Rondonópolis

Sanear marca presença no 50º Congresso da Assemae

Publicado

Diretores, engenheiros e técnicos do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis Terezinha Silva de Souza (Sanear) participaram do 50º Congresso Nacional de Saneamento da Assemae. O evento aconteceu na capital gaúcha, Porto Alegre, no Centro de Eventos da Fiergs, de 9 a 13 de maio. A vasta programação foi preparada para proporcionar debates ricos e produtivos sobre o saneamento básico brasileiro. O evento contou ainda com participantes de todas as regiões do País e palestrantes especialistas no assunto.

Destaque, durante o congresso, o Sanear coordenou o evento em dois momentos, o primeiro foi uma mesa redonda para tratar da gestão de resíduos sólidos e a cobrança pelos serviços, já a segunda mesa tratou dos desafios da gestão e financiamentos do saneamento. Além disso, o diretor geral do Sanear, Hermes Ávila de Castro, coordenou uma sala que abordou o tema perdas de água e as experiências municipais de saneamento.

Exemplo de saneamento para o Brasil, Rondonópolis se destaca a nível nacional com importantes cargos ocupados pela atual gestão da autarquia na Assemae – Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento. O diretor geral Hermes Ávila de Castro ocupa o cargo de diretor nacional de resíduos sólidos e, já foi presidente da Assemae Centro-Oeste durante sete anos, cargo ocupado atualmente pela diretora administrativa financeira do Sanear Antonieta Garcete de Almeida.

Ainda, a exposição de trabalhos técnicos, a Feira de Saneamento, as visitas técnicas, o Prêmio Startup e minicursos foram os complementos para os debates que aconteceram durante a semana.

Veja Mais:  Empresa Rumo investirá R$ 200 mi em Rondonópolis proporcionando mais emprego e renda

 Foi abordado temas como o marco regulatório do saneamento básico coordenado polo Rodopiano Marques Evangelista – Vice-presidente da Assemae, coordenador-geral do 50º Congresso Nacional de Saneamento da Assemae e gerente da Divisão de Engenharia e Operações do DMAE Poços de Caldas (MG); e contou  com a participação de Aparecido Hojaij – Presidente da Assemae; Pedro Maranhão – Secretário Nacional de Saneamento (MDR); Roberta Mass dos Anjos – Vice-presidente da Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe); Alceu Guérios Bittencourt – Presidente da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes); Ary Vanazzi – Presidente da Associação Brasileira de Municípios (ABM) e Prefeito Municipal de São Leopoldo (RS) e Alexandre Araújo Godeiro – Superintendente Adjunto de Regulação de Serviços da ANA.

 Modelo de regionalização prevista na Lei 14.026/2020: desafios, perspectivas e aprimoramentos foi o tema do segundo painel. Este teve a coordenação do Dr. Francisco Lopes – Advogado e Secretário Executivo da Assemae, e como convidados Pedro Maranhão – Secretário Nacional de Saneamento – MDR; Waldo Villani Junior – Diretor SAAE de Barretos (SP) e Presidente da Regional São Paulo da Assemae; Esmeraldo Pereira dos Santos – SAAE de Passos (MG); Fernando Chucre – Secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo; João Marcos de Siqueira – Superintendente Estadual da Funasa – Rondônia; Juliano Heinen – Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura do Estado do Rio Grande do Sul e Marcos Helano Fernandes Montenegro – Coordenador-geral do Observatório Nacional dos direitos à Água e ao Saneamento – ONDAS.

Veja Mais:  Covid-19; Morre o bispo da diocese de Rondonópolis Dom Juventino Kastering

 O último painel da edição de ouro do Congresso Nacional de Saneamento da Assemae foi sobre Regulação dos serviços de saneamento básico: consolidação da regulação tarifária. Desta vez, quem coordenou foi Manuelito Pereira Magalhães Júnior – Presidente da SANASA Campinas (SP) e os convidados são Rodrigo Bonecini de Almeida – Coordenador de Regulação Tarifária – COTAR/SEC/ANA; Demétrius Jung González – Diretor-geral da AGESAN (RS); Antônio Carlos de Azevedo Lobão – Professor de Economia da PUC/Campinas; Daniel Narzetti – Diretor da AGIR (SC) e Rodrigo Nuss – Procurador Jurídico da ARIS (MT).

Comentários Facebook

Rondonópolis

Nova porta de atendimento infantil funciona no Ceadas das 18h à meia-noite

Publicado

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informa que começou hoje (1) o terceiro turno pediátrico no Centro de Especialidades, Apoio e Diagnóstico Albert Sabin (Ceadas). A intenção, segundo a Coordenação da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e do PA Infantil, é desafogar o atendimento no PAzinho, proporcionando, assim, aos pais mais uma opção para levarem seus filhos com idade até 12 anos, 11 meses e 29 dias a fim de receberem cuidados médicos, evitando a superlotação do PA Infantil e, em consequência disso, o tumulto e o atraso devido à grande procura que está ocorrendo atualmente.

Ainda de acordo com a Coordenação da Unidade Infantil, a escolha do Ceadas se deu porque esse espaço já possui a estrutura necessária para prestar assistência às crianças quando estão doentes, comportando, inclusive, aparelho de raio-x. O PAzinho solicita que os responsáveis pelos menores deem preferência ao Ceadas caso seu filho apresente sintomas leves de gripe ou qualquer outra patologia, deixando o PA Infantil como alternativa para casos mais graves e complexos.

Localizado na Rua Osório Machado 590, Vila Adriana, o Ceadas funciona com terceiro turno de suporte à saúde infantil de segunda a sexta-feira, das 18h à meia-noite.

Fonte: Prefeitura de Rondonópolis

Comentários Facebook
Veja Mais:  Semáforos param de funcionar após caminhão arrancar fios em Rondonópolis
Continue lendo

Rondonópolis

Convênio firmado entre Prefeitura e Estado garante asfalto para o Distrito Industrial Rondonópolis

Publicado

O Distrito Industrial Rondonópolis (Distrito antigo) passará por melhorias recebendo nova pavimentação e instalação de drenagem. As obras serão possíveis devido a um convênio entre a Prefeitura Municipal com o Governo do Estado assinado nesta sexta-feira (1) durante reunião no Palácio Paiaguás, em Cuiabá.

O valor total da obra será de R$ 68,5 milhões, sendo R$ 50 milhões destinados pelo estado e R$ 18,5 milhões do município. O próximo passo é a abertura de processo licitatório para apresentação e seleção de proposta.

 Além dessa parceria, o prefeito José Carlos do Pátio também traz novidades sobre a construção de casas para os rondonopolitanos de menor poder aquisitivo e aquisição de mais lâmpadas de LED.

A população sem condições de pagar parcelas de um financiamento poderão ser beneficiadas com os “kits construção”. A Prefeitura garante os terrenos e mão de obra e o Estado fica responsável pela compra do material de construção.

“Para nós [Poder Executivo Municipal] que estamos construindo dois bairros em Rondonópolis nada melhor do que esses kits”, pontuou o prefeito.

O projeto de melhoria da iluminação pública urbana visa deixar Rondonópolis 100% iluminada com lâmpadas LED, realizando a substituição dos modelos comuns e fluorescentes ainda usados em alguns locais da cidade. A aquisição já está sendo feita pela Prefeitura e agora o Estado também contribuirá.

Além do governador e do prefeito, participaram também da reunião o secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira, o deputado estadual, Max Russi, e o ex-chefe do escritório de representação de Rondonópolis, Paulo José Corrêa.

Veja Mais:  Empresa Rumo investirá R$ 200 mi em Rondonópolis proporcionando mais emprego e renda

Fonte: Prefeitura de Rondonópolis

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis inova com 1ª Autarquia do Transporte Coletivo de MT e catraca livre

Publicado

Neste dia considerado histórico para Rondonópolis, as primeiras horas marcaram o início das atividades das operações de rua da 1ª Autarquia do Transporte Coletivo (AMTC) de Mato Grosso, criada pela Prefeitura de Rondonópolis para assumir o serviço de transporte público que vinha sendo realizado  sob concessão pela empresa Cidade de Pedra. 

Inicialmente, o transporte dos passageiros está sendo realizado por 50 ônibus novos que foram adquiridos pelo município para compor a frota da autarquia, que chega como uma das mais modernas do Estado. Todos veículos contam com sistema de ar-condicionado, com ultrafiltragem e luz ultravioleta que inibem a propagação de vírus e bactérias, wi-fi, acessibilidade, tomadas para carregar celular, câmeras de monitoramento interno e sistema de telemetria.

Todavia, a ideia é de que a frota de ônibus da AMTC  tenha  80 veículos, visando garantir maior conforto, comodidade e segurança para os usuários do transporte coletivo municipal.

Durante esse momento de transição, estimado a princípio em cerca de três meses, o presidente da autarquia, Ivanilson de Oliveira Aguiar Júnior, explica que a gestão do serviço ficará por conta da autarquia e a mão de obra utilizada na operação dos ônibus ficará por conta da empresa Cidade de Pedra.

“Vamos aproveitar neste período de transição a mão de obra da Cidade de Pedra, até os trâmites jurídicos e legais da composição da estrutura da autarquia seja toda formatada e passe a adotar os mecanismos legais de contratação e funcionamento técnico administrativo gerencial”, explicou.
O valor da passagem não terá alteração. Mas, nestes primeiros dez dias de operação, o transporte de passageiros será gratuito. “Os ônibus estão circulando de graça em todas as linhas por cerca de dez dias para que a  população conheça os novos ônibus”, destaca a secretária de Governo, Ione Rodrigues Santos, durante coletiva com a imprensa nesta sexta-feira. “A gente, então, convida a  população para que venha conhecer este novo modelo de transporte público coletivo em Rondonópolis”. 

Veja Mais:  Empresa Rumo investirá R$ 200 mi em Rondonópolis proporcionando mais emprego e renda

Ela ressaltou que ônibus irão circular nas  linhas que eram operacionalizadas pela Cidade de Pedra, que vinha operando com 29 ônibus. Porém, com uma frequência maior, já que terá mais ônibus nas ruas. “Assim, os usuários deverão ficar menos tempo esperando”, disse Ione.
Primeiro presidente da Autarquia, o secretário municipal de Infraestrutura, Vinicius  Amoroso, informou  durante a coletiva que a pasta, em parceria com a AMTC, já realizou estudo para a implantação de novas rotas e de faixas exclusivas em diversas vias para dar mais agilidade na circulação dos ônibus pela cidade e diminua o tempo de espera dos usuários. “As faixa somam cerca de 25 quilômetros de extensão e já foram licitadas”, revelou.

DIA HISTÓRICO

Rondonópolis vive um dia histórico nesta sexta-feira, 1º de julho.  Nas primeiras horas da manhã iniciou as operações nas ruas dos 50 ônibus do sistema de transporte público da cidade pela Autarquia Municipal do Transporte Coletivo (AMTC). Também, um sonho antigo dos moradores da Vila Operária, região mais populosa da cidade, tornou-se realidade logo no início da manhã: a entrega da recuperação do espaço do antigo Centro Social Urbano (CSU), no Jardim Sumaré, que foi responsável por transformar a trajetória de crianças, adolescentes e jovens nos anos 80 e 90 (Saiba mais). Além disso, o prefeito José Carlos do Pátio se dirigiu para Cuiabá para assinar com o governo do Estado novos convênios para realização de obras de infraestrutura importante para o desenvolvimento da cidade. 

Veja Mais:  Casos de dengue e chikungunya registram queda, mas atenção deve ser redobrada no período chuvoso

Fonte: Prefeitura de Rondonópolis

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana