conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Rondonópolis

Sanear leva obras de saneamento para bairros que esperavam há anos

Publicado

Foto: Assessoria

Há 30 anos a comunidade do bairro Jardim Atlântico aguardava pela obra de rede de esgoto na região. O Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis – Sanear, concluiu os serviços e a população já está utilizando o benefício. Quem também está autorizada a interligar-se a nova rede é a população dos bairros Jardim Europa e Jardim Iguaçu.

O prefeito José Carlos do Pátio, junto com a diretoria do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis – Sanear, priorizou a conclusão destas obras e os moradores já estão utilizando o benefício. São cerca de 2,5 quilômetros de rede e R$ 2,8 milhões investidos no bairro Jardim Atlântico; e, 1,5 quilômetros de rede e R$ 1,8 milhões investidos no bairro Jardim Iguaçu.

“O usuário que encontrar dificuldade para interligar-se à rede, procure atendimento pelos canais disponibilizados pelo Sanear, no telefone, whatsapp ou por meio de uma das quatro agências comerciais”, explicou o diretor Técnico da autarquia, Hermes Ávila.

O Sanear possui agências de atendimento nos bairros Parque Universitário, Vila Operária, Caixa D’agua, no Ganha Tempo ou pelo site www.sanearmt.com.br. Os canais de atendimento são pelo telefone 0800 647 2442 e WhatsApp (66) 9 9984-9090.

OUTROS BAIRROS ATENDIDOS

Quem também está próximo de receber a obra de esgotamento sanitários é a população da região do Sagrada Família. A equipe do Sanear está instalando a rede de esgoto nos bairros Sagrada Família, Colina Verde, Parque São Jorge e Residencial Santa Clara. São 108 quilômetros de rede e R$ 7,8 milhões investidos.

Veja Mais:  Semma pede que população solicite atendimento nos canais alternativos

O diretor Técnico da autarquia, Hermes Ávila, pede que os usuários aguardem a liberação do Sanear para, só assim, fazerem suas ligações à rede que está sendo executada, evitando problemas como vazamentos e obstrução.

Comentários Facebook

Rondonópolis

Prefeitura divulga decreto com novas restrições nesta quinta (4) para tentar conter avanço da Covid-19

Publicado


.

Após reunião do Comitê de Gestão de Crise do coronavírus, a Prefeitura de Rondonópolis decidiu pela publicação de um novo decreto municipal que entrará em vigor nesta quinta-feira (4) com determinações para conter o avanço dos casos de Covid-19. Entre as definições está a proibição de abertura de todos os estabelecimentos – empresas de serviço, comércio e indústrias – após às 22 horas de segunda a sexta-feira e aos sábados e domingos ao longo de todo o dia.

A proposta com novas restrições foi aprovada pelos membros do Comitê e visam a redução no número de casos da doença, bem como a quantidade de pessoas internadas em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A iniciativa busca evitar que o município tenha que decretar o fechamento total das atividades e promover a proibição da circulação das pessoas por motivos não essenciais.

Segundo o prefeito Zé Carlos do Pátio, com o crescimento no número de casos de Covid-19 nos últimos dias é fundamental a adoção de medidas que busquem conter a transmissão do vírus e garantir atendimento médico para todos que necessitarem. “Sabemos o quanto a manutenção da atividade econômica é importante, mas temos que pensar na vida das pessoas. Por isso, optamos em aumentar as restrições e apelamos para que todos se conscientizem sobre a importância do isolamento”, afirma.

Conforme a proposta, nenhum estabelecimento poderá funcionar após às 22h de segunda a sexta e aos sábados e domingos fica proibida a abertura de todos os estabelecimentos, incluindo o comércio e prestadores de serviços. A medida visa reduzir ao máximo a circulação de pessoas, especialmente nos fins de semana, quando o fluxo aumenta, bem como as aglomerações.

Veja Mais:  Obras da Unidade Básica de Saúde do Residencial Dom Osório estão em fase adiantada

De acordo com representantes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que integram o Comitê, aos sábados ocorre um aumento significativo de pessoas de outras cidades da região que vem para Rondonópolis, aumentando o fluxo e aglomerações de pessoas.

Para essa medida, levou-se em consideração ainda o crescimento de casos de Covid-19 entre a população mais jovem, com 99 casos confirmados entre pessoas de 19 a 35 anos, até esta terça-feira (2), e o aumento das mortes, com nove casos já confirmados, sendo a maioria deles entre as pessoas do grupo de risco.

No caso do aumento de casos entre os mais jovens, que por consequência acabam infectando idosos e pessoas em risco, o alerta é para a necessidade de evitar aglomerações, inclusive em espaços públicos. Assim, o novo decreto também proibirá reunião e aglomeração de pessoas em calçadas, praças, parques e ruas e avenidas.

Outro dado fundamental a ser analisado para a definição do aumento da restrição foi o crescimento na ocupação de leitos de UTIs, que até esta terça-feira (2) já atingia mais de 63% dos leitos privados e 40% das vagas de UTIs públicas.

Com relação a alta ocupação de leitos de UTI, a secretária municipal de Saúde, Izalba de Albuquerque, também ressalta que a população de Rondonópolis precisa compreender que os leitos de UTIs disponíveis na cidade são ocupados por moradores de Rondonópolis e também provenientes de outros 18 municípios na região, perfazendo uma população de quase 600 mil habitantes.

Veja Mais:  Semma pede que população solicite atendimento nos canais alternativos

As novas medidas que devem ser tomadas na cidade estarão disponíveis nesta quinta em decreto municipal que terá validade até o próximo dia 15 de junho, quando o Comitê de Gestão de Crise volta a se reunir para analisar o resultado das restrições, podendo ser prorrogado ou alterado.

Casos

De acordo com dados do boletim da Secretaria Municipal de Saúde desta terça-feira (2), Rondonópolis tem 289 casos confirmados de Covid-19, com mais 270 casos suspeitos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Sobe para nove o número de mortes por coronavírus em Rondonópolis

Publicado


.

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou nesta quarta-feira (03/06) que subiu para nove o número de mortes por Covid-19 (coronavírus) em Rondonópolis. Uma idosa de 83 anos é a nona vítima fatal da doença, ela estava internada na Santa Casa em Rondonópolis e veio a óbito na  manhã de hoje (03/06). Ela tinha insuficiência renal e doenças cardiovasculares.  

A paciente foi atendida primeiramente na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no último sábado (30/05) com os sintomas de febre, tosse, diarreia, dor no corpo, congestão nasal, calafrios e dispneia e transferida no domingo para a UTI da Santa Casa. Ela apresentou os primeiros sintomas no dia 22 de maio. 

Segundo a secretaria, a paciente já possuía exame confirmando a doença. 

BOLETIM
Conforme boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira (02/06), Rondonópolis havia contabilizado 289 casos confirmados da doença. 

Comentários Facebook
Veja Mais:  Saúde acredita que levantamento do Ibope sobre Covid-19 dará desenho da epidemia em Rondonópolis
Continue lendo

Rondonópolis

Saúde acredita que levantamento do Ibope sobre Covid-19 dará desenho da epidemia em Rondonópolis

Publicado


.

Entrevistadores do Ibope Inteligência vão visitar diversos domicílios de Rondonópolis entre os dias 4 e 6 de junho para aplicar um estudo nacional coordenado pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) sobre a prevalência do coronavírus na população brasileira. A pesquisa, que é financiada pelo Ministério da Saúde, visa analisar a evolução da Covid-19 no país, mensurar o nível de imunização e identificar a evolução e as formas de propagação da infecção no Brasil. A partir dessa investigação será possível definir políticas públicas mais eficientes de enfrentamento da epidemia fundamentadas em critérios científicos sobre as características e a ação do vírus.

Esta é uma oportunidade de Rondonópolis aproveitar para identificar casos assintomáticos e traçar um retrato mais preciso da pandemia local, como enfatiza a secretária de Saúde, Izalba de Albuquerque: “Com essa pesquisa conseguiremos ter parâmetros reais desta doença e descobrir aqueles que estão positivos mas não apresentam sintomas. Assim, além de definirmos ações mais precisas para o combate da Covid-19, poderemos determinar estratégias mais assertivas para minimizar a disseminação do vírus entre os rondonopolitanos”.

Com uma abordagem simples, a equipe de entrevistadores – que é composta por dez membros – estará em vários bairros da cidade realizando visita domiciliar. O enfermeiro do Ibope responsável pela realização do trabalho em Rondonópolis, Marcos Vitor Naves, comenta a estratégia adotada para coleta de dados: “Foram designados 133 municípios para participar do levantamento. Em seguida, foram sorteados 25 setores censitários em cada uma dessas localidades. Então, nesses setores, foram selecionados aleatoriamente os domicílios que vão receber a visita do Ibope”. A escolha do morador a ser testado, segundo Marcos, será feita por sorteio.

Veja Mais:  Prefeitura divulga decreto com novas restrições nesta quinta (4) para tentar conter avanço da Covid-19

Ao ser sorteada, se a pessoa aceitar participar do estudo, deve assinar um termo de consentimento livre e esclarecido onde constam os objetivos, procedimento, possíveis riscos e declaração de voluntariedade do indivíduo. Se o sorteado não quiser integrar a pesquisa, dará vez alguém que resida na mesma casa. Caso aquele que for testado apresentar resultado positivo, todos os outros residentes precisarão fazer o teste.

“O exame indica se a pessoa teve contato com o vírus. Aqueles que derem positivo devem fazer a quarentena e o Ibope comunicará à Secretaria Municipal de Saúde que, por sua vez, vai implementar os protocolos que utiliza para a doença. O sigilo dos testados será mantido”, explica o enfermeiro. O resultado do teste sai em 15 minutos.

Todos os entrevistadores passaram por treinamento metodológico e de biossegurança, de acordo com Marcos. “Eles estarão devidamente identificados com crachá e só vão se paramentar com os Equipamentos de Proteção Individual quando já estiverem dentro da casa para aplicar o teste e passar as orientações aos moradores”, frisa o enfermeiro que também ressalta que os EPIs assim como o material usado para fazer a testagem serão descartados a cada abordagem. A fim de assegurar o maior grau de proteção à população e aos próprios entrevistadores, eles são testados a cada dois dias. “Apenas aqueles que apresentarem resultado negativo poderão ir às ruas”, destaca o enfermeiro.

Caso, ao receber a visita do entrevistador, alguém queira fazer a confirmação da pesquisa, o Ibope disponibiliza o número 9 9684-9798. Marcos anuncia ainda que está prevista mais uma onda de visitas a ser realizada entre 17 e 22 de junho com os mesmos procedimentos utilizados neste momento.

Veja Mais:  Nova diretoria da Associação dos lojistas do Rondon Plaza Shopping toma posse

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana