Rondonópolis

Enfermeiros pede apoio da Câmara Municipal de Rondonópolis para aumento do piso salarial

Publicado

A representante do Conselho Regional de Enfermagem, Cintia Ribeiro de Paula, participou da sessão da Câmara de Vereadores desta quarta-feira (5). Na pauta, além da luta da categoria pelo piso único, um pedido, para que seja feito em Rondonópolis, um memorial aos trabalhadores na saúde que foram vítimas da Covid-19.

Cintia explicou que no Brasil foram 777 óbitos de profissionais da enfermagem, em Mato Grosso, 55 e na cidade de Rondonópolis foram sete profissionais que perderam a vida em decorrência da Covid. “Mato Grosso é o quarto estado do Brasil, onde profissionais de enfermagem mais morrem, em decorrência da Covid”, disse.

O presidente da Câmara de Vereadores, Roni Magnani (SD) ,disse que vai encaminhar junto a Comissão de Saúde do Poder Legislativo, um pedido para que seja construído o memorial na região do Hospital de Retaguarda Antônio dos Santos Muniz. “Vou pedir para que seja feito esse memorial com a foto e o nome de cada uma dessas pessoas que perderam a vida”, disse.

No mesmo discurso, Cintia destacou a necessidade da aprovação do Projeto de Lei que tramita em Brasília, que determina a carga horária e o piso nacional dos profissionais de enfermagem.

O enfermeiro passaria a ganhar em torno de R$ 7 mil e o técnico cerca de R$ 5 mil.

Atualmente o salário de um técnico de enfermagem é de R$ 1,7 mil e do enfermeiro é de R$ 3 mil.

Veja Mais:  Hotel é isolado pela vigilância sanitária após hospede morrer de Covid-19 em Rondonópolis

“Vamos fazer um documento em nome de todos os vereadores e encaminhar para todos os parlamentares pedindo esse piso para a categoria, é o que a gente pode fazer”, disse o presidente.

Comentários Facebook

Rondonópolis

Hotel é isolado pela vigilância sanitária após hospede morrer de Covid-19 em Rondonópolis

Publicado

Unidade de Pronto Atendimento de Rondonópolis-Foto: Assessoria

Um hotel foi isolado pela Vigilância Sanitária de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, nesta sexta-feira (18), após um hóspede testar positivo e morrer em decorrência da doença.

A vítima viajou do Paraná para Mato Grosso e estava há quatro dias hospedado no hotel. Durante a hospedagem, o homem passou mal e morreu.

Para evitar o contágio da doença, o hotel ficará fechado até passar pelo processo de sanitização.

De acordo com a administração, todos os funcionários também farão o teste para Covid-19 para evitar a proliferação da doença.

Da redação com G1

Comentários Facebook
Veja Mais:  Alunos assistem à palestra de Conscientização Ambiental de Prevenção às Queimadas em Rondonópolis
Continue lendo

Rondonópolis

Secretaria de Saúde prioriza a aplicação da segunda dose da vacina Coronavac na próxima semana

Publicado

Com o estoque abastecido, a Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Rondonópolis irá na próxima semana concentrar esforços na aplicação de segundas doses da vacina contra Covid-19 da Coronavac/ Butantã.  A intenção é atualizar o calendário de vacinação para quem está aguardando o reforço do referido imunizante.

As doses de reforço da Coronavac em atraso, por causa de falta de fornecimento do imunizante pelo Ministério da Saúde, começam a ser aplicadas na terça-feira (22), em idosos com mais de 66 anos. Na quarta-feira (23), será para quem tem mais de 65 anos; na quinta (24), mais de 64 anos; na sexta (25), acima de 62 anos; e no sábado, 60 anos acima.

A vacinação do reforço da Coronavac do referido público etário será nos ESFs Paineiras, André Maggi, Padre Miguel, Pedra 90, Dom Osório, Morumbi, Serra Dourada e no Centro de Saúde  Cohab Velha.  O horário de atendimento é das 8h ás 11h e das 13h ás 16h30.

Além destes locais, a segunda dose da Coronavac será ofertada também pelo sistema drive-thru nos postos de atendimentos instalados no Estádio Municipal Luthero Lopes e no campus da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR).

A Secretaria programou também para fazer, entre os dias 22 e 26 de junho, a vacinação in-loco da segunda dose da Coronavac em idosos acamados com mais de 60 anos.

Veja Mais:  Rondonópolis tem o melhor saneamento do Centro-Oeste por três anos consecutivos no Ranking ABES da Universalização do Saneamento


Lactantes e Puérperas

Além da aplicação da Coronavac, durante a próxima semana, a secretária também seguirá com a aplicação da primeira dose da vacina da Pfizer em lactantes e puérperas, no Centro Cultural José Sobrinho, das 8h às 11h e das 13h às 16h30.

A programação prevê a imunização com a primeira dose da Pfizer, na próxima terça-feira (22) e quarta-feira (23), de gestantes, puérperas e lactantes com crianças de até oito meses.
Já na quinta-feira (24) e sexta-feira (25), a aplicação da primeira dose será em gestantes, puérperas e lactantes com crianças com até um ano.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Programa municipal de regularização fundiária chega ao Jardim Arco-íris

Publicado


Em continuidade à execução do Programa Morar Legal – Escritura na mão, a Prefeitura de Rondonópolis, por meio do Departamento de Regularização Fundiária da Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo (SMHAU), promove na próxima semana uma ação para atender os moradores do Jardim Arco-íris. Na ocasião, as famílias terão a oportunidade de atualizar o processo à titulação do imóvel.

 “Vamos revisar todos os processos, visando atualizar os documentos e as informações para concluir a regularização, que está na fase final já”, informa a gerente do Departamento de Regularização Fundiária, Maristela Moraes. Os atendimentos serão realizados na Escola Municipal da Vila Paulista, entre os dias 21 e 25 de junho, das 14h às 17h45. O uso de máscara é obrigatório.

Morar Legal

Criado pela Prefeitura de Rondonópolis, o programa Morar Legal – Escritura na Mão vem possibilitando a regularização fundiária de imóveis urbanos em diversos bairros da cidade, permitindo a entrega da escritura dos imóveis e dando plenos direitos de posse aos seus proprietários. Nos últimos quatro anos, o programa de regularização já beneficiou mais de 11 mil famílias de Rondonópolis.

O título definitivo devidamente registrado no cartório é a garantia jurídica que o cidadão tem para afirmar ser o legítimo proprietário do imóvel em que vive. Além de valorizar o terreno, constitui herança e ainda possibilita ao acesso ao financiamento bancário para obra de reforma da casa.

Veja Mais:  Rondonópolis tem o melhor saneamento do Centro-Oeste por três anos consecutivos no Ranking ABES da Universalização do Saneamento

 “O programa foi criado pela Prefeitura para dar dignidade e segurança às famílias que não possuem a escritura dos imóveis em que vivem. É uma iniciativa para assegurar que o cidadão não tenha somente a posse, mas, também, o direito legal e a propriedade da sua moradia”, destaca a secretária municipal de Habitação e Urbanismo, Huani Rodrigues.

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana