Mato Grosso

Mato Grosso recebe 23 mil doses de vacinas para imunização de crianças de 5 a 11 anos

Publicado

Foto: Assessoria

O Ministério da Saúde informou ao Estado o envio de 23 mil doses de vacinas contra Covid-19 para a imunização de crianças de 5 a 11 anos de Mato Grosso. A primeira remessa de doses da Pfizer (Comirnaty), para esse público, está prevista para chegar às 8h30 desta sexta-feira (14.01), no aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande.

De acordo com as recomendações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a vacinação desse público precisa ser realizada em ambiente específico e segregado da vacinação de adultos; além de um ambiente acolhedor e seguro para a população.

Outra recomendação é que a sala em que se dará a aplicação em crianças seja exclusiva para a aplicação dessa vacina; não se podendo aplicar outras vacinas, ainda que pediátricas. A vacina contra Covid-19 não pode ser administrada de forma concomitante a outras vacinas do calendário infantil, precisando respeitar um intervalo de 15 dias.

Já o esquema vacinal para crianças terá o intervalo de oito semanas. O imunizante tem dosagem e composição diferentes da que é utilizada na dose para os maiores de 12 anos. A vacina para crianças será aplicada em duas doses de 0,2 mL (equivalente a 10 microgramas). A tampa do frasco da vacina virá na cor laranja, para facilitar a identificação pelas equipes de vacinação e também pelos pais, mães e cuidadores que levarão as crianças para serem vacinadas.

Veja Mais:  Colegiado define distribuição de 111.240 doses de vacinas contra a Covid-19

A vacinação de crianças desta faixa-etária ocorrerá com o acompanhamento de pais ou responsáveis. Para fins de registro, deverá ser exigido um documento oficial de identificação da criança e não será necessária a apresentação de prescrição médica para o ato da vacinação.

Todas as informações e recomendações sobre a aplicação da vacina contra Covid-19 para crianças de 05 a 11 anos foram repassadas aos secretários municipais em reunião ocorrida nessa semana com o Secretário Adjunto de Vigilância em Saúde da SES, Juliano Mello. O documento com as recomendações da Anvisa pode ser acessado neste link. 

Logística

Imediatamente após a chegada do imunizante, as equipes da Vigilância Estadual trabalham no recebimento das doses, que consiste na conferência da quantidade, catalogação e no encaixotamento para retirada dos municípios.

Conforme Resolução da Comissão Intergetores Bipartite (CIB) nº 126 de 2021, as novas doses das vacinas contra a Covid-19 passarão a ser distribuídas mediante solicitação das gestões municipais.

A medida se deve ao risco de perda de doses, devido ao prazo de validade, e à baixa procura por imunização em alguns municípios. Desta forma, será encaminhado um quantitativo compatível com a necessidade local.

Essa logística já ocorre com todos os outros imunizantes da Campanha Nacional de Imunização e, agora, também passa a valer para as vacinas contra a Covid-19. As solicitações deverão ser feitas por meio do Sistema de Insumos Estratégicos em Saúde (Sies), conforme fluxo já estabelecido com as demais vacinas.

Veja Mais:  Governador assina decreto que extingue cargos e enxuga estrutura da MTI

A Resolução ainda prevê que os municípios deverão solicitar o quantitativo de doses uma vez por semana, às sextas-feiras. A entrega das doses será realizada na semana seguinte.

Até o momento, Mato Grosso já recebeu 6.701.217 doses de imunizantes contra a Covid-19 e aguarda a chegada da primeira remessa para crianças de 05 a 11 anos.

Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp do Portal MT e receba notícias em tempo real

Comentários Facebook

Mato Grosso

Quinta-feira (20): Mato Grosso registra 589.544 casos e 14.163 óbitos por Covid-19

Publicado

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quinta-feira (20.01), 589.544 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 14.163 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 3.577 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 589.544 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 20.476 estão em isolamento domiciliar e 554.058 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 152 internações em UTIs públicas e 159 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 80% para UTIs adulto e em 32% para enfermaria adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (116.626), Várzea Grande (43.238), Rondonópolis (39.359), Sinop (27.957), Tangará da Serra (19.399), Sorriso (18.732), Lucas do Rio Verde (16.562), Primavera do Leste (16.043), Cáceres (13.190) e Alta Floresta (11.999).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Sistemas instáveis

Devido à instabilidade dos sistemas do Ministério da Saúde ocorrida nas últimas semanas, não foi possível atualizar os dados do Ranking da Vacinação em Mato Grosso e o número de casos e óbitos da Covid-19 no País. Os dados serão atualizados e divulgados assim que forem restabelecidos o acesso da SES aos sistemas do Governo Federal.

Veja Mais:  TCE-MT funcionará em regime de plantão nas festas de natal e final de ano

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp do Portal MT e receba notícias em tempo real

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Governo do Estado nomeia 99 professores aprovados em concurso

Publicado

Foto: Assessoria

O Governo de Mato Grosso publicou a nomeação de 99 professores da educação básica aprovados no cadastro de reserva do concurso público da Secretaria Estadual de Educação (Seduc-MT), realizado em 2017. O documento foi assinado pelo governador Mauro Mendes e publicado na edição extra do Diário Oficial que circula nesta quinta-feira (20.01).

A nomeação foi dividida pelos polos de Cuiabá, Alta Floresta, Barra do Garças, Cáceres, Tangará da Serra, Diamantino, Confresa, Juína, Primavera do Leste, Juara, Rondonópolis, Matupá, Pontes e Lacerda e Sinop. Os professores vão ministrar aulas nas disciplinas de língua portuguesa, matemática, inglês, espanhol, artes, história, educação física, geografia, química, sociologia, ciências físicas e biológicas e filosofia.

“Estamos muito felizes com essa nomeação, pois é mais uma meta cumprida com a determinação do nosso governador Mauro Mendes, e que era muito esperada pelos professores. Eles iniciam agora uma nova etapa na educação pública e vão contribuir muito no processo de aprendizagem dos nossos estudantes em todo o Estado”, destacou o secretário estadual de Educação, Alan Porto.

Os 99 nomeados deverão procurar a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), responsável pela posse e efetivo exercício por meio do disque-servidor no 0800 647 3633, para obter informações sobre a posse, os exames médicos e agendamento da perícia médica. Além do disque-servidor, a Seplag também disponibiliza em seu site uma lista de perguntas frequentes.

Veja Mais:  Seduc promove palestra para professores sobre saúde vocal

As informações a respeito da nomeação estão na Instrução Normativa 03/2013, da Seplag, que “dispõe sobre o ingresso de candidatos nomeados em concurso público para cargo efetivo na Administração Pública Direta e Indireta do Poder Executivo do Estado de Mato Grosso”.

Critério para município do polo

No caso de haver interesse de mais de um classificado em um mesmo município do polo, será dada a preferência conforme a ordem decrescente da classificação do candidato e será organizada pelo Núcleo de Recrutamento e Seleção a relação de opção por município de cada polo.

Os candidatos convocados que não manifestarem sua opção estarão, automaticamente, renunciando o direito à nomeação pela ordem de classificação por polo, sem prejuízo da manutenção da posição na sua classificação por município em que se inscreveu, dentro do prazo de validade do concurso.

Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp do Portal MT e receba notícias em tempo real

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Em um dia em MT, 3 pessoas com possibilidade de se vacinar morreram de Covid-19 sem tomar nenhuma dose

Publicado

Foto: Assessoria

Em Mato Grosso, somente na última terça-feira (18.01), três pessoas em idade para se vacinar contra a Covid-19 morreram sem tomar nenhuma dose do imunizante: uma criança de 6 anos, uma mulher de 47 e um homem de 30.
No caso da menor de 6 anos, que morava em Cáceres, a vacinação para o público infantil foi disponibilizada no município na quarta-feira (19.01), dia seguinte à morte da menina.
Além deles, outros dois idosos, de 67 e 79 anos, também morreram por complicações da doença sem qualquer dose da vacina.
Especialistas apontam ainda para a importância de manter o esquema vacinal completo para evitar as mortes por Covid-19. Na terça-feira, outras sete pessoas que morreram com a doença no Estado estavam com o esquema vacinal incompleto.
“Precisamos da conscientização das pessoas para entenderem que só se vacinando vamos mitigar a circulação do vírus e, dessa maneira, reduzir ainda mais o número de internações e mortes em decorrência da doença”, afirma o secretário adjunto de Vigilância e Atenção à Saúde, Juliano Melo, reforçando que a vacinação completa resulta na proteção aos casos mais graves da doença diminuindo, dessa forma, o número de óbitos.
Desde o início da pandemia, Mato Grosso registrou 14.158 óbitos por Covid-19. Conforme o boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde, na quarta-feira (19.01), a taxa de ocupação de leitos hospitalares é de 69,31% para UTIs adulto e 30% para enfermaria adulto.
Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp do Portal MT e receba notícias em tempo real
Comentários Facebook
Veja Mais:  Seduc promove palestra para professores sobre saúde vocal
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana