Policial

Terceira edição da Operação De Olho na Bomba inicia fiscalização de postos na região metropolitana

Publicado

A operação, que acontece entre os dias 11 a 15 de março, é coordenada pela Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon) e desenvolvida em parceria com Agência Nacional do Petróleo (ANP), Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem/Inmetro), Procon Estadual e Procon Municipal, com apoio de delegacias da região metropolitana.Aproximadamente 20 postos de combustíveis de Cuiabá e Várzea Grande serão alvos de fiscalização na terceira edição da operação “De Olho na Bomba”. O trabalho integrado foi deflagrado, nesta segunda-feira (11.03), por órgãos de defesa do consumidor com objetivo de detectar possíveis irregularidades ou fraudes em bombas de abastecimentos de veículos.

Segundo o delegado da Decon, Antônio Carlos Araújo, os postos alvos da operação foram escolhidos com base em reclamações de consumidores que realizaram denúncias aos órgãos de defesa do consumidor contra os estabelecimentos. “A ação integrada começou na tarde desta segunda-feira (11) e até sexta-feira (15) aproximadamente 20 postos devem passar por fiscalizações”, disse o delegado.

Para se precaver, o consumidor pode através do CNPJ do estabelecimento, que se encontra nas bombas de combustível, verificar no site da ANP se o posto está ligado às redes credenciadas. Outro direito do consumidor é solicitar que seja realizado o exame de qualidade do combustível, antes que seja realizado o abastecimento.Orientações

Veja Mais:  Operação integrada localiza plantação de maconha em mata em Lucas do Rio Verde

Os postos são obrigados a manter em perfeitas condições de uso, os equipamentos que testam a qualidade e quantidade dos produtos, podendo ser realizados a pedido do consumidor:

Teste de proveta – mede a porcentagem de etanol anidro misturado a gasolina. O percentual deve ser de 27%. O teste de teor de etanol presente na gasolina é feito com solução aquosa de cloreto de sódio (NaCl) na concentração de 10% p/v, isto é, 100g de sal para cada 1 litro de água.

Teste de volume – no caso de suspeita da bomba apontar mais combustível do que o realmente colocado (fraude conhecida como “bomba baixa”), o consumidor pode exigir que o posto faça o teste na sua frente, usando a medida padrão de 20 litros aferida e lacrada pelo Inmetro. Se o visor da bomba registrar quantidade diferente da que foi adicionada ao recipiente de teste, reclame e denuncie. A diferença máxima permitida é de 100 ml para mais ou para menos.

Os postos de combustíveis não podem promover a “venda casada” (proibida por lei), ou seja, impor que você só possa comprar combustível junto com outro produto ou serviço; limitar a quantidade de combustível que vende a cada cliente; recusar a realização de testes previstos na legislação, quando solicitados pelo consumidor (teste de volume, teste de proveta, teste de volume); deixar de emitir a nota fiscal imediatamente à compra.Teste de Teor alcoólico do etanol –  o produto deve ser entre 92,5% a 95,4%, no etanol comum (etanol premium deve ter entre 95,5% e 97,7%). Para este teste, o equipamento é o termodensímetro, que deve estar fixado nas bombas de etanol. Observe o nível indicado pela linha vermelha, que precisa estar no centro do densímetro – não pode estar acima da linha do etanol. Observe também se o etanol está límpido, isento de impurezas e sem coloração alaranjada. Caso constate uma situação diferente, entre em contato com a ANP pelo Centro de Relações com o Consumidor (CRC).

Veja Mais:  Entregador de delivery morre após acidente com caminhonete no centro de Rondonópolis

Outras orientações para garantir direitos no abastecimento de veículos estão na  Cartilha da ANP.

Policial

Militares prendem dois e descobrem central do tráfico com lista de nomes e telefones de clientes

Publicado


.

No bairro Jardim Petrópolis, em Cuiabá, policiais do 1º Batalhão da Polícia Militar prenderam dois homens, ambos de 20 anos, e descobriram central do tráfico funcionando em uma residência.

No local foram apreendidas 14 porções e um pedaço grande de maconha, além de R$ 1.179 em dinheiro, diversos pares de brincos, anéis, celulares, duas balanças de precisão, entre outros objetos usados no preparo e embalagem de droga.

Todavia, o que mais chamou a atenção dos policiais foi um caderno de capa azul e duas folhas avulsas nas quais estavam anotados dezenas de nomes e telefones de supostos clientes .

De acordo com a narrativa dos policiais, um dos suspeitos, neto da dona da casa, transformou o próprio quarto na central do tráfico. Ele escondia droga, dinheiro, agenda de clientes e balanças em fundos falsos das gavetas do guarda-roupas.

Essa ação ocorreu no final da tarde desta sexta-feira(15.09), a partir da abordagem de um dos suspeitos nas proximidades da casa. Ele estava com porções de maconha no bolso e acabou levando os policiais ao esconderijo do restante da droga e demais produtos. Também revelou que havia se associado ao amigo, que também acabou preso, para iniciar no tráfico de droga.

Os dois suspeitos e todos os materiais apreendidos foram entregues ao delegado de plantão na Central de Flagrantes do Cisc Verdão.

Veja Mais:  PM prende suspeito e recupera produtos de loja antes de dono descobrir arrombamento

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

Continue lendo

Policial

Homem é preso por ameaça, cárcere e estupro contra companheira que se relacionava há três meses

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem suspeito dos crimes de ameaça, cárcere privado, estupro foi preso em flagrante pela Polícia Civil, na sexta-feira (25.09), em ação realizada pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Cuiabá. O suspeito, de 55 anos, praticou os atos contra a companheira, de 43 anos, com a qual se relacionava a cerca de três meses.

Segundo as informações, o casal veio da cidade de Uberlândia (MG) para Cuiabá, no dia 17 de setembro, quando o suspeito vendeu um aparelho celular para pagar a diária de um hotel. No dia seguinte (18), o casal foi para um albergue, porém em razão a brigas por ciúmes e machismo, a vítima procurou a assistente social pedindo ajuda para ir voltar para sua cidade.

Depois de conseguir passagem para ir embora e dinheiro com seus familiares, na quinta-feira (24), a vítima foi para a Rodoviária, momento em que foi surpreendida pelo agressor, o qual rasgou o seu bilhete de embarque. A vítima tentou pedir ajuda para populares, porém o suspeito não deixava as pessoas se aproximarem, dizendo que era “briga de marido e mulher”.

Em seguida, o suspeito levou a vítima para um hotel, nas proximidades da rodoviária, onde passou a proibir a vítima de sair do quarto e a agredia com tapas no rosto, além de rasgar a sua roupa e estuprá-la. Após o ato sexual forçado, o suspeito passou a noite consumindo entorpecentes e na manhã seguinte disse que levaria a vítima para almoçar e depois retornariam ao hotel para que ele continuasse com as agressões.

Veja Mais:  Entregador de delivery morre após acidente com caminhonete no centro de Rondonópolis

No restaurante, a vítima aproveitou um momento em que o suspeito se ausentou para fugir e com ajuda de populares chegou até a Delegacia da Mulher. Narrando os fatos, pedindo retirado dos seus pertences e a prisão do autor.

Com base nas informações,  a equipe da DEDM se deslocou até o hotel, onde encontrou o suspeito, o qual foi identificado pela vítima e preso pelos policiais. O suspeito estava visivelmente sob efeitos de entorpecente, ameaçou os policiais tentando resistir a prisão, sendo também autuado em flagrante pelos crimes de desacato e desobediência.

A vítima, totalmente aterrorizada, requereu medidas protéticas e enquanto aguarda o retorno para o seu estado, ficará na casa de amparo.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Suspeito de dupla tentativa de homicídio é preso em flagrante pela PM

Publicado


.

Em Sorriso (420 km de Cuiabá), policiais do 12º Batalhão da Polícia Militar prenderam em flagrante delito o suspeito da dupla tentativa de homicídio que vitimou dois irmãos, de 31 e 37 anos, ocorrida na madrugada deste sábado (26.09), por volta da 1h. O crime aconteceu no bairro Rota do Sol e os envolvidos são vizinhos.

Os dois irmãos deram entrada na UPA de Sorriso com perfurações de faca. Um deles com ferimento no abdome e o outro com lesão nas costas. Ao ser preso, minutos após o crime, o homem, de 20 anos, disse aos policiais que o desentendimento ocorreu quando soube que ele saia de casa e os vizinhos ficavam observando sua mulher por uma das janelas da casa.

Quando foi preso, o homem apresentava lesões pelo corpo, supostamente resultado da briga que tiveram pouco antes da tentativa de homicídio. Na narrativa aos policiais, ele disse que antes de desferir os golpes de faca havia sido agredido pelos dois irmãos com uma barra de ferro.

O suspeito e a arma do crime, faca encontrada próximo da residência, foram levados para o Plantão da Delegacia de Polícia Judiciária de Sorriso. As vítimas permaneceram internadas.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Veja Mais:  Entregador de delivery morre após acidente com caminhonete no centro de Rondonópolis
Fonte: PM MT

Continue lendo

CAMPANHA COVID-19 ALMT

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana