Rondonópolis

Projeto Recuperando Nascentes atinge mais 90 mil mudas plantadas em seis anos de ação socioambiental na região sul de Mato Grosso

Publicado

Foto: Assessoria

Na manhã deste sábado (18/08), o projeto “Recuperando Nascentes” completou seis anos de atuação na região sul de Mato Grosso, com a 72ª edição realizada no Horto Florestal de Rondonópolis. Com a cooperativa de crédito Sicredi Sul MT a frente a iniciativa, a ação ambiental recupera nascentes de água em áreas degradas com o método de plantio de mudas de espécies nativas do cerrado.

No Horto Florestal o grupo de cerca de 200 voluntários foi dividido em três equipes que participaram do plantio de 300 mudas, limpeza das trilhas e trituração de galhos. Para o presidente do Sicredi Sul MT, Marco Túlio Soares chegar seis anos de Recuperando Nascentes é um motivo de orgulho para todos que acreditam no projeto. “É um sentimento de dever cumprido, para nós é uma alegria muito grande de estar celebrando o sexto ano, com a septuagésima segunda ação, com mais de 90 mil mudas plantadas e principalmente ser exemplo pensando um pouco nas próximas gerações”, disse.

O presidente do Sicredi Sul MT também relembrou que nesta trajetória do “Recuperando Nascentes”, o projeto se transformou em um modelo copiado por outras cooperativas pelo Brasil e recebeu prêmios em Manaus Concredi Verde, em São Paulo o prêmio Benchmarking Brasil, ficando ainda, entre os cinco finalistas no Way Cup, na Austrália, programa que premia boas ações nos pilares, econômico, social e ambiental no mundo.

Veja Mais:  Prefeitura de Rondonópolis deve suspender processo de licitação estimado em R$ 130 milhões

O secretário municipal de  Meio Ambiente, João Fernando Copeti Bohrer destacou a importância da açao como um exemplo a ser seguido, tanto pela iniciativa privada como pelo poder público. “É uma satisfação presenciar um projeto que se iniciou a seis anos com a recuperação de nascentes e culminando hoje com essa ação coletiva neste espaço público, que é um dos principais locais de visitação da cidade, o valor que isso agrega na questão ambiental e social é muito grande é só observarmos a alegria das crianças que participam “, comentou o secretário.

O Recuperando Nascente ocorre todo último sábado de cada mês, em parceria com o proprietário da área  visitada. O projeto conta com o apoio da Lavoro Agro, Instituto Ação Verde, Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Celeiro Carnes Especiais,  Icatu Seguros e Fazenda Torre.

Comentários Facebook

Rondonópolis

Secretaria de Saúde ofertará serviços durante a 48ª Exposul

Publicado

A Secretaria Municipal de Saúde estará presente na 48ª Exposul ofertando serviços durante os seis dias de festa que vão ocorrer de 08 à 13 de agosto, no Parque de Exposições Governador Wilmar Peres de Farias. Durante esse período, a equipe estará instalada em um estande próximo ao parque de diversão. 

No local serão realizados testes rápidos para diagnóstico de HIV, sífilis e hepatites B e C, distribuição gratuita de preservativos, orientação sobre os programas de saúde e  atendimento médico e de enfermagem de urgência.

Uma equipe da Vigilância Sanitária também estará fazendo fiscalizações do parque e dos alimentos nesses dias de festa. 

Todos os anos a Prefeitura Municipal faz parceria com o Sindicato Rural por considerar que o evento tem o papel de apresentar Rondonópolis para o Brasil, pois  atrai empresários de todos os lugares do país. 

Fonte: Prefeitura de Rondonópolis

Comentários Facebook
Veja Mais:  Prefeitura de Rondonópolis deve suspender processo de licitação estimado em R$ 130 milhões
Continue lendo

Rondonópolis

SECULT abre espaço para artesãos de Rondonópolis na 48ª Exposul

Publicado

Pelo menos 23 artesãos de Rondonópolis, terão a oportunidade de expor seus trabalhos em uma espécie de “vitrine popular” no estande da Secretaria Municipal de Agricultura e Pecuária, cedido à SECULT – Secretaria Municipal de Cultura durante a realização da 48ª Exposul. 

Segundo o secretário Pedro Augusto Araújo, está sendo montado um espaço no estande da municipalidade, que vai abrigar parte dos artesãos locais cadastrados, para que possam mostrar e comercializar os seus trabalhos de arte em: pedrarias, bijuterias, comidas típicas e vestuário, entre outros produtos.

O importante, conforme o secretário, é que os artesãos não terão nenhum custo para apresentar seus trabalhos, nem tampouco, nenhuma taxa para a comercialização dos mesmos.

“A Prefeitura está abrindo este espaço para esses trabalhadores (as) artistas populares mostrarem a sua arte, os seus trabalhos e comercializá-los diretamente com o consumidor. Os visitantes terão a oportunidade de prestigiar e valorizar o trabalho dos nossos artesãos, adquirindo produtos de muita qualidade a preços convidativos”, explicou Pedro Augusto.

Ainda segundo o secretário, essa foi mais uma forma que a municipalidade encontrou de prestigiar e valorizar os artesãos locais, abrindo essa importante vitrine popular a estes trabalhadores da cidade que fazem da sua arte, o seu ofício e o meio de sustento de suas famílias.

Lembrando que os artesãos locais estarão expondo os seus trabalhos todas as noites a partir desta segunda-feira (8), data de abertura da feira, e se estendendo até a noite do sábado (13) no encerramento da 48ª Exposul.

Veja Mais:  Comércio de Rondonópolis não abrirá as portas no Dia do Trabalhador

Fonte: Prefeitura de Rondonópolis

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Moradores do Edelmina Querubim e Carlos Bezerra recebem escrituras

Publicado

A quadra de esportes da Escola Estadual Professora Stela Maris Valeriano da Silva ficou pequena com a quantidade de moradores que foram receber os títulos definitivos de seus imóveis. Somente durante a noite de sexta-feira (05) cerca de 150 títulos foram entregues, contemplando moradores dos bairros residencial Edelmina Querubim e Carlos Bezerra II.

O trabalho de regularização fundiária executado pela Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo está beneficiando centenas de proprietários que ainda não tinham o documento do imóvel. Todo o trâmite burocrático, inclusive no trabalho com o cartório, é desenvolvido pelo município, agilizando os processos. 

O prefeito José Carlos do Pátio entregou pessoalmente cada documento definitivo para os proprietários. Logo após receber o título, o morador era encaminhado ali mesmo na quadra, em outro espaço preparado pela equipe da Habitação para coletar as assinaturas e oficializar a posse. “Um ato de cidadania que garante dignidade para as famílias”, destacou. 

Por meio do programa de regularização fundiária, os proprietários têm uma economia de cerca de 8 mil reais. De posse dos documentos, os proprietários agora podem buscar financiamentos para fazer melhorias ou até ampliações nas residências. Além dos títulos entregues no evento, outros 150 já estão prontos e estão sendo repassados pela Secretaria de Habitação.

Fonte: Prefeitura de Rondonópolis

Comentários Facebook
Veja Mais:  Desfile de 7 de Setembro começa às 7h na avenida Amazonas em Rondonópolis
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana