conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Policial

Padrasto suspeito de estuprar enteada de 11 anos é preso pela Polícia Civil em Aripuanã

Publicado

Um homem acusado de estupro de vulnerável contra a enteada de 11 anos de idade foi preso na quarta-feira (10) pela Polícia Judiciária Civil de Aripuanã (1.002 km a Noroeste).

A prisão de J.C.R, 42, se deu em cumprimento a mandado de prisão preventiva deferido pelo Judiciário, com parecer do Ministério Público, após representação do delegado da Polícia Civil Alexandre da Silva Nazareth.

O crime ocorreu em 03 de outubro, quando a menina retornou da escola e se preparava para tomar banho quando percebeu que o padrasto havia trancado as portas da casa e veio em direção a ela. Ameaçando a vítima de morte com uma faca, o suspeito a levou a um dos quartos e cometeu os abusos. No dia seguinte, após a saída da mãe da menor para o trabalho, ele praticou os mesmos atos.

Mesmo assustada, a menina conseguiu contar a mãe sobre o ocorrido. A mulher procurou a delegacia e denunciou seu companheiro.

A vítima foi submetida a exame de corpo de delito que constatou lesões recentes em sua genitália.

“O agente valeu-se de sórdido modus operandi para subjugar sua enteada a prática de atos diversos da conjunção carnal, aproveitando-se da relação de confiança estabelecida pelo parentesco, do silêncio da vítima urdido através de ameaças levianas da perda de entes queridos, das ausências imprescindíveis da mãe que trabalha fora de casa, demonstrando, portanto, extremada periculosidade social a ser combatida pela restrição cautelar da liberdade”, explicou o delegado Alexandre da Silva Nazareth em representação pela prisão do suspeito.

Veja Mais:  Em Ronda, PM descobre comércio de armas em Várzea Grande

Após os procedimentos de praxe na delegacia, o preso foi encaminhado para a Cadeia Pública de Aripuanã, ficando à disposição do Judiciário.

Comentários Facebook

Policial

Suspeito de furto de peças de caminhões em Sapezal tem prisão cumprida em VG

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem suspeito de furtar peças de caminhões foi preso nesta terça-feira (07.04), em Várzea Grande, em cumprimento a um mandado expedido pela Justiça de Sapezal (480 km a noroeste de Cuiabá).

A prisão foi cumprida por equipes da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande, em apoio à Delegacia da Polícia Civil de Sapezal.

De acordo com as investigações, o suspeito, junto com outra que se encontra presa, teria realizado diversos furtos em Sapezal na madrugada do dia 14 de fevereiro deste ano. Com base nas apurações foi representada pela prisão preventiva de ambos, decretada pelo Juízo da Comarca local.

As investigações prosseguem pela Delegacia de Sapezal para identificar se os suspeitos praticaram outros furtos de peças automotivas na cidade.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Veja Mais:  Nova sede da Delegacia da Mulher de Cáceres será inaugurada nesta sexta (09/08)
Continue lendo

Policial

Vítimas de violência doméstica podem buscar orientação psicológica por telefone

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil criou, por meio da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cuiabá (DEDM) um canal de atendimento psicológico por telefone, para as vítimas que são atendidas pela unidade policial na Capital.

O atendimento é realizado pelo número (65) 99973-4796, onde a psicóloga da delegacia recebe mensagens, via áudio ou texto, ou ligações. O telefone recebe mensagens também pelo aplicativo whatsapp.

A delegada titular da DEDM, Jozirlethe Criveletto, explica que o serviço é para este período em que são necessários o distanciamento ou isolamento social e a redução de pessoas em circulação nas ruas e unidades policiais. “Continuamos atendendo as vítimas nas situações em que é necessário o serviço presencial. E para o atendimento psicológico, que pode ser realizado por telefone, disponibilizamos o serviço em que nossa profissional faz a escuta ativa, recebe mensagens e faz as orientações para as vítimas”.

A delegada reforça ainda que pela Delegacia Virtual (www.delegaciavirtual.mt.gov.br) as vítimas podem fazer o pré-registro de ocorrências como injúria, ameaça, calúnia, difamação, constrangimento ilegal e violação de domicílio no âmbito de violência doméstica. Para validação do pré-registro da ocorrência, a pessoa deve ligar em um dos números: (65) 3901-4839 / (65) 99989-4035 / 98463-2525.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Veja Mais:  Em Ronda, PM descobre comércio de armas em Várzea Grande
Continue lendo

Policial

Senasp cria manual de recomendações para profissionais de segurança

Publicado


.

Assessoria | Polícia Civil-MT

O ministério da Justiça e Segurança Pública, através da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), publicou o Manual de Ações para Ocorrências de Atendimento em Casos Suspeitos de Covid-19. O documento visa passar recomendações sobre a atuação dos profissionais de segurança diante de ocorrências em que haja suspeita do novo coronavírus.

O material desenvolvido pela Senasp tem o objetivo de padronizar e estabelecer diretrizes a todas as Unidades da Federação neste momento de pandemia e busca com a medida facilitar o acesso dos profissionais de Segurança Pública às orientações quanto à abordagem e utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s)

O direcionamento às instituições de Segurança Pública tem como base procedimentos estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pela Agência Nacional de Vigilãncia Sanitária (Anvisa). O manual também foi desenvolvido com a consultoria de profissionais da saúde e do Corpo de Bombeiros Militar.

Entre as recomendações previstas estão orientações gerais de biossegurança e etiquetas de higiene que devem ser observadas; cuidado com as informações da Internet; orientações às equipes das unidades de atendimento pré-hospitalar móvel – autocuidado e cuidados com os pacientes; procedimentos policiais no atendimento de pessoas com sintomas de Covid-19; Procedimentos policiais ao receber acionamento para atuar em descumprimento de medida sanitária preventiva; Abordagem, prisão/condução de pessoas durante período de grande propagação do vírus; e erros a serem evitados.

Veja Mais:  Em Ronda, PM descobre comércio de armas em Várzea Grande

O manual traz ainda respostas das dúvidas mais frequentes na atuação dos profissionais de Segurança Pública.

Confira aqui o Manual de Ações para Ocorrências de Atendimento em Casos Suspeitos de Covid-19.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana