Mato Grosso

Governo de MT já realizou 25% da obra do novo Hospital Central

Publicado

A construção do Hospital Central de Alta Complexidade, localizado em Cuiabá, está a todo vapor. O Governo de Mato Grosso já realizou cerca de 25% do novo projeto da unidade, aproveitando a estrutura que esteve abandonada por mais de 34 anos. Até momento, foram investidos cerca de R$ 28 milhões na execução do novo projeto.

Redesenhado pela atual gestão, o novo projeto é executado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), com total de 32 mil m² de área construída, sendo que os 9 mil m² do prédio antigo são aproveitados.

“Essa é uma virada de página histórica daquilo que chamo de uma das maiores vergonhas deste Estado. Uma obra iniciada em 1984, que ficou mais de 30 anos paralisada. Mato Grosso era o único Estado Brasileiro que não tinha em sua capital um hospital de alta complexidade para atender a saúde pública. Agora vai ter”, pontuou o governador Mauro Mendes.

Já foram realizados procedimentos como fundação, construção da estrutura metálica, alvenarias, laje e rede de esgoto e demolições. A unidade conta com um cronograma de aproximadamente 22 meses de execução e previsão de entrega para novembro de 2022.

“É muito bom acompanhar de perto os avanços da obra do Hospital Central, que é esperado pela população de Mato Grosso há mais de 30 anos. A equipe da SES trabalha com muita seriedade para que esse hospital beneficie o nosso estado. Este é um Governo que prometeu fazer a saúde funcionar e está cumprindo essa promessa”, declarou o secretário Gilberto Figueiredo.

Veja Mais:  Feira em Londres mostra as potencialidades turísticas de Mato Grosso

Por meio do Hospital Central, o Estado estima oferecer 1.990 internações, 652 cirurgias, 3.000 consultas especializadas e 1.400 exames por mês. O novo projeto para a unidade prevê dez salas cirúrgicas, 60 leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 230 leitos de enfermaria. A unidade hospitalar de alta complexidade disponibilizará um total de 290 leitos voltados para o atendimento de toda a população mato-grossense.

Dentre as especialidades previstas para o Hospital Central, estão Cardiologia, Neurologia, Vascular, Ortopedia, Otorrinolaringologia, Urologia, Ginecologia, Infectologia e Cirurgia Geral.

Histórico

A construção do Hospital Central, lançada em 1984, foi pensada com o objetivo de proporcionar um atendimento de referência em alta complexidade nas especialidades de traumatologia, ortopedia, além de urgência e emergência de trauma. Contudo, a obra foi paralisada em 1987.

A atual gestão do Governo de Mato Grosso apresentou um novo projeto para a estrutura do Hospital Central em novembro de 2019. Depois do anúncio, foi lançado o edital e seguidos os trâmites licitatórios. Em outubro de 2020, ocorreu a assinatura do contrato.

Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp do Portal MT e receba notícias em tempo real

Comentários Facebook

Mato Grosso

Quinta-feira (20): Mato Grosso registra 589.544 casos e 14.163 óbitos por Covid-19

Publicado

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quinta-feira (20.01), 589.544 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 14.163 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 3.577 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 589.544 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 20.476 estão em isolamento domiciliar e 554.058 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 152 internações em UTIs públicas e 159 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 80% para UTIs adulto e em 32% para enfermaria adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (116.626), Várzea Grande (43.238), Rondonópolis (39.359), Sinop (27.957), Tangará da Serra (19.399), Sorriso (18.732), Lucas do Rio Verde (16.562), Primavera do Leste (16.043), Cáceres (13.190) e Alta Floresta (11.999).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Sistemas instáveis

Devido à instabilidade dos sistemas do Ministério da Saúde ocorrida nas últimas semanas, não foi possível atualizar os dados do Ranking da Vacinação em Mato Grosso e o número de casos e óbitos da Covid-19 no País. Os dados serão atualizados e divulgados assim que forem restabelecidos o acesso da SES aos sistemas do Governo Federal.

Veja Mais:  Famílias carentes de Várzea Grande são contempladas com cobertores

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp do Portal MT e receba notícias em tempo real

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Governo do Estado nomeia 99 professores aprovados em concurso

Publicado

Foto: Assessoria

O Governo de Mato Grosso publicou a nomeação de 99 professores da educação básica aprovados no cadastro de reserva do concurso público da Secretaria Estadual de Educação (Seduc-MT), realizado em 2017. O documento foi assinado pelo governador Mauro Mendes e publicado na edição extra do Diário Oficial que circula nesta quinta-feira (20.01).

A nomeação foi dividida pelos polos de Cuiabá, Alta Floresta, Barra do Garças, Cáceres, Tangará da Serra, Diamantino, Confresa, Juína, Primavera do Leste, Juara, Rondonópolis, Matupá, Pontes e Lacerda e Sinop. Os professores vão ministrar aulas nas disciplinas de língua portuguesa, matemática, inglês, espanhol, artes, história, educação física, geografia, química, sociologia, ciências físicas e biológicas e filosofia.

“Estamos muito felizes com essa nomeação, pois é mais uma meta cumprida com a determinação do nosso governador Mauro Mendes, e que era muito esperada pelos professores. Eles iniciam agora uma nova etapa na educação pública e vão contribuir muito no processo de aprendizagem dos nossos estudantes em todo o Estado”, destacou o secretário estadual de Educação, Alan Porto.

Os 99 nomeados deverão procurar a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), responsável pela posse e efetivo exercício por meio do disque-servidor no 0800 647 3633, para obter informações sobre a posse, os exames médicos e agendamento da perícia médica. Além do disque-servidor, a Seplag também disponibiliza em seu site uma lista de perguntas frequentes.

Veja Mais:  Primeiradama Virginia Mendes apresenta artesanato mato-grossense a casal de embaixadores na Dinamarca

As informações a respeito da nomeação estão na Instrução Normativa 03/2013, da Seplag, que “dispõe sobre o ingresso de candidatos nomeados em concurso público para cargo efetivo na Administração Pública Direta e Indireta do Poder Executivo do Estado de Mato Grosso”.

Critério para município do polo

No caso de haver interesse de mais de um classificado em um mesmo município do polo, será dada a preferência conforme a ordem decrescente da classificação do candidato e será organizada pelo Núcleo de Recrutamento e Seleção a relação de opção por município de cada polo.

Os candidatos convocados que não manifestarem sua opção estarão, automaticamente, renunciando o direito à nomeação pela ordem de classificação por polo, sem prejuízo da manutenção da posição na sua classificação por município em que se inscreveu, dentro do prazo de validade do concurso.

Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp do Portal MT e receba notícias em tempo real

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Em um dia em MT, 3 pessoas com possibilidade de se vacinar morreram de Covid-19 sem tomar nenhuma dose

Publicado

Foto: Assessoria

Em Mato Grosso, somente na última terça-feira (18.01), três pessoas em idade para se vacinar contra a Covid-19 morreram sem tomar nenhuma dose do imunizante: uma criança de 6 anos, uma mulher de 47 e um homem de 30.
No caso da menor de 6 anos, que morava em Cáceres, a vacinação para o público infantil foi disponibilizada no município na quarta-feira (19.01), dia seguinte à morte da menina.
Além deles, outros dois idosos, de 67 e 79 anos, também morreram por complicações da doença sem qualquer dose da vacina.
Especialistas apontam ainda para a importância de manter o esquema vacinal completo para evitar as mortes por Covid-19. Na terça-feira, outras sete pessoas que morreram com a doença no Estado estavam com o esquema vacinal incompleto.
“Precisamos da conscientização das pessoas para entenderem que só se vacinando vamos mitigar a circulação do vírus e, dessa maneira, reduzir ainda mais o número de internações e mortes em decorrência da doença”, afirma o secretário adjunto de Vigilância e Atenção à Saúde, Juliano Melo, reforçando que a vacinação completa resulta na proteção aos casos mais graves da doença diminuindo, dessa forma, o número de óbitos.
Desde o início da pandemia, Mato Grosso registrou 14.158 óbitos por Covid-19. Conforme o boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde, na quarta-feira (19.01), a taxa de ocupação de leitos hospitalares é de 69,31% para UTIs adulto e 30% para enfermaria adulto.
Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp do Portal MT e receba notícias em tempo real
Comentários Facebook
Veja Mais:  Feira em Londres mostra as potencialidades turísticas de Mato Grosso
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana