Rondonópolis

Primeira reunião da ordem do dia de 2021, vereadores debatem sobre Covid-19, comissões temáticas e Santa Casa

Publicado

Foto: Assessoria

Na primeira reunião da ordem do dia, da atual legislatura, os novos vereadores debateram a formação das comissões temáticas da Câmara de Vereadores. No entanto, o processo ficou prejudicado em razão da ausência de três parlamentares que estão em fase de recuperação de Covid-19.

Marildes Ferreira (PSB), Doutor Jonas (SD) e Adilson do Naboreiro (SD) foram infectados na semana passada e não puderam participar da reunião desta terça-feira.

Com isso, a escolha será programada para segunda-feira (18) e terça-feira (19).

Para a sessão desta quarta-feira (13) não haverá votações, pois não houve projetos do executivo e do legislativo para serem discutidos na ordem do dia.

O vereador José Felipe Horta, o Doutor José Felipe (Podemos), explicou que a Santa Casa de Rondonópolis, está em dificuldades financeiras diante dos valores da tabela SUS, que estão defasadas.

Por outro lado, Adonias Fernandes (MDB) destacou que os parlamentares devem ter conhecimento que o município é um repassador dos repasses federais e estaduais.

Uma sugestão dada foi que a Santa Casa assuma também uma parcela das cirurgias eletivas. A Câmara e a Santa Casa devem se reunir em breve para tratar desses assuntos.

O presidente da Casa, o vereador Roni Magnani (SD) destacou que as fotos oficiais dos vereadores e da Câmara estão disponíveis no site do Legislativo.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Prefeitura de Rondonópolis faz estudos para tombamento de casa que pertenceu ao Marechal Rondon

Rondonópolis

Vereador Reginaldo intermedia reajuste aos servidores municipais e RGA será concedido

Publicado

Vereador Reginaldo Santos (SD)- Foto: Assessoria

O vereador Reginaldo Santos (SD) e líder do Prefeito na Câmara Municipal, esteve na última semana em reunião com o prefeito José Carlos do Pátio (SD). A pauta do encontro foi o RGA – Revisão Geral Anual dos servidores municipais de Rondonópolis.

O reajuste é baseado no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior e é legalmente determinado pelos cálculos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE.

Reginaldo pediu ao gestor celeridade no processo, uma vez que data para o reajuste é janeiro. “O prefeito foi muito receptivo. Pediu apenas que ele e sua equipe dediquem atenção no processo do reajuste, uma vez que o aumento só pode ser concedido aval da procuradoria do município, pois a Lei Federal 173, há critérios que impede servidores receber o RGA e com aprovação da Câmara Municipal em duas votações. Mas o procurador Anderson Godoi foi feliz em sua interpretação na lei, e vai ser possível juridicamente e economicamente o município garantir o RGA este ano”. Disse o vereador.

Para ser aprovada o RGA, será realizada a primeira votação em sessão extraordinária na próxima sexta-feira (22) e na segunda-feira (25) será a segunda votação.

De acordo dom o IBGE, O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) – que mede inflação percebida por famílias com renda entre um e cinco salários mínimos mensais – fechou 2020 em 5,45%.

Veja Mais:  João Moto Táxi assume a coordenação da 'Defesa Civil' de Rondonópolis

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Rondonópolis inicia vacinação contra o coronavírus

Publicado


A Prefeitura de Rondonópolis iniciou oficialmente nesta quarta-feira (20) a Fase 1 de vacinação contra o covid-19. Um ato simbólico foi realizado no Auditório do Paço Município com a aplicação da vacina em 10 profissionais da saúde que atuam na linha de frente de combate ao coronavírus. O ato contou com a presença do prefeito José Carlos do Pátio, profissionais da saúde e vereadores.

O prefeito considerou o dia como um marco na história de Rondonópolis na luta contra o coronavírus. Ele agradeceu aos profissionais da saúde, que serão os primeiros a serem imunizados contra a doença. “Estamos priorizando todos os profissionais de saúde que estão no fronte dessa guerra. Esses servidores são uns heróis”, afirmou e agradeceu ao Governo Federal e a todos que atuaram para permitir que as vacinas chegassem em todos os municípios do país.

A técnica de enfermagem Gelci Salete Gomes de Moraes, 53 anos, servidora da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) há 16 anos, que também trabalha na UTI da Santa Casa de Misericórdia, foi a primeira rondonopolitana a receber uma dose da vacina. Ela agradeceu pela possibilidade de poder se imunizar contra a covid, lembrando que mesmo trabalhando no box de emergência da UPA não foi infectada pelo coronavírus e considerou hoje um dia de esperança.

Além de Gelci, outras cinco técnicas de enfermagem da UPA e Hospital de Retaguarda foram vacinadas, dois servidores do Laboratório Central e três profissionais, médicos e enfermeiros, que atuam no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Veja Mais:  Coder atende indicação de vereadora Kalynka e realiza tapa-buracos na região do Mariela

Plano de vacinação

O Município recebeu, para essa primeira etapa de vacinação, 5.166 doses da vacina Coronavac. Deste total, 671 doses serão encaminhadas ao Hospital Regional de Rondonópolis e 4.495 para a vacinação dos profissionais de saúde da linha de frente do combate ao vírus e para idosos com mais de 60 anos institucionalizados.

O plano de vacinação para Rondonópolis prevê, nesta Fase 1, que sejam vacinados os profissionais de saúde da linha de frente da UPA, Hospital de Retaguarda, unidades Sentinela, Santa Casa de Misericórdia e os hospitais Unimed, Materclin e São Francisco.

O secretário de Saúde do Município, Rodrigo Ferreira, explicou que a Pasta está preparada para realizar a vacinação, com equipes treinadas e insumos disponíveis. Ele afirmou que o Governo do Estado encaminhou ao Município, além das doses da vacina, agulhas e seringas. “Estamos preparados. Recebemos agulhas e seringas e também temos esses insumos em estoque no Município para garantir a vacinação”.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis divulga plano de vacinação contra coronavírus

Publicado


 O prefeito José Carlos do Pátio, em companhia do Secretário Municipal de Saúde, Rodrigo Ferreira, anunciou durante a realização de uma coletiva de imprensa, no final da tarde desta terça-feira (19) na sala de reuniões da prefeitura, o plano de vacinação emergencial contra Covid-19 na cidade.

Seguindo determinações do Ministério da Saúde o estado de Mato Grosso recebeu 126.160 doses da vacina Coronavac que está sendo produzida em parceria entre o Instituto Butantã de São Paulo e, a Farmacêutica Chinesa SINVAC, para ser distribuída entre os 141 municípios do estado.

O Governo do Estado usou os critérios de distribuição definido pela Comissão Intergestores Bipartite do Estado (CIB), e direcionou 9.958 doses para o Polo Regional de Saúde de Rondonópolis fazer a distribuição na região.

Desse montante, 5.166 doses deverão ficar na cidade, mas, 671 estarão disponíveis e deverão ficar disponíveis exclusivamente para os servidores do Hospital Regional da cidade. As demais 4.495 doses serão encaminhadas à Secretaria Municipal de Saúde, e distribuídas em duas etapas de vacinação com intervalo de 21 dias, entre os trabalhadores linha de frente no combate direto ao Coronavírus como, UPA-24, Hospital de Retaguarda (antigo PA), Santa Casa, Hospital Infantil e Postos do Projeto Sentinela e, o Hospital Municipal Cristyan Mary da Silveira Lima, localizado na Avenida Lions Internacional .

Veja Mais:  Coder atende indicação de vereadora Kalynka e realiza tapa-buracos na região do Mariela

O restante das 4.978 doses, armazenadas no Polo Regional de Saúde, serão distribuídas proporcionalmente entre os demais 18 municípios da região sul do estado de acordo as determinações do Min. da Saúde.

O segundo passo do plano de vacinação, será vacinar pessoas idosas de 60 anos ou mais institucionalizadas, ou seja, que estejam em instituições de abrigo ou internação, como: Lar dos Idosos, Lar Cristão, e Recanto dos idosos; comunidades indígenas aldeadas em terras demarcadas, e comunidades ribeirinhas, entre outros.

O Secretário de Saúde esclareceu que a população não precisa se deslocar para nenhum posto de saúde nesse primeiro momento, porque esta primeira fase da vacinação, segundo determinação do Ministério da Saúde, será direcionada para imunizar o chamado público-alvo, ou “linha de frente no combate ao Coronavírus”, como forma de proteção dos indivíduos com maior risco de infecção.

Posteriormente, assim que o governo federal for conseguindo um número maior de vacinas, vai disponibilizar para toda a população, seguindo os critérios de prioridade. “O ideal é que toda a população fosse imunizada nesse momento. Mas, o governo federal está se empenhando em cumprir o seu papel e nós faremos a nossa parte”. Externou Rodrigo Ferreira

Conforme o secretário, a prefeitura e Secretaria de Saúde, já estão se organizando para esta segunda fase, onde um número maior de vacinas será disponibilizado para o município fazer a cobertura total da sua população.

Veja Mais:  Prefeitura de Rondonópolis faz estudos para tombamento de casa que pertenceu ao Marechal Rondon

Ao final da coletiva Rodrigo reiterou a sua preocupação e pediu a população para não se descuidar dos cuidados necessários à prevenção do contágio do Coronavírus, como: uso de máscaras, higienização das mãos, evitar contato físico, e manter o distanciamento social em locais públicos evitando aglomerações, já que a vacina não garante a totalidade da imunização.

Comentários Facebook
Continue lendo

CAMPANHA COVID-19 ALMT

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana