conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Mato Grosso

Hospital Regional de Rondonópolis retoma cirurgias de alta complexidade

Publicado

Durante o mês de maio, o Hospital Regional de Rondonópolis passou a realizar cirurgias ortopédicas de fratura de quadril e acetábulo (cavidade do quadril que se articula com o fêmur), tornando-se referência nessa especialidade para a população da região sul do estado.

Esses procedimentos cirúrgicos são de alta complexidade e, portanto, o Hospital Regional de Rondonópolis cumpre com uma das ações propostas pelo atual governo: a de executar a alta complexidade nas unidades hospitalares regionais.

“Em janeiro, o Hospital Regional de Rondonópolis voltou a ser gerido pelo Governo do Estado e as melhorias já são significativas. Temos como prioridade a realização de procedimentos de alta complexidade e tenho a convicção de que os resultados serão cada vez mais promissores”, afirmou o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo.

Somente no mês passado, quando houve a implantação do novo serviço, a unidade hospitalar realizou 243 cirurgias ortopédicas, e 191 internações eletivas nessa especialidade médica. A diretora do hospital, Caroline Neves, destaca que, antes da oferta deste serviço, os pacientes que precisavam desta modalidade de cirurgia eram transferidos para Cuiabá.

“A partir de então, essa demanda passa a ser suprida na própria região. Com a cobertura desse serviço pelo Hospital Regional de Rondonópolis, os pacientes e seus familiares não precisarão mais se deslocar para a Capital. Isso proporciona economia para o Estado, pois toda transferência tem seu custo, além de poupar o paciente e sua família de despesas extras com estadia em decorrência do acompanhamento do tratamento”, pontuou a diretora.

Veja Mais:  Em reunião com governador, presidente do TCE-MT lista orientações elaboradas para os municípios

Ainda no mês de maio, o Hospital Regional de Rondonópolis produziu 583 atendimentos nas enfermarias para os pacientes internados, sendo a maior demanda relativa à área ortopédica; 907 atendimentos de urgência e emergência, com 63 internações urgentes e 1.373 consultas ambulatoriais; 453 cirurgias, sendo 134 eletivas e 319 de urgência e emergência; além de 10.758 exames ambulatoriais.

“O objetivo maior desta gestão é descentralizar serviços. É fazer com que os municípios que contam com um Hospital Regional de grande porte sejam autossuficientes e resolutivos para uma região. Assim, o Estado favorece o acolhimento proporcionado pela proximidade física dos pacientes aos familiares”, concluiu a secretária adjunta de Gestão Hospitalar da SES-MT, Deisi Bocalon.

Comentários Facebook

Mato Grosso

MT Ciências realiza live com estudante vencedor da 11ª Mostra de Ciência e Tecnologia

Publicado


.

A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) realizará, nesta quinta-feira (02.07), às 16h, uma live para apresentar o projeto científico desenvolvido pelo estudante do ensino médio, Gersione Filho, que obteve o primeiro lugar na “11ª Mostra Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação de Mato Grosso (MECTI)”, realizada ano passado. A transmissão será pelo Instagram do MT Ciências (@mtciencias).

A bióloga Camila Oliveira, monitora do projeto MT Ciências, conduzirá o bate-papo virtual com o estudante que vai apresentar o trabalho desenvolvido por ele para a agroindústria, no ramo da piscicultura.

O projeto prevê a introdução da automação no setor, principalmente na alimentação dos peixes, além de fortalecer a parceria entre grupos de piscicultores para o desenvolvimento tecnológico do segmento.

O projeto foi o mais bem votado durante a MECTI de 2019, o que rendeu ao aluno um intercâmbio de estudo, por seis meses nos Estados Unidos. O prêmio será patrocinado pelo Instituto Farmun e outros parceiros da Seciteci. O projeto também foi apresentado na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace) deste ano.

A superintendente de Desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação da Seciteci, Lectícia Figueiredo, explica que estes encontros virtuais fortalecem as ações dos estudantes e do projeto MT Ciências.

“A finalidade é promover um bate-papo semanal por meio do Instagram do MT Ciências para trazer os alunos que se destacaram na mostra do ano passado. Apresentaremos dicas e ideias para compartilhar com os internautas”, diz.

Veja Mais:  Desenvolve MT suspende atendimento presencial temporariamente

Os interessados em participar e fazer perguntas durante a live devem acessar o Instagram do MT Ciências que é @mtciencias. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Em reunião com governador, presidente do TCE-MT lista orientações elaboradas para os municípios

Publicado


.

Em reunião por videoconferência com o governador Mauro Mendes, na segunda-feira (29), o presidente do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT), Guilherme Antonio Maluf, listou as dezenas de orientações elaboradas para auxiliar os municípios e o Estado no enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19).

Mesmo cumprindo o dever constitucional de fiscalizar os gastos públicos, o TCE-MT, desde o início da pandemia, se preocupou em orientar os gestores estaduais e municipais, exemplo disso foi a criação, em 27 de março, de uma força-tarefa para auxiliar e acompanhar as ações do Estado e dos municípios no enfrentamento à Covid-19.

No âmbito da força-tarefa, criou a Comissão Especial de Apoio para orientar as ações e políticas públicas adotadas pelos fiscalizados em decorrência do coronavírus.

“Durante a reunião online com o governador, reforçamos todas as ações do Tribunal de Contas no período da pandemia, orientando e flexibilizando, inclusive, na estimativa de preços para aquisição de insumos. Antes da pandemia atingir Mato Grosso, da forma acelerada como está atualmente, a Corte de Contas se antecipou para orientar os municípios”, explicou Maluf.

Todas as orientações e recomendações do TCE-MT neste período foram encaminhadas aos fiscalizados estaduais e municipais, além de a Corte de Contas promover a divulgação para conhecimento da população por meio do site oficial, do hotsite exclusivo da Covid-19 e pelas mídias sociais (clique aqui).

Veja Mais:  Desenvolve MT suspende atendimento presencial temporariamente

“O Tribunal de Contas entende o momento de extrema dificuldade que vivemos na saúde pública, por isso está fazendo o controle externo, mas com muito equilíbrio, dando destaque a orientação, como anunciamos desde o início da nossa gestão que seria o nosso foco, de estar perto das gestões estaduais e municipais, orientando para que os prefeitos, secretários e gestores estaduais possam tomar decisões com embasamento”, completou Maluf.

Durante o encontro, Maluf listou as flexibilizações nos procedimentos de compras públicas em tempos de pandemia que foram feitas pelo Governo Federal e outras orientações elaboradas pelo próprio TCE-MT. 

O presidente do TCE-MT citou a flexibilização de procedimentos de compras públicas com base na Lei 13.979/2020 que, em síntese, dispensou temporariamente a licitação para aquisição de bens, serviços, inclusive de engenharia, e insumos, quando destinados ao enfrentamento do coronavírus e que, inclusive, admite a contratação de empresas declaradas inidôneas ou impedidas de participar de licitação ou contratar com o Poder Público, quando for a única fornecedora do bem ou serviço a ser adquirido.

Também foi mencionada a fixação do parâmetro de valores das modalidades e limites de dispensa de licitação por pequeno valor, com base nas regras do Decreto Federal 9.412/2018, no tocante a valores de modalidades e limites de dispensa por pequeno valor, além da admissibilidade de dispensa excepcional da estimativa de preços na dispensa de licitação trazida pela Lei 13.979/2020 e todas as suas hipóteses.

Veja Mais:  Empaer desenvolve aplicativo para atender produtores rurais

Outros temas citados na reunião e que foram orientados pelo TCE-MT durante a pandemia foram a flexibilização de exigências para habilitação de empresas em licitação, em sede de homologação de medida cautelar; admissibilidade de recebimento de documentação para habilitação de participantes de licitações públicas por via eletrônica, admissibilidade de apresentação de documentos de empresas licitantes sem o arquivamento prévio nas juntas comerciais, até o prazo definido na MP 931/2020, divulgação de modelos de documentos para uso em licitações públicas, para facilitar para pregoeiros e servidores e exigência de divulgação das despesas relativas ao combate ao coronavírus na internet.

 

Kleverson Souza
Secretaria de Comunicação/TCE-MT
E-mail: [email protected]

Fonte: TCE MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Empaer desenvolve aplicativo para atender produtores rurais

Publicado


.

Para facilitar o acesso do agricultor familiar aos serviços oferecidos pela Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), um aplicativo está sendo desenvolvido para funcionar como uma solução digital de auxílio aos agricultores na tomada de decisões relacionadas à atividade rural.

O Técnico em Administração Sistêmica da Empaer, Eder Antônio da Silva, explica que a primeira versão do aplicativo estará pronta no final do mês de julho. Ao todo serão seis etapas de desenvolvimento, com o objetivo de promover agilidade nas informações prestadas e qualidade no atendimento.

De acordo com Eder, o novo aplicativo estará interligado com o Sistema de Acompanhamento e Gerenciamento das Atividades da Empaer, o Sagae. Essa plataforma está sendo utilizada para coletar as informações dos serviços prestados ao público alvo, além de avaliar o ganho social dos produtores rurais e o trabalho executado pelos técnicos da Empaer.

“Já cadastramos, pelo Sistema Sagae, mais de 26 mil agricultores familiares de 2.270 comunidades rurais em 123 municípios. A nossa intenção é chegar a 50 mil produtores cadastrados até o final do ano”, esclarece.

Para dar agilidade na produção do aplicativo, foram contratados três analistas de desenvolvimento com recursos do Programa REED+For Early Movers (REM). Eder explica que, entre outras funções, o produtor poderá acessar o histórico de solicitações feitas pelo aplicativo e todos os dados relacionados a sua propriedade, acompanhando inclusive a evolução da produção, com indicadores importados do Sagae.

Veja Mais:  Projeto oferece aulas sobre Covid-19 e outras doenças

O presidente da Empaer, Renaldo Loffi, ressalta que o acesso do cidadão aos serviços do Estado a partir de plataformas digitais é uma prioridade do governo Mauro Mendes, e esse aplicativo será inserido na plataforma MT Cidadão.

“Essa ferramenta vai facilitar a rotina dos agricultores e simplificar a vida no campo por meio de uma interação rápida e de fácil manuseio. O produtor vai interagir com uma equipe composta por técnicos, pesquisadores e profissionais de várias áreas aptos a prestarem informações e atendimento”.

Segundo Loffi, através do aplicativo o produtor poderá tirar dúvidas sobre assuntos diversos, como crédito rural e administração da propriedade, obter informações técnicas sobre culturas e criações e solicitar visitas para atendimento in loco na propriedade rural. Além dos produtores, os moradores urbanos, feirantes, diretores de escolas, ou qualquer outra pessoa que tenha alguma dúvida relacionada ao trabalho rural também poderá entrar em contato para obter orientação. Tudo isso diretamente pelo celular.

A nova ferramenta está sendo desenvolvida pelo setor de Tecnologia da Informação com a colaboração da equipe de Comunicação da Empaer, além de técnicos da área de Ater (Assistência Técnica e Extensão Rural), Pesquisa e Fomento. A publicitária e Técnica em Administração Sistêmica da Empaer, Lara Jordani, responsável pela parte visual, fluxo de informações e funcionalidade do aplicativo, comenta que a ferramenta tem por objetivo atender o agricultor e a sociedade em geral de forma mais prática, célere e econômica.

Veja Mais:  Desenvolve MT suspende atendimento presencial temporariamente

“Cada vez mais a tecnologia faz parte do dia a dia dos empreendimentos rurais, auxiliando na realização das tarefas e possibilitando mais eficiência, produtividade, economia e uso racional dos recursos. O produtor terá um novo canal para troca de informações com a Empaer”, enfatiza.

Conforme Lara, essa será uma ferramenta para levar tecnologia ao campo e tornar o contato com o técnico da Empaer mais fácil e rápido. E além desse atendimento direto ao produtor e a sociedade em geral, o aplicativo também permitirá uma comunicação mais eficiente entre os próprios técnicos de diferentes localidades no Estado, considerando a especialidade de cada um e atendendo, assim, a uma demanda específica que já existia dentro da empresa.

Jordani esclarece que a finalidade é gerar uma troca cada vez maior de informação e conhecimento entre os técnicos de cada área. Tudo para tornar o atendimento no campo ainda mais preciso e eficiente. Isso porque em muitos casos, o município conta com um técnico ou dois, por exemplo, e o atendimento demandando pelo produtor não é da sua área de especialidade.

Para atendê-lo da melhor forma, portanto, o técnico daquele município poderá buscar, pelo aplicativo, outros técnicos da Empaer especialistas naquele determinado assunto e assim, tirar dúvidas e esclarecer pontos importantes ou fundamentais para a correta orientação e acompanhamento do produtor. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana