Policial

Operação prende integrantes de facção criminosa atuante em roubos em Várzea Grande

Publicado

Deflagrada pela Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG), a operação “Decretados IV” cumpriu 13 mandados de prisões preventivas, contra integrantes de uma associação criminosa atuantes em crimes de roubos e furtos a empresas e residências do município. Além das ordens de prisão, o trabalho resultou em prisões em flagrante e na apreensão de drogas e armas de fogo.

A delegada titular da Derf-VG, Elaine Fernandes da Silva, disse que a operação tem objetivo de combater a criminalidade em Várzea Grande e reprimir a ação do grupo criminoso que tem ramificações dentro e fora de presídios. A operação que teve início na quarta-feira (12), e finalizou nesta sexta-feira com um total de 17 pessoas presas, entre mandados cumpridos e prisões em flagrante.

Os suspeitos, Genair Hudson Costa de Siqueira e Emanoel Junior Pereira Guimarães foram presos em flagrante em posse de uma pistola calibre 9 mm com oito munições intactas. Segundo investigações da Derf-VG, os acusados se preparavam para cometer um roubo, no bairro Jardim dos Estados, mas tiveram os planos frustrados ao serem surpreendidos durante a operação.

Além do porte de arma de fogo de uso restrito, Emanoel Junior foi autuado pela prática de integrar organização criminosa, uma vez que em interrogatório confessou fazer parte de uma facção atuante no Estado. Em outro flagrante, foram apreendidos mais uma arma de fogo e porções de entorpecentes.

Veja Mais:  Polícia Civil prende suspeito de matar com golpe de faca mulher em Confresa

Dentre as 13 pessoas que tiveram mandados de prisão cumpridos estão, Alexsandro Pereira de Amorim (condenado a cumprimento de 08 anos de reclusão por roubo), Fernando Izidorio da Silva, conhecido como “Gordinho” (com duas condenações pela prática de roubo, sendo uma de 5 e outra de 6 anos de reclusão), Jadson de Moraes Dias (quatro condenações de mais de 16 anos de reclusão por roubo), Luã Jonathan Delgado Campos (5 condenações de pena que totalizam mais de 30 anos de pena), Luiz Claudio do Nascimento (55 condenações por envolvimento em roubos e furtos).

“Esses cinco suspeitos eram os principais alvos da operação, uma vez que são considerados de alta periculosidade, com várias passagens e condenações criminais”, destacou Elaine.

Comentários Facebook

Policial

Homem é preso em flagrante pela Polícia Civil com celulares furtados e drogas no Bairro Magnólia

Publicado

A Polícia Civil, por meio de sua Delegacia Especializada de Roubos e Furtos, prendeu em flagrante nesta segunda-feira (23.05) um traficante de 23 anos que atuava no Residencial Magnólia. A mãe dele também foi detida por injúria, desacato e ameaça contra a equipe policial.

Após denúncia de que o suspeito havia recebido uma remessa de drogas, os investigadores iniciaram o monitoramento da residência e notaram que no imóvel havia vários aparelhos celulares com suspeita de serem produtos de roubo/furto.

Durante a busca domiciliar foram encontradas várias porções de maconha, apetrechos usados para embalar e pesar drogas, além de várias carcaças e aparelhos celulares. Os indícios apontam que o suspeito receptava os produtos, os desmontava e remontava com peças de diversos aparelhos com o fim de dificultar a localização dos celulares.

No momento da prisão, a mãe do suspeito, de 40 anos, desferiu injúrias raciais contra um dos investigadores e foi presa em flagrante pelos crimes de injúria racial, desacato e ameaça.

Já o filho foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e receptação.

Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp do Portal MT e receba notícias em tempo real

Comentários Facebook
Veja Mais:  Polícia Civil prende suspeito de matar com golpe de faca mulher em Confresa
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende em flagrante homem por divulgar vídeo íntimo de ex-companheira

Publicado

Foto: Assessoria

A Polícia Civil, por meio do Plantão de Atendimento a Vítima de Violência Doméstica e Sexual de Cuiabá, prendeu um homem em flagrante, na noite de segunda-feira (23.05), por divulgar na internet e sem consentimento da ex-mulher, um vídeo íntimo do casal.

As diligências iniciaram logo após o registro da ocorrência, ocasião em que a vítima relatou que conviveu com o suspeito por cinco anos, com quem tem uma filha de três anos. No entanto, o ex-companheiro havia acabado de divulgar através de aplicativo de mensagens, um vídeo com cenas de sexo do casal.

Diante dos fatos e da prova material, os policiais civis, coordenados pelo delegado Vinícius de Assis Nazário, conseguiram localizar o suspeito, que foi encaminhado até o Plantão de Atendimento a Vítima de Violência Doméstica e Sexual de Cuiabá.

Ao ser ouvido, o conduzido de 37 anos assumiu que havia enviado o vídeo para um amigo, pois acredita que o mesmo está se relacionando com sua a ex-mulher.

Conforme o delegado Vinícius Nazário, com base no interrogatório do suspeito ficou inequívoco que ele agiu deliberadamente, com a vontade livre e consciente de divulgar o vídeo com a intenção de humilhar a ex-convivente e se vingar pelo fim do relacionamento amoroso.

“Essa conduta é considerada vingança pornográfica (revenge porn), que consiste na divulgação, por um dos parceiros da relação sexual ou por terceiro, de imagem ou vídeo com natureza sexual, com a intenção de se vingar do outro indivíduo por ciúmes, rejeição ou outro motivo, o que é considerado crime previsto no art. 218-C, §1º, do Código Penal”, destacou o delegado.

Veja Mais:  Sistema Integrado de Monitoramento de Veículos prevê 88 pontos com câmeras OCR

Em seguida, o homem foi autuado em flagrante em conformidade com os crimes previstos nos artigos 147-A e 218-C, §1º, do CP, cumulados com todas as implicações da Lei Maria da Penha. Após a confecção dos autos, o preso foi apresentado para audiência de custódia, no Fórum da Capital.

Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp do Portal MT e receba notícias em tempo real

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Militar prende homem com duas armas de fogo em Água Boa

Publicado

A Polícia Militar prendeu um homem de 66 anos por porte ilegal de arma de fogo, lesão corporal e disparo de arma, no final da tarde desta segunda-feira (23.05), na zona rural de Água Boa. Na ação, foram apreendidas uma espingarda de calibre .20 e um revólver de calibre .38, além de munições para os armamentos.

Por volta de 17h30, a equipe da PM foi acionada pelos plantonistas do Hospital Municipal que informaram sobre um homem, que teria chegado ao local ferido por disparo de arma de fogo. Os policiais se deslocaram até a unidade de saúde e confirmaram os fatos.

No local, encontraram o suspeito, que revelou que estava caçando porcos junto com a vítima, um homem de 68 anos, momento em que ambos se separaram na mata. O suspeito revelou que confundiu a vítima com um animal e efetuou um disparo que teria atingido o homem.

A equipe policial se deslocou até a fazenda onde ocorreu a caça e localizou as duas armas de fogo utilizadas pelos homens. Além disso, foram encontrados um cartucho de calibre .20 e 10 munições de calibre .38. Questionado, o suspeito revelou não possuir documentação de porte das armas.

Diante dos fatos, o suspeito recebeu voz de prisão pelos crimes citados e foi encaminhado à delegacia da cidade, junto com o material apreendido, onde foi registrado o boletim de ocorrência e as demais providências cabíveis. A vítima continuou na unidade de saúde sob os cuidados médicos necessários.

 
Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Veja Mais:  Força Tática prende suspeitos com armas e munições
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana