Mato Grosso

Politec se reúne com parceiros para a definição de calendário de ações de cidadania

Publicado

As etapas que envolvem desde o atendimento para a solicitação do documento de identidade e todo o processamento até a sua emissão, foram apresentadas pela Perícia Oficial e Identificação Técnica a dez instituições parceiras que realizam mutirões de cidadania e que solicitam o serviço de identificação civil durante os eventos.

O workshop foi realizado na terça-feira (19.11), e teve como objetivo discutir sobre o planejamento de ações de cidadania para 2020, de modo a viabilizar a participação da Politec em todos os eventos promovidos pelas entidades.

Em 2019, mais de dois mil RGs foram expedidos pela Diretoria Metropolitana de Identificação Técnica durante os 51 mutirões em que a Politec participou em todos estado de Mato Grosso.

Em um deles, na aldeia Halataikwa da etnia Enawene Nawê, realizado em setembro, foram emitidos 583 RGs, entre 1ª e 2ª vias. A atuação da instituição foi elogiada pela secretária adjunta de Cidadania, Rosineide Pascionato durante o workshop.

“A solicitação do RG é o serviço mais solicitado durante as ações de cidadania promovidas pela Secretaria. Durante o mutirão na aldeia Halataikwa, que era uma demanda reprimida, a Politec teve muita boa vontade em nos atender, com a participação de uma equipe completamente dedicada. Recentemente enviamos quatro servidores para a um treinamento junto à Politec e nos comprometemos a enviar a nossa programação dos mutirões para mantermos esse serviço nas nossas ações”, comentou a secretária.

Veja Mais:  Detran-MT faz 2.428 atendimentos a contribuintes durante o Mutirão Fiscal

Durante a reunião, o Diretor Metropolitano de Identificação Técnica, Ailton Silva Machado, apresentou o panorama de evolução histórica com a expansão dos atendimentos da Politec no interior do Estado através das parcerias com prefeituras e órgãos públicos. Também citou o processo de modernização do serviço de emissão de RGs, com o advento do novo padrão nacional de documento de identidade, e com a implantação dos kits de captura biométrica em substituição ao processo manual de coleta de impressões digitais com tinta, dentre outros aspectos.

O serviço de identificação completará 100 anos em 2021 e remonta à origem da Politec, com a criação, em 1921, do Gabinete de Identificação e Estatística Criminal. Nos últimos cinco anos a instituição já contabiliza mais de 1 milhão de pessoas atendidas com o serviço de emissão de RGs no estado.

“Quando se distribui o atendimento em quase todos os municípios, a Politec tem feito chegar em cada rincão desse Estado o acesso ao serviço de emissão do RG, mesmo que de forma tímida e principalmente com o auxílio dos municípios credenciados, garantindo “cidadania”. Os termos de cooperações foram formalizados por meio de contratos com os municípios, parceiros nossos, e que sem eles não conseguiríamos. Sem esquecer da modernização implantada nos sistemas de identificação a qual propiciou, mesmo com a redução no quadro de pessoal, a manutenção dos processos em dia, mesmo diante do aumento da demanda’’, analisou o diretor.

Veja Mais:  TCE faz auditoria no contrato de implantação dos semáforos inteligentes de Cuiabá

Outra parceria que tem se consolidado nos últimos anos são os termos de cooperação técnica com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), por meio dos Mutirões Rurais. Conforme o coordenador da Equipe de Supervisão da Senar, Marcos Medeiros, a Politec esteve presente em 32 eventos do Mutirão Rural em 2019, com a emissão de quase 1.000 RGs. “Acredito que reuniões como essas com parceiros que atuam em levar a cidadania para os municípios do interior é de grande valia porque a gente deixa de sobrepor atividades e se cria um consenso na entrega desses produtos e serviços. A gente gostaria que as comunidades rurais, que é o foco do Senar, continuem sendo atendidas”, comentou.  

Mais de 800 moradores das regiões ribeirinhas do Pantanal mato-grossense e da Região Araguaia foram atendidas em 2019 por meio de parceria com o Poder Judiciário.

“Pessoal incansável, dedicado, competente, que tem a sensibilidade de tratar com as pessoas. A população do Araguaia se sentiu abraçada pela Politec, pois eles precisam desse serviço. Posso dizer que a instituição fez a diferença ao incluir esse cidadão no mundo com a emissão do RG. Só tenho a agradecer ao Ailton e toda a equipe, por atenderem prontamente ao chamado do Poder judiciário”, definiu o juiz coordenador da Justiça Comunitária Estadual, José Antonio Bezerra Silva.

Ao final da reunião as instituições se comprometeram a encaminhar o calendário de ações que estão programadas para 2020 até o dia 15/12, para que então sejam definidos os mutirões que terão a participação da Politec.

Veja Mais:  Várzea Grande inicia testes em sistema de licenciamento ambiental municipal

O workshop teve a participação do Secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante dos Santos, do Diretor Geral da Politec, Rubens Sadao Okada,  de representantes do Sistema Fiemt, Senar, PJC, PM, OAB, Setasc, Sesp, TJ-MT, e demais gestores da Politec.  

Comentários Facebook

Mato Grosso

Seduc realiza encontro formativo com Diretorias Regionais para debater recuperação da aprendizagem

Publicado

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) irá realizar o Encontro Formativo (ENFOR) com as Diretorias Regionais de Educação (DREs), tendo como foco ”O Sistema Estruturado de Ensino e as Estratégias Metodológicas para a implementação do Plano Estadual de Recomposição da Aprendizagem”. O encontro ocorrerá durante os dias 25 e 26 de maio, no auditório do Hotel Holiday Inn, em Cuiabá.

“O Encontro Formativo é uma das ferramentas que busca contribuir com os esforços de recuperação da aprendizagem na Rede Estadual de Ensino”, destaca o secretário de Estado de Educação, Alan Porto. Ele lembra que, desde o início do ano letivo de 2022, estudantes de toda a rede estão usando o material didático desenvolvido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), que visa auxiliar no processo de recomposição da aprendizagem.

“O objetivo do encontro é fortalecer as Coordenadorias de Formação das DREs na gestão de tomada de decisão e orientações referentes às ações de implantação do Sistema Estruturado de Ensino e o Plano Estadual de Recomposição de Aprendizagem”, acrescenta o secretário. Ele reforça que a Seduc adotou as melhores ferramentas de ensino e, agora, é o momento de dar um plus no efeito multiplicador dos educadores e gestores. “Vamos aprofundar essa discussão com as maiores autoridades no assunto”, disse.

Uma das presenças no evento será o ex-ministro da Educação e diretor do Centro de Desenvolvimento da Gestão Pública e Políticas Educacionais da Fundação Getúlio Vargas, José Henrique Paim Fernandes. Outros oito professores doutores participarão de Grupos de Trabalho, além de mediadores com o mesmo nível curricular.

Veja Mais:  Escola de Governo lança curso sobre Noções de Gestão Pública Gerencial

O evento tem carga horária total de 16 horas e prevê a participação de aproximadamente 125 pessoas. A programação será desenvolvida em parceria com especialistas da FGV e da Dian & Silva.

Entre os temas que serão discutidos, por meio de palestras e oficinas, estão as possibilidades de intervenção pedagógica conforme o Sistema Estruturado de Ensino, melhorias na aprendizagem de acordo com os resultados das avaliações e estratégias metodológicas para o plano das ações de recomposição da aprendizagem.

“Vejo como de suma importância esse evento para trazer engajamento na rede, oferecer todas as informações necessárias para que estejamos conectados para fazer a diferença na Educação Pública Estadual e, principal, na ponta, dentro da sala de aula”, analisa Saulo Scariot, Diretor regional de Educação do Polo Tangará da Serra.

“Além do elemento humano, fundamental nessa jornada, vamos nos valer dos avanços das tecnologias educacionais e do uso de ferramentas que permitem o ensino personalizado, com diagnóstico das lacunas de aprendizado e aceleração de aprendizagem”, define Amauri Monge Fernandes, secretário adjunto Executivo da Seduc. Dada à urgência da recuperação da aprendizagem, Amauri observa que a tarefa é de todos. “Toda a comunidade escolar deve se envolver, além da família, é claro”, finaliza.

Supervisão de Rui Matos.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Inscrições para projetos na área de educação ambiental e sustentabilidade continuam abertas

Publicado

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) mantém abertas as inscrições para a seleção de projetos de Educação Ambiental e Sustentabilidade, para as escolas que atendem a Educação no Campo e Quilombola. Os valores disponíveis chegam a R$ 250 mil, podendo atender a 40 escolas com recursos de até R$ 6.250,00 por unidade escolar.

A iniciativa busca subsidiar projetos ambientais, que ampliem as aprendizagens essenciais, mas que também promovam nos estudantes o desenvolvimento do protagonismo juvenil, valores de cidadania, inclusão social e responsabilidade em meio às questões ambientais, tão necessárias na atualidade.

Entre os temas, que poderão ser abordados nos projetos, estão Arborização com Espécies Frutíferas; Reutilização da Água; Reciclagem/ Reutilização de Lixo; Compostagem; Reutilização de Alimentos; Preservação de Espécies em Extinção e/ ou Perda de Biodiversidade; Biofertilizante Líquido; Queimadas e Preservação de Biomas.

“Nesses temas, estão contidas as preocupações e reflexões sobre as mudanças ambientais e como a educação ambiental pode ajudar no desenvolvimento de novas ferramentas, para promover a preservação ambiental e a sustentabilidade”, observa Lucia Santos, superintendente de Políticas de Diversidades Educacionais da Seduc.

Outra intenção da Secretaria, para o desenvolvimento destes projetos, é promover a recuperação da aprendizagem dos estudantes. Com a prática das atividades de educação ambiental, toda a comunidade escolar estará atuando de maneira interdisciplinar, estabelecendo relações com a parte teórica dos componentes curriculares da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), documento de Referência Curricular de Mato Grosso (DRC-MT), e a Parte Diversificada.

Veja Mais:  Governo conclui obra paralisada e Centro Socioeducativo ganha mais 28 vagas

Para conhecer o documento acesse AQUI.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Escola de Governo oferta curso na área de administração pública

Publicado

A Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), por meio da Secretaria Adjunta da Escola de Governo, oferta 25 vagas para o curso “Administração pública pós-burocrática: modelos organizacionais”.

A qualificação será realizada na modalidade semipresencial e tem como público-alvo servidores que desenvolvam atividades na área de gestão e líderes que desejam aprimorar competências para gerenciamento. Interessados têm até a próxima terça-feira (31) para se inscrever. Inscreva-se AQUI.

O curso possui carga horária de 32 horas e abordará, entre outros temas, modelos da administração pública, conceito e metodologia de Parceria Público-Privada (PPP), de Organização Social e Empresa Pública. As aulas terão início no dia 1º de junho e serão ministradas pelo facilitador e servidor público Vinícius de Carvalho Araújo. As atividades presenciais ocorrerão na Escola de Governo – Sala Saber.

Mais informações pelo telefone (65) 3613-3611.

Supervisão de texto Nayara Takahara.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Veja Mais:  Consumidores têm direito a informações claras e ostensivas sobre despacho de bagagem
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana