Policial

Polícia Civil de MT prende maníaco que roubou idosos após tomarem medicamento para cura de doenças

Publicado

Cabelos grisalhos, estatura mediana, branco, cicatriz na barriga, aparentando idade entre 50 e 60 anos, que se apresentava como tenente militar aposentado. Estas são características descritas por mais de 25 vítimas do maníaco Francisco Djalma Francioni, 67 anos, que abordava idosos, preferencialmente, na porta de hospitais e rodoviárias de cidades das regiões Centro Oeste, Sul e Sudeste do Brasil, oferecendo um medicamento para cura de doenças diversas (reumatismo, diabetes, próstata, câncer)

Após ingerirem a substância, as vítimas desmaiavam e tinham todos os pertences roubados (documentos pessoais, dinheiro, aparelho celular e cartões de bancos). Todas as vítimas ficaram internadas em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) depois que tomaram o suposto remédio. Três delas  faleceram, sendo duas em Cuiabá (MT) e uma na cidade de Anápolis (GO).

O criminoso que ao longo de mais de um ano era investigado pela Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, até então sem qualificação, foi preso no dia 19 de setembro, no Estado de Goiás, pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá (Derf), e recambiado para Cuiabá no dia 22 de setembro.

“Ele ganhava a confiança das vítimas dizendo que era militar aposentado e que tinha um medicamento muito bom para a doença que a vítima tinha (antes ele questionava sobre problemas de saúde). Em seguida, colocava uma substância em um copo e entregava para a vítima beber, dizendo que ela já se sentiria melhor rapidamente. Após ingerir a substância, as vítimas desmaiavam. Ele subtraia todo o patrimônio delas, como celular, carteira, cartões de banco etc”, explicou o delegado da Polícia Civil de Mato Grosso,  Eduardo Rizzotto de Carvalho.

Veja Mais:  Traficante é preso em flagrante com porções de cocaína pura em Rondonópolis

Conforme o delegado, as vítimas tiveram seus nomes usados para prática de estelionatos diversos, saques em contas bancárias e empréstimos. A substância ingerida pelas vítimas ainda não foi identificada pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

De acordo com Rizzotto, por estarem sem documentos, em alguns casos, as vítimas deram entrada em hospitais como se fossem “andarilhos” ou “moradores de rua”. A escolha também por vítimas idosas, no caso de falecimento, tinha a intenção de dar aparência de morte natural, como ocorreu em uma das vítimas de Cuiabá (Vanderlei Marcos Missau), que não chegou a ser encaminhada ao Instituto de Medicinal Legal (IML).Na certidão de óbito consta como “causa mortis” apenas falência múltipla dos órgãos/falência vascular cerebral.

A prisão do criminoso ocorreu na cidade de Alvorada do Norte (GO), quando o suspeito foi visitar sua namorada. Ele vai responder por roubos combinados com dois homicídios qualificados e três tentativas de homicídio pelos crimes cometidos em Cuiabá. O suspeito também praticou o mesmo crime em Rondonópolis.

Todos os crimes em Mato Grosso ocorreram no ano de 2017. Até o momento foram identificadas uma vítima em Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá) e cinco vítimas em Cuiabá, sendo que duas delas morreram (Odílio Rodrigues dos Santos, 63 anos, (fato:18/04/1017), e Vanderlei Marcos Missau, 69 anos, (fato 08/11/2017), além de uma vítima fatal em Anápolis (GO) e outras vítimas que sobreviveram em municípios do interior de São Paulo, Paraná, Goiás, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Veja Mais:  Gefron impede que três veículos roubados sejam levados para a Bolívia

O ponto de partida da descoberta da identidade do suspeito, classificado até então por “Maníaco da Garrafada” (por oferecer composto de ervas com fins medicinais feito por índios), ocorreu depois da identificação do aparelho de celular de um  idoso do município de Rondonópolis, que foi vítima em 26 de junho de 2017.

Em seguida uma denúncia no Centro de Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), via 197, sobre roubos mediante ingestão de uma droga pelas vítimas, cometidos por um homem com as mesmas características, reforçou o trabalho dos investigadores.

A partir daí, os policiais descobriram o paradeiro do criminoso identificando sua localização na cidade de Alvorada do Norte (GO), local onde recebeu voz de prisão de uma equipe da Derf Cuiabá, em cumprimento de mandado de prisão, requisitado no inquérito policial presidido pelo delegado Eduardo Rizzotto de Carvalho.

Ao ser preso, o suspeito se apresentou como José Augusto Fernandes. No entanto, os policiais apuraram que seu nome verdadeiro é Francisco Djalma Francioni, de 67 anos, natural do Distrito de Treze de Maio, município de Tubarão, em Santa Catarina.

Com vasta ficha criminal, possui 6 indiciamentos no Estado do Rio Grande do Sul, 14 no Paraná, 6 em Santa Catarina 1 em Goiás, além dos roubos, homicídios e tentativa de homicídios que passará a responder em Cuiabá e Rondonópolis, referente a seis vítimas.

Veja Mais:  Polícia Civil instaura inquérito para apurar conduta de motorista que destruiu manifestação em homenagem a vítimas da Covid-19

Os indiciamentos referem-se a crimes de roubos desde o início da década de 70. Ao ser interrogado, contou que viveu vida inteira cometendo crimes, a maioria foi roubos contra bancos. Já ficou mais de 20 anos preso.

Também relatou aos policiais, que há algum tempo vinha cometendo os crimes por meio de violência imprópria, se valendo da questão da vítima ser idosa para ganhar sua confiança.

Integração

Contatos com policiais de unidades de outros estados corroboraram no rol de informações que justificavam a necessidade de cessar a ação criminosa do suspeito, que vinha agindo em diversas localidades do País. Em Mato Grosso, as investigações estavam mais avançadas, próximas a identificação do maníaco, que utilizava vários nomes falsos e não ficava mais que dois dias em uma única cidade.

O suspeito era procurado por Polícias Civis de outros estados e tinha  mandado de prisão aberto no Paraná e em Goiás.

“Sempre viajando para dificultar que a polícia o capturasse. Ele escolhia suas vítimas, na maioria pessoas idosas e moradoras da zona rural, o que dificultava suas oitivas, sobretudo, por ficarem inconsciente e por muito tempo internadas em estado grave em UTIs”, observou o delegado, Eduardo Rizzotto.

Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil instaura inquérito para apurar conduta de motorista que destruiu manifestação em homenagem a vítimas da Covid-19

Publicado

Foto: Assessoria

A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran), instaurou inquérito policial para apurar a conduta do motorista que de forma intencional transitou em alta velocidade em um canteiro central da Avenida Historiador Rubens de Mendonça (Avenida do CPA), destruindo uma manifestação pacífica, em homenagem aos mais de 600 mil mortos pela Covid-19.

O motorista que conduzia um veículo Volkswagen Fox, de cor vermelha, já foi identificado e responderá por direção perigosa, direção sob a influência de álcool, além do crime de dano.

O fato ocorreu durante a madrugada de segunda-feira (25.10), quando voluntários do Observatório Social de Mato Grosso fizeram um protesto pacífico de combate à corrupção, fincando cruzes pintadas de preto com balões vermelhos em homenagem às vítimas da Covid-19, no canteiro central da Avenida do CPA.

Após o término da montagem, o motorista que estava com veículo estacionado do lado direito da avenida, em um trailler de lanches, subiu com o carro no canteiro central da via, passando por cima de várias cruzes, vandalizando a manifestação e em seguida saindo em alta velocidade.

O boletim de ocorrência foi registrado na manhã de terça-feira (26) e, imediatamente após a comunicação, a equipe da Deletran iniciou as diligências para apurar a autoria das fatos. Através de imagens de câmeras de segurança foi possível verificar que o suspeito parou em um trailer de lanches, próximo a um posto de combustível, por volta das 03h30 e ficou ingerindo bebida alcoólica no local até o início da manhã.

Veja Mais:  Polícia Civil indicia 25 criminosos por roubos de veículos, estelionato e lavagem de dinheiro na região metropolitana

Segundo o delegado da Deletran, Christian Alessandro Cabral, nas duas horas em que ficou ingerindo bebida alcoólica no local, o suspeito ficou observando os voluntários montarem o protesto pacífico e possivelmente arquitetando a conduta criminosa.

O inquérito policial foi instaurado para apurar os crimes de direção perigosa, direção sob influência de álcool e também o dano. O veículo já foi identificado e os policiais da Deletran trabalham para localizar o suspeito que será intimado para prestar esclarecimentos na unidade especializada.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

PM prende funcionário e mais dois suspeitos por roubo a posto de combustível no interior

Publicado

A Polícia Militar, por meio do 18 º Batalhão, prendeu três pessoas por roubo a um posto de combustível, na tarde de terça-feira (26), em Pontes e Lacerda. Na ação, a PM recuperou R$ 32 mil quantia roubada do estabelecimento comercial.  

Por volta das 16h, os policiais foram comunicados sobre um roubo de um malote de dinheiro em um posto de combustível e que a quadrilha havia fugido sentido a região conhecida por Máquina Queimada.  

Policiais da Força Tática do 2º Comando Regional e do 18º Batalhão realizaram um cerco policial na estrada que liga os municípios de Pontes e Lacerda e Vale de São Domingos, em dado momento, os policiais identificaram dois suspeitos que fizeram roubo, a dupla estava em uma motocicleta Honda CG Titan, eles ao avistarem a polícia, saltaram do veículo em movimento e tentaram fugir da abordagem, mas foram presos.  

Durante a diligência, os policiais prenderam mais um suspeito e o dinheiro R$32.631,00 em espécie. A PM constatou também que um dos homens presos era o funcionário que realizava o transporte de valores, ele fazia parte da quadrilha atuando diretamente no planejamento estratégico da ação delituosa.  

Os suspeitos foram entregues para a Polícia Judiciária Civil.  

Comentários Facebook
Veja Mais:  Polícia Civil instaura inquérito para apurar conduta de motorista que destruiu manifestação em homenagem a vítimas da Covid-19
Continue lendo

Policial

Gefron impede que três veículos roubados sejam levados para a Bolívia

Publicado

O Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) impediu que três veículos roubados em Pontes e Lacerda (390 km de Cuiabá) fossem levados para a Bolívia. O flagrante ocorreu nesta terça-feira (26.10) durante rondas pela MT-265 no município de Porto Esperidião (320 km de Cuiabá). A ação terminou com a apreensão de um Hyundai HB20, duas motocicletas, sendo Yamaha Lander e Bros, e dois suspeitos presos que confessaram o crime.

Conforme o Gefron, a equipe policial fazia o patrulhamento na rodovia quando abordou dois homens em uma motocicleta Lander, azul. Em seguida identificou um Hyundai HB20 branco se aproximando, mas que entrou em fuga ao perceber a equipe policial. O condutor atingiu um barranco às margens da rodovia. Ele abandonou o automóvel e entrou em fuga por uma região de mata. Durante as buscas ao foragido, os policiais encontraram uma segunda motocicleta, Yamaha Bros azul, abandonada na estrada.

Questionados, os condutores da primeira motocicleta confessaram que estavam levando o veículo para a Bolívia e acabaram presos. Eles também disseram que receberam o veículo de outra pessoa em Pontes e Lacerda e que receberiam uma quantia de R$ 2 mil pelo serviço.

Após checagem, os policiais identificaram que veículo HB20 estava adulterado e que havia sido roubado em Pontes e Lacerda. Diante dos fatos os veículos e os suspeitos foram encaminhados para Delegacia de Polícia Civil de Porto Esperidião.

Veja Mais:  Gefron impede que três veículos roubados sejam levados para a Bolívia

Foragido da Justiça

Ainda nesta terça-feira (26.10), os policiais do Gefron também prenderam um homem com mandado de prisão em aberto, por tráfico de drogas e furto. O foragido da justiça foi identificado durante abordagem a um veículo na MT-388, ainda no município de Porto Esperidião.

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana