Rondonópolis

Raio X: O que tem por trás dos Kit Covid-19 encontrados no lixo em Rondonópolis?

Publicado

O que tem por trás dos medicamentos para Covid-19 encontrados na lixeira da Praça Brasil em Rondonópolis? A notícia publicada na página do Site Portal MT onde em um vídeo mostra uma servidora da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (CODER) achou os medicamentos no lixo, causou muitos burburinhos e espanto aos internautas e até mesmo críticas a gestão municipal.

A Coluna Raio X durante todo o dia desta quarta-feira (12) montou um quebra cabeça buscando informações, e chegou a conclusão do motivo em que certos irresponsáveis em plena pandemia onde diversos pessoas necessitam do Kit Covid-19, estes jogaram no lixo.

Buscando informações, o município de Rondonópolis não tem nenhuma responsabilidade pela atitude dos irresponsáveis, pois o ato não foi praticado por  servidor da saúde municipal.

A informação que chegou ao Raio-x, é que estes cidadãos que excluíram o uso do Kit Covid-19, foi ao local na região central em um maravilhoso projeto implantado pela iniciativa privada para atender as pessoas com sintomas da Covid-19, ali caso sejam constatado os sintomas, ali mesmo já sai medicados. Porém teve os que agiram de má fé, com intuito de ter beneficio próprio, usar de artimanhas para afastar do serviço.

Atestado Médico Covid-19

 Algumas pessoas foram até o local com má intenção e usou isso como forma de pegar atestado e afastar do trabalho, sem interesse de usar os medicamentos, jogaram no lixo. O protocolo da Organização Mundial de Saúde preconiza que pessoas com sintomas sejam isoladas por um período de 14 dias.

Veja Mais:  Live da audiência pública sobre Projeto da LOA 2021 detalha receitas e despesas previstas para o próximo ano

A partir de então, algumas portarias governamentais, notas técnicas e protocolos do Ministério da Saúde passam a respaldar e orientar o fornecimento de atestado de afastamento do trabalho a todos os pacientes portadores de sintomas respiratórios suspeitos de Covid-19, bem como de seus contatos familiares, mesmo sem realização de consulta presencial.

Para os pacientes com sintomas, deve-se realizar o fornecimento de atestado de afastamento do trabalho pelo período de 14 dias a partir da data de início dos sintomas. Ou seja, se o atendimento ocorreu quatro dias após o início do quadro, por exemplo, o médico deve fornecer atestado com dez dias de afastamento.

Apesar de a definição de caso suspeito ser a presença de síndrome gripal, pacientes com qualquer sintoma respiratório, com ou sem febre, devem ser afastados, de modo a realizar o isolamento o mais precocemente possível. É essencial lembrar as recomendações de higiene e proteção individual e domiciliar para esses pacientes.

Absurdo; Kit Covid-19 são encontrados no lixo em Rondonópolis

Absurdo; Kit Covid-19 são encontrados no lixo em Rondonópolis

Posted by Portal MT on Tuesday, August 11, 2020

Rondonópolis

Ações da Semana Nacional do Trânsito este ano serão no formato digital

Publicado


.

Inicia nesta sexta-feira (18) e segue até o próximo dia 25, a Semana Nacional de Trânsito (SNT). Com o tema “Perceba o risco, proteja a vida”, definido pelo Conselho Nacional de Trânsito, o foco é chamar a atenção sobre os perigos no trânsito e outros riscos à saúde do cidadão.

Devido à pandemia do novo coronavírus, a Prefeitura de Rondonópolis, por meio da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (Setrat), mudou a abordagem das ações que costumeiramente são realizadas no município durante a Semana Nacional de Trânsito.

Ao invés de realizar palestras educativas, teatros de fantoches, blitze educativas com a distribuição de panfletos em diversos pontos da cidade, a semana ocorrerá no formato digital. “Serão divulgados vídeos de orientação no site da prefeitura de Rondonópolis, como, por exemplo, a maneira correta de atravessar a faixa de pedestre”, destaca a agente Maria Izabel Cruvinel Martins, que é a responsável pelo núcleo de educação para o trânsito da Setrat.

Os vídeos educativos que serão divulgados fazem parte da campanha voltada para a proteção da vida no trânsito que foi desenvolvido pelo Sistema Nacional de Trânsito, juntamente com Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

“Por causa dos cuidados sanitários necessários para o enfrentamento do novo coronavírus, como o distanciamento social, não iremos realizar este ano as ações especiais que todos anos acontecem no mês de setembro. Mas, não podemos deixar passar batida a data que foi criada para chamar atenção dos motoristas, passageiros, ciclistas e pedestres para os cuidados necessários para termos um trânsito mais seguro. Então, iremos usar o site da prefeitura para divulgar estes vídeos educativos voltados para a proteção da vida no trânsito”, disse a agente Maria Izabel, observando que a Setrat realiza ao longo do ano várias outras ações de conscientização.

Veja Mais:  Rede pública municipal mantém apenas atendimentos odontológicos de urgência e emergência durante a pandemia

Década de ações

A realização da SNT 2020 coincide com o fim da Década de Ações pelo Trânsito Seguro, proposta pela Organização das Nações Unidas (ONU), na qual os governos dos diferentes países se comprometeram a tomar medidas para prevenir os acidentes, que matam cerca de 1,25 milhão de pessoas por ano. 

Em 2020, a campanha brasileira tem foco na preservação de vidas, por meio de ações de conscientização voltadas para educação, engenharia e fiscalização de trânsito, seguindo as recomendações do Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito.

Como os acidentes no trânsito constituem uma das maiores causas de mortes no mundo, a meta da semana é conscientizar a população sobre a importância da mudança de atitude, ressaltando que cada um é responsável pela segurança de todos e, por isso, deve perceber os riscos e proteger a própria vida e a dos demais ao seu redor. 

“Espera-se que as pessoas adotem novos comportamentos, valorizando a vida e, assim, seja possível reduzir o elevado número de lesões e de mortes causadas pelos acidentes de trânsito no Brasil”, ressalta o Departamento Nacional de Trânsito.

Continue lendo

Rondonópolis

Live da audiência pública sobre Projeto da LOA 2021 detalha receitas e despesas previstas para o próximo ano

Publicado


.

Já é costume realizar, no penúltimo trimestre do ano, a apresentação do Projeto da Lei Orçamentária Anual (PLOA) a ser executado no exercício posterior. Em 2020, por causa do momento de pandemia de coronavírus, a Secretaria Municipal de Planejamento, Coordenação e Controladoria Geral decidiu promover a audiência pública por meio de live. Assim, a reunião on line ocorreu na tarde desta sexta-feira (18), quando os munícipes puderam, acessando a página da Prefeitura de Rondonópolis, participar do encontro virtual.

Desenvolvida de acordo com o que preconizam os princípios da legalidade e da publicidade, e dando a devida transparência ao tema, a audiência foi conduzida pelo secretário de Planejamento, Rafael Mandracio e contou com a participação dos internautas, que apresentaram sugestões e questionamentos, podendo dirimir suas dúvidas na oportunidade.

Com detalhes, Rafael expôs o PLOA 2021, com os valores da receita e despesa previstos para o próximo ano, sendo estimada uma receita de R$1.315.181.182,88. Desse montante, refere-se à Administração Direta R$1.082.433.965,58 e à Indireta R$232.747.217,30.

Também foi exibido o plano de despesas com orçamento pormenorizado por unidades. Os valores destinados ao Poder Legislativo são da ordem de R$34.500.000,00. No Poder Executivo, especificamente à Pasta da Educação caberão R$246.711.000,00, à Saúde estão previstos R$296.895.194,59 e à Secretaria de Infraestrutura deve receber R$226.441.281,51, segundo o planejamento das despesas.

Agora, o PLOA 2021 será encaminhado à Câmara Municipal até 30 de setembro, onde passará pelo debate dos vereadores para, então, ser aprovado.

Veja Mais:  Rede pública municipal mantém apenas atendimentos odontológicos de urgência e emergência durante a pandemia

Continue lendo

Rondonópolis

Ex-vereador ‘Fulô’ volta a assumir cadeira na câmara municipal em Rondonópolis

Publicado

 

 Foto: Assessoria

O ex-vereador por Rondonópolis durante 24 anos, Lourisvaldo Manoel de Oliveira (MDB) o ‘Fulô’ voltará a assumir uma cadeira na Câmara Municipal de Rondonópolis.

Fulô que é suplente de vereador assumirá o lugar do vereador Thiago Muniz (DEM) que irá se licenciar para disputar as eleições a prefeito de Rondonópolis.

Fulô tentará retornar em definitivo a Câmara Municipal, pois é pré-candidato nas eleições marcadas para acontecer no dia 15 de novembro.

Veja Mais:  Live da audiência pública sobre Projeto da LOA 2021 detalha receitas e despesas previstas para o próximo ano
Continue lendo

CAMPANHA COVID-19 ALMT

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana