Rondonópolis

Prefeito destaca Exposul como vitrine da economia de Rondonópolis

Publicado

Foto: Assessoria

Autoridades políticas, empresários, produtores rurais e a sociedade organizada participaram na noite desta segunda-feira (07) da abertura da 46ª Exposição Agropecuária, Industrial e Comercial do Sul de Mato Grosso (Exposul).

Para o prefeito Zé Carlos do Pátio, o evento é um dos que mais fomentam a economia local. “A exposição é a vitrine que mostra todo o potencial econômico de nossa cidade. É um momento de lazer e de apresentação para Mato Grosso e para o mundo da nossa economia,” destacou o gestor.

Ele ainda lembrou que a realização da tradicional Exposul só foi possível graças ao empenho do Sindicato Rural, já que muitos municípios de Mato Grosso cancelaram a realização das exposições agropecuárias este ano.

Os dois primeiros dias da 46ª Exposul foram reservados para a realização dos shows religiosos com portões abertos para a população. “A Exposul está a cada dia se tornando uma exposição de todos e uma das coisas mais interessante é que dois dias estão abertos para a população e a sociedade pode ter o entretenimento, conhecer a exposição e trazer a família,” ressaltou Pátio.

O presidente do Sindicato Rural de Rondonópolis Aylon Arruda destacou que a edição deste ano deve consagrar ainda mais a Exposul.

“Estamos muito felizes em receber todos aqui é um motivo de muita alegria darmos início a 46ª Exposul essa que promete ser uma exposição cada vez maior e melhor com todo engajamento da sociedade. A Exposul que hoje fugiu da esfera do
Sindicato Rural, e é uma exposição  da população, é de todos nós,” destacou o presidente.

Veja Mais:  Coder atende indicação de vereadora Kalynka e realiza tapa-buracos na região do Mariela

Ele ainda ressalta que o apoio da Prefeitura de Rondonópolis foi essencial para a realização da 46ª Exposul. “A exposição cresceu junto com o munícipio, tem a importância socioeconômica e lógico tivemos o apoio da Prefeitura que é muito importante, isso que faz com que estejamos hoje aqui contemplando a 46ª Exposul,” destacou Aylon.

Comentários Facebook

Rondonópolis

Exportações aumentam e Rondonópolis sobe para 17ª no ranking nacional

Publicado

Rondonópolis mantém resultados positivos e chega a 17º lugar como maior exportador do Brasil, subindo seis posições em comparação com 2021. Os dados são do Ministério da Economia referentes aos cinco primeiros meses de 2022 e mostram que Rondonópolis exportou U$ 1.160,75 bilhão, crescimento de 9,1% nas exportações. Os números também colocam a cidade como segunda maior exportadora de Mato Grosso.

Com esse valor, as exportações de Rondonópolis representaram 0,9% do total exportado no País e 8,9% de todo volume exportado por Mato Grosso no período.

As importações no período compreendido entre janeiro a maio deste ano também apresentam crescimento em relação ao mesmo período do ano passado. Foram importados por Rondonópolis U$ 761,62 milhões, volume 154,4% maior que o do ano anterior. A cidade fechou os cinco primeiros meses do ano como maior importadora de Mato Grosso e como 34ª no Brasil.

O volume importado por Rondonópolis representa 38,8% do total importado por Mato Grosso no período e 0,7% pelo Brasil.

A maior parte das exportações de Rondonópolis nos cinco primeiros meses de 2022 foram para a China, Tailândia e Indonésia. Já, a maior parte das importações no mesmo período vieram da Rússia, Canadá e Estados Unidos.

Entre os principais produtos exportados está a torta e outros resíduos sólidos da extração do óleo de soja, que representou 47% das exportações de Rondonópolis no período. Já, entre os produtos importados, os fertilizantes minerais, químicos e potássicos representaram 44% do total das importações.

Veja Mais:  Prefeitura de Rondonópolis dá início a parceria de ressocialização de reeducandos da Mata Grande

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Prefeito recebe lideranças rurais e avalia progresso de obras de demandas das comunidades

Publicado

O Prefeito José carlos do Pátio recebeu no final da tarde desta sexta-feira (24) várias lideranças comunitárias rurais da região das Glebas: Rio Vermelho, São João; São José, Selva de Pedra, São José da Boa esperança e Carimã, para avaliar o andamento das obras que estão sendo realizadas pelo município na região.

Há cerca de um mês o prefeito recebeu as lideranças e se comprometeu em atender as demandas das comunidades, como, restauração das estradas vicinais que cortam a região, abertura de poços artesianos, instalação de r3edes de abastecimento de água, reforma e ampliação de escola, reforma de PSF próxima à escola Derci Rodrigues, e ainda a  construção de um outro PSF na região do Assentamento José da Boa Esperança, além de troca de lâmpadas de vapor metálico por de vapor de sódio , e ainda a instalação de um reservatório de 15 mil/lt na Gleba São João, entre outras.

Os líderes tiveram a oportunidade de relatar ao prefeito suas impressões sobre o andamento dos trabalhos e pelo observado, excluindo uns contratempos técnicos que independem da gestão municipal, os lideres se mostraram satisfeitos com o comprometimento do prefeito, que inclusive anunciou a autorização da compra de uma área de 2ha próxima a Escola Rural Derci, para ampliação da mesma. 

Segundo Pátio, o projeto estrutural das obras já está pronto, e será encaminhado para orçamento e posteriormente licitado. Pátio chegou inclusive a apresentar um visual do projeto aos líderes que aprovaram o mesmo.

Veja Mais:  Uilson Freitas é pré-candidato a vereador

O Prefeito ainda comunicou aos presentes que já autorizou a prefeitura a adquirir, os equipamentos necessários para a instalação dos poços artesianos, bem como os reservatórios e o material para a instalação da rede de abastecimento e distribuição às propriedades. 

Ressaltando que para a perfuração de alguns poços artesianos está sendo feita uma parceria com a FUNASA, pois os locais (áreas de perfuração) pertencem a união (INCRA). Ele garantiu que os estudos geológicos do local já estão concluídos e as perfurações devem acontecer em breve.

A final do encontro Pátio já deixou agendada outra reunião para as 15h do dia 22/07 onde serão reavaliados os andamentos dos trabalhos. Ele cobrou celeridades das pastas envolvidas, pois quer ver resultados o quanto antes. “Vocês podem ver que estou cobrando celeridade dos meus colaboradores, pois quero ver resolvidas todas estas demandas, que são importantes para todos vocês da região. Estamos muito empenhados, mas precisamos contar com a colaboração e mais participação dos senhores na definição dos destinos daquela região de trabalhadores”, argumentou o gestor público.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Prefeitura entrega escrituras para moradores de cinco bairros de Rondonópolis

Publicado

Mais 35 famílias de cinco bairros de Rondonópolis realizaram, nesta sexta-feira (24), o sonho de ter um documento que comprove a posse definitiva da própria moradia.  Elas receberam de forma gratuita o título  definitivo de propriedade de seus imóveis que aguardavam  há cerca de 30 anos,  em uma reunião realizada com o prefeito José Carlos do Pátio,  no Palácio da Cidadania.

Durante o ato de entrega, ele destacou que com a escritura pública entregue gratuitamente pelo município traz muitos benefícios ao morador, que pode comprovar sua posse e garante segurança social e jurídica. 

“Ao viabilizar a escritura,  estas famílias vão poder conseguir, por exemplo, na Caixa Econômica Federal (CEF) um financiamento para ampliar e reformar a casa. Agora, terão esse direito, antes eles eram excluídos. Podem, agora, enfim, dizer que são donas dos seu imóveis. Isto é inclusão, dar dignidade, é promover cidadania”, frisou o prefeito.

Ressaltou ainda que  desde 2017 já foram realizadas a entrega de 18 mil escrituras em Rondonópolis, por meio do programa de regularização fundiária realizado pela Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo.

“Sabemos a importância deste documento e o quanto ele significa para as famílias. Já estamos na Secretaria de Habitação  com  cinco mil escrituras públicas praticamente prontas para serem entregues e outras 3.500 encaminhadas para  o registro em cartório”, disse José Carlos do Pátio, reclamando da morosidade dos atuais gestores do Cartório do 1º Ofício. “O pessoal que está lá agora estão muito morosos. Antes,  as coisas aconteciam com mais agilidade”, criticou.

Veja Mais:  Vereador Roni Cardoso homenageia prestadores de serviço do Sanear

A secretária municipal de Habitação e Urbanismo, Huani Rodrigues, observa que a  escritura para uma residência popular custa  de  R$ 8 a R$10 mil e muitos não têm condições financeiras de legalizar o imóvel. “Através do programa de regularização da Prefeitura,  o documento sai sem nenhum custo”.

Ela lembrou que as 35 famílias contempladas com o título definitivo de propriedade de seus imóveis nesta sexta aguardavam por este documento há cerca de 30 anos. “Hoje, realizamos o sonho da garantia da propriedade. É uma luta de todos os moradores e é gratificante para a gestão municipal entregar este documento tão esperado por essas famílias”, falou.

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana