no Plenário Ulysses Guimarães da Câmara Municipal de Vereadores.

A lei tem como objetivo conscientizar a todos sobre as dificuldades que uma pessoa com baixa visão tem, como por exemplo, reconhecer rostos, ler placas de sinalização, letreiros de ônibus, atravessar as ruas, entre outras, e ficará a cargo do Poder Executivo de fazer a divulgação, por meio de eventos como palestras e seminários que apresentem o cotidiano de uma pessoa com baixa visão. O uso da “Bengala Verde” irá facilitar a distinção das pessoas com baixa visão das pessoas cegas.

“A sociedade muitas vezes por falta de conhecimento não sabe diferenciar, e por isso, quem tem baixa visão, são taxadas como mentirosas, e essas pessoas precisam de ajuda, porque elas também têm direitos que precisam ser respeitados”, disse a pedagoga deficiente visual Leandrina de Oliveira Pereira dos Santos.

A cor utilizada para o objeto representa esperança. Além disso, também possui o significado de “ver-de outra maneira” ou de “ver-de novo”. A Bengala Verde é um instrumento de suma importância para orientação, mobilidade, identificação e inclusão social das pessoas com baixa visão, bem como para a conscientização da sociedade sobre a existência e as consequências da baixa visão.

Veja Mais:  Prorrogada portaria que suspende atendimento presencial na Câmara de Vereadores

Considera-se uma pessoa de baixa visão, aquela que apresenta alteração, com restrição visual menor ou igual a 20/200, ou inferior a 30% da visão do melhor olho, ou campo visual (visão lateral) menor que 20 graus, mesmo com o uso de óculos adequados e após ter passado por todos os procedimentos clínicos ou cirúrgicos, e utilizado de todos os recursos óticos disponíveis para a melhora da capacidade visual.  “Diferenciar as bengalas por cores, fará com que os cidadãos que tem baixa visão não passem constrangimentos e discriminação ao serem comparados com pessoas totalmente cegas”, destaca o vereador Batista da Coder.

Comentários Facebook

Rondonópolis

Prefeitura convoca população para participar da apresentação do projeto da LDO 2021

Publicado


.

A Prefeitura de Rondonópolis realiza na próxima segunda-feira, dia 20 de julho, às 15 horas uma audiência pública para apresentar e discutir o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do município para o exercício 2021. Por conta da pandemia do novo coronavírus, a audiência será realizada por meio de uma live na página da prefeitura na facebook.

Será apresentado pela Secretaria Municipal de Planejamento, Coordenação e Controladoria Geral o projeto que estabelece, dentre outros itens, as metas e prioridades, bem como as metas fiscais do exercício 2021. A população pode participar opinando e enviando mensagens no chat da live durante a realização da audiência acessando o link https://www.facebook.com/prefrondonopolis/live.

A realização da audiência da LDO acontece em determinação da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), contida na Constituição Federal. A LDO 2021 norteia o projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA), que define as receitas e investimentos para o ano que vem do Poder Executivo Municipal e Câmara de Vereadores, Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear), Serv Saúde e Impro.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Sanear instala túnel de desinfecção em combate à Covid-19
Continue lendo

Rondonópolis

Sanear instala túnel de desinfecção em combate à Covid-19

Publicado


.

Em ação ao combate ao novo coronavírus, um túnel de desinfecção foi instalado no Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis – Sanear, na segunda-feira (13), buscando garantir a saúde do trabalhador. O equipamento é voltado para a higienização de profissionais e visitantes do prédio localizado no bairro Monte Líbano. O túnel possui formato de um corredor de 2,5 metros, pelo qual o profissional passa no início e ao final do expediente, para desinfecção.

O equipamento possui estrutura de alumínio, com tubulação de PVC, uma bomba de alta pressão e bicos aspersores que fazem o processo de nebulização. Além disso, foi instalado um sensor de presença que aciona um jato de produto ao ser ativado pelos que passam pelo local. O produto utilizado, Neppodine DGC 30, é regulamentado pela Anvisa e não provoca danos à saúde do usuário.

“Este produto é o mesmo utilizado na higienização em hospitais, aeroportos, clínicas, barreiras sanitárias e para desinfecção em mãos e corpos. Foi mais uma maneira encontrada pela administração municipal para garantir a segurança dos colaboradores e daqueles que precisem de atendimento no setor Monte Líbano”, concluiu a diretora administrativa financeira, Antonieta Garcete.

Comentários Facebook
Veja Mais:  COVID-19: Com 111 óbitos registrados Rondonópolis continua na lista dos municípios com risco 'Muito Alto'
Continue lendo

Rondonópolis

Obras da UBS do Residencial Dom Osório seguem em ritmo acelerado em Rondonópolis

Publicado

.

Depois que foram retomadas pela prefeitura municipal de Rondonópolis, as obras de construção da Unidade Básica de Saúde do residencial Dom Osório, iniciada ainda em 2014, mas que estavam paralisadas, agora seguem em ritmo forte e podem ser concluídas antes do prazo, acredita o gerente de Divisão de Infraestrutura Básica I da Secretaria Municipal de Saúde, o engenheiro Agnaldo Lira de Freitas Junior.

Por se tratar de uma região bastante adensada populacionalmente, a comunidade do bairro bem como da circunvizinhança careciam de uma unidade de atendimento de saúde bem estruturada e mais próxima dos seus domicílios. Pensando nisso, e atenta às demandas da população, a Prefeitura Municipal retomou a obra que segue bem adiantada. Atualmente os trabalhos estão concentrados na estruturação da parte elétrica e execução de piso intertravado.

O município está investindo R$ 196.123,99 de recursos próprios na estrutura física da unidade, cuja área total de construção mede 276,12 m2 (metros quadrados).

Por se tratar de uma estrutura grande UBS-Unidade Básica de Saúde, o local vai abrigar consultório odontológico, sala de inalação, farmácia, duas salas para consultas médicas, sala para vacinação, sala para curativos, sala de acolhimento, recepção, sala de inalação, sala de atividades coletivas, local para esterilização de equipamentos, copa, sala da administração, abrigo de resíduos sólidos e depósito de material de limpeza.

Veja Mais:  Sanear instala túnel de desinfecção em combate à Covid-19

Além das partes já edificadas, muito trabalho ainda será executado no local até a conclusão, como estruturação do pátio e o entorno da unidade que será todo gramado. Além dessas obras de acessibilidade, será construída calçada com piso tátil e estacionamento, bem como uma entrada com acesso para ambulâncias.

Retomar e concluir o quanto antes esta importante obra de saúde para a população era uma preocupação constante da municipalidade, que vê nesse momento delicado de pandemia do Coronavírus uma necessidade de renovação e fortalecimento de toda a estrutura de Atenção Básica de Saúde à população local, deixando esse importante legado de renovar, readequar e levar atendimento médico de qualidade cada vez mais próximo e com mais comodidade às comunidades.

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana