Rondonópolis

Tribunal de Justiça julga inconstitucional Lei do seguro-garantia obrigatório para vencedores de licitações em Rondonópolis

Publicado

Foto: Assessoria

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) julgou procedente a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) ingressada pela Procuradoria Geral do Município de Rondonópolis contra a Lei Municipal promulgada pela Câmara de Vereadores que obriga as empresas vencedoras de licitações realizadas pelo município a contratarem um seguro-garantia de execução da obra ou serviço. A decisão pela inconstitucionalidade da Lei 9.913/2018 foi tomada, por unanimidade, pela turma julgadora do órgão especial do TJMT que avaliou a matéria.

Aprovada pelo legislativo municipal no ano passado, a Lei foi vetada pelo executivo municipal por considerá-la inconstitucional. Dessa forma, o texto retornou para a Câmara, que derrubou o veto e promulgou a Lei. Com isso, a Procuradoria do Município impetrou com a ADIN na justiça.

O procurador geral do Município, Anderson Godoi, ressalta que a lei promulgada pela Câmara propõe que todas as empresas que ganham uma licitação para iniciar uma obra no município tem obrigação de contratar um seguro-garantia. No entanto, ele lembra que a lei federal 8.666/93, que trata das licitações no país, não obriga a contratação do serviço de seguro, apenas em alguns casos.

Ele salientou ainda que a exigência do seguro pode acabar onerando economicamente os participantes dos processos licitatórios. “A declaração de inconstitucionalidade da referida lei promulgada pela Câmara é importante, já que, ao obrigar o município a exigir das empresas vencedoras a contratação do seguro-garantia além do exigido pela Lei 8.666, ela acabaria onerando os participantes dos processos licitatórios. Pois, para participar das licitações teria que obter uma carta de fiança junto uma instituição financeira. Com isso, este custo a mais acabaria sendo colocado nos preços dos produtos”, comentou.

Veja Mais:  Obra de ampliação do PSF da Vila Adriana é concluída

O procurador destacou que na pratica a Lei poderia também burocratizar mais os processos licitatórios, bem como causar tratamento injusto em relação à competição, favorecendo as empresas que reúnem maiores condições financeiras. “Então, será uma exigência a menos. Não que isso irá fragilizar a contratação, pois existem cláusulas contratuais que sustentam e garantem o cumprimento da obrigação. No nosso ponto de vista, diminui os custos para quem vai participar das licitações, principalmente os micros-empreendedores, que quanto mais se burocratiza difícil fica para ele participar”, observou.

Comentários Facebook

Rondonópolis

Prefeitura deve publicar decreto em cumprimento ao novo ‘Lockdown’ na segunda-feira (13)

Publicado

Foto: Assessoria

Em virtude da decisão judicial do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), a Prefeitura de Rondonópolis informa que tomou ciência e está adequando a decisão judicial à realidade atual para minimizar o impacto das orientações a serem adotadas a fim de garantir, de todas as maneiras possíveis, a segurança dos cidadãos rondonopolitanos nesse período de pandemia de coronavírus.

Portanto, na segunda-feira (13) serão divulgadas, através de documento oficial, as medidas que serão tomadas em cumprimento a decisão do TRF-1.

Os decretos municipais, 9.480/2020 e 9.570/2020 continuam em vigor.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Decisão judicial do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1)
Continue lendo

Rondonópolis

Decisão judicial do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1)

Publicado


.

Em virtude da decisão judicial do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), a Prefeitura de Rondonópolis informa que tomou ciência e está adequando a decisão judicial à realidade atual para minimizar o impacto das orientações a serem adotadas a fim de garantir, de todas as maneiras possíveis, a segurança dos cidadãos rondonopolitanos nesse período de pandemia de coronavírus.

Portanto, na segunda-feira (13) serão divulgadas, através de documento oficial, as medidas que serão tomadas em cumprimento a decisão do TRF-1.

Os decretos, 9.480/2020 e 9.570/2020 continuam em vigor.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Para observar oscilação de preços, Procon repete visitas a supermercados em Rondonópolis
Continue lendo

Rondonópolis

Obra de ampliação do PSF da Vila Adriana é concluída

Publicado


.

Os munícipes contam com mais uma unidade básica de saúde reformada e ampliada. O PSF Vila Adriana passou por melhorias feitas com recurso municipal na ordem de R$ 80.326,95 para melhor atender os moradores da região. 

A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Sinfra) realizou ampliação de uma área na parte da frente para evitar o calor devido o sol bater intensamente na recepção do PSF e também a revisão da cobertura. Além da pintura geral do prédio e instalação de aparelhos de ar condicionado. 

Durante os três meses de obra, outros serviços foram executados na unidade como a troca da divisória da recepção, pintura da calçada, substituição de luminárias, troca de torneiras e vaso sanitários, substituição do piso do banheiro para um piso antiderrapante, fixação de bancada de granito no expurgo, revisão de todas esquadrias das janelas, aplicação de película insulfilm nas janelas, troca das molduras das portas e também pintura das portas. 

Conforme informações repassadas pela Secretaria Municipal de Saúde além do Jardim Adriana, outras 16 obras foram finalizadas nos bairros Pedra 90, Vila Olinda, Vila Paulista, Parque São Jorge, Vila Cardoso, Jardim Iguaçu, Jardim Adriana, Vila Rica, Ceadas, Policlínica Central, Conjunto São José, Vila Verde, Bajara, São Francisco, Primavera, Apetraron e Selva de Pedra II.

Veja Mais:  Obra de ampliação do PSF da Vila Adriana é concluída

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana