Policial

PM recupera carreta e carga de adubo furtados em fazenda no município de Guiratinga

Publicado

Foto: PMMT

Na manhã desta segunda-feira (19) a Policia Militar e Policia Civil recuperou um caminhão bitrem e adubos furtados na zona rural de Guiratinga.

Consta no Boletim de Ocorrência (BO), que após informações da Policia Civil  que uma organização criminosa tentou realizar o crime de furto de insumos agrícolas (adubo) na Fazenda Kaiser, situada no município de Guiratinga-MT, funcionários ao perceberem que uma carreta com a carga de adubo estava atravessada após tentativa dos criminosos de transpor uma ponte, acabaram atolando. Ao checarem a carga confirmaram se tratar do adubo da Fazenda e checaram os bags do produto que estavam rompidos. Os criminosos foram até o local com duas carretas de origem duvidosa e utilizaram o trator da fazenda para carregar a carga, porém devido ao excesso de peso não conseguiram dirigibilidade das carretas que acabaram sendo abandonadas.

Carga recuperada

Próximo ao local foi identificado um veículo Fiesta com placa de Cuiabá-MT, escondido na mata, com pneu furado, veiculo que estava no apoio do crime, que ao ser checado foi constatado como roubado em uma residência em Cuiabá no ano de 2017.

Diante das informações as guarnições do 5° Batalhão da Policia Militar e 14° Companhia Independente Força Tática seguem em diligências no Patrulhamento Rural para capturar e prender os autores do crime.

Veículo roubado, usado no apoio aos criminosos

Veja Mais:  Polícia Civil abre inscrições para 15ª edição do Arte e Cultura que será on-line

Policial

Operação afasta secretário e cumpre buscas em residência e gabinete do prefeito de Rondonópolis

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Mato Grosso e Ministério Público Estadual desencadearam nesta quarta-feira (25.11), em Rondonópolis, a segunda fase da Operação Stop Loss, que investiga a ocorrência de superfaturamento e outras irregularidades na aquisição de materiais de consumo, com dispensa de licitação, para o combate à pandemia da Covid -19 pela prefeitura do município.

Os mandados judiciais são cumpridos pelas equipes da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor) e grupo operacional do Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco Criminal), com apoio do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco).

As novas medidas cautelares foram requeridas pelo MPE, por meio do Naco, em conjunto com a Polícia Civil, à Turma de Câmaras Criminais do Tribunal de Justiça de Mato Grosso.

O desembargador Juvenal Pereira da Silva deferiu medida cautelar de afastamento do exercício da função do secretário de Administração de Rondonópolis, Leandro Junqueira Arduini, e mandados de buscas e apreensões nos endereços residenciais do secretário e do prefeito José Carlos Junqueira de Araújo, como também nos gabinetes dos respectivos alvos, na Prefeitura Municipal.

Na primeira fase da operação ‘Stop Loss’, realizada em junho deste ano, a partir de informações do Ministério Público de Contas os investigadores detectaram o superfaturamento em itens contratados na Dispensa de Licitação nº 38/2020 destinada à aquisição de materiais de limpeza, tendo como justificativa de urgência a pandemia da Covid-19, aquisição ratificada pelo chefe do Executivo municipal.

Veja Mais:  Homem que matou ex-mulher asfixiada e ocultou corpo é preso e autuado em flagrante por feminicídio.

A segunda fase demonstra o acerto na execução da primeira etapa da operação, pois com novos elementos coletados, surgiu o provável envolvimento de mais um secretário da prefeitura, havendo indicativos da formação de uma estrutura criminosa instalada no Executivo municipal.

Com a deflagração desta nova fase, os investigadores pretendem coletar novas informações e robustecer, ainda mais, os elementos informativos para que haja o esclarecimento completo dos ilícitos praticados, com a devida responsabilização dos envolvidos.

 

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Homem que matou ex-mulher asfixiada e ocultou corpo é preso e autuado em flagrante por feminicídio.

Publicado

 

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Suspeito pelos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver da ex-mulher, ocorridos no sábado (21.11), em Itiquira (357 km ao sul de Cuiabá), um homem de 38 anos foi preso e autuado em flagrante na segunda-feira, na Delegacia da Polícia Civil da cidade. Depois dos procedimentos policiais, ele foi encaminhado à unidade prisional do município.

A vítima, Mirian Souza Mendes, 37 anos, sofreu diversas agressões com um pedaço de metal e depois foi asfixiada com uma corda. Antes de matá-la, o suspeito ainda cometeu abusou sexual. Depois de cometer o crime, o homem cavou um buraco e escondeu o corpo da vítima em uma área de cerrado localizada às margens da MT-370. Os fatos ocorreram no final da tarde do sábado passado.

Após cometer o crime, o suspeito foi até a fazenda onde trabalhava e pediu demissão. Ele aparentava nervosismo, estava com a roupa suja de terra e dizendo que havia feito algo ruim. O gerente da propriedade o questionou, mas o suspeito não disse nada. Desconfiado, o encarregado da fazenda saiu para checar se havia algo de estranho próximo à estrada e avistou uma motocicleta jogada no meio do cerrado e uma enxada, mas não havia localizou a cova. Como estava escuro, o gerente retornou à fazenda e encontrou o suspeito já de malas prontas, que depois pediu uma carona a outro funcionário que o levou até a MT-370.

Veja Mais:  Diretoria recebe entidades representativas de policiais civis

Após essa atitude do suspeito, o gerente ficou ainda mais desconfiado e foi novamente ao local onde havia avistado a motocicleta e os objetos não estavam mais no lugar. No domingo, com o dia claro, ele retornou para ver se achava alguma pista e localizou a cova. Diante do que foi encontrado, o gerente da fazenda foi até a delegacia para comunicar o fato.

No fim semana, a mãe da vítima também procurou a Polícia Civil para registrar o desaparecimento da filha.

Diligências

A partir das informações recebidas, uma equipe da Delegacia foi até a fazenda e após escavação encontrou o corpo da vítima. A Politec foi acionada para as perícias.
Outra parte da equipe policial seguiu em diligências para localizar o suspeito, que foi encontrado ainda na segunda-feira no bairro Poxoréu, em Itiquira e encaminhado à delegacia.

Em depoimento na unidade policial, o suspeito contou em detalhes como praticou os crimes. Disse que no dia anterior ao homicídio, a vítima havia lhe pedido dinheiro para consertar a motocicleta. Ele pediu que Mírian fosse buscar o dinheiro e a mulher chegar na estrada de acesso à fazenda, os dois se desentenderam e entraram em luta corporal. O suspeito relatou que usou uma cordinha que estava na bolsa da vítima para asfixiá-la, mas antes cometeu o abuso. Depois pegou uma enxada na fazenda, cavou a cova e enterrou o corpo.

A motocicleta e objetos pessoais foram jogados pelo suspeito em um lixão da cidade, junto com as roupas da vítima. O celular de Mirian, o suspeito levou em uma assistência técnica para ser formatado.

Veja Mais:  Homem é preso em flagrante por tentativa de estupro em Confresa

Nas diligências, os policiais localizaram a moto carbonizada e conseguiram apreender o aparelho.

Após os procedimentos policiais, o suspeito foi autuado por homicídio com qualificadoras, entre elas feminicídio, e ocultação de cadáver. O inquérito será conduzido pela delegada Lígia Silveira.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Homem é preso em flagrante por tentativa de estupro em Confresa

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Um homem acusado de tentativa de estupro em Confresa (1.160 km a nordeste de Cuiabá), foi preso pela Polícia Civil do município no início da tarde desta terça-feira (24.11). O suspeito de 53 anos foi autuado em flagrante pelo estupro na forma tentada.

As diligências iniciaram logo após uma jovem de 20 anos procurar a delegacia da Polícia Civil e comunicar o crime praticado pelo vizinho no período da manhã.

Conforme relato, a vítima foi até a casa do vizinho acompanhada da mãe dele pegar mudas de beterrabas. Após a mãe do suspeito ir embora, ele assediou a jovem passando as mãos nos seus seios. Mesmo com a negativa da vítima, o suspeito continuou com os atos de abuso sexual.

Assustada e com medo a mulher voltou para casa, sendo ainda perseguida pelo vizinho. A vítima ligou para o seu esposo, momento em que o suspeito passou a ameaçá-la caso fosse revelado algo. 

Diante dos fatos graves, os policiais civis foram até a residência onde o suspeito foi preso em flagrante e encaminhado para delegacia. Depois de interrogado o conduzido foi autuado pelo crime de tentativa de estupro. Na delegacia foi constatada a agressão física contra a jovem, que apresentava uma mordida no pescoço. 

Conforme o delegado de Confresa, Matheus Soares Augusto, após a confecção dos autos a Polícia Civil representou pela conversão da prisão em flagrante do suspeito em prisão preventiva.

Veja Mais:  Diretoria recebe entidades representativas de policiais civis

Em seguida ele foi encaminhado para a Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte, ficando à disposição da Justiça.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

CAMPANHA COVID-19 ALMT

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana